[ ]
Notícias de Última Hora
Por Notícias de Resende | quinta-feira, 9 de Outubro de 2014 | Publicado em , | Com 0 comentários
No âmbito da implementação do Plano Estratégico Nacional de futsal, a Federação Portuguesa de Futebol vai dinamizar um programa regular de ensino de futsal nas escolas primárias (EB1 FUTSAL), ou seja, onde a prática do futsal seja regular, com qualidade técnica e pedagógica e integrado na comunidade educativa e local.

Este programa tem dois objetivos fundamentais. Por um lado, promover a atividade física e o desporto como elementos fundamentais para um estilo de vida saudável, transmitindo os valores positivos associados ao desporto. Por outro, criar um projeto desportivo integrado no projeto educativo da escola.

Com a implementação deste programa, pretende-se criar condições para elevar as oportunidades de acesso à formação específica, qualificando e elevando a intervenção técnica na etapa inicial de formação de futsal jovem em idade escolar, qualificando os meios pedagógicos disponíveis para a prática e o ensino.

Para a implementação do programa foram seleccionadas duas escolas nas áreas de jurisdição das Associações de Futebol de Viseu e de Beja.

O estabelecimento de ensino selecionado para o “pontapé de saída do programa piloto” foi a escola básica de S. Martinho de Mouros, localizada no concelho de Resende, distrito de Viseu.

A apresentação do programa entre a FPF e o município de Resende decorreu, no dia 30 de setembro, contando com as presenças do vice-presidente da Federação, Humberto Coelho, do diretor, Pedro Dias, do Selecionador Nacional de futsal Jorge Braz, do presidente da Câmara Municipal de Resende, Manuel Garcez Trindade, e das vereadoras Sandra Pinto e Maria José Dias, bem como diversos responsáveis do Agrupamento de Escolas de Resende, da Escola Básica de S. Martinho de Mouros, da Associação de Futebol de Viseu e do Clube de Futsal “os Afonsinhos”.

in Federação Portuguesa de Futebol
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A Associação CMAS SOL está a organizar no próximo dia 19 de Outubro, uma Caminhada Solidária intitulada “Um novo Lar”. A iniciativa está agenda para as 09h30, no Estádio Municipal da cidade do Marco de Canaveses e conta com o apoio da Câmara Municipal. No final da caminhada, será ainda realizada uma mega aula de Zumba.

Os donativos do evento vão reverter para uma família, que morava em Paços de Gaiolo, e que recentemente perdeu a habitação onde residia (cedida por outra pessoa gratuitamente). A casa foi consumida pelas chamas num incêndio ficando a família de três elementos sem casa, sem os seus bens pessoais e sem o recheio da casa.

O valor do kit é de 2,5 tijolos (2,50€) para a caminhada, onde irão estar presentes atletas olímpicos como a Fernanda Ribeiro e o Luís Sá.

 A campanha reverte para a ajuda na reconstrução de uma casa que, juntamente com a generosidade e preciosa colaboração de todos os participantes e parceiros envolvidos nesta iniciativa, será brevemente uma realidade.

A organização desta caminhada solidária intitulada “Um novo Lar” agradece, desde já, o apoio e disponibilidade de toda a comunidade quer na divulgação quer na participação da caminhada, assim como o contributo na compra do kit da caminhada. Aliás, todos os donativos serão muito bem vindos.
A Associação CMAS SOL tem vindo a realizar várias iniciativas deste género, pretendendo assim ajudar a construir todos os dias um futuro melhor, ajudando o próximo.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A Universidade Sénior do Rotary Clube de Resende, abre oficialmente o seu ano letivo, no próximo dia 18 de Outubro, pelas 15h, no Salão Paroquial de Resende (junto a Capela da Nossa Senhora da Livração)  onde ocorrerá também um Magusto convívio. Estão todos convidados a participar neste momento de partilha.

A Universidade Sénior apresenta novos programas e atividades para este novo ano que se aproxima. Atividades estas criadas a pensar nas necessidades dos seus formandos. Apresentamos alguns exemplos: Tertúlia “Existência do ser humano” – Oradores, Eng.º Janela Pires e Pe. Zé Augusto., Digressão da Peça de Teatro – “ A história de um papagaio, Workshop e Sessão de Reiki - Nível 1, Palestra “Património do Concelho de Resende” – Parte II, e ainda Workshop’s,  passeios culturais e outras palestras, além de outras disciplinas e atividades, que podem consultar no facebook da Universidade Sénior de Resende.

A Universidade Sénior de Resende, já vai no seu 4.º ano de existência, estando continuamente aberta a novas propostas e parcerias. A USR procura constantemente inovar a sua oferta curricular, mas mantém os mesmos objetivos de sempre, isto é, procurar a melhoria da qualidade de vida e combater o isolamento e a exclusão social. Assim, estará sempre focada na satisfação dos seus formandos.

A Universidade Sénior destina-se adultos com idade igual ou superior a 55 anos, independentemente do seu nível de escolaridade. Todos os seus professores e colaboradores são voluntários.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Tendo em conta a importância do Movimento Associativo, Cultural, Recreativo, Desportivo e Social, o Município do Marco de Canaveses acolhe no próximo dia 25 de Outubro, a IV Convenção das Colectividades do Distrito do Porto, à luz da temática “O Associativismo tem Futuro! Participação, Democracia e Desenvolvimento”. O evento terá lugar na Sala de Espectáculos do Marco Fórum XXI. A IV Convenção das Colectividades do Distrito do Porto é organizada pela Academia das Colectividades do Distrito do Porto, com o apoio da Câmara Municipal do Marco de Canaveses.

PROGRAMA:

RECEÇÃO AOS PARTICIPANTES: 9H30

SESSÃO DE ABERTURA: 10H00
. Intervenção do Presidente da A.C.C. Marco de Canaveses Dr. Alberto Araújo
. Intervenção do Presidente da A.C. Distrito do Porto José Maria Silva
. Intervenção do Presidente da C.M. Marco de Canaveses Dr. Manuel Moreira

ORGANIZAÇÃO ASSOCIATIVA: 10H30 às 12H30
. Moderador: José Maria Silva – Presidente da A.C. Distrito do Porto
. Intervenção: Dr. Henrique Ornelas – Presidente da A.C. Concelho do Porto
. Intervenção: C.P.C.C.R.D.
. Debate

ALMOÇO: 13h00

SUSTENTABILIDADE E PROJETOS: 14H30 às 15H30
. Moderador: Dr. Armindo Pereira – A.C. Distrito do Porto
. Intervenção: Dra. Lídia Ferreira – A.R.S. Vai Avante
. Intervenção: Dr. João Nuno – F.C. Concelho de Gondomar
. Intervenção: Manuel Almeida – A.C. Concelho de Matosinhos

FORMAÇÃO E QUALIFICAÇÃO: 15H30 às 16H30
. Moderador: Dra. Paula Maia – A.C. Distrito do Porto
. Intervenção: Dr. José António Pinto – A.C. Distrito do Porto
. Intervenção: C.P.C.C.R.D.
. Debate

SESSÃO DE ENCERRAMENTO E HOMENAGEM ASSOCIATIVA: 17H00
. Intervenção sobre a importância da Cultura Associativa (Convidado)
. Homenagem à Instituição mais antiga de cada Concelho
. Intervenção: Organização
. Intervenção: C.P.C.C.R.D.
. Intervenção das Entidades Presentes
. Intervenção do Presidente da C.M. Marco de Canaveses Dr. Manuel Moreira
Por Notícias de Resende | quarta-feira, 8 de Outubro de 2014 | Publicado em , , | Com 0 comentários
O Presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses; Manuel Moreira, recebeu, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, um grupo de duas professoras e 28 alunos italianos, que se encontram a frequentar um curso de Turismo na Escola Técnica Enrico Fermi de Pontedera. De visita a Portugal, no âmbito do programa Comenius, o grupo foi acolhido pela Escola Profissional de Arqueologia.

Refira-se que o programa Comenius, da União Europeia, pretende sensibilizar alunos e professores para a diversidade das culturas europeias, promovendo a mobilidade e parcerias entre escolas dos estados membros, e ajudar os jovens a adquirir as aptidões e competências vitais de base, necessárias para o seu desenvolvimento pessoal, para a sua futura vida profissional e para uma cidadania activa.

O Presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses começou por dar as boas vindas a toda a comitiva, apresentando depois uma breve resenha sobre as principais características e potencialidades do Concelho anfitrião, sublinhando «a importância destes intercâmbios pedagógicos e culturais, num trabalho conjunto que visa o desenvolvimento de boas práticas e inovação na educação».

Manuel Moreira desejou «uma boa estadia e espero que possam conhecer um pouco melhor a cultura portuguesa e em particular o património histórico e cultural do Marco de Canaveses, numa troca de experiências enriquecedora».
No final da sessão, o Presidente da Câmara Municipal ofereceu algumas lembranças para assinalar a passagem destes alunos e professores pelo Concelho do Marco de Canaveses.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , , | Com 0 comentários
Realizou-se no passado dia 4 de Outubro, em Cinfães, o I Encontro de Boccia Sénior da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM -TS). O evento reuniu cerca de 350 atletas oriundos das delegações dos 11 Municípios que constituem a CIM-TS, nomeadamente: Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Penafiel e Resende.

O Município do Marco de Canaveses fez-se representar por uma delegação de 20 atletas provenientes do Centro de Dia da Associação Alegria de Crescer, que estão inseridos no projecto da Câmara Municipal "Marco Sénior no Desporto".

Para Manuel Moreira, Presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses, «estas iniciativas são importantes para promover o convívio entre a população sénior dos vários Concelhos que integram a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, estreitando laços e proporcionando novas experiências capazes de melhorar a sua qualidade de vida, através da prática desportiva». Paralelamente, «é também uma oportunidade que permitiu divulgar o Boccia na região, assim como valorizar as competências e capacidades dos séniores e dos cidadãos portadores de deficiência motora», referiu o Autarca.

Depois das "Olimpíadas do Desporto" já realizadas em Lousada, Penafiel e Celorico de Basto, deste “I Encontro de Boccia Sénior da CIM do Tâmega e Sousa” decorrido em Cinfães, seguem-se as "Jornadas Técnicas do Desporto Municipal" a realizar em Novembro no Município do Marco de Canaveses.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A Câmara Municipal do Marco de Canaveses informa a população que, as Piscinas Municipais da cidade do Marco de Canaveses abriram portas ao público, no dia 6 de Outubro (segunda-feira).

Mais uma vez, as Piscinas Municipais do Marco disponibilizam aulas de natação para todos os escalões etários, designadamente crianças, jovens e adultos.

Para o ano 2014/2015 existem mais horários para adultos, ao final do dia, e mais um horário para crianças dos 4 aos 8 anos.

As modalidades de Hidroginástica e de Hidroterapia mantêm-se, surgindo ainda como novidade a Hidro Séniores. Dirigida a maiores de 65 anos, as aulas realizam-se duas vezes por semana, à segunda e quarta-feira, a partir das 16h00.

Mais se informa que também durante este ano, as Piscinas Municipais da cidade do Marco de Canaveses vão abrir mais um horário para bebés, dos 6 meses aos 3 anos de idade.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
O Município do Marco de Canaveses acolhe, no próximo dia 12 de Outubro, um concerto de música sacra medieval e renascentista portuguesa, apresentado em espaços semelhantes àqueles para os quais foi originalmente concebida. Uma proposta dos “Palcos do Românico” intitulada “Peregrinação Coral pelos Monumentos de Portugal”, pelo Capella Duriensis, a realizar na Igreja de S. Martinho de Soalhães, a partir das 16h00. A entrada é livre.

O contexto histórico-musical deste concerto abarca desde hinos do canto medieval gregoriano, como Aurea luce, em honra de S. Pedro e S. Paulo, e ambrosiano, como Te lucis ante terminum, uma oração medieval recitada no final do dia, para nos proteger de todos os perigos físicos e espirituais da noite, passando pela música associada ao rito bracarense e ao ofício litúrgico de Guimarães, dos séculos XVI e XVII, respetivamente, até a alguns dos mais ilustres compositores da época de ouro da polifonia portuguesa: Frei Manuel Cardoso, Duarte Lobo, Filipe de Magalhães, Vicente Lusitano, Pedro de Escobar e João Lourenço Rebelo.

Este último representa um dos expoentes máximos da produção musical do Portugal seiscentista, tendo sido um dos compositores que, mesmo sem sair do país, esteve em contacto com técnicas e estilos de composição que floresciam noutros países. Em consequência disso, a sua escrita valorizou o contributo de grandes coros, à maneira veneziana.

Esta particularidade torna-se evidente no motete Panis angelicus, escrito para sete vozes, criando um cenário rico e cheio de falsas relações harmónicas. A música de Rebelo tem características próprias, abordando sonoridades pouco vulgares na época em Portugal, mas ao mesmo tempo herdeira da grande tradição do rigoroso contraponto quinhentista.

Ao explorar dramaticamente o esplendor arquitetónico dos espaços interiores dos edifícios, recorrendo a apresentações encenadas e a equipamento luminotécnico portátil, é o nosso desejo proporcionar ao público uma experiência única, viajando pelo tempo através da música portuguesa de vários séculos.
Por Notícias de Resende | terça-feira, 7 de Outubro de 2014 | Publicado em , | Com 0 comentários
Acácio Pinto
Deputado do PS
O processo das eleições primárias está fechado. Os militantes e os simpatizantes do PS estão de parabéns pelo grande sinal de participação e de civismo que deram ao país.

Mobilizaram-se e quiserem ir a votos num processo que irá, doravante, ser um caminho irreversível, não só no PS.

Ganhou, inequivocamente, António Costa, perdeu António José Seguro, que de imediato apresentou a sua demissão de secretário-geral do Partido Socialista.

Glória ao vencedor e honra ao vencido.

E o que importa neste momento assinalar é essa janela de esperança que se abre para o PS e para os portugueses. De facto António Costa concita sobre si um forte apoio popular e é olhado como um líder com a capacidade, a arte e o engenho necessários para poder dar combate sem tréguas a este governo de direita que nos últimos três anos nos trouxe até aqui. Até ao maior desemprego de sempre, até à maior dívida pública de sempre, até ao maior caos na educação de sempre, até ao maior caos na justiça de sempre, até ao maior aumento de impostos de sempre, até ao maior corte nos vencimentos e nas pensões de sempre.

E este combate tem que ser feito com frontalidade, sem tergiversações e sem cedências ao populismo que, por vezes, tanto nos cega quando se trata de apresentarmos opções políticas.

Mas para que este combate seja ampliado e sustentado em toda a linha impõe-se uma união de esforços no PS, uma forte unidade na ação política e uma abertura do PS à participação da sociedade na construção da sua agenda política concreta para o curto prazo, mas sobretudo para o longo prazo, para a década como tem vindo a afirmar António Costa.

Nós, no distrito de Viseu, não poderemos deixar de estar na linha da frente na defesa de políticas positivas para o interior, na defesa de políticas de coesão territorial, de políticas que sendo boas para o interior o são, de igual modo, para o litoral, para as áreas metropolitanas.

Mas no imediato, e desde já, aquilo que o PS tem que fazer, para fechar este ciclo, é marcar a eleição do secretário-geral, de António Costa, obviamente, e um congresso nacional para eleger os seus órgãos partidários e definir a sua agenda para as próximas eleições legislativas.

A responsabilidade de António Costa e do PS, como se vê, é grande, concentremo-nos, pois, naquilo que verdadeiramente importa, mais do que para o PS, naquilo que importa para Portugal e para os portugueses.

Eis o, não pequeno, desafio de António Costa e do PS!

Acácio Pinto
Deputado do PS
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A edição deste ano do Rali de Baião foi das mais espetaculares e emocionantes de que há memória, com a dupla Fernando Peres e José Pedro Silva (pilotaram um Mitsubishi Evo VIII) a conquistar a vitória com uma vantagem tangencial de menos de um segundo sobre o piloto baionense Vítor Pascoal, que fez equipa com Luís Ramalho (apresentaram-se num Mitsubishi Evo VII).

Foram apenas 9 décimas a separar os dois concorrentes que subiram aos dois primeiros lugares do pódio, tendo os terceiros classificados, João Barros e Jorge Henriques (Ford Fiesta R5), ficado, igualmente separados por uma curta distância de cinco segundos dos primeiros nesta prova do Campeonato de Ralis Norte.

A prova correu bem para os pilotos baionenses, que concorriam em casa, já que ao segundo lugar de Vítor Pascoal há que somar a quarta posição de Vítor Ribeiro (competiu em Mitsubishi Evo VII, auxiliado pelo navegador Fernando Sousa), o décimo primeiro lugar de Filipe Nogueira (Nissan Micra, tendo a seu lado Valter Cardoso) e o décimo terceiro lugar de João Bessa (concorreu em Citroen C2 com Rui Filipe).

A dupla de irmãos baionenses Manuel Pereira e Adriano Pereira (apresentaram-se em prova num Mitsubishi Lancer Evo VII) não teve a mesma sorte e desistiu antes do fim da prova.

DESAFIOS AINDA MAIORES EM 2015

Na cerimónia de entrega de prémios o vice-presidente e vereador do Desporto da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, elogiou a forma profissional e sem incidentes como os parceiros da autarquia, o Clube Automóvel de Amarante, organizaram a prova. “Este evento assume uma grande importância para a promoção turística e desportiva do nosso município, que possui, como é sabido, grandes atrativos tanto na vertente ribeirinha como na zona das serras da Aboboreira, do Castelo de Matos e do Marão. Parabéns ao Clube Automóvel de Amarante pela forma como conseguiu preparar um evento de excelente nível e que é muito apreciado pelos baionenses”, referiu.

Paulo Pereira disse ainda que em 2015 deverá haver “desafios ainda maiores” no plano dos ralis em Baião, com a organização de eventos de nível mundial. “Não podemos ainda anunciar nada em concreto, mas tudo aponta para que possamos acolher uma grande prova e por essa via colocar o nosso município em grande evidência”, acrescentou.

CAMPEONATO AINDA NÃO TERMINOU

A classificação final do Rali de Baião demonstra efetivamente o enorme equilíbrio que existiu durante toda a prova. Nos 63,28 km que compunham a prova organizada pelo Clube Automóvel de Amarante, Peres ganhou apenas o primeiro troço, mas esteve sempre entre os mais rápidos, o que acabou por lhe garantir um triunfo muito suado e que também teria sido justo se tivesse ficado com Pascoal.

O campeonato irá ter a sua última prova no Rali de Gondomar, que se disputa nos dias 31 de outubro e 01 de novembro e na qual haverá um ponto final na luta pela conquista da competição, entre Fernando Peres e Vítor Pascoal.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O parecer “A Mobilidade em regiões que enfrentam dificuldades geográficas e demográficas”, no qual o presidente da Câmara Municipal de Baião, José Luís Carneiro teve responsabilidades de contra relator, irá ser votado, no próximo dia 08 de outubro, numa reunião plenária do Comité das Regiões da União Europeia, em Bruxelas.

Este texto contém mais de quarenta recomendações políticas feitas à Comissão Europeia em áreas como as avaliações do impacto legislativo e territorial das políticas de transportes, a criação de um livro verde sobre a mobilidade em regiões que enfrentam dificuldades geográficas e demográficas, portos e aeroportos e a relação entre os transportes e o desenvolvimento regional.

Paralelamente à sessão plenária do Comité das Regiões, irá decorrer entre 6 e 9 de outubro a 12ª edição da iniciativa “Open Days - Semana Europeia das Regiões e Cidades”, onde estarão presentes 6000 representantes das regiões e das cidades da Europa. A temática deste ano incide na discussão acerca da política de coesão da União Europeia, tendo em vista a criação de emprego e do crescimento económico.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
Baião, levou ao Porto os seus sabores, nos dias 3,4 e 5 de Outubro. Do cardápio gastronómico destacou-se à mesa o típico Anho Assado com Arroz do Forno e o tradicional Cozido à Portuguesa confecionado com o fumeiro de Baião.

A estreia saldou-se positivamente, para a restauração, produtores locais e para a Autarquia. Estima-se que passaram mais de 4 mil pessoas pela antiga fábrica da EDP no Freixo, mais de 2 mil pessoas usufruíram do serviço de restauração, comercializaram-se mais de 3 mil quilos de produtos locais (fumeiro; doces regionais; biscoito da Teixeira; amêndoas artesanais; queijos; broa de milho; castanhas e figos); cerca de 100 garrafas e frascos de compotas e mais de 2 000 garrafas de vinho de baião (venda direta ao público e consumo nos restaurantes).

“Nestes três dias demos a conhecer a um público mais vasto a qualidade das carnes, dos legumes, dos vinhos e dos doces de Baião. Somos um concelho com características naturais muito preservadas e mantemos igualmente um saber transmitido de geração em geração na agricultura e na confeção da nossa gastronomia, o que confere um sabor único aos nossos produtos”, referiu o presidente da Câmara Municipal de Baião, José Luís Carneiro, na abertura oficial do evento.

Para José Luís Carneiro esta iniciativa é para ter continuidade. “Temos vindo a apostar na dinamização dos recursos endógenos do concelho de Baião, com a promoção de várias iniciativas no concelho, nomeadamente a Feira do Fumeiro e do Cozido à Portuguesa, o Festival do Anho Assado e do Arroz do Forno, a Feira dos Produtos Locais que se realiza semanalmente e, sentimos que esta época do ano a atividade turística, cultural e económica decresce, daí o surgir desta iniciativa para ajudar a dinâmica económica local, a qual será para se realizar também em 2015”.

O vereador dos Assuntos Económicos da Câmara Municipal de Baião, José Lima, responsável por esta iniciativa, ao usar da palavra mencionou a importância de Baião se deslocar ao grande mercado que é o Porto, “primeiro que estamos a promover as nossas potencialidades junto do público que mais nos procura e em segundo lugar, porque nos encontramos num território onde residem muitos baionenses e esta é a forma mais fácil de trazer os sabores de Baião aos nossos conterrâneos.”

A animação também viajou de Baião para o Porto. Grupos de Zés P`reiras, tocadores de concertinas, os grupos musicais O Estaleiro, Os Andarilhos e folclore integraram o cartaz musical durante os três dias.

Para a realização deste evento a Câmara Municipal de Baião teve o apoio da Associação Porto de Baião, do Instituto de Emprego e de Formação Profissional, do Turismo do Porto e Norte de Portugal e da REFER.

Na abertura oficial dos “Sabores de Baião no Porto”, estiveram presentes, o presidente da Assembleia Municipal de Baião, José Pinho Silva, o vice-presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, deputados municipais, representantes de instituições do concelho de Baião, vereador da Câmara Municipal de Gondomar, Carlos Brás, representantes da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, do IEFP e visitantes.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A Câmara Municipal de Cinfães, no âmbito do programa Estágios Profissionais, está a promover o projeto “Brigada Sénior”. O objetivo é proceder ao diagnóstico social de pessoas com 65 anos de idade ou mais, que se encontrem em situação de isolamento social. Tem como intuito conhecer e analisar as condições em que vivem os idosos e identificar possíveis problemáticas ou carências sentidas por este grupo-alvo, visando melhorar a sua qualidade de vida. Este projeto pretende também contribuir para o combate ao isolamento, promover o envelhecimento ativo e facilitar o acesso dos idosos a serviços básicos e/ou centralizados.

No âmbito desta iniciativa serão feitas visitas domiciliárias nas 14 freguesias do Concelho por uma equipa de intervenção social. No final do levantamento será elaborado um plano de intervenção individual que identifique, minimize e elimine os fatores de risco e promova a segurança e qualidade de vida do idoso.

Até à presente data, a equipa completou o levantamento na Freguesia de Tarouquela (estavam recenseados 210 idosos com mais de 65 anos de idade) e encontra-se a concluir as freguesias de Espadanedo (230 recenseados) e Tendais (270 referenciados).

Em breve terá início o levantamento nas freguesias de Ferreiros de Tendais (217 idosos recenseados), Moimenta (98 referenciados), Santiago de Piães (345 recenseados) e Nespereira (598 recenseados).
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
No dia 5 de outubro, pelas 12 horas, nas instalações do Quartel da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Mesão Frio (AHBVMF), decorreu a cerimónia de bênção da nova Ambulância de Transporte Múltiplo (ABTM). A celebração foi presidida pelo Pároco Luís Saavedra, na presença dos dirigentes da Associação Humanitária, do Comando, do Corpo Ativo de Bombeiros, do presidente da Câmara Municipal, dos presidentes das Juntas de Freguesia e dos representantes das várias entidades concelhias. A nova ambulância de marca Ford, no valor de 35 mil euros, veio substituir uma já existente, com cerca de 16 anos e com mais de 530.000 quilómetros percorridos. António Nunes, Tesoureiro da Direção do Comando, apadrinhou a nova viatura.

Após a cerimónia de bênção da viatura, Paulo Silva, na qualidade de Comandante dos Bombeiros Voluntários de Mesão Frio, usou da palavra, aplaudindo o trabalho realizado por todos os Órgãos Sociais da AHBVMF: “A aquisição deste carro é fruto da determinação dos Órgãos Sociais desta casa e da decisiva contribuição do povo do concelho, que tem sido a nossa mais-valia. Mediante a crise em que vivemos, as associações de bombeiros não estão imunes e a nossa preocupação é transportarmos as pessoas com o máximo de conforto.” O presidente da AHBVMF, António Almeida, referiu igualmente o importante papel da população e das entidades concelhias e destacou o trabalho meritório dos presidentes das Juntas de Freguesia, sobretudo na colaboração para a realização do Cortejo de Oferendas deste ano. O presidente terminou, esclarecendo que, “o apadrinhamento da viatura é uma forma de a associação reconhecer e agradecer a colaboração de uma pessoa que se dedica à associação há mais de 15 anos voluntariamente”.

António Nunes, que apadrinhou a ambulância contou com satisfação que “foi uma grande honra apadrinhar esta viatura. O meu contributo para a aquisição da ambulância foi igual ao de tantas outras pessoas e portanto, quero que todas as pessoas se revejam também neste apadrinhamento”, disse, congratulando os dirigentes da associação de bombeiros e a comunidade em geral.

O presidente da Câmara Municipal de Mesão Frio, Alberto Pereira, transmitiu ao público presente a relevância de se continuar a responder às necessidades da população, apelando para isso, ao fundamental apoio de todos: “a aquisição desta viatura só comprova a boa gestão que tem vindo a ser feita pela Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Mesão Frio.

Os subsídios por parte do Estado são cada vez menores e, uma vez mais, a população do concelho esteve à altura de um grande acontecimento em Mesão Frio e portanto, merecem uma palavra de apreço muito especial. Num período em que as associações se debatem com sérias dificuldades para subsistir, algumas mantêm-se e continuam a fazer investimentos. Todos sabemos a importância que os bombeiros têm no nosso dia-a-dia e, é importante continuar a conceder os apoios de que necessitam”, terminou, elogiando o trabalho levado a cabo pelos soldados da paz em Mesão Frio.
A cerimónia terminou com um Porto de Honra no Salão Nobre da AHBVMF. Num período de grandes dificuldades e de constrangimentos para os bombeiros de todo o país, a nova viatura dos bombeiros de Mesão Frio é o reflexo do magnificente trabalho que tem vindo a ser cumprido por estes soldados da paz e pela comunidade mesãofriense que em muito tem colaborado.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A Casa das Quintãs, em Mesão Frio, antiga propriedade e residência do falecido escritor mesãofriense, Domingos Monteiro e dos escritores João Pina de Morais e Graça Pina de Morais, foi inaugurada no passado dia 5 de outubro como Casa-Museu. A requalificação do edifício resultou do projeto «Escritores a Norte», da Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN), no âmbito da rede regional de casas-museu, que visa promover a obra dos escritores que lá viveram e proporcionar a visita e o contacto do público com a casa. A casa das Quintãs encontra-se agora aberta ao público, unicamente nos dias em que ocorrerem eventos, a serem divulgados oportunamente.

Através de uma candidatura apresentada ao QREN (Quadro de Referência Estratégica Nacional), as obras de requalificação da residência do escritor mesãofriense, que demoraram cerca de dois anos a serem concluídas, foram financiadas em 70% por fundos comunitários, num total de 500 mil euros de investimento. Na intervenção realizada foram conservadas as divisões da casa na sua forma e decoração originais e espaços convertidos em expositivos sobre a vida e obra do autor Domingos Monteiro, com materiais e documentos originais. Agora, o objetivo da família de Domingos Monteiro é partilhar o espólio do escritor de forma pública.

Na cerimónia de inauguração, que decorreu durante a tarde de domingo, marcaram presença os familiares dos escritores que residiram na casa, os representantes das entidades e instituições concelhias, o presidente da Câmara Municipal de Mesão Frio, Alberto Pereira e João Luís Sequeira, Chefe de Divisão de Promoção e Dinamização Cultural da DRCN.

A casa onde Domingos Monteiro viveu e a imensa área envolvente, são o espelho de uma época e de um estilo de vida, que conservam um ambiente do extremado gosto do escritor e do paisagismo de uma época, onde em cada pormenor deixou expressos os seus gostos e as suas predileções. Os jardins fantasiosos da propriedade seguem um requinte de jardim romântico, uma ponte sobre lagos, uma gruta e várias espécies de árvores e plantas. Domingos Monteiro também ele um apaixonado por caça, vivia num dos locais com a paisagem mais avassaladora sobre o Douro, a qual pode ser apreciada através das vinhas da propriedade ou simplesmente, através do Quarto da Mão Fechada, uma inspiração em que se baseou para o seu Conto com o mesmo nome.


Domingos Monteiro, natural de Mesão Frio, nasceu em Barqueiros, a seis de Novembro de 1903. Advogado, escritor, jornalista e editor, afirmou-se por uma constante busca de um destino, onde os seus ideais de liberdade se transformam, por vezes, em sonhos singulares. A obra escrita de Domingos Monteiro, em horas de isolamento e de evasão, revela, inevitavelmente, a personalidade de um grande conversador, abordando essencialmente, todas as dimensões de ser homem, na sociedade, na natureza, no tempo, no mistério de existir e no amor. Viria a falecer a 17 de Agosto de 1980, com 77 anos de idade.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
No passado dia 30 de setembro, a Santa Casa da Misericórdia de Resende em parceira com a empresa RRA Consultores, Lda, entregou aos formandos os certificados de frequência da ação de formação “Artesãs Regionais”.

A cerimónia decorreu no Salão Nobre da Santa Casa da Misericórdia de Resende, e contou com a presença do Sr. Provedor, Dr. José Dias Gabriel, do Sr. Vice Provedor, Sr. Horácio da Silva Amaral Semblano, do Sr. Eng. Óscar Rodrigues responsável da RRA, Consultores, Lda, da Dra Anabela Oliveira e da Dra Teresa Pais, ainda estiveram presentes toda a equipa de formadores e os formandos que frequentaram esta ação de formação.

Esta ação de formação foi promovida pela Santa Casa da Misericórdia de Resende em parceira com a RRA Consultores e ao longo de 8 meses proporcionou aos formandos a possibilidade de desenvolverem as suas competências na área de produção de produtos endógenos do concelho de Resende, nomeadamente na produção de cavacas, compotas, trabalhos em barro e trabalhos em cestaria, e ainda em áreas transversais como o Português, a matemática e a informática, ferramentas estas que permitiram aos formandos uma melhoria nas suas competências e da sua auto-estima. Conforme explicou uma formanda que de viva voz explicou que “… este projeto fez com que eu me senti se parte de algo, e foi muito importante pois aprendi muito …”

O Dr. José Dias Gabriel, sublinhou que a Santa Casa da Misericórdia de Resende é uma instituição de natureza social e como tal estará sempre disponível para abraçar projetos deste âmbito, assim como projetos que estejam relacionados com as tradições valiosas que o nosso concelho de Resende possui, como é o caso da Chapelaria, das cavacas de Resende, da cestaria e do trabalho em Barro, tendo já a funcionamento a Santa Casa, uma Oficina de Artesanato que comercializa com a “Marca Misericórdia”, aqueles produtos de excelência do nosso concelho e ainda sublinhou que esta ação é uma proposta de futura empregabilidade aos formandos, pois adquiriram conhecimentos que podem utilizar no futuro.

A Santa casa da Misericórdia de Resende, foi fundada em 1930, sita na vila de Resende, sede de concelho, desenvolve um papel fundamental no combate à exclusão social, na assistência aos doentes e no apoio social aos mais carenciados e desfavorecidos, ambiciona responder a essas necessidades através da:

- Prestação de cuidados de saúde e de apoio social às pessoas idosas e em situação de dependência;
- Promoção dos direitos das crianças e jovens, prevenindo e contribuindo para a solução de situações susceptíveis de afectar a sua segurança, saúde, formação, educação ou desenvolvimento integral;
- Prestação de cuidados continuados de saúde a cidadãos de qualquer idade com perda de funcionalidade ou em situação de dependência física ou mental;
- Prestação de cuidados de saúde e apoio social ao cidadão no seu próprio domicílio;
- Criação de mecanismos institucionais de combate à exclusão social, nomeadamente, apoio alimentar a várias famílias do concelho;
- Prestação de apoio psicossocial a crianças e jovens da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens.

A RRA, Consultores, Lda, foi fundada em 1997 é uma empresa de formação e consultoria que tem como missão contribuir para o desenvolvimento de factores de competitividade nas empresas e indivíduos. É uma empresa de referência no sector, evidenciado um crescimento contínuo e sustentado ao longo dos últimos anos. A RRA presta serviços para algumas de maiores e mais inovadoras empresas a operar em território nacional. Possui a sua sede em Matosinhos e um Centro de Formação totalmente equipado na mesma cidade. É Certificada pela DGERT em 24 áreas e possui Sistemas de Gestão da Qualidade implementado segundo a Norma NP EN ISO 9001:2008.
Por Notícias de Resende | sexta-feira, 3 de Outubro de 2014 | Publicado em , , | Com 0 comentários
Decorreu no dia 30 de setembro a Assembleia Municipal de Resende que contou com a participação especial do economista Mário Rui Silva, docente na Faculdade de Economia da Universidade do Porto, que fez uma intervenção relativa ao tema “O Novo Ciclo da Política de Coesão – Portugal 2020”.

No início da sessão, o Presidente da Assembleia Municipal, António Borges, apresentou o orador, referindo que “trazemos a esta Assembleia Municipal alguém que nos irá elucidar e poderá deixar-nos um contributo importante sobre um tema que é, no fundo, o novo quadro comunitário de apoio, o Portugal 2020, e que naturalmente é de grande importância para os próximos anos, nas próprias políticas que o país desenha, mas também em territórios como o nosso e de concelhos como o de Resende”.

Na sua intervenção, o economista explicou a nova política de coesão da União Europeia (UE), os desafios para o norte de Portugal, as prioridades para 2014-2020 e a relevância da participação dos Municípios. Revelou que o próximo Quadro Comunitário de Apoio tem quatro domínios temáticos: competitividade e internacionalização; capital humano; inclusão social e emprego e sustentabilidade e eficiência.

Destacou, ainda, que “os Municípios deverão ser os principais dinamizadores de acesso aos programas operacionais temáticos nacionais, ao programa de desenvolvimento rural e, eventualmente, a outros programas europeus,  atraindo outros atores a apresentarem projetos e candidaturas a fundos comunitários”.

De referir que no âmbito da política de Coesão da UE, Portugal receberá 21,2 mil milhões de euros. Este será o principal instrumento de investimento para a concretização dos objetivos da Europa 2020: criar crescimento e emprego, lutar contra as alterações climáticas e a dependência energética e reduzir a pobreza e a exclusão social.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
A oferta de cinema que o Auditório Municipal nos traz este mês começa mais logo com o drama biográfico “Grace do Mónaco”. O filme retrata a vida da atriz Grace Kelly enquanto esposa do principe Rainer e alguns altos e baixos da época. No dia 17 de Outubro é a vez de “Transformers: A Era da Extinção”, este é o 4º filme da saga que conta com interpretações de renome como Mark Wahlberg. Para terminar no dia 31 de Outubro é a vez de “Aviões: Equipa de Resgate”, esta sessão dedicada aos mais novos foi sobre a qual escolhi falar.

Ainda não vi nenhum dos 3 e como tenho curiosidade com os primeiros dois decidi pesquisar críticas acerca do filme de animação. A Sinopse diz o seguinte: “Quando o corredor aéreo mundialmente conhecido Dusty descobre que o seu motor está danificado e que poderá nunca mais correr, vê-se obrigado a mudar de rumo e é lançado no mundo do combate aéreo aos incêndios. Dusty une forças com o helicóptero veterano de resgate e de combate aos incêndios Blade Ranger e à sua equipa corajosa, incluindo a espirituosa avião tanque Dipper, o helicóptero de carga pesada Windlifter, a ex-avião de transporte militar Cabbie e um conjunto animado de veículos todo-o-terreno conhecidos como Os Bombeiros Paraquedistas. Junta, a equipa destemida combate um incêndio destruidor e Dusty descobre o que é preciso para se tornar num verdadeiro herói.”

Das pesquisas de cr´ticas que efetuei na Internet escolhi publicar a de Tiago Varzim, um estudante de Jornalismo, redator do site “Espalha Fatos”, a mesma pode ser consultada em http://www.espalhafactos.com/2014/07/18/avioes-equipa-de-resgate-o-motor-da-disney-esta-a-meio-gas/. “A aposta da “Disney” no mundo dos aviões, depois do sucesso de “Carros”- onde já havia aviões, mas estes não eram os protagonistas – , continua. “Aviões: Equipa de Resgate”, que estreia hoje, dia 17 de julho, dá continuidade a esta aposta na ação em altitude. A imaginação dos criadores transportou a narrativa dos pilotos de corrida para o mundo dos aviões-bombeiros. Para ajudar à festa da animação, a sequela vem em três dimensões: um 3D bem aproveitado, o que revela que os estúdios americanos já começam a perceber melhor as potencialidades e a justificar o uso deste modelo.

Enquanto que o primeiro filme era um filme de corridas, o segundo revela-se para além da velocidade e das corridas. Tornando-se mais sentimental e emocional, Aviões: Equipa de Resgateaproxima-se de uma película trágica com os heróis e anti-heróis necessários para o sucesso e eficácia deste 83 minutos de fita. “Aviões” apresenta-nos a história de um mero pulverizador que se transforma, de forma apoteótica, num campeão mundial de aviação.

À velocidade da luz, Dusty– o jato supersónico – revela-se um excelente corredor, emancipação esta que traduz de forma rápida o filme. A ascensão meteórica (sem recurso ao livro Air Racing for Dummies) tem obstáculos: o preconceito perante o ‘farmer boy‘ e o seu medo pelas alturas. No entanto, Dusty agarra no lema “volo pro veritas” (voar pela verdade) e ultrapassas os medos, tendo até direito a uma caneca ‘pulverizador Dusty‘ que reflete a fama e o sucesso que conquistou.

A transição para o segundo filme é em queda. O sucesso de Dusty nas corridas está comprometido porque o seu motor está danificado e, segundo os seus amigos, não poderá nunca mais correr. Depois de ter sido o catalisador de um incêndio – e de o ter presenciado da pior forma – Dusty decide apostar no mundo do combate aéreo aos incêndios. Com a ajuda do veterano Blade Ranger, Dusty aprende a ser um verdadeiro bombeiro aéreo e a contornar o problema no motor que é o fantasma da sua vida.
Ao lado da equipa constituída pelo helicóptero de carga pesada Windlifter, a ex-avião de transporte militar Cabbie e um conjunto animado de veículos todo-o-terreno, Os Bombeiros Paraquedistas. Todos eles vão ter de enfrentar um dos maiores incêndios de que há memória no histórico Parque Nacional Pico Pistão… será que Dusty se revelará um avião especial? É a esta pergunta que o primeiro filme respondeu, e que “Aviões: Equipa de Resgate” volta a responder.

O abandono das pistas e o ingresso nos bombeiros não foi pacífico. Aliás, a maior parte da história desenrola-se perante os conflitos desta transição. A fórmula da Disney, porém, não muda: uma ação empolgante, é verdade, junta-se ao humor para crianças aliado à típica emoção que só a Disney sabe dar. A cereja em cima do bolo é a habitual moral final.

Mas será que a fórmula se pode repetir continuamente? As crianças continuarão a gostar, presume-se, mas os pais que as acompanham dirão que este “Aviões” da Disney está longe de conseguir a adesão cega dos espectadores. E há ainda mais um ingrediente irritante em “Aviões”: aquele entusiasmo com que as personagens falam, bastante característico dos filmes de animação, acaba por cansar neste “Aviões: Equipa de Resgate”, deixando-nos tudo menos entusiasmados.

Contudo, há um grande ponto positivo neste que parece ser mais um filme da Disney. O 3D é bem aproveitado ao longo de toda a película, e é justificado pelas várias cenas de perigo no monte protegido pelos bombeiros. O fogo, os movimentos rápidos, a ponte a cair – tudo ajudou para que realmente fosse difícil tirar os olhos do ecrã. Daí que possa dizer que os óculos para ver em 3D não foram um mero acessório. Na verdade, o que mais cativa em “Aviões: Equipa de Resgate” é a adrenalina transmitida ao espectador através do 3D nas cenas de maior tensão dramática e de maior ação, seja com árvores a cair, seja com um caminho bloqueado pelas chamas.

Dusty revela-se como o típico herói que perante as dificuldades ultrapassa-as. Depois do auge da narrativa, onde revela-se como herói supremo, dizem-lhe: “aquilo que tu fizeste revela que és um avião especial“. E, de facto, os dois filmes confirmam isso mesmo: no primeiro não pára de subir na sua carreira como corredor – tanto que parece que tudo se passou em segundos -, e no segundo filme, enfrenta uma queda no seu percurso com uma subida aos ataques aéreos a fogos de forma eficaz.(...)”

Bons Filmes

Raquel Evangelina