[ ]
Notícias de Última Hora
Por Notícias de Resende | sexta-feira, 31 de maio de 2013 | Publicado em , | Com 0 comentários
O Município de Castro Daire organizou, pelo quarto ano consecutivo, o Maio Pedestre contando este ano com quatro percursos: troço do Caminho Português Interior de Santiago – Mões / Folgosa; PR6 Trilho do Varosa (Almofala); o PR2 Percurso das Minas (Cabril); e o PR7 Trilho das Levadas (Granja).

Todos os percursos que o Município disponibiliza a todos aqueles que privilegiam o Turismo de Natureza registam um elevado interesse paisagístico, ambiental e cultural, permitindo a descoberta de novos lugares adquirindo assim um conhecimento mais profundo do concelho.

Foram muitos os participantes que quiseram associar-se a esta iniciativa, promovendo uma cultura de desporto saudável e convívio entre os caminheiros que tornaram este Maio Pedestre como uma iniciativa de promoção turística, de desporto, e sobretudo de confraternização e partilha.

As potencialidades do turismo de natureza do território de Castro Daire são bem espelhadas pelos 9 percursos Pedestres existentes no Concelho, sendo cada vez mais um pólo de atração de novos turistas a esta região, potenciando um dos grandes vectores económicas em que aposta o executivo municipal – o Turismo.

A crescente participação nesta Iniciativa do Maio Pedestre é a prova do trabalho feito na promoção turística, ao mesmo tempo que reflete a aceitação que a mesma vai tendo no público alvo.



Um obrigado especial a todos os participantes!
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
As emoções do desporto automóvel regressam à Porta do Douro com o Campeonato Regional de Ralis Norte. No dia 23 de junho o Rali Município de Mesão Frio conta com duas etapas Especiais percorridas por duas vezes, às quais se junta uma Super-Especial disputada ao princípio da noite de sábado, dia 22 de junho, no centro da Vila, que vai marcar o início desta prova certificada pela Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting. A edição deste ano prevê, igualmente, um Rali Sprint para garantir um nível máximo de espetacularidade, com mais pilotos e mais entusiasmo.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O Multiusos Municipal de Mesão Frio foi palco do maior evento anual dedicado ao livro e ao fomento de hábitos de leitura. Entre os dias 22 e 25 de Maio, esteve disponível uma ampla montra livros que contou com centenas de visitantes que também puderam assistir a um programa complementar de animação. Em simultâneo, nos dias 23 e 24, decorreu a Feira de Emprego, Formação, Qualificação e Orientação Escolar que mereceu especial destaque.

No dia 22, o encontro com o escritor Nuno Castelo decorreu com muito entusiasmo e contou com a presença de cerca de uma centena de crianças. O escritor conseguiu cativar a atenção e o interesse de todos os presentes na Feira do Livro que se mostraram extremamente motivadas pela descoberta, através de imagens, da essência do povo e das vivências da região.

No dia 23, teve lugar a abertura da Feira de Emprego, Formação, Qualificação e Orientação Escolar que dinamizou a Feira do Livro pela grande quantidade de empresas e entidades envolvidas. No Auditório Municipal, a Filandorra – Teatro do Nordeste, apresentou a peça “História de uma boneca abandonada”, de Alfonso Sastre. Decorreram duas sessões e o auditório esteve repleto de crianças atentas, extremamente participativas e alegres.

Sexta-feira, dia 24, a Feira do Livro teve exclusivamente como atividade complementar o programa da Feira de Emprego, Formação, Qualificação e Orientação Escolar que, mais uma vez, à imagem das edições anteriores, promoveu o contacto direto entre as empresas, a população ativa e os estudantes. Desta forma, as empresas tiveram oportunidade de apresentar os seus programas, procedimentos, formas de recrutamento e ofertas, potenciando oportunidades de estágio e emprego. Com uma vasta mostra de atividades, workshops, palestras e ações de sensibilização, esta atividade, organizada pelo projeto 3 saberes - CLDS de Mesão Frio revelou-se um verdadeiro sucesso.

No Sábado, dia 25, foram levadas a efeito atividades para pais e filhos que contaram com jogos populares, pinturas faciais e um atelier de pintura. O encerramento ficou a cargo do professor António Correia que apresentou um espetáculo musical variado, com alguns dos seus alunos, onde não faltou animação e muita alegria.



A edição de 2013 da Feira do Livro de Mesão Frio, organizada pela Câmara Municipal, teve como principal objetivo o estímulo de hábitos de leitura, mais uma iniciativa que pretendeu destacar o livro como objeto de crescimento cultural.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 1 comentários
Manuel Custódio Sá, um aficionado da pesca, conserva a paixão pelo Douro, comum ao seu avô e ao seu pai que, desde sempre, mantiveram a estreita ligação com o Douro. O seu avô, Adérito Guedes de Sá, conhecido como o último barqueiro do douro, faleceu com 91 anos. O seu pai, Custódio Guedes de Sá, que conta 79 anos, também se dedicou à construção de embarcações de pesca e, atualmente, ainda faz réplicas fiéis, em miniatura, dos famosos barcos rabelos.

O ilustre pescador de Barqueiros, pórtico do Douro Vinhateiro, no passado dia 25 de Maio, pelas 19:00h, no lugar de Porto de Rei, conseguiu capturar, com cana, o que segundo consta, é o maior exemplar retirado das águas do douro no concelho de Mesão Frio.

O próprio refere: “Gosto muito de pescar e quando tenho disponibilidade não consigo resistir, no entanto, quando lancei a cana não contava capturar um exemplar com esta dimensão. Quando me apercebi que tinha um peixe no anzol com um volume acima da média, fiquei ansioso. Não esperava tanta luta mas, após 40 minutos, quando o consegui retira-lo da água e me apercebi que era uma carpa daquele tamanho, fiquei muito satisfeito.”

Muita persistência, associada ao conhecimento que foi adquirindo com a prática, fez com que este pescador levasse para casa uma carpa com 17.355Kg.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Os Amigos e Produtores da Cereja da Penajóia e a Câmara Municipal de Lamego têm como preocupação a defesa incondicional do que melhor existe no concelho. A cereja é um dos símbolos da freguesia da Penajóia e um dos alicerces da sua economia. Caracteriza-se, independentemente da sua qualidade e sabor, por ser das primeiras a aparecer nos mercados, marcando o desabrochar da produção frutícola da região do Douro.

Consciente da sua importância nesta região, os Amigos e Produtores da Cereja da Penajóia, com o apoio de diversas outras entidades, promovem no fim de semana de 1 e 2 de junho, no Largo de Camões (junto ao Museu de Lamego), a 3ª Montra da Cereja da Penajóia, com o objetivo de divulgar e oferecer, a quem visita este concelho, momentos de prazer e degustação deste fruto carnudo e doce. Está prevista a participação de 25 produtores que vão vender a cereja ao mesmo preço.

Para aproveitar e divulgar todas as potencialidades gastronómicas deste fruto, a Escola de Hotelaria e Turismo do Douro vai apresentar durante este certame duas bebidas de cereja que serão posteriormente servidas em bares e cafés da cidade, bem como algumas iguarias de pastelaria para depois serem saboreadas em ambientes diferentes. A ideia é prolongar no tempo a oferta de todos estes produtos na restauração da cidade de modo a aproveitar o seu potencial económico e turístico. Inserido neste projeto, a Escola de Hotelaria vai, previamente, formar e treinar os profissionais que trabalham nesta área de modo a dotar as empresas de produtos diferenciadores e inovadores, ligados à cereja.

Recorde-se que as anteriores edições da Montra da Cereja da Penajóia constituíram um enorme êxito comercial, superando as expetativas iniciais da própria organização. No ano passado, foram vendidas em dois dias mais de cinco toneladas deste fruto.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Acácio Pinto
Deputado do PS
Há homens que por circunstâncias, as mais diversas, dedicam a vida, a sua vida, a uma causa maior, a luta por um ideal: o da justiça, da fraternidade e da liberdade universal.

São homens que trazem “o inconformismo no sangue”, que são “inteiriços de coluna” e “insubmissos a toda a espécie de jugos”.

Trago aqui hoje um desses homens, Aquilino Ribeiro; beirão das terras, que batizou, do demo; natural do distrito de Viseu; do interior de Portugal.

Conheci-o às escondidas, pelo seu legado, pelos seus livros, dez anos depois da sua morte, nos anos setenta, ainda quando os lobos uivavam e a censura reprimia a expressão.

Interpelado desde então, aqui o partilho volvidos que são cinquenta anos sobre a sua morte. Cinquenta anos que se cumpriram no dia 27 de maio.

Trago aqui o homem, mas também o escritor, o cultor da palavra, o intérprete dos sons e o político inquebrantável na defesa dos direitos do seu povo, das suas gentes, do seu território.

Ou não tivesse ele nascido no Carregal, aldeia do concelho de Sernancelhe, vivido em Soutosa, aldeia de Moimenta da Beira e calcorreado, Vila Nova de Paiva, Sátão, Viseu, Lamego e tantos e tantos outros locais, nomeadamente, dos distritos de Viseu e da Guarda.

De todos os locais nos deixou marcas, retalhos, diálogos, mais ou menos ficcionados, na sua vastíssima obra literária. Detalhes dos seus estudos; da evasão da cadeia; de exílios e de refúgios; de crítica política; de conspirações contra o regime; ou de participação em movimentos militares.

Foram inúmeras as geografias sentimentais de Aquilino, foram muitos os seus espaços de intervenção, foram intensos os seus trajetos em 78 anos de vida.

Se vos falo aqui de Aquilino não é para lhe render mais uma homenagem. É antes um tributo, creio que, de todos os viseenses que sentem o seu pulsar aqui e agora, porventura, ainda de forma mais acutilante, mais forte nestes tempos da ira, em que nos tolhem os ventos da esperança.

Evocar Aquilino está, pois, para além da sua própria dimensão e do seu tempo. Evocá-lo é também gritar a revolta contra os ataques do centralismo do terreiro do Paço; os ataques desferidos contra o interior, afinal, contra Portugal. Os ataques contra os municípios e as freguesias; os ataques aos tribunais; aos serviços de saúde e de educação… afinal lutar por aqueles serviços e instituições que, verdadeiramente, diferenciam e dão sentido à ocupação de todo o território nacional.

Evocar Aquilino é também hoje uma luta, permanente, pela defesa da nossa dignidade na certeza de que, como ele dizia:
Alcança quem não cansa!

(Nota: Breve extrato de uma intervenção na AR)
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
Terminadas as aulas, os jovens têm razões para voltar a sorrir e saírem à rua. Este ano, o verão em Lamego volta a rimar com desporto e diversão. Durante as próximas férias escolares, as crianças e jovens do concelho vão ter a oportunidade de fazer parte de um vasto leque de atividades que visam a ocupação saudável dos seus tempos livres. De 17 de junho a 12 de julho, o projeto Verão Desportivo promete proporcionar momentos únicos de camaradagem e amizade. As inscrições já estão abertas.

Organizada pela Câmara Municipal de Lamego, em parceria com a Lamego ConVida EEM, a edição deste ano do Verão Desportivo estende-se a vários locais da cidade, onde ao longo de quatro semanas vão decorrer muitas iniciativas de elevado valor educativo e cultural. Ao atingir a sétima edição, estão garantidas algumas novidades, nomeadamente a realização de uma aventura escotista.

Por tudo isto, não faltam motivos para os lamecenses inscreverem os seus filhos neste projeto, cujo corpo técnico será composto por monitores que asseguram um acompanhamento personalizado. O montante a despender por semana para quem quer fazer parte do Verão Desportivo mantém-se em relação ao ano anterior: 29,50€ (com direito a 2 refeições) ou 47€ (3 refeições), valor que inclui o seguro de acidentes pessoais. Como oferta, cada inscrição vale cinco entradas nas Piscinas Municipais Descobertas, válidas entre 13 de julho e 31 de agosto. 

As inscrições para o Verão Desportivo devem ser entregues, em ficha própria, no Pavilhão Desportivo Álvaro Magalhães e na sede da Lamego ConVida (Quinta de S. Gens). Limitadas a 60 participantes por semana, serão aceites por ordem de chegada. Mais informações em www.cm-lamego.pt e www.lamegoconvida.com.
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
Venha ajudar os Bombeiros Voluntários de Resende num evento que irá proporcionar nos dias 8 e 9 de junho. No sábado pelas 17h00 e no domindo pelas 11h00.


Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
No passado dia 26 de Maio realizou-se o primeiro passeio dos “Cavaleiros da Aboboreira”. A organização, ao encargo da Câmara Municipal, teve como principal objetivo recuperar tradição e animar a economia local. Naquela que foi, desde que há memória em Baião, a maior concentração de cavalos do concelho, estiveram presentes cerca de sessenta participantes.

Os cavaleiros “escoltados” por cinco charretes saíram do Centro Hípico e percorreram a serra da aboboreira e as ruas da vila de Baião. Durante a tarde realizou-se um convívio no centro hípico onde se reuniram mais de cem pessoas.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O fruto que dá fama à Penajóia e que depois de maduro é o primeiro a aparecer nos mercados, é a CEREJA!

A cereja é um fruto, com uma validade muito curta que importa colocar, muito rapidamente, na rede comercial. Não o fazer, significa perdas irrecuperáveis.

Por outro lado, a sua exuberância e colorido, transforma este produto, como uma das principais riquezas da economia local, constituindo uma ajuda preciosa aos produtores locais.

Os Amigos e Produtores da Cereja da Penajóia - AMIJOIA, com o apoio da Câmara Municipal de Lamego, Turismo Porto e Norte, Escola de Hotelaria de Lamego, Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamego, AE.HTDouro, Associação de Empresários, Museu de Lamego, Confraria Nacional do Espumante e as Caves da Raposeira, promovem a 3ª Montra da Cereja da Penajoia, este ano um pouco mais tarde, em virtude das condições meteorológicas vividas, que não permitiram a maturação do fruto tão cedo quanto o habitual.

A cereja pode utilizar-se desde crua, às compotas e à sua cristalização, em açúcar, é e pode ser utilizada ao longo de todo ano. Neste sentido, e com a colaboração da escola de Hotelaria foram criados três elementos degustativos, a saber: uma tarte, um biscoito e uma bebida, tudo tendo como base a cereja. A intenção é que estes produtos sejam utilizados pelos empresários de restauração e bares. Assim, vai ser levado a cabo um workshop, onde a Escola de Hotelaria de Lamego vai ensinar e fornecer as receitas para que nos dias da Montra da Cereja, bem como nos restantes dias do ano, a Cereja da Penajoia esteja sempre presente.

Este ano a Montra de Cereja vai decorrer no Largo de Camões (em frente ao Museu de Lamego), nos dias 1 e 2 de junho.

Convidamos todos os Durienses e em particular os Lamecenses, sem esquecer os Concelhos vizinhos, a comparecer pelas 10h, do dia 1 de junho, para assistir à abertura desta 3ª Montra da Cereja da Penajoia.

Durante estes dois dias haverá, a par da venda de cereja, animação diversa.

Programa:
Sábado 1 de Junho
- 10,00h Abertura ao público,
- 10,30h Partida da Concentração Scooters/Vespas/Veículos Motorizados a)
- 17,00h Animação
- 20,00h Encerramento
Domingo 2 de Junho
- 10,00h Abertura ao público,
- 10,30h Partida da Concentração Scooters/Vespas/Veículos Motorizados a)
- 16,00h Animação
- 20,00h Encerramento
a) Programa Concentração
1/06/13 Sábado
- 10,00h Concentração dos participantes inscritos em frente á Escola Secundária de Latino Coelho – Lamego,
- 10,30h Partida pelo Concelho e principais artérias da Cidade de Lamego,
- 13,00h Almoço Convívio,
- 15,00h Passeio principais artérias da Cidade de Lamego e concentração em frente ao Tribunal.
2/06/13 Domingo
- 10,00h Concentração dos participantes em frente ao Tribunal – Lamego,

- 10,30h Partida pelo Concelho e principais artérias da Cidade de Lamego.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
Está de volta a Festa do Desporto e do Associativismo ao Concelho de Castro Daire com a abertura dos X Jogos Desportivos do Concelho.

O arranque será no próximo dia 1 de junho, com a realização da Cerimónia de Abertura dos Jogos Desportivos de Castro Daire. A cerimónia de Abertura terá lugar pelas 20 horas do próximo sábado, no Complexo Desportivo Municipal de Castro Daire.

Esta X Edição do Jogos Desportivos de Castro Daire contará com uma grande adesão, quer em número de atletas quer no número de associações que integram estes Jogos.

Os cerca de 800 atletas inscritos em representação das 35 colectividades inscritas vão participar nas 18 modalidades que fazem parte do quadro competitivo estando em cartaz até ao dia 10 de agosto, dia que encerra esta IX Edição dos Jogos Desportivos.



A maior manifestação desportiva existente em Castro Daire vai ter lugar nos diversos recintos desportivos do Concelho, realizando-se todas as competições aos fins-de-semana e feriados.
Por Notícias de Resende | terça-feira, 28 de maio de 2013 | Publicado em | Com 0 comentários
Uma jovem adolescente de 16 anos, que estava prestes a lançar-se de uma ponte com mais de 70 metros de altura acima do nível da água, foi ontem salva por dois militares da GNR do Posto Territorial de Resende. O ato heroico aconteceu pelas 09h30, na Ponte da Ermida, que liga Resende a Baião.

Os guardas José Carvalho e Rúben Costa receberam uma comunicação via rádio que dava conta de que uma jovem faltou à escola e que tinha enviado uma mensagem a uma professora escrevendo que se iria atirar da ponte.

"Quando os militares chegaram, a adolescente já estava para lá das grades de proteção, no centro do tabuleiro, prestes a atirar-se às águas do rio Douro", explicou ontem ao CM o capitão Pedro Reis, comandante do destacamento territorial de Lamego.

Apesar dos gritos que exigiam que ninguém se aproximasse, os guardas, através do diálogo e com a ajuda de um professor, conseguiram agarrá-la. "Foi muito difícil, mas ao mesmo tempo muito gratificante" contaram os militares. A jovem foi levada para o Hospital de Penafiel, onde ficará agora internada.

A jovem frequenta uma escola em Resende e está a atravessar uma grave depressão. Enviou uma mensagem para os amigos a dizer "adeus".

Tiago Virgílio Pereira
Correio da Manhã
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A nova direção da delegação de Lamego da Cruz Vermelha Portuguesa tomou posse, a 23 de maio último, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. José Ribeiro da Silva continua como presidente desta instituição, aparecendo Marina Valle como a nova vice-presidente. José António Cardoso (tesoureiro) e Manuel Coutinho (vogal) completam o elenco diretivo. “Hoje com a tomada de posse para o período 2013/2016 inicia-se um novo ciclo, pois quem nos procura, quem em nós deposita a sua confiança, só merece o melhor”, garantiu Ribeiro da Silva durante a sua intervenção.

Volvidos 150 anos da fundação em Genebra do Comité Internacional da Cruz Vermelha, os princípios e os valores humanitários que estiveram na origem da instituição líder mundial no serviço humanitário “permanecem relevantes”. Para o futuro, a nova direção “apenas promete trabalho, dedicação e honestidade para com todos os que colaboram connosco, para com os companheiros da Direção de Lamego e para com a Direção e Sede Nacional”. “Encaramos este novo percurso ainda com mais sentido de responsabilidade, não só porque é nossa obrigação, mas também porque todos sabemos que enfrentamos tempos muito difíceis que exigem o melhor de nós. Esta é uma causa nobre, que realça os valores e princípios pelos quais nos devemos guiar: a humanidade, imparcialidade, neutralidade, independência, benevolência, unidade e universalidade”, acredita o máximo responsável da Cruz Vermelha no concelho de Lamego.

A capacidade para mobilizar vontades em apoio dos mais vulneráveis foi também elogiada por Francisco Lopes, Presidente da Câmara Municipal, que mais uma vez reafirmou a disponibilidade da autarquia em continuar a colaborar com os voluntários da Cruz Vermelha Portuguesa nas suas mais variadas tarefas e projetos.



Presente na cerimónia, Pimenta Araújo, assessor do Presidente Nacional da Cruz Vermelha, enalteceu a missão humanitária concretizada por esta instituição nos cinco continentes em auxílio às populações e alerta que este socorro é cada vez mais necessário: “Temos de ser mais exigentes e tentar ir mais além no compromisso e na entrega para com a sociedade, no acompanhamento dos casos difíceis, nos casos de grande carência, enfim, nas situações de emergência social”.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , , | Com 0 comentários
O Externato D. Afonso Henriques, em Resende, receberá no próximo dia 7 de junho, sexta feira, o grupo português "Fingertips". O concerto acústico será restrito aos alunos da instituição de ensino, e estará programo para as 14h00 do mesmo dia. Ainda estarão previstas outras atuações musicais pela Afontuna e alunos da escola. Este evento conta com a organização do Departamento de Expressões do Externato D. Afonso Henriques.


Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A Câmara Municipal de Castro Daire promoveu a sua festa anual do programa “Enxoval do Bebé” para todas as crianças nascidas no Concelho ao longo deste último ano.

Esta Festa realizou-se no passado dia 26 de maio no Auditório do Centro Municipal de Cultura, contando com a participação de algumas dezenas de crianças acompanhadas pelos seus pais e familiares, que encheram por completo o auditório municipal.

Esta festa tem por objetivo dar as boas-vindas aos mais novos castrenses, proporcionando às crianças um espetáculo interativo onde os sons e as texturas despertaram o olhar dos pequeninos.

Este evento faz parte da medida de apoio social implementada por este Executivo denominada “Apoio à Natalidade/Enxoval do Bebé” que tem como objetivo minimizar os encargos financeiros inerentes a chegada do bebé através da atribuição de um subsídio de 500 euros por cada bebé natural do Concelho.

Este incentivo a natalidade torna-se fundamental nos tempos atuais, sendo também um incentivo à fixação das jovens famílias neste Concelho tão envelhecido.

Durante este último ano foram apoiadas 88 crianças, nascidas no Concelho, sendo que este investimento do Executivo Municipal é uma grande ajuda aos agregados familiares destas crianças, principalmente nos tempo de crise e de grandes dificuldades que o país atravessa.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
Aos sábados e domingos do mês de julho, regressa mais uma edição do Festival de Teatro Amador de Lazarim.

Esta iniciativa conta com o apoio da Câmara Municipal de Lamego.


Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Lamego saiu à rua para celebrar a Europa e o processo de construção europeia. Centenas de alunos e idosos comemoraram o Dia da Europa – assinalado a 9 de maio – com um longo desfile que percorreu as principais ruas da cidade, um cortejo animado pela Escola Básica e Secundária da Sé, pela Escola Secundária de Latino Coelho, pelo Centro Escolar de Lamego, pela EB 2,3, pelo Colégio da Imaculada Conceição e pelo Centro Diocesano de Promoção Social (Mãe Admirável, ESFOSOL, ECOPAL), para além de diversos séniores.

A iniciativa apadrinhada pela Câmara Municipal de Lamego e pelo Centro de Informação Europe Direct, terminou nos Paços do Concelho, onde decorreu uma cerimónia oficial que abriu ao som do “Hino da Alegria”, interpretado em flautas de Bisel pelos alunos do 5ºD da Escola Básica e Secundária da Sé. Logo de seguida, o Presidente da autarquia, Francisco Lopes, enalteceu os valores da solidariedade e cooperação recíproca que neste momento unem os países europeus e agradeceu o entusiasmo dos jovens na participação desta atividade, bem como a presença de um grupo vindo da cidade francesa de Bouchemaine, localidade geminada com Lamego.

Pese embora o mau tempo que se fez sentir, a formação de uma enorme bandeira humana, o hastear da bandeiras da União Europeia e de Portugal e a interpretação em uníssono do hino nacional foram outros momentos altos da celebração desta data histórica. No final, as cores da UE subiram ao céu com uma largada de balões.



Reconhecendo a importância desta data para o arranque do processo de construção europeia, os chefes de Estado e de Governo decidiram, na Cimeira de Milão de 1985, consagrar 9 de maio como Dia da Europa. O espírito desta celebração visa, sobretudo, contribuir para uma maior consciencialização do projeto de construção europeia e divulgar as principais prioridades da Comissão para 2013 - Ano Europeu dos Cidadãos, Estratégia Europa 2020, direitos dos cidadãos europeus e cidadania europeia.
Por Notícias de Resende | segunda-feira, 27 de maio de 2013 | Publicado em , | Com 0 comentários
No passado sábado eu e o José António Pereira meu colaborador na Emissora Regional de Resende tivemos à conversa connosco os elementos da banda "Enigma". A banda é de Resende e recentemente lançou 4 originais. Em modo descontraído e sempre com boa disposição à mistura o grupo falou sobre a criação do mesmo e do trabalho agora lançado. Da minha parte tenho a dizer que os originais estão aprovados, são melodiosos e têm algum ritmo à mistura. Mas para o comprovar dê uma "ouvidela" à entrevista que se segue.
Raquel Evangelina
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Foi uma manhã especial no lugar de Anquião (Gestaçô), que situado numa extremidade do concelho de Baião e do distrito do Porto, proporciona uma boa síntese entre as paisagens graníticas e xistosas e entre o "Douro Verde" e o "Douro Vinhateiro". A visita à obra de beneficiação do caminho da Tapada foi uma oportunidade para José Luís Carneiro reafirmar que os poderes públicos devem olhar para os diferentes lugares de forma atenta, independentemente da sua dimensão populacional ou da sua localização.

"Se fossemos a olhar só para a dimensão dos lugares na hora de definirmos as prioridades de investimento, dificilmente chegaríamos a Anquião. Contudo, cabe à Câmara Municipal de Baião trabalhar para a melhoria da qualidade de vida de todos os baionenses e promover políticas públicas nesse sentido", completou. A obra de beneficiação do caminho da Tapada representou um investimento de 11 mil e 200 euros, destinado à execução de muros de suporte e alargamento e pavimentação. Esta obra vem juntar-se a outras já realizadas pelo atual executivo em Anquião, como sejam a pavimentação da estrada de ligação à Graça (200 mil euros), e destina-se a garantir uma maior mobilidade no interior do lugar.

Dirigindo-se aos muitos moradores do lugar presentes na visita à obra, José Luís Carneiro mostrou-se determinado em obter acordo junto de proprietários, que pudessem ceder terreno, para que no fundo do caminho fosse criado um largo para a inversão de marcha das viaturas, que agora já podem transitar no interior do lugar. Serão, ainda, instaladas grades de proteção nos pontos mais críticos do caminho. Outra das prioridades de investimento a curto prazo no lugar passa pela pavimentação do adro da Igreja, ficando, para o futuro, a adaptação da antiga escola primária para a função de Casa Mortuária.

A obra de beneficiação do caminho da Tapada foi aplaudida pelo presidente da Junta de Freguesia, Carlos Ferraz, que considera que este investimento "vem beneficiar" os moradores. "É um dia de festa para nós, que também temos direito ao progresso. Este é um lugar que agora fica menos isolado e estamos gratos à Câmara Municipal que deste modo cumpre com uma promessa que tinha feito", sintetizou. O autarca destacou ainda a obra em curso destinada ao alargamento do cemitério de Gestaçô, para a qual a Junta de Freguesia investiu 25 mil euros na compra de um terreno e a Câmara Municipal apoiou com uma verba na ordem dos 100 mil euros.

Tanto no caso da obra de beneficiação do caminho da Tapada, como do alargamento do cemitério, estamos perante obras realizadas por empresas da freguesia de Gestaçô.

A obra de qualificação do caminho da Tapada abrange uma extensão de cerca de 150 metros e é vista pelo morador Paulo Martins como "muito importante". "Agora já entra aqui uma ambulância e é mais fácil chegar aos tanques públicos, que ainda são muito usados pelas pessoas da freguesia", notou. Natural e residente em Anquião, Manuel Moreira, nota que esta beneficiação é também importante para melhorar a mobilidade dos cidadãos, já que antes o caminho ficava repleto de terra, lama e pedras, especialmente no inverno. "Depois da construção da estrada até à Graça, onde não se passava porque era só remendos, esta foi a obra mais importante que fizeram aqui", completou.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O presidente da Câmara Municipal de Baião, José Luís Carneiro, afirmou, na noite de 24 de Maio, que a obra de requalificação urbana da Praça da Fonte Nova e do Jardim Dr. Francisco Sá Carneiro está a cumprir o propósito para o qual foi executada ao ser "habitada todos os dias". "É uma grande alegria e um grande orgulho passar todos os dias nesta praça e poder ver como nela se juntam pessoas de todas as idades para conviverem, para brincarem e para passarem os seus tempos livres", notou o autarca, durante a cerimónia de inauguração daquele investimento municipal.

A cerimónia de inauguração foi presenciada por muito público, vindo não só da vila de Baião, mas também de outros pontos do concelho e contou com a participação do grupo de Fados e Baladas de Coimbra "Do Choupal até à Lapa".

No seu discurso, José Luís Carneiro explicou que coube à Câmara de Baião suportar apenas 105 mil euros de um investimento total de 702 mil euros, já que a obra teve direito a fundos comunitários. "Quisemos com este investimento criar uma grande praça na vila de Baião, onde as pessoas pudessem recuperar um pouco o sentimento de pertença e de encontro que existia muito nas nossas comunidades, em particular nos lugares, em tempos passados", observou, lembrando que o espaço pré-existente não cumpria com essa função - "Havia uma excessiva proximidade e confusão entre as pessoas e a zona de estacionamento, o que era especialmente grave dada a proximidade com o Parque Infantil".

Esta obra insere-se num "pacote" mais alargado de investimentos na regeneração urbana no valor de 2,4 milhões de euros, destinado a tornar a vila de Baião num espaço mais moderno, funcional e adaptado às exigências contemporâneas. Entre as áreas contempladas estão o reforço do estacionamento, a requalificação urbana ou a melhoria da sinalização. As intervenções inerentes a esta estratégia contaram com a participação ativa da Associação Empresarial de Baião, de moradores, comerciantes e ainda de uma equipa técnica constituída por colaboradores da autarquia e de especialistas em áreas como o urbanismo ou a mobilidade urbana.

No quadro desta estratégia, José Luís Carneiro disse que muito já foi feito, mas que falta, ainda, qualificar a ligação entre a sede de concelho e o lugar do Ingilde, criando uma grande avenida que evite que as pessoas utilizem as bermas da estrada nacional para se dirigem a pé até à vila de Baião. O outro grande elemento em falta nesta estratégia de qualificação, passa pela deslocalização do posto de combustíveis situado no centro da vila para a zona do Tijelinho, que será posteriormente alvo de qualificação urbana.

Marcaram presença na sessão de inauguração da obra os vereadores da autarquia Paulo Pereira e Ivone Abreu, vários autarcas de freguesia, entre eles o presidente da Junta de Campelo, Fernando Guedes e muitos representantes do movimento associativo concelhio.

Entre os presentes esteve também o presidente da Assembleia Municipal de Baião, José Pinho Silva, que usou da palavra para qualificar a nova praça como "um espaço público de qualidade e que dignifica a vila de Baião". "Há alguns meses assistimos, no Auditório Municipal, à apresentação deste projeto e ouve quem manifestasse dúvidas sobre a sua pertinência e a sua necessidade para a vila de Baião. Hoje, podemos afirmar convictamente que valeu a pena esperar por este momento e realizar este investimento", completou José Pinho Silva. O presidente do órgão deliberativo baionense enalteceu ainda o trabalho de todos quantos contribuíram com o seu trabalho para a realização, em particular os colaboradores da CM Baião, José Naia (arquiteto) e Ricardo Miranda (engenheiro e responsável pela fiscalização).

EÇA DE QUEIROZ LADO A LADO COM 20 FREGUESIAS
A obra de requalificação da Praça da Fonte Nova e do Jardim Dr. Francisco Sá Carneiro contemplou a redução da cota a que a praça de situava, colocando-a praticamente ao nível da rua de Camões, que cruza a sede de concelho. Foi criado um passeio largo, central, que possibilita o desenvolvimento de atividades de lazer e a criação de condições para a instalação de esplanadas. Nos pavimentos da praça foram utilizados lajes de granito branco serrado e bujardado pico fino, recorrendo-se aos cubos de granito para os passeios e arruamentos.

No topo norte da praça foi erguido um muro que exibe a heráldica de cada uma das freguesias do concelho. A praça possui, ainda, outros elementos decorativos, como sejam um espelho de água junto do qual se podem ler passagens da obra "A Cidade e as Serras", para a escrita da qual Eça de Queiroz se inspirou em paisagens do concelho de Baião.

O espaço dispõe também de mobiliário urbano e de um parque infantil, destinados a proporcionar apoio às famílias que frequentam a praça. No topo norte da praça situa-se um pequeno anfiteatro preparado para receber intervenções culturais.

Nesta zona da praça é possível aceder ao arruamento de acesso ao bairro Sá Carneiro e ao Parque de Estacionamento situado nas imediações da praça. Esse arruamento foi também beneficiado no âmbito das obras de requalificação da praça, através de um perfil transversal de 4,5 metros e do alargamento dos passeios para 2,25 metros. O projeto de requalificação contemplou ainda a plantação de 13 árvores de diversas espécies (Acer, Magnólias, Tílias, Acácias, Japoneiras e Castanheiros da Índia), a que se somou a plantação de uma dezena de outras espécies, entre árvores e arbustos, na envolvente à praça.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O candidato a presidente de Câmara da coligação PSD/CDS, "Juntos pela Terra", acompanhou a 1.ª Concentração de Vespas em Resende.

A comitiva era composta pelo Dr. Jaime Alves, pelo candidato a Vice-Presidente, Professor Joaquim Pereira, e pelo representante do CDS, professor Jorge Cardoso.

Durante a visita, o Dr. Jaime alves teve oportunidade de felicitar os organizadores do evento. "Louvo esta iniciativa, organizada por um grupo de Resendenses interessados e dedicados à sua terra, que constituíram recentemente mais uma importante associação com muito potencial, que merecem todo o apoio da Autarquia, agora e no futura. Felicito-os pelo contributo que estão a dar pela promoção do nosso património cultural e natural, numa fase do ano em que nosso "ouro vermelho", as cerejas, estão na sua fase mais valiosa. Parabéns pela organização, que seja a primeira de muitas."
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
No seguimento das visitas institucionais que tem levado a cabo em Portugal, o Presidente da UNITA, Isaías SamaKuva, reuniu a 22 de Maio , no edifício dos Paços do Concelho de Baião, com o Presidente da Câmara Municipal de Baião, José Luís Carneiro e com todos os vereadores que compõem o executivo camarário, com o objetivo de verificar o funcionamento do poder local democrático.

No encontro, o líder da UNITA fez-se acompanhar por Alcides Sakala, porta voz da UNITA e por Araújo Cacique, responsável pelas Relações Internacionais da UNITA, e discutiu a instabilidade politica e a regressão democrática que se sentem em Angola, bem como a intenção de aprofundar os conhecimentos sobre a atividade autárquica portuguesa com o propósito de desenvolver um modelo do poder local em Angola. “ O que nos traz cá é o Poder Local. Há três anos que foi aprovada a nossa Constituição e, no decurso deste processo lutámos para que fosse incluído o poder local. Nós entendemos que deve existir uma descentralização administrativa e politica, contudo ainda não sabemos quando serão as eleições autárquicas", sublinhou Isaías SamaKuva.

José Luís Carneiro, resumidamente, caraterizou o território de Baião, explicou o modelo da gestão autárquica, exemplificando procedimentos com o recurso a uma visita guiada por alguns setores da Câmara Municipal de Baião.

O Presidente da Câmara colocou à disposição do Presidente da UNITA a experiência adquirida pelos colaboradores da edilidade para apoiar na estruturação do poder local em Angola.



De referir que Isaías Samakuva reuniu no dia 20 de Maio com o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa, com o Grupo Parlamentar do CDS/PP e com o Vice-Presidente do PSD, Jorge Moreira da Silva. No dia 21 o encontro foi com o Secretário de Estado das Comunidades, com os Grupo Parlamentares do PS e do PSD.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
No dia 18 de maio, rumamos á cidade do Porto, para participarmos no convivio com o Scuola Calcio Milan, do Ac Milan, que se realizou no belissimo Estádio do Bessa.

Participamos com 2 equipas, uma de sub 9 e uma de sub 12.

Consideramos mais um momento marcante na formação desportiva e pessoal dos nossos Afonsinho e mais uma vez foi um belo dia de familia , que culminou com um piquenique no Parque da Cidade.

Continuaremos a inovar, mantendo o nosso rumo, com ações desportivas que consideramos importantes e sobretudo decididamente independentes.

Queremos agradecer também ao Noticias de Resende, na pessoa do Rafael Barbosa, toda a amabilidade e atenção que tem tido para nós e sobretudo para o desporto concelhio em geral.

Marcos Antunes
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Acácio Pinto
Deputado do PS
A maior chaga com que se confrontam os portugueses é a do desemprego. É uma situação que atravessa todas as faixas etárias e que não discrimina em função das habilitações académicas ou profissionais. Todos são abrangidos e, provavelmente, não haverá nenhuma família imune a este drama que, em muitos casos, cada vez mais, abrange mais do que um elemento do agregado familiar.

É um gravíssimo problema social a que o governo teima em não dar resposta e que o tempo, só por si, como se vê, não resolve, antes agrava.

E se é verdade que o problema do desemprego afeta todo o território nacional, analisemos, neste caso, a realidade com que nos confrontamos na nossa região volvidos que são 22 meses de governação, do PSD e do CDS, liderada por Passos Coelho que recrutou, precisamente em Viseu, alguns dos governantes que tiveram e têm nas suas mãos a gestão desta matéria quer a montante quer a jusante.

Falo naturalmente da equipa do ministério da economia. De Álvaro dos Santos Pereira, ainda ministro, e de Almeida Henriques, secretário de estado da economia, até há um mês atrás, donde saiu de forma atribulada para se candidatar à câmara de Viseu.

Pois bem, não fizeram o trabalho que lhes estava confiado como missão. Nem a montante, dinamização da economia através de incentivos às empresas em geral e às do interior em particular, nem a jusante, através da criação de políticas ativas de emprego que abrissem oportunidades de trabalho para os milhares de inscritos nos centros de emprego.

Por exemplo, no distrito de Viseu tínhamos, em abril de 2013, 25.630 inscritos nos centros de emprego o que representa um crescimento relativamente a mês homólogo de 3206 desempregados inscritos, sendo que o maior aumento de desemprego vai para as faixas mais jovens, com agravamento para os licenciados. Já a nível de distribuição geográfica o desemprego concentra-se, sobretudo, nos concelhos de Viseu e de Lamego que, por si só, representam 38% do desemprego em todo o distrito, respetivamente, com 6509 e 3217 desempregados.

E se esta é a triste realidade, qual deverá, terá que ser, o objetivo central de todos quantos vão a votos nas próximas autárquicas?

Só poderá ser o estudo das realidades locais e a definição de programas específicos, caso a caso, que criem dinâmicas concretas de criação de emprego nos seus concelhos.



Tenho é grandes dúvidas que aqueles que nada fizeram, nestes últimos 22 meses, quando estavam investidos em tarefas governativas, ou aqueles que querem ser localmente os intérpretes das políticas do governo, tenham capacidade para dedicar a esta ciclópica tarefa a atenção e o empenhamento necessários.
Por Notícias de Resende | quinta-feira, 23 de maio de 2013 | Publicado em | Com 0 comentários
Resende, 23 mai (Lusa) -- O concelho de Resende, no Norte do distrito de Viseu, deverá registar este ano uma quebra de cerca de 50% na produção de cereja, provocada pela chuva e pela geada, segundo estimativas dos produtores.

"Nos últimos anos o concelho tem produzido cerca de quatro mil toneladas de cereja, mas este ano a produção diminuiu 45 a 50%", explicou à agência Lusa o presidente da associação de promoção CER Resende -- Cerejas de Resende, Rogério Silva.

O facto de ter chovido durante muito tempo e de ter ocorrido geada na altura da floração levou à diminuição da produção de cereja neste município ribeirinho ao Douro.

"Não frutificou. Mas agora com este calor está a ir para um bom calibre, para uma boa qualidade", frisou o produtor, que tem 24 hectares de cerejeiras no concelho.

O microclima duriense dá à cereja de Resende uma das suas principais vantagens, que é conseguir chegar ao mercado duas semanas antes do que a do resto do país.

"Este ano começámos a colheita 20 dias mais tarde do que é habitual", disse Rogério Silva, contando que, "em anos normais, já se apanha cereja no 25 de abril, a mais miúda, e depois no 01 de maio já se começa com a maior".

No entanto, o atraso na colheita ter-se-á registado também noutras zonas do país, acrescentou.

Se o tempo se mantiver quente, o responsável da CER Resende prevê que "o pico da colheita" comece a 01 de junho.

Segundo Rogério Silva, "a quebra na produção deverá refletir-se no preço da cereja, senão nem dá para pagar às pessoas que a colhem" e que recebem "35 ou 40 euros por dia".

O facto de o concelho ser um dos principais produtores de cereja do país levou a Câmara Municipal a apostar neste produto.

Desde 2002 realiza-se o Festival da Cereja, que este ano está marcado para 08 e 09 de junho e durante o qual 120 produtores vão disponibilizar o fruto a preços especiais.

No início do mês, a Câmara anunciou que o Centro Interpretativo da Cereja (no edifício da antiga escola primária de Vila Verde) e o dossiê relativo à certificação deste fruto devem estar prontos no final da colheita deste ano.

O município está "a trabalhar em várias frentes para valorizar e projetar a cereja de Resende", considerada "um produto determinante" da base produtiva e "a grande marca" do concelho, justificou o presidente da Câmara, António Borges.

AMF // SSS 
Lusa/fim
Por Notícias de Resende | quarta-feira, 22 de maio de 2013 | Publicado em , | Com 0 comentários
Os meninos e as meninas do Jardim de Infância da Adegril – Associação de Desenvolvimento do Grilo, visitaram, na tarde de 21 de Maio, a Biblioteca Municipal de Baião, onde puderam ver o filme de animação “Ruca vai à Biblioteca”, com a qual aprenderam o que podem fazer numa biblioteca e qual o comportamento a ter quando estão numa.

No final, fizeram um desenho sobre o que viram e que, tal como o desenho do personagem do filme, foi afixado na entrada da biblioteca.

A sessão terminou com a requisição de livros que ficaram à responsabilidade da Educadora, que oportunamente irá ler as histórias às crianças, permitindo-lhes um contacto mais próximo com os livros.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
É inaugurada na próxima sexta-feira, dia 24 de Maio, a partir das 22h00, a obra de requalificação da Praça Dr. Francisco Sá Carneiro, uma intervenção integrada no projeto de regeneração urbana da vila de Baião e que promete contribuir para o aumento da qualidade de vida e da atratividade turística da sede de concelho.

Representando um investimento na ordem dos 702 mil euros, comparticipado a 85 % por fundos comunitários, esta obra insere-se num “pacote” mais alargado de obras no valor de 2,4 milhões de euros, destinado a promover a requalificação urbanística da sede de concelho de Baião, tornando-a num espaço mais moderno, funcional e adaptado às exigências contemporâneas. Entre as áreas contempladas na regeneração urbana de Baião estão o reforço do estacionamento, a requalificação urbana ou a melhoria da sinalização.

A obra que será inaugurada na próxima sexta-feira contemplou a redução da cota a que a praça de situava, colocando-a praticamente ao nível da rua de Camões, que cruza a sede de concelho. Foi criado um passeio largo, central, que possibilitará o desenvolvimento de atividades de lazer e a criação de condições para a instalação de esplanadas.

Nos pavimentos da praça foram utilizados lajes de granito branco serrado e bujardado pico fino, recorrendo-se aos cubos de granito para os passeios e arruamentos.

No topo norte da praça foi erguido um muro que exibe a heráldica de cada uma das freguesias do concelho.

A praça possui, ainda, outros elementos decorativos, como sejam um espelho de água junto do qual se podem ler passagens da obra “A Cidade e as Serras”, para a escrita da qual Eça de Queiroz se inspirou em paisagens do concelho de Baião.

O espaço dispõe também de mobiliário urbano e de um parque infantil, destinados a proporcionar apoio às famílias que irão frequentar a praça.

No topo norte da praça situa-se um pequeno anfiteatro preparado para receber intervenções culturais. Será nesse local que na noite de 24 de Maio irá decorrer o momento musical destinado a abrilhantar a cerimónia, a cargo do grupo de fados e baladas de Coimbra “Do Choupal até à Lapa”.

Nesta zona da praça é possível aceder ao arruamento de acesso ao bairro Sá Carneiro e ao Parque de Estacionamento situado nas imediações da praça. Esse arruamento foi também beneficiado no âmbito das obras de requalificação da praça, através de um perfil transversal de 4,5 metros e do alargamento dos passeios para 2,25 metros.



O projeto de requalificação contemplou ainda a plantação de 13 árvores de diversas espécies (Acer, Magnólias, Tílias, Acácias, Japoneiras e Castanheiros da Índia), a que se somou a plantação de uma dezena de outras espécies, entre árvores e árbutos, na envolvente à praça.
Por Notícias de Resende | segunda-feira, 20 de maio de 2013 | Publicado em , , | Com 0 comentários
No passado sábado, dia 18 de maio de 2013, pelas 16 horas, decorreu no auditório municipal de Resende a apresentação da candidatura de Jaime Alves às autárquicas de 2013, numa coligação PSD/CDS. Neste evento estiveram presentes Hélder Amaral, deputado e presidente da comissão política distrital do CDS-PP de Viseu, Mota Faria, presidente da comissão política distrital do PSD de Viseu, e o convidado especial da apresentação, António Almeida Henriques, anterior secretário de estado adjunto da economia e do desenvolvimento regional.

Hélder Amaral iniciou a apresentação referindo Resende como “um concelho tão rico, cuja história de Portugal passa aqui pelas ruas, quer no mosteiro de S. Martinho, quer em Cárquere… onde D. Afonso Henriques brincava por aqui. Uma terra que tem uma história tão rica na história da nação… porque é que Resende não marca no contexto nacional mais ainda a sua pujança e a sua dinâmica? Tudo o que precisam está cá. O essencial é que Resende tem gente magnífica, o seu principal ativo, paisagem, património e história magníficos. O futuro de Resende é um futuro risonho, com esperança e que eventualmente não vai deixar ninguém indiferente. E este futuro precisa da liderança, e Resende tem algo que não se encontra em outros concelhos do país, porque não é muito fácil encontrar jovens com qualidade, com vontade, que procurando fazer tudo que fazem por si próprios e o Jaime é um homem ambicioso, não esquece aquilo que pode fazer pelos outros. E por isso feliz é a terra que tem um jovem com esta dimensão, com esta dinâmica e com esta vontade.”

Mota Faria diz que “Jaime é uma pessoa profundamente humanista, uma pessoa discreta. É uma pessoa que tem uma sensibilidade social muito enraizada e é talvez aquilo que consideramos o novo autarca. Um autarca que de certeza tem um projeto agregador. Ele quer fazer um projeto com as pessoas, ele quer fazer um município que seja um município facilitador, e não um município com sentimos muitas vezes em Resende, como um município que tudo quer controlar. Que tudo quer controlar em termos do movimento associativo, em termos das pessoas, muitas vezes ultrapassando aquilo que é a noção de que todos temos de gestão dos dinheiros.” Quanto ao desenvolvimento, o presidente da comissão política distrital do PSD de Viseu refere que “vê-se muito investimento em Resende. Nós vemos que houve aqui obra, não vamos esconder. Nós sentimos que alguns equipamentos podem ser um ou outro questionáveis, mas o que deu isso às pessoas em termos de desenvolvimento? Há aqui qualquer coisa que falha em Resende, falha na fixação de pessoas, falhas muitas vezes respostas a algumas necessidades. Parece que há tudo, mas falta tudo.”

“Porque é que se investe tanto dinheiro, porque é que ao longo dos últimos ciclos comunitários se investiu tanto dinheiro em obra, designadamente neste concelho onde muitas estruturas foram feitas, e porquê as pessoas continuam a sair? A resposta talvez seja simples, é que não houve capacidade para criar valor, não houve capacidade para criar riqueza, não houve capacidade para fixar as pessoas. A generalidade dos autarcas, o autarca de Resende, não sendo exceção, esqueceu-se de uma coisa, é preciso dedicar-se mais tempo ao desenvolvimento da atividade económica. E esta é uma das maiores valias que a candidatura do Jaime Alves pode trazer ao concelho.” – afirma António Almeida Henriques

Jaime Alves responde a quem surpreendeu a sua candidatura “com uma declaração de amor genuíno à minha terra e à minha gente. E respondo ainda com a formação e experiência de trabalho de mais de 20 anos. Ao contrário do que vejo na candidatura socialista não sou nem um estrangeirado, nem um produto importado, imposto de cima para baixo, por alguém para perpetuar o sistema do poder. E convenhamos a cópia é pior que a original. Respondo ainda com um compromisso de progresso e um programa de desenvolvimento real para o nosso concelho. Um compromisso alicerçado na riqueza da terra e no valor das pessoas. Comigo Resende terá um líder e nunca um xerife.”

A candidatura de Jaime Alves passa por 7 compromissos:

1. Um programa de fomento e assistência empresarial a que chamaremos de Resende Empreende – será um programa de desenvolvimento económico apostado na assistência às empresas, no apoio e acesso a financiamento comunitário, na atração de pequenos e médios investimentos e no empreendedorismo local.

2. A certificação da cereja e uma estratégia de valorização de produtos locais.

3. Um compromisso político nacional para a concretização das estradas nacionais 222-2 e 321-2, absolutamente indispensável ao fim do isolamento territorial de Resende, a norte e a sul.

4. Um programa de reabilitação urbana e económica de Caldas de Aregos.

5. Uma política municipal de inclusão social, de promoção de um enriquecimento ativo e apoio escolar.

6. Uma aposta na revitalização turística e termal do concelho e no desenvolvimento da sua oferta de turismo náutico, histórico e de natureza.

7. Uma estratégia de captação de fundos comunitários para financiar este programa de desenvolvimento do concelho entre 2014 e 2017.

Rafael Barbosa
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
A Câmara Municipal de Castro Daire em parceria com a ANIMAR, Associação de Desenvolvimento Local, levou a cabo organização do Fórum do Interior, que decorreu nos passados dias 17 e 17 de maio, em Castro Daire.

Esta iniciativa teve como propósito debater as questões da interioridade e do seu território, bem como discutir medidas que possam inverter o despovoamento e o abandono de muitas regiões do interior.

Com um lote de oradores e participantes das mais variadas áreas e com grandes conhecimentos da realidade atual do interior do nosso país, ao longo destes dois dias foram abordadas diversas temáticas relacionadas com a interioridade e as assimetrias do interior em relação ao litoral.

Nestes dois dias foram ainda apresentadas diversas ideias e contributos que podem resolver alguns desses problemas da interioridade, rentabilizando cada território e tornando-o atrativo e compensador para quem se queira fixar e viver nestas regiões.

Algumas das boas práticas de negócios que existem no mundo rural do interior foram expostas e explicadas, servindo também de estímulo para todos aqueles que têm por desejo investir nestas regiões do interior.

Neste Fórum foi ainda abordado o papel das autarquias neste processo de revitalização do interior, ficando evidente que as políticas a adotar devem ser convergentes e em rede de forma a tornar mais efetiva a sua ação e a melhorar as condições de quem quer fixar-se nestas regiões.

O papel da Administração Central, mais propriamente o Governo, também foi destacado, surgindo algumas críticas em relação às medidas, ou à falta delas, que se tem vereficado pelos sucessivos governos da nação.

Os organizadores deste Fórum mostraram-se muitos satisfeitos pelos resultados obtidos, afirmando esperar que este evento seja um catalizador para criar propostas e soluções para uma região tão grande do país, como é a do interior, onde cada vez mais é difícil manter e fixar as pessoas daí oriundas.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A vereadora da Formação, Qualificação Profissional e Ensino Superior da Câmara Municipal de Baião, Ivone Abreu, elogiou a vontade de aprender e a atitude de “humildade perante o conhecimento” demonstrada por vários formandos que frequentam o curso de formação na área de “Técnicos de Organização de Eventos”, que teve início a 16 de Maio, em instalações da autarquia baionense, na freguesia de Campelo.

“Nos dias de hoje ter o 12º ano ou uma licenciatura não pode ser entendido como o fim de um percurso educativo. Deve ser, antes, visto como o começo no caminho da aprendizagem e do saber, sendo visto como a obtenção de competências que possam ser conjugadas com outras, que nos possam abrir portas no mundo profissional”, referiu a autarca, aquando da sessão de abertura daquele curso de formação.

Ao todo participam nesta formação 15 cidadãos baionenses, detentores do 12º de escolaridade e de licenciaturas. Este curso vai decorrer até ao princípio do mês de Julho e resulta de uma parceria entre a Câmara de Baião e o ISCIA.

Ivone Abreu fez referência também ao “valor acrescido” que a parceria com o ISCIA tem trazido ao concelho de Baião, tanto no âmbito da promoção do Ensino Superior como da formação profissional. Esta parceria contribui, ainda, para o reforço das receitas próprias do município, porque cabe ao ISCIA o pagamento de uma renda pelo aluguer dos espaços onde decorrem os cursos de formação profissional.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Encontra-se em fase de execução a Pavimentação da Rua de Pedreira, no lugar de Míguas, freguesia de Santa Marinha do Zêzere.

Trata-se de uma obra da responsabilidade da Câmara Municipal de Baião, que consiste na execução de valetas em betão e pavimentação de cubos de granito, numa extensão de 250 metros.

É um investimento da autarquia no valor de 22 mil euros, cuja empresa adjudicatária é oriunda do concelho de Baião.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Acácio Pinto
Deputado de PS
Vivemos num tempo em que se impôs aos portugueses, sobretudo aos reformados e pensionistas esta evidência de que o governo os quer exterminar pelo “roubo” das retribuições que haviam contratualizado com o estado há várias décadas atrás.

Estamos mesmo perante um governo que, pelos vistos, acha que reformado é “persona non grata”!

E quem integra este governo? Pois, são exatamente aqueles partidos que até tiveram, sempre (e que o não tivessem tido!), o beneplácito daqueles, hoje reformados, que ontem maioritariamente lhes confiaram o seu voto.

Estamos a lidar com governantes que fazem da esquizofrenia política o seu “modus vivendi”.

Lembraria a alguém dizer que nunca ultrapassaria a “red line” e, logo de seguida, vir dizer que afinal a vai ultrapassar?

Será que algum português, de bom senso, admitirá mais alguma vez rever-se num líder deste jaez?

Ou isto é para ver qual dos dois líderes da coligação consegue ser mais incoerente e consegue ser menos fiel àquilo com que se comprometeu?

O que é facto é que os portugueses vivem uma situação de grande amargura, em que as dificuldades para se chegar ao fim do mês com dignidade são cada vez maiores.

Os desempregados não param de aumentar e ascendem a mais de 950.000, tendo atingido a taxa de desemprego, no primeiro trimestre, os 17,7%. A mais alta de sempre!

Ou seja esta coligação do PSD e do CDS já destruiu, em dois anos de governação, cerca de 460.000 empregos. É obra!

E como se estes valores e estes resultados não fossem para analisar e ser tidos em consideração nas medidas políticas, eis que se prossegue nesta trajetória rumo ao abismo, rumo à destruição da economia e da esperança dos portugueses.

Pois aí tem, senhor presidente, o seu governo, com os frutos que estão à vista. Aí está o resultado do governo que por sua iniciativa temos em Portugal.

Se tem consciência, e não temos razão para duvidar, o que lhe diz ela, senhor presidente, sobre aquele seu discurso de 9 de março de 2011? Ainda acha, como dizia na altura, que há um limite para os sacrifícios?

Parafraseando Aristóteles, na sua Metafísica, mas em sentido oposto, direi que, neste caso, no governo e seus apoiantes, o inteiro, ou o todo, é pior, mesmo muito pior, do que a simples soma das suas partes. E quando assim é só há uma solução: devolver a palavra ao povo!
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O presidente da Câmara Municipal de Baião, José Luís Carneiro, realizou já mais de 100 atendimentos a munícipes baionenses, nas visitas que fez às freguesias do concelho, desde o final do mês de Abril. No âmbito da política de proximidade e de contacto com a população que tem marcado a sua governação autárquica, o autarca iniciou um novo ciclo de visitas às freguesias, disponibilizando-se a receber, em audiência, os munícipes que o solicitarem. Esta abordagem traz diversos benefícios para os baionenses que desejem dialogar com o autarca, nomeadamente ao evitarem deslocar deslocações mais extensas e onerosas.

Até ao momento José Luís Carneiro já visitou as freguesias de Ovil, Loivos do Monte, Teixeiró, Frende, Loivos da Ribeira, Tresouras, Santa Marinha do Zêzere, Santa Cruz do Douro e São Tomé de Covelas.

Entre o início do atual mandato autárquico, em Outubro de 2009, e o final de 2012, o presidente da Câmara de Baião recebeu em audiência mais de 1200 munícipes, tanto nos Paços do Concelho, como em atendimentos realizados nas diversas autarquias de freguesia. Este valor não engloba, contudo, vários diálogos tidos entre o autarca e diferentes munícipes, durante visitas ao terreno, e que possibilitaram a abordagem de questões relacionadas com o interesse público e o desenvolvimento municipal.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A Câmara Municipal de Baião apoiou e estimulou a atividade das associações culturais e recreativas do concelho de Baião, desde finais de 2005 e a atualidade, através da atribuição de um montante que ascende a 1 milhão e 92 mil euros. Estima-se que as associações culturais e recreativas do concelho de Baião integrem no seu seio cerca de 4200 cidadãos, entre sócios, membros dos corpos sociais, elementos dos diversos grupos e alunos das escolas de música.

Desde o início do corrente ano foram formalizadas sete minutas de protocolos de Desenvolvimento Cultural com sete Associações concelhias de natureza cultural, disponibilizando 30 mil euros para o apoio ao desenvolvimento do plano de atividades.

As associações de natureza cultural que vão celebrar o protocolo com a Câmara de Baião são as seguintes: Banda Marcial de Ancede; Rancho Folclórico da Associação Desportiva de Ancede; Casa do Povo de Campelo; Rancho Folclórico de Baião; Associação Sócio-Cultural de Santa Maria de Frende; Casa do Povo de Santa Marinha do Zêzere e Rancho Folclórico da Associação Cultural e Recreativa de Santa Cruz do Douro.

De referir que está previsto, para o ano de 2013, a celebração de mais 4 protocolos com outras instituições culturais, cujo valor ultrapassa os cinco mil euros.

A este valor acresce, ainda, o apoio a atribuir, à Fundação Eça de Queiroz, que possuindo o estatuto de Fundação e não se associação prossegue, também, fins culturais, devendo receber um montante na ordem dos 25 mil euros.

A figura de protocolo foi regulamentada em documento próprio designado de “Regulamento para a atribuição de apoios às Associações de Natureza Cultural, Desportiva e Recreativa”, aprovado pela Câmara e Assembleia Municipal em 2012 e posteriormente publicado em Diário da República. O regulamento foi criado para estabelecer mecanismos que tornem evidentes a justiça, equidade e transparência na atribuição de apoios para as associações culturais, desportivas e recreativas. Neste caso das associações culturais a atribuição de apoio é feita através da celebração de protocolos de desenvolvimento cultural.

Acresce, que em função do valor do apoio financeiro atribuído pela Câmara Municipal de Baião e do valor de cada atuação, as associações culturais como escolas de música, ranchos folclóricos, bandas de música e outras, concertam, através do protocolo, o número de atuações gratuitas para a Câmara Municipal de Baião. Estas atuações têm como objetivo dinamizar a vida cultural e cívica do concelho e permitir a cooperação do Município de Baião com outros Municípios.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Hélder Amaral
Deputado do CDS-PP
Pode o consenso vencer a Troika? Com certeza que pode, principalmente houver acordo da grande maioria da opinião pública, para além da simples anuência que, apesar de útil, não é suficiente. É de um largo consenso que Portugal precisa: um acordo alargado em matéria de consolidação orçamental, política Europeia e crescimento económico. O País está confrontado com uma urgência financeira, fruto de um modelo económico errado, que colocou o crescimento perto de 0% nos últimos dez anos, apesar de um colossal aumento da dívida pública, para mais de 120% do PIB. A dimensão deste problema financeiro é tal que o Estado tem dificuldade em pagar a dívida, apesar de um colossal aumento de impostos. Resta-nos, portanto, repensar o Estado, e transformar o seu peso em algo que consigamos pagar. Foi o governo do PS que pediu socorro à Troika. Foi o PS que negociou as condições do memorando de assistência financeira, mas é verdade que foram os partidos da atual maioria que deram o seu consenso responsável ao memorando. Um consenso que hoje é solicitado ao PS, que sistematicamente recusa o seu memorando à maioria e ao País. Os atuais partidos do Governo, quando foi necessário, concederam um consenso responsável ao PS. Foi o mesmo consenso responsável que tiveram os parceiros sociais e a maioria dos portugueses que restaurou a nossa credibilidade internacional.

A democracia é muitas vezes uma saudável competição entre diferentes pontos de vista, mas é, igualmente, cooperação. Nenhuma democracia sobrevive quando tudo é contestado. Nessa altura, a política deixa de ser um instrumento regulador dos conflitos sociais, para passar antes a ser a origem dos mesmos. Num certo sentido, tudo na vida é compromisso, e o que é realmente importante são os princípios ao abrigo dos quais esse compromisso é atingido. Enfrentamos hoje, em Portugal, uma crise sem precedentes, porque assente numa soma de muitos erros e de problemas estruturais. É uma crise de erros próprios e de terceiros, e é neste contexto que a procura do consenso se torna mais importante. Isto por duas razões fundamentais: primeiro, porque as transformações estruturais de um Estado exigem uma legitimidade que seja, simultaneamente, política e social. Segundo, porque qualquer verdadeira reforma de médio e longo prazo tem de sobreviver a diferentes ciclos políticos, sob pena de apenas contribuir para uma maior instabilidade no Estado e na sociedade. Não pode, por isso, a maioria ignorar as propostas da oposição, ou esta considerar que só as suas são aceitáveis.

A escolha não está entre desejar a austeridade ou pará-la, mas sim entre cumprir ou incumprir as nossas obrigações europeias e internacionais. O importante é resgatar a soberania da pátria, pagar a dívida e equilibrar as contas públicas sem deixar ninguém para trás. É difícil, por vezes parece impossível, mas se houver compromisso, talvez os sacrifícios venham a valer a pena.

Espero por isso que, mais uma vez, as próximas eleições não sejam mais importantes que a resolução dos problemas do País. As alternativas são cada vez menos, e mesmo com outro Governo as soluções seriam certamente semelhantes, e o consenso indispensável. Tal não foi ainda possível. Mesmo quando se aplica uma medida defendida por todos: é disso exemplo o ”IVA de caixa”. Constava do programa eleitoral do CDS, consta do programa de Governo, e foi defendida por toda a oposição. Ao novo regime de IVA de caixa, poderão aderir todos os sectores de atividade, empresas com um volume de negócios anual até 500 mil euros, a partir de 1 de outubro deste ano. Este regime permite às empresas entregarem ao Estado o imposto somente depois da cobrança das faturas que emitam, e irá abranger cerca de 85% do tecido empresarial - ou seja, todas as empresas com mais de um ano sem dívidas ao fisco, e com um volume de negócios inferior a 500 mil euros. Acontece que, apesar de reivindicada por todos, nenhum dos partidos da oposição foi capaz do mais pequeno elogio, de pensar mais na economia e menos nas sondagens...

O consenso é a afirmação da liderança. O Governo deve fazer tudo para o conseguir, e a oposição deve mostrar disponibilidade para a sua obtenção. Esperemos, pois, pela capacidade de gerar consensos. O País agradece.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Os Amigos e Produtores da Cereja da Penajóia e a Câmara Municipal de Lamego têm como preocupação a defesa incondicional do que melhor existe no concelho. A cereja é um dos símbolos da freguesia da Penajóia e um dos alicerces da sua economia. Caracteriza-se, independentemente da sua qualidade e sabor, por ser das primeiras a aparecer nos mercados, marcando o desabrochar da produção frutícola da região do Douro.

Consciente da sua importância nesta região, os Amigos e Produtores da Cereja da Penajóia, com o apoio de diversas outras entidades, promovem no fim de semana de 1 e 2 de junho, no Largo de Camões (junto ao Museu de Lamego), a 3ª Montra da Cereja da Penajóia, com o objetivo de divulgar e oferecer, a quem visita este concelho, momentos de prazer e degustação deste fruto carnudo e doce. Está prevista a participação de 25 produtores que vão vender a cereja ao mesmo preço.

Para aproveitar e divulgar todas as potencialidades gastronómicas deste fruto, a Escola de Hotelaria e Turismo do Douro vai apresentar durante este certame duas bebidas de cereja que serão posteriormente servidas em bares e cafés da cidade, bem como algumas iguarias de pastelaria para depois serem saboreadas em ambientes diferentes. A ideia é prolongar no tempo a oferta de todos estes produtos na restauração da cidade de modo a aproveitar o seu potencial económico e turístico. Inserido neste projeto, a Escola de Hotelaria vai, previamente, formar e treinar os profissionais que trabalham nesta área de modo a dotar as empresas de produtos diferenciadores e inovadores, ligados à cereja.

Recorde-se que as anteriores edições da Montra da Cereja da Penajóia constituíram um enorme êxito comercial, superando as expetativas iniciais da própria organização. No ano passado, foram vendidas em dois dias mais de cinco toneladas deste fruto.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
A Câmara Municipal de Lamego informa todos os munícipes que, devido à realização das obras de reabilitação e reforço estrutural da ponte sobre o rio Balsemão na EN2 (Ponte de Reconcos), será interrompida a circulação de veículos pesados entre os dias 21 e 28 de maio. O tráfego de veículos ligeiros, embora condicionado a sentidos alternados, estará sempre assegurado.

Para aviso dos condutores dos veículos pesados, que ficarão impossibilitados de circular sobre a ponte durante aquele período, será implementada sinalização temporária de desvio, com a indicação dos trajetos alternativos.

A Câmara Municipal de Lamego espera a melhor compreensão para os incómodos que esta situação forçosamente acarreta.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Através de um projeto-piloto único a nível nacional, a Câmara Municipal de Baião proporcionou, a mais de 100 alunos do 4º ano de escolaridade, o contacto com a equitação. A iniciativa visou promover esta modalidade, que proporciona benefícios físicos e mentais aos seus praticantes.

Nico e Taurus, um pónei e um cavalo do Centro Hípico de Baião, visitaram o Centro Escolar de Campelo e os Pólos Escolares de Gestaçô e de Santa Cruz do Douro. Os animais fizeram as delícias dos alunos: cada turma teve direito a quatro aulas, onde foram dadas a conhecer as primeiras noções sobre a equitação e sobre como montar a cavalo.

A realização desta iniciativa fez-se em articulação com as Atividades de Enriquecimento Curricular ensino da música, ensino do inglês e atividade física e desportiva. No próximo ano letivo esta atividade deverá ser alargada a outros estabelecimentos de ensino do concelho de Baião.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários

Um grupo de caminheiros franceses oriundos do município de Bouchemaine visitou o concelho de Lamego durante uma semana para percorrer alguns dos mais belos trilhos da região duriense. Os visitantes cumpriram, com o apoio do Centro Municipal de Marcha e Corrida de Lamego, um roteiro muito estimulante através do qual descobriram em pormenor as belezas locais. Conheceram o valioso património histórico, algumas caves vinícolas e foram recebidos no Salão Nobre dos Paços do Concelho por Francisco Lopes, Presidente da autarquia.

A vinda desta comitiva francesa ao Douro insere-se no âmbito do acordo de geminação celebrado em abril de 2012 entre os municípios de Lamego e Bouchemaine com o objetivo de “promover a relação entre os seus habitantes para que enriqueçam mutuamente a sua cultura e desenvolver projetos conjuntos que permitam compartilhar a sua vida social”. No ano passado, já ocorreu uma visita de jovens franceses, do ensino secundário, que contou com uma forte componente lúdica e desportiva, para além de uma vertente social e cultural.

Para o futuro, os autarcas de Lamego e Bouchemaine elegem a juventude, o turismo, a cultura, a educação e o desporto como áreas prioritárias para o desenvolvimento de iniciativas conjuntas.

A realização de um programa de intercâmbio jovem já tem continuação garantida este ano com a ida de uma delegação duriense à localidade francesa. Organizada pela Câmara Municipal de Lamego e pela municipalidade de Bouchemaine, esta troca de experiências é apoiada financeiramente pelo programa Europa para os Cidadãos.
Por Notícias de Resende | quarta-feira, 15 de maio de 2013 | Publicado em , | Com 0 comentários
No próximo dia 18 de Maio, a Casa do Futebol Clube Porto - Dragões de Resende comemora o seu 14º Aniversário de existência, promovendo actividades ao longo desse dia, entre elas a Caminhada "Azul e Branca", o desfile de Grupos de Bombos, um Porco no Espeto ao jantar e animação musical a seguir ao jantar.