[ ]
Notícias de Última Hora
Por Notícias de Resende | quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 | Publicado em | Com 0 comentários
O presidente da Câmara Municipal de Baião, José Luís Carneiro ,deslocou-se se, hoje de  manhã,  à sede da junta de freguesia de Ancede para realizar atendimento aos munícipes da freguesia de Ancede e Ribadouro.

Esta iniciativa decorreu no âmbito da política de proximidade e de contato com a população que tem marcado a governação autárquica de José Luís Carneiro. No atendimento foi acompanhado pelo presidente da Freguesia de Ancede e Ribadouro, Daniel Guedes e por técnicos da Câmara Municipal de Baião.

O atendimento descentralizado traz diversos benefícios para os baionenses que desejem dialogar com o autarca. Para além de colocarem  as suas questões mais prementes, evitam deslocações mãos extensas e onerosas.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O Habitual desfile de Carnaval com as crianças  do Agrupamento de Escolas de Castro Daire, dos Jardins de Infância e das escolas do 1º Ciclo, realizou-se no dia 19 de fevereiro.

O desfile estava previsto para o dia 13 de fevereiro, na passada sexta-feira, mas por questões climatéricas não se pode realizar no dia marcado, ficando adiado para o regresso letivo, trazendo a cor e alegria carnavalesca á vila de Castro Daire já em plena época quaresmal.

O município de Castro Daire e o Agrupamento de Escolas, organizadores do evento, não quiseram deixar de proporcionar ás crianças e a toda a comunidade Castrense um dia Diferente, onde se celebra o Carnaval, a alegria, a boa disposição e o convívio entre todos.

O desfile contou com centenas de participantes, sendo alunos, professores, educadores e auxiliares das respectivas escolas. Para auxiliar as crianças a fazer a festa pelas ruas da Vila, o desfile contou ainda com a Associação de Bombos de Teivas, Viseu, que ofereceu um compasso e uma musicalidade ainda mais vincada a este desfile.

Foram muitos os populares que se juntaram para ver desfilar as crianças nos seus trajes carnavalescos e que não esconderam o sorriso de satisfação pela iniciativa.

Percorrido o trajeto pelas ruas da Vila de Castro Daire e da exibição orgulhosa dos fatos e das fantasias carnavalescas preciosamente preparados pelos professores, educadores e auxiliares, as crianças demonstravam grande alegria e satisfação por terem participado nesta iniciativa.

Esta iniciativa demonstrou, que embora o Carnaval já tivesse oficialmente terminado, a alegria e a graça das crianças não tem tempo nem espaço, trazendo sempre e em cada ocasião um brilho especial a cada evento.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Acácio Pinto
Deputado do PS
Vivemos tempos de grande hipocrisia política na vida pública portuguesa. Vem isto a propósito da tolerância de ponto no dia de Carnaval.

Como se sabe o atual governo, para dar uma de “duro”, de “rigoroso” e de “austero”, desde 2012 acabou com a tolerância de ponto que sempre foi dada no dia de Carnaval, com exceção de um caso ensaiado nos tempos em que era primeiro-ministro Aníbal Cavaco Silva, nos anos 90 do século passado.

Isto é, os funcionários públicos, do estado central, têm que trabalhar, tiveram que trabalhar no dia 17 de fevereiro de 2015, porém os funcionários dos governos regionais da Madeira e Açores e os funcionários da esmagadora maioria das câmaras municipais e juntas de freguesia, dos “estados” locais, tiveram tolerância de ponto, bem como a generalidade dos trabalhadores das empresas privadas e de capitais públicos.

Estamos perante uma verdadeira hipocrisia, pois o atual estado da arte, com a situação confusa em que este governo mergulhou o país, uns a trabalharem e outros com tolerância, não tem senso político, não tem senso económico e não tem senso sociocultural. É uma verdadeira aberração.

Goste-se ou não do Carnaval, goste-se ou não da sátira política e social e das “largas à língua” que atravessa as diversas manifestações carnavalescas, o que é facto é que os eventos ligados ao Carnaval, ao Entrudo, perdem-se ao longo dos séculos e estão disseminados um pouco por todo o mundo.

Em Portugal há corsos carnavalescos e manifestações de Entrudo centenárias que exigem o trabalho organizativo de muitas pessoas e que levam centenas de milhares de portugueses à rua, que se deslocam aos diversos locais para assistirem a esses eventos. Cito aqui, a título de exemplo, alguns dos casos mais genuínos, como sejam, os caretos de Lalim, de Lazarim, de Podence e a dança dos cús de Cabanas de Viriato.

Ou seja, para além da enorme dimensão cultural estamos também perante um fenómeno de grande dimensão em termos económicos, na sua vertente turística, pelo dinamismo dos hotéis, restaurantes e de todo o comércio local.

A este propósito permito-me referir os números de um estudo que o IPV de Leiria efetuou para a câmara de Torres Vedras, sobre o seu carnaval: 9 milhões de euros de impacto na economia local e 350 mil visitantes. Ora, este caso permite a cada um retirar as suas conclusões relativamente aos impactos em todo o país.

Deixemo-nos de hipocrisias! A tolerância de ponto no Carnaval é uma evidência!

Acácio Pinto
Deputado do PS
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
O presidente da Câmara Municipal de Baião, José Luís Carneiro, deslocou-se no dia 14 de fevereiro às freguesias de Tresouras, Loivos da Ribeira e Viariz para explicar às populações “o modo como foram aplicados os recursos financeiros da Câmara Municipal de Baião desde o ano de 2005 e fornecer aos cidadãos dados que lhes permitam avaliar a forma como tem decorrido a atividade da autarquia.

A prestação de contas dividiu-se em três sessões: às 10h00 horas, na sede da junta de Tresouras, às 11h30m na sede da junta de Loivos da Ribeira e às 15h30m no edifício da junta de Viariz.

A acompanhar o presidente da Câmara Municipal de Baião estiveram o vice-presidente da autarquia, Paulo Pereira, os autarcas das freguesias de Loivos da Ribeira e Tresouras, André Santos e de Viariz, António Magalhães, bem como técnicos da autarquia.

Apesar do frio que se fez sentir nesse dia, é de salientar a participação atenta e participativa de muitos cidadãos, em todas as sessões houve diálogo entre José Luís Carneiro e os munícipes.

PRINCIPAIS INVESTIMENTOS PARA 2015

Segundo o Edil baionense a autarquia vai continuar a investir na Educação, “ previmos investir um total de 1.122 mil euros, dos quais, 321 mil euros com as refeições escolares, 738 mil euros com o transporte escolar e 18 mil euros para a transferência para os agrupamentos escolares destinados ao aquecimento, ao expediente e limpeza e para apoiar os planos de atividades”.
       
Ao nível da saúde, o autarca destacou “ o investimento no apoio à fixação de médicos, através de arrendamento das habitações no montante de 14 mil euros”.

De salientar que este executivo já investiu na atração e fixação de médicos para o concelho bem como na unidade móvel de saúde o montante de 225 mil euros.

No sector das acessibilidades, mobilidade e acesso a bens e serviços públicos essenciais a autarquia prevê um investimento de cerca de 1.400 mil euros.

José Luís Carneiro referiu também que “ 408 mil euros são para as Juntas de Freguesia, através do acordo de execução”.

“Pretendemos continuar com a qualificação dos Centros Cívicos, nas freguesias de Frende, do Grilo, de Loivos da Ribeira e de Santa Leocádia e Mesquinhata, assim como a construção de Centros Comunitários em Tresouras, Teixeira, Gôve e Míguas e a conclusão do Centro Comunitário de Viariz”, explicou José Luís Carneiro.

O autarca deteve-se ainda no valor das iniciativas de combate ao isolamento dos idosos, como por exemplo os passeios lúdico-educativos (22.500,00), e festa de Natal dos idosos (13.000,00), e disse ainda que, em 2015 a autarquia lançará o programa “Viver Baião”, programa este que tem como objetivo um passeio convívio de munícipes residentes no concelho de Baião com 60 ou mais anos de idade que lhes permita contactar com o património cultural, histórico e social do concelho de Baião.

PRESTAÇÃO DE CONTAS E APRESENTAÇÃO DE PRIORIDADES

Coube ao vice-presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, apresentar as de contas relativas aos mandatos anteriores, assim como as prioridades definidas para um plano plurianual de investimentos relativos ao mandato 2013-2017.

No decorrer das apresentações, Paulo Pereira, relembrou aos presentes algumas das obras mais importantes já executadas ou em execução em cada uma das freguesias, bem como todas as que estão previstas e acordadas com os respetivos Presidentes de Junta.

Para a freguesia de Tresouras, destacou a criação do Centro Comunitário, na antiga Escola Primária, e a execução do Centro Cívico.

Relativamente à freguesia de Loivos da Ribeira, para além de outras medidas, evidenciou a construção do Centro Cívico e a qualificação da zona envolvente ao Rio Teixeira em Arufe.

No que diz respeito à freguesia de Viariz, o autarca, salientou a qualificação do espaço envolvente à Igreja Paroquial, bem como a criação de um Polidesportivo de ar-livre na envolvente ao futuro Centro Comunitário.

OUTROS ASSUNTOS DE INTERESSE

A finalizar as sessões o executivo da Câmara Municipal de Baião deu a conhecer o novo Plano Director Municipal de Baião, prestou informações sobre a situação do Tribunal Judicial de Baião, das Finanças e do centro de Saúde.

Foi abordada também a temática da consolidação ou não da agregação das freguesias.
Por Notícias de Resende | quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 | Publicado em , | Com 0 comentários
A Câmara Municipal do Marco de Canaveses vai lançar, em parceria com a Movijovem, O Cartão Jovem Municipal.

Associando-se ao já existente Cartão Jovem Eurpean Youth Card, este será um cartão de dupla face (sendo de um lado Cartão Jovem e do outro Cartão Jovem Municipal), que irá proporcionar vantagens e descontos em serviços e produtos a nível local/municipal, nacional e europeu.

Dirigido aos jovens residentes no Concelho, com idades entre os 12 e os 29 anos, inclusive, a aquisição do cartão tem um custo de 10 euros e é válido por um ano.

O Cartão Jovem Municipal concederá benefícios, isenções e descontos na utilização e compra de bens e produtos, serviços públicos e privados existentes no Concelho do Marco de Canaveses. Através deste cartão, a Câmara Municipal pretende garantir vantagens económicas, tendo como objectivo final contribuir para o desenvolvimento e promoção de iniciativas que visem o bem-estar, a realização pessoal e a plena participação social dos jovens.

Assim, e sendo o Cartão Jovem Municipal um instrumento transversal que engloba diversas áreas de actividade e serviços, o mesmo constitui-se também como um importante e dinâmico meio de apoio ao comércio de proximidade. Um veículo de informação, divulgação e promoção, capaz de aglutinar a juventude e as suas famílias, em volta da cidade e do comércio tradicional.

Neste sentido, e numa primeira fase, a Câmara Municipal do Marco de Canaveses desafia os empresários, comerciantes e serviços do Concelho, a tornarem-se parceiros desta iniciativa, alargando o leque de benefícios para os jovens e beneficiando igualmente das ferramentas de comunicação e divulgação locais, nacionais e europeias disponibilizadas por este Cartão Jovem Municipal.

Caso pretenda aderir a esta iniciativa, contacte a Câmara Municipal do Marco de Canaveses através de um dos seguintes contactos:

E-mail: juventude@cm-marco-canaveses.pt
Telefone: 255 538 800;
Tlm: 92 74 07 212
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A Câmara Municipal do Marco de Canaveses promoveu, no passado dia 10 de Fevereiro, uma formação de sensibilização em Primeiros Socorros e Suporte Básico de Vida. Dirigida aos professores que asseguram o desenvolvimento das Actividades de Enriquecimento Curricular (AEC’s), nas escolas do 1.º Ciclo do Ensino Básico do Concelho, a sessão decorreu no auditório do Marco Fórum XXI, entre as 08h30 e as 12h30.

Durante a formação foram abordadas diversas temáticas, nomeadamente o acidente vascular cerebral, intoxicações, queimaduras e feridas, hemorragias, obstrução da via aérea e suporte básico de vida.

O objectivo «foi dotar os nossos professores das Actividades de Enriquecimento Curricular – que ministram as aulas de educação física e desportiva e de inglês - de conhecimentos sobre comportamentos e atitudes a adoptar em situações específicas e reconhecer os sintomas de cada caso, permitindo que estejam preparados para uma primeira intervenção perante um acidente ou outro género de ocorrência», explicou o Presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses, Manuel Moreira.

A Câmara Municipal entregou ainda 40 kit’s de Primeiros Socorros, um para cada escola do 1º Ciclo do Ensino Básico do Concelho do Marco de Canaveses.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
Para assinalar o Dia Internacional da Protecção Civil, a Câmara Municipal do Marco de Canaveses preparou diversas acções de sensibilização dirigidas aos alunos do Concelho, bem como uma sessão de apresentação do livro «TERRA - Portal de Vida, Planeta do Homem».

Assim, o Serviço Municipal de Protecção Civil da Autarquia vai promover durante o mês de Março, em parceria com os vários agentes de protecção civil locais (PSP, GNR, Bombeiros Voluntários) e com os representantes das escolas públicas, um conjunto de actividades que visam sensibilizar a comunidade escolar para a importância de uma cultura de segurança.

Palestras, visitas de estudo, gincanas de bicicletas, jogos pedagógicos, exercícios de evacuação e simulacros, visualizações de powerpoint são algumas das acções a realizar. A Câmara Municipal do Marco de Canaveses decide apostar na sensibilização por intermédio do ensino, pois quanto mais cedo são incutidos na população princípios de auto protecção e de responsabilização colectiva, mais efectivos são os seus resultados em caso de necessidade.

Ainda no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Protecção Civil, no dia 1 de Março, pelas 16h00, no Auditório Municipal, irá decorrer a apresentação do livro «TERRA - Portal de Vida, Planeta do Homem», da autoria de J. Emanuel Queirós. Uma obra singular que reúne um conjunto de ideias e reflexões que pretende mexer na consciência das pessoas e ajudar na harmonização da existência do ser humano. A iniciativa é aberta ao público.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
Centenas de curiosos acorreram durante os últimos dias à pequena vila de Lazarim para celebrarem um dos entrudos mais genuíno do país, recriando um ambiente de folia e confraternização sem igual. Mais uma vez, os caretos, esculpidos em madeira de amieiro por artesãos da freguesia, desceram à rua para recuperar a memória histórica das suas gentes e projetar Lamego em todo o mundo.
Passadas tantas décadas, o Entrudo de Lazarim mantém-se o símbolo do sentir e da arte popular desta povoação, sempre em respeito pela autenticidade e pela tradição. Como sempre, e após a leitura pública dos testamentos na tarde de terça-feira de Carnaval, foi oferecido à população o tradicional caldo de farinha e feijoada.

Veja ou reveja a reportagem da TVI, transmitida ontem no Jornal das 8, dedicada à edição 2015 desta manifestação popular (ver a partir de 28:49) e vá ao facebook institucional do Município de Lamego ver algumas imagens curiosas sobre o que lá se passou.

Reportagem TVI: http://www.tvi.iol.pt/programa/jornal-das-8/4295/videos/156659/video/14260264/1

Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
O Município do Marco de Canaveses estará presente, uma vez mais, na Feira Internacional de Turismo de Lisboa – BTL, entre os dias 25 de Fevereiro e 1 de Março de 2015.

Este evento, que é o maior certame turístico de Portugal, acolhe anualmente expositores nacionais e internacionais que destacam o melhor de cada região.

A participação do Município do Marco de Canaveses tem como objetivo divulgar as potencialidades e mais-valias do Concelho, promover os produtos endógenos, os recursos e as entidades turísticas do Concelho, bem como estabelecer contactos com outros parceiros nacionais e internacionais presentes na BTL.

Ao longo de cinco dias, os visitantes terão a oportunidade de obter informações sobre a oferta dos destinos, assistir a múltiplas iniciativas, provas, degustações, apresentações de projectos e eventos, demonstrações de artesanato e animações musicais.

O Município do Marco de Canaveses estará representado no stand da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM-TS), dentro do espaço da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, sendo que no dia 27 de Fevereiro, sexta-feira, realizar-se-ão diversas apresentações e provas dos aromáticos e premiados Vinhos Verdes da Rota dos Vinhos do Marco, e a acompanhar a doçaria tradicional do Concelho.

Para além disso, a Câmara Municipal irá aproveitar este momento para promover os Mercados Romano e Medieval, que assumem cada vez maior expressão no Concelho e na Região, com recriações e animações ao vivo.

Mais informações em:
http://btl.fil.pt/
http://turismo2020.turismodeportugal.pt/pt/participacao-publica-e-eventos/btl/conferencia/
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
Realizou-se no Concelho de Castro Daire o X Convívio de Desfile de Carros Antigos, Clássicos e Vespas de Castro Daire.

Com o apoio da Câmara Municipal e das Juntas de Freguesia de Moledo,  Mões e União de Freguesia de Mamouros, Alva e Ribolhos, este desfile teve a organização de um grupo de amigos amantes do desporto automóvel, e mais propriamente dos carros clássicos e antigos, e ainda da Brigada Vespista de Castro Daire, que em conjunto desenvolveram esforços para que esta iniciativa tivesse uma grande adesão e uma visibilidade cada vez maior no Concelho e de promoção do mesmo.

Este Desfile, como é já habitual, decorreu no dia de Carnaval, 17 de fevereiro. A caravana deste ano teve uma adesão muito significativa, contanto com a participação de cerca de 50 viaturas automóveis e uma dúzia de vespas.

O desfile iniciou-se na Vila de Mões, onde o Exmo. Padre Sobral, pároco de Mões, fez a bênção das viaturas participantes, dando um significado ainda mais solene a esta iniciativa.

A caravana, extensa e animada, percorreu diversas localidades e freguesias do Concelho espalhando a boa disposição e a alegria, que era bem visível nos participantes desta iniciativa.

O Desfile deste ano teve ainda uma componente de promoção do património local, com elevado interesse turístico, com a visita a dois dos monumentos mais importantes do Concelho, respetivamente a Ermida do Paiva e o Penedo de Lamas, tendo sido ainda visitada uma antiga azenha tradicional também na Aldeia de Lamas

Nestes locais foi possível obter uma explicação histórica da importância destes monumentos, sabiamente transmitida pelo Exmo. Senhor Padre Joaquim Carvalho Alves, licenciado em história e muito conhecedor da importância deste património histórico local.

Este X Desfile terminou na Aldeia da Moita, Freguesia de Moledo, onde foi servido um jantar convívio para todos os participantes e populares que se quiseram juntar a esta iniciativa e que tornaram a adesão ainda maior, sendo algumas centenas de pessoas encheram o largo da aldeia, continuando com a boa disposição e a alegria que marcaram esta iniciativa.

Os organizadores mostraram-se muito satisfeitos, quer com o número de participantes que aderiram, quer com a forma como decorreu todo o evento, deixando o agradecimento para todos aqueles que contribuíram para o sucesso desta iniciativa.

Fica o convite a todos os amantes destes eventos para que se juntem em próximas iniciativas, tornando este evento cada vez com maior visibilidade e impacto, dando a conhecer as muitas potencialidades do Concelho.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A Guarda Nacional Republicana intensificou, entre os dias 13 e 17 de fevereiro, o patrulhamento e a fiscalização rodoviária, orientando as ações para as vias mais críticas, com especial incidência para as vias que convergem para os locais onde tradicionalmente ocorrem festividades carnavalescas.
Comparativamente à operação “Carnaval 2014”, registaram-se:

  • 942 acidentes (menos 72);
  • três mortos (menos quatro);
  • 10 feridos graves (menos 10);
  • 255 feridos leves (menos 49).

Dados da operação:

  • 23 578 condutores fiscalizados;
  • 383 condutores detidos (destacando-se 306 por condução com taxa de álcool no sangue igual/superior a 1,20 gramas/litro e 55 por falta de habilitação legal para o exercício da condução);
  • 1 946 excessos de velocidade;
  • 7353 contraordenações de diverso âmbito, das quais se releva:
  • 825 por excesso de álcool;
  • 312 por utilização de telemóvel no exercício da condução;
  • 263 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 137 por falta de seguro;
  • 302 pela não utilização de cintos de segurança e 21 pela não utilização de sistema de retenção para crianças.

A operação envolveu um efetivo de todos os comandos territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito que, de forma coordenada e articulada, levaram a cabo ações de caráter preventivo, com o objetivo de combater a sinistralidade rodoviária, regular o trânsito e garantir o apoio a todos os utentes das vias, proporcionando-lhes uma deslocação em segurança.

No distrito de Viseu, no decorrer da operação, foram fiscalizados 682 condutores, tendo sido detidos 13 indivíduos com taxa de álcool no sangue igual/superior a 1,20 gramas/litro e 1 por falta de habilitação legal para o exercício da condução. Foram detectadas 292 infrações, destacando-se 7 por excesso de velocidade, 17 por excesso de álcool, 11 por utilização de telemóvel no exercício da condução, 12 por falta de inspeção periódica obrigatória, 6 por falta de seguro e 27 pela não utilização de cintos de segurança.

Comparativamente à operação “Carnaval 2014”, registaram-se:

  • 48 acidentes (mais 5);
  • 1 ferido grave (igual a 2014); 
  • 13 feridos leves (menos 6);
  • Não se registaram mortos (em 2014 registou-se 1)
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A escritora baionense, Isabel Santos Moura, a convite do deputado Nuno Sá Costa, apresentou no passado dia 12 de fevereiro, no Centro de Acolhimento ao Cidadão, na Assembleia da República, os livros “O anjo Gabriel, o Miguel e o livro de papel” e “Índigo e Cristal, os meninos que vieram das estrelas”.

A esta apresentação assistiram duas turmas da EB Vasco Santana de Odivelas, bem como alguns deputados da Assembleia da República.

Após um breve diálogo com os alunos sobre as funções de um(a) bibliotecário(a), seguiu-se a leitura do livro “O anjo Gabriel, o Miguel e o livro de papel” que serviu de mote para uma troca de opiniões sobre o mesmo. Foram também apresentadas as personagens do livro “Índigo e Cristal, os meninos que vieram das estrelas” e, através delas, foi explicado de que forma o ser humano pode contribuir para a reconstrução de um mundo melhor.

No final da apresentação ficou o convite das professoras para agendar uma apresentação nos três agrupamentos de Odivelas.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
Durante os últimos anos, os lamecenses têm vindo a descobrir os benefícios para a sua saúde ao percorrerem trilhos e estradões ao ar livre. Ao mesmo tempo, aproveitam para conhecerem recantos escondidos e conviverem com outras pessoas. No próximo dia 1 de março, os lamecenses estão mais uma vez convidados a descobrirem os caminhos rurais da freguesia de Ferreiros.

Adaptável a qualquer estilo de vida, os interessados em participar no percurso pedestre “Trilhos de Ferreiros” devem comparecer às 9h30 no Lugar do Coreto, onde terá início uma caminhada de 7,5 quilómetros. A iniciativa apresenta um grau médio de dificuldade.

Organizado pela Associação Cultural e Desportiva Amigos de Ferreiros, em parceria, entre outras instituições, com o Centro Municipal de Marcha e Corrida, este percurso promete fascinar todos os praticantes devido à beleza do património paisagístico local.

Entre outras recomendações, a organização aconselha a levarem consigo uma merenda e água, para além de um bastão de caminhada que ajude nos apoios em zonas de maior dificuldade de progressão.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
No passado dia 16 de fevereiro, realizou-se na Biblioteca Municipal mais um Ateliê temático, desta vez relacionado com a festividade que agora se assinala: o Carnaval. Fazendo jus ao dia, os meninos e meninas participantes apareceram fantasiados e puderam fazer uma nova máscara: uns escolheram borboletas, outros tigres e outros o super-herói o Homem-Aranha. Após um jogo de palavras, jogou-se a um outro jogo em que, através de mímica, os participantes tiveram de adivinhar a personagem que estava a ser representado. No final, houve quem levasse um novo amigo para casa: um livro.
Por Notícias de Resende | terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 | Publicado em , , | Com 0 comentários
O Prémio Jovem Arquiteto Paisagista 2015, a maior distinção em Portugal para estudantes de arquitetura paisagista, acaba de ser atribuído a três alunos da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), autores de um projeto inovador de requalificação do espaço urbano.

Os jovens premiados, Nélson Soares, Ricardo Bessa e Sérgio Oliveira, estudantes do curso de Arquitetura Paisagista da UTAD, prepararam originalmente um projeto para a participação no concurso público de ideias para estudantes "Seoul Urban Design 2013", na Coreia do Sul. O desafio era a requalificação de uma zona de autoestrada no centro da cidade de Seul e visava a sua devolução como espaço público.

Na proposta do grupo, foi seguida uma estratégia de regeneração urbana através da implementação de um corredor verde articulado com o tecido urbano envolvente, até então segregado. Inclui o projeto de áreas residenciais, um complexo de distribuição, o parque linear, diferentes tipologias de corredores verdes, hortas urbanas, jardins de proximidade, pomares, estruturas, praças, entre outras.

O conceito "Slow Down Seoul" envolve a invocação dos cinco elementos no Parque Linear Wu Xing, mas centra-se sobretudo na procura por uma vida mais desacelerada, como oposição ao denso e intenso ritmo da cidade. O trabalho reflete a abordagem do arquiteto paisagista ao nível do planeamento e projeto do espaço urbano.

Este prémio é promovido pelo Jornal Arquiteturas e pela Vibeiras, e conta com o apoio da Associação Portuguesa dos Arquitetos Paisagistas.
Por Notícias de Resende | segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015 | Publicado em , | Com 0 comentários
O desfile concelhio de Carnaval saiu à rua no passado domingo, 15 de fevereiro. A festa tomou conta das ruas da sede de concelho, graças à cor, alegria e folia proporcionadas por grupos das várias freguesias. O corso partiu da rua de Camões, junto à feira do Tijelinho, por volta das 14h00.

O cortejo percorreu grande parte da vila de Baião e culminou na Praça Heróis do Ultramar, onde os mascarados bailaram ao som do Grupo “O Estaleiro”.

Houve ainda tempo para a entrega de lembranças e troféus aos grupos participantes.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , , | Com 0 comentários
A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, no decorrer do fim de semana (14 e 15 de fevereiro), as quais visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, nos seguintes Distritos/Comandos Territoriais: Aveiro; Beja; Braga; Bragança; Castelo Branco; Coimbra; Évora; Faro; Guarda; Leiria; Lisboa; Madeira; Portalegre; Porto; Santarém; Setúbal; Viana do Castelo; Vila Real; e Viseu.

Deste conjunto de operações foram realizadas 194 detenções em flagrante delito, pela prática dos seguintes ilícitos criminais:
153 por condução sob o efeito de álcool;
11 por condução sem habilitação legal;
quatro por furto;
três por tráfico de estupefacientes;
uma por posse ilegal de armas;
uma por posse de armas proibidas;
uma por violência doméstica; e
20 por outros crimes.

Foram elaborados 189 autos de notícia por detenção em flagrante delito e 2098 autos de contraordenação a legislação diversa.

Apreensões mais significativas: 17 doses de cocaína; 399,9 doses de haxixe; cinco gramas de liamba; cinco armas de fogo; uma arma branca; 440 cartuchos calibre 12; sete veículos ligeiros; 700 quilos de pescado diverso e 150 euros em numerário.

No âmbito do trânsito foram fiscalizados 8505 condutores e detetadas 2021 infrações, destacando-se: 399 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei; 561 excessos de velocidade (em 34167 controlos); seis relativas a excesso ou deficiente acondicionamento de carga; e 25 relacionadas com tacógrafos.

O Comando Territorial de Viseu, no decorrer do fim-de-semana (14 a 15 de fevereiro), no âmbito de fiscalização rodoviária, fiscalizou 266 condutores, tendo sido detidos 4 condutores por condução sob o efeito de álcool. Foram ainda elaborados 60 autos de contraordenação, destacando-se 8 por excesso de álcool, 8 por cinto de segurança e SRC, 3 por uso de telemóvel, 4 por falta de inspecção periódica, 4 por falta de seguro, 1 por iluminação sinalização e 2 por pneus.
Por Notícias de Resende | sábado, 14 de fevereiro de 2015 | Publicado em , | Com 0 comentários
Por estes dias muito se tem debatido sobre o praticar da tolerância ou não no direito individual de opinar abertamente. Entre os que realmente têm e formulam uma opinião própria surgem, com demasiada frequência em demais problemáticas, outros que apregoam a liberdade de expressão e se deixam na verdade levar pelo pensamento da maioria ou de determinado grupo que só por si é controlado pelos "barões sociais": grupos políticos, movimentos sociais, hierarquia religiosa. Defendemos declaradamente, neste artigo, à semelhança do célebre diálogo de Sócrates, o filósofo grego, com Diótima, que está na origem do Amor platónico, (Diótima: o que não for belo é forçoso ser feio. Sócrates: E também se não for sábio é ignorante? Ou não percebeste que existe algo entre sabedoria e ignorância?) , em género de trocadilho que a liberdade é portanto a intermediária entre a manipulação e o cárcere do alvedrio.

A tónica atribuída à "liberté" francesa ilude um maior problema que atormenta a sociedade europeia desde os seus primórdios: a convivência pacífica entre diversas linhas de pensamento. A que nestes nossos dias, mais que em qualquer outro momento da História, a "liberdade" faz-se maior que a igualdade e que a fraternidade e os valores do respeito e tolerância vêm-se engolidos pela gula libertina. Se por um lado nos damos ao luxo e felizmente, de vivermos e convivermos em democracia em que são consagradas as liberdades individuais, por outro a máxima "a minha liberdade acaba onde começa a do outro" só por si pressupõe tolerância que limita o ser totalmente livre e parece desagradar uma crescente sociedade desafogada de valores. Numa linha de pensamento oposto, sob mentalidades alimentadas por ideologias radicais normalmente a fim de estados teocráticos ou simplesmente estados totalitários, o individualismo é inexistente ora pelo controlo estatal ora por uma ideologia própria de disciplina e submissão que delimita o usufruto de simples liberdades como o sejam a da crítica.

Se bem que repugne a uma Europa, por enquanto, na sua totalidade democrática o último pensamento exposto, surgem por esta altura e de forma crescente sentimentos xenófobos relativamente ao islão que em si e falando como orgulhoso europeu tingido maioritariamente pela cultura cristã, é bem mais e não tanto como os movimentos fundamentalistas que despoletam. Admitimos, portanto, na presente sociedade o choque ideológico mas até que ponto nos distanciamos, cidadãos portugueses crescidos na cultura europeia tradicionalmente cristã, da cultura Islâmica?

Volvidos são 919 anos desde o início do movimento cruzada que se perpetuando até 1247 teve como intuito fundamental retirar os Lugares Santos das mãos dos "infiéis", sendo sobretudo, em determinados momentos, um pretexto para muitos Nobres Cavaleiros estabelecerem contatos comerciais ou até adquirirem propriedades nos inacessíveis locais. Fosse sob que pretexto fosse a verdade a que o início das cruzadas marcaria o início do Expansionismo Europeu. Se por um lado o fundo religioso motivava as almas sedentas de redenção por outro a ânsia de saque confundia-se, numa sociedade fragmentada, com o pesar doutrinário.

No nosso país o crescimento territorial fez-se com a ajuda do movimento cruzadístico sendo que conviviam na Península cristãos do rito latino e muçulmanos sunitas constituindo os segundos aquilo a que se chamava no século XI o califado Almôada. Data porém de uma cronologia precedente a invasão muçulmana, 711, correspondendo a igual datação a queda do Reino Cristão Visigótico. A historiografia aponta o ano de 718 como o de início da Reconquista sob baluarte cristão, sendo que o seu término data de 1492 após entrega de Granada aos Reis Católicos Fernão de Aragão e Isabel de Castela.

No território Resendense existiu uma ocupação efetiva muçulmana com especial incidência em São Martinho de Mouros mais propriamente no chamado Castro da Mogueira, a comprová-lo encontram-se diversos objetos mouriscos achados no local. Embora no território a norte do Douro a presença do Islão se afrontasse praticamente inexistente, a sul a ocupação ia-se, conforme a distância ao Rio, adensando-se. Deve-se salientar, na Idade Média, a notícia da tomada do castelo pelo exército de Fernando Magno, rei de Castela e Leão integrando, desta forma São Martinho de Mouros numa importante linha defensiva duriense que incluía os castelos de Lamego e Castro de Rei em Tarouca. Recorde-se que foi após a tomada de Lamego, a 29 de novembro de 1057, que os exércitos cristãos de Fernando Magno tomaram os castelos de Cárquere e de São Martinho de Mouros. Note-se que o primeiro governador de São Martinho foi o moçárabe Sesnando, o mesmo que governou Coimbra.

Embora não haja grande certeza quanto à origem do topónimo Cárquere pensa-se que o local era já referido pelos árabes, ao qual chamavam Karkar. Mas em 1125 era Cárcari. A existência, no entanto, na Síria, de uma povoação com este mesmo nome torna, obviamente, mais provável a sua origem árabe.  De diferente opinião é a corrente que identifica o topónimo Cárquere a Carcere “prisão” por não existir nenhum elemento onomástico latino nem no indígena celto-lusitano que faça supor o nome carcarus ou carcarius. Resulta portanto o nome Cárquere de um enfraquecimento progressivo da vogal átona car(c)cere.  O que sabemos com certeza a que erigido de forma isolada numa meia encosta, com cemitério adossado, ocupando o primitivo claustro do mosteiro, nas proximidades de uma área com abundantes materiais romanos, o templo alberga imagem de Nossa Senhora de Cárquere atribuída aos séculos VI/VII. Data, contudo, de 1099 a provável reconstrução do templo.  Existiria portanto um anterior sobre o qual se possa suportar a tese de ocupação muçulmana? Correia de Campos, afirma que a abside da igreja de Cárquere seja uma pré-existência e não um acrescento. A hipótese de esta parte do edifício poder ter sido um morábito ou mesmo uma mesquita, não será portanto de rejeitar. A constatação, facilmente verificável no local, de que a janela, em arco de ogiva, voltada a sul, já teria sido outrora uma porta, vem reforçar esta ideia. De facto, se a abside fosse construção posterior ao corpo da igreja esta porta não faria sentido, pois não só seria desnecessária, como iria mesmo prejudicar a celebração eucarística, isto para além de ser algo completamente inédito em termos da arquitetura da época.

Mas o que nos deixou relevantemente a cultura muçulmana a ponto de praticamente todos os dias sermos usufruidores da cultura Islâmica? O vocabulário. Contabilizam-se atualmente inúmeras palavras de origem árabe na língua portuguesa, sendo que o ponto comum da maioria dessas palavras é iniciarem-se por "al". Enumerem-se as palavras açorda, alcatifa, alecrim, alface, alfarroba, algarismo, álgebra, alguidar, algodão, azeite, azenha, garrafa, laranja, limão, melancia, xadrez... E imagine-se até a palavra oxalá, do árabe "en xá Allah" (se Deus quiser). Mais ainda deve-se à ocupação muçulmana o implemento de novas técnicas de fabrico de tapeçarias, azulejos e cerâmica, assim como o implemento de novas variedades agrícolas como o sejam a cenoura ou a alface mas também os citrinos, a amendoeira e até a gloriosa cerejeira. Contam-se ainda espalhados pelo Concelho de Resende variadas alusões toponímicas ao Islão como o sejam caso Arrifana ou Codeçal.

Podemos considerar como resultado da convergência do Cristianismo-Islamismo uma agradável simbiose cultural que de uma forma ou outra transformou, em seu tempo, e criou a sociedade portuguesa que atualmente conhecemos e de forma geral mudou a mentalidade europeia. Como podemos portanto entender os movimentos nacionalistas liderados por Marie Le Pen no seio de uma Europa multicultural? Falemos assim finalmente e zelando pelo valor que as coisas devem, do novo crescente movimento jihadista. O fundamentalismo só por si pressupõe um regresso às origens. E o que dizer de um movimento de, englobando muitos jovens europeus, incultos que desvalorizam a sua própria história e carecem, analogamente ao seu suposto passado, de traços de tolerância e multiculturalidade? Nas palavras do ayatollah Khomeini, marcante figura do novo estado Islâmico, o movimento auto apelidar-se-ia reacionário pelo recuo de 14 séculos face à sociedade racionalista e progressista, o que se traduziu na crença do literalismo, ou seja a validade interpretativa do Corão no século VII é a mesma que atualmente a jihad pratica. E o que é o literalismo se não a insipiência arrebatadora do enquadramento História-Tempo?

Joel Lourenço
Aluno universitário 
da Faculdade de Letras da UP

Bibliografia consultada:

DUARTE, Joaquim Correia; in Resende na Idade Média; Notas e Documentos; Edição da Câmara Municipal de Resende; 2001; Pág. 479, 481 e 489 a 529.
Duarte, Joaquim Correia; in Resende e a sua História; Vol. 2: As freguesias; Ed. Câmara Municipal de Resende; Pág. 169.
AZEVEDO, Maria Luísa Seabra Marques de; in Toponímia Moçárabe no Antigo Condado Conimbricense; Tese de Doutoramento em Línguas e Literaturas Modernas; Coimbra; 2005; pág. 364.
CAMPOS, José A. Correia de - Monumentos da antiguidade árabe em Portugal, Lisboa, ed. do autor, 1970; Págs. 52 e 56; 109 a 112.
CLETO, Joel e FARO, Suzana - Santa Maria de Cárquere: Uma história de pernas. O Comércio do Porto. Revista Domingo, Porto, 20 Junho 1999, Págs. 21-22.
CORREIA, Vergílio - Monumentos e esculturas: seculos III-XVI. Lisboa: Livraria Ferin, 1924; Pág. 70.
(Revista História Viva, Edição Especial, Número 25, págs. 10 a 12 e 37).