[ ]
Notícias de Última Hora
Por Notícias de Resende | sexta-feira, 30 de julho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
O Rancho Folclórico e Etnográfico de S. Pedro de Paus irá levar a efeito, no próximo domingo, dia 1 de Agosto, um convívio em homenagem ao emigrante. O mesma terá lugar na sede do rancho, próximo das Alminhas, com início por volta das 14h30. Esta iniciativa, aberta a toda a comunidade, será animada pelo animador/artista Helder Mariano. Não faltarão deliciosos petiscos (moelas, salpicão, chouriço, orilheira, bola, batatas fritas...) e bebidas frescas.

É de referir que o rancho de Paus se desloca amanhã, sábado, ao concelho de Viana do Castelo, a fim de participar no XXXI Festival Nacional de Folclore, organizado pelo Grupo Folclórico da Casa do Povo de Lanheses.

in PAUS-RESENDE
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
Apesar de ter nascido em Angola, em 12 de Julho de 1954, os pais do novo Reitor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) são naturais de Resende, tendo o mesmo feito a então escola primária em S. Romão. O seu pai era natural de S. Cipriano e a sua mãe de S. Romão, tendo estes fixado residência no nosso concelho após o regresso de Angola em 1975.

Carlos Alberto Sequeira concluiu o ensino secundário na então Nova Lisboa, hoje cidade do Huambo, Angola. É licenciado em Engenharia Agronómica pelo Instituto Superior de Agronomia, tendo feito o mestrado em ciência de nutrição animal nos Estados Unidos e o doutoramento em engenharia zootécnica na UTAD. É Professor Catedrático desde 1993. Merece destaque enquanto investigador, tendo sido responsável científico de importantes projectos de investigação e autor e co-autor de várias dezenas de publicações científicas e técnicas nacionais e internacionais, especialmente na área da Nutrição Animal. Ocupou vários lugares de destaque na UTAD, designadamente como Pró-Reitor e Vice-Reitor.

A tomada de posse como Reitor ocorreu no passado dia 23 de Julho.

A eleição deste nosso conterrâneo para tão elevadas funções foi destacada pelo Eng. António Borges, que apresentou um voto de congratulações na reunião de Cãmara de 5 de Julho, sendo o mesmo aprovado por unanimidade.

in PAUS-RESENDE
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Que estava completamente enterrado no processo Freeport, clamavam, por aí, em coro, os costumeiros liderados por alguns sectores da comunicação social…

Afinal, nada. Após longos seis anos de investigação, com cartas anónimas à mistura, nunca houve acusação, nem nunca foi ouvido… e agora Sócrates é completamente ilibado!

Que tinha conspirado contra o estado de direito e que queria manipular os media…

Afinal, nada. Após investigações, violações do segredo de justiça, ataques ao carácter… tudo acabou em nada, para desespero duns filósofos da marmeleira! Contra Sócrates é que, rigorosamente, nada!

Que tinha pressionado a PT, que assinou projectos enquanto deputado, que tinha difamado uma (tal) jornalista... e sei lá que mais…

Afinal, nada. Nem depois de uma Comissão de Inquérito, de centenas de primeiras páginas, de telejornais de boca larga… tudo acabou em nada, para desonra, sobretudo, de uma certa direita e de alguns poderosos lobby’s…

E mesmo assim as toupeiras vão continuar?

Quem tem dúvida?

Acácio Pinto
Deputado do PS
2010-07-27
Por Notícias de Resende | quinta-feira, 29 de julho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
O Rotary Club de Resende recebeu, no dia 27 de Julho, o Governador do Distrito Rotário 1970, Armindo Carolino, numa visita de trabalho.

O programa iniciou-se com uma recepção pela Vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Resende, Dulce Pereira, no Museu Municipal, onde foi realizada uma visita guiada às exposições ali patentes e oferecido um Porto d’ Honra onde não faltaram as Cavacas de Resende.

A visita prosseguiu com uma deslocação à Santa Casa da Misericórdia de Resende, onde o Vice-Provedor, Horário Semblano, abriu as portas daquela instituição para dar a conhecer as valências de que dispõe e as que se encontram em fase de construção. Trata-se de uma instituição com um vasto trabalho desenvolvido em prol das crianças, jovens e idosos, com uma grande capacidade de empreendedorismo e inovação que devem servir de exemplo para a sociedade.

Seguiu-se a reunião de trabalho com o Conselho Director do Clube, onde o Governador ficou a par dos projectos que o Rotary de Resende pretende realizar sob o lema do presente ano rotário “Fortalecer Comunidades, Unir Continentes”.

A visita culminou com um jantar festivo num restaurante local, que contou com a presença da Vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Resende, do Vice-Provedor da Santa Casa da Misericórdia, do Presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Resende, Joaquim Alves, e com rotários dos Clubes de Castelo de Paiva, Cinfães, Paredes e Penafiel.

Durante a sua intervenção, a Presidente do Clube, Carla Silva, sublinhou como objectivos prioritários a instalação da Universidade Sénior no concelho, a necessidade de aumentar o quadro social, reforçando a divulgação do rotary como organização humanitária, acrescentando que “a estratégia de actuação para o próximo ano rotário passa pelo aprofundamento do relacionamento institucional com as mais diversas instituições e organismos do concelho”. Finalizou fazendo referência ao lema para este ano “vamos estimular e fomentar o ideal de servir, tendo como base o lema para este ano rotário: Fortalecer Comunidades, Unir Continentes!”

Por sua vez, o Governador do Distrito referiu que o Rotary Clube de Resende “apesar de jovem, tem a noção exacta da responsabilidade de que aquilo que fizer de bem repercute-se na sociedade em que estão inseridos”, afirmando que neste clube vê a filosofia do rotary que “é estar na comunidade e saber congregar quem dá mais de si antes de pensar em si”.

Rotary Club de Resende
29 de Julho de 2010
Por Notícias de Resende | quarta-feira, 28 de julho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
Começa a ganhar sentido aquilo que Pedro Passos Coelho e o “seu” PSD querem para a Constituição: uma Constituição feita à medida de um pensamento político neoliberal, sem estado social, e de, através do reforço dos poderes presidenciais, descaracterização da sua matriz de equilíbrio de poderes que vem da década de 80.

Nada a opor enquanto opção, enquanto proposta. É uma entre tantas outras. Pedro Passos Coelho tem, é, que a conseguir, primeiro, impor dentro do seu próprio partido para depois a discutir com o PS. Tem que se entender quanto aos timings, e não só, com Marcelo Rebelo de Sousa, Paulo Rangel e Santana Lopes, para citar só alguns.

Agora daquilo que não nos devemos distrair é das consequências, para o nosso sistema político-partidário e para a vida das pessoas, que estas ideias, se aprovadas, encerram.

Na saúde a consequência é a destruição do actual Serviço Nacional de Saúde que, pese embora todos os defeitos que se lhe possam apontar, presta cuidados de saúde a todos, nos Hospitais Públicos, independentemente dos recursos financeiros dos doentes. Com a privatização as coisas não seriam bem assim!

Na Educação, a Escola Pública é uma das marcas mais fortes das últimas décadas, que tem permitido um acesso universal a todos com os consequentes ganhos de qualificação dos portugueses, nas várias áreas, seja nas humanidades, científicas ou tecnológicas! Seria um grande retrocesso entender que o privado é que era bom e a partir daí voltar a um sistema elitista.

Na Segurança Social conseguimos dar dignidade de vida à nossa população, nomeadamente aos mais vulneráveis (crianças, idosos ou portadores de deficiência) através de uma rede de equipamentos sociais invejável em termos europeus e mundiais e os rendimentos dos pensionistas viram a sua situação melhorada através de complementos diversos que discriminam positivamente (p.e. Complemento Solidário para Idosos). A sua privatização seria entregar o “ouro” às seguradoras e a despesa ao Estado.

Enfim, para já não falar do reforço dos poderes presidenciais que desde o início dos anos 80 o PS e o PPD (sim PPD!) entenderam formatar nestes moldes. Ou já se esqueceram dos governos de iniciativa presidencial promovidos pelo Presidente Eanes?

Social ou neoliberal? A escolha é dos portugueses! Pelo exposto prefiro o social!

Acácio Pinto
Deputado PS
2010-07-25
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários


Descrição do vídeo: Decorreu este domingo em Resende a Feira de S. Cristóvão. Uma mostra de gado em que a autarquia premeia os produtores de gado de raça arouquesa. Declarações de António Borges, presidente da câmara de Resende, e Francisco Neto, Veterinário do Município.

in Facebook - Município de Resende
Por Notícias de Resende | terça-feira, 27 de julho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
Dia 5 de Agosto (5.ª feira)
19h30-Abertura das festas com o grupo de bombos "Boinas Castanhas", que percorrerá a localidade. Segue-se uma salva de morteiros
22h00-Actuação da banda musical "Necallopes &Liliana" até às 02h00 da manhã

Dia 6 de Agosto (6.ª feira)
22h30-Actuação do grupo "Ivason" até às 02h00 da manhã

Dia 7 de Agosto (sábado)
09h30-Salva de morteiros. Durante a tarde ocorrerão jogos tradicionais
22h00-Actuação do grupo "Del Mar" até às 02h00 da manhã
23h30-Grandioso espectáculo de fogo de artifício

Dia 8 de Agosto (domingo)
06h00-Alvorada com salva de morteiros
08h00-Chegada da banda filarmónica "Verdi Cambrense", seguida de arruada
11h00-Missa solene, seguida de procissão
15h00-Arraial com actuação da banda filarmónica "Verdi Cambrense". Decorrerá um leilão
22h00-Actuação da banda "TGV" até às 02h00 da manhã
23h00- Sorteio de rifas

Nota: No dia 6 (sexta-feira), terá lugar um jantar de convívio. Diariamente haverá quermesse.

in PAUS-RESENDE
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Instalada no Edifício do Tribunal, a Loja do Cidadão de 2ª Geração de Resende é um equipamento que concentra no mesmo espaço serviços públicos de administração central, municipal e serviços privados conexos.

A Loja do Cidadão está em funcionamento desde Maio de 2009 e disponibiliza aos cidadãos resendenses o balcão Multiserviços, um balcão da Segurança Social e um balcão do Instituto dos Registos e do Notariado contabilizando num ano um total de 31.175 atendimentos.

O Balcão da Segurança Social que reúne, entre outros serviços, o pedido de acção social, pagamento de contribuições e atribuição de subsídios foi o mais solicitado durante este período com um total de 19.219 atendimentos. Segue-se o Balcão do Instituto dos Registos e do Notariado com um total de 10.581 atendimentos.

Com a instalação desta valência o Município pretende oferecer, cada vez mais, aos munícipes e às empresas uma maior integração de serviços em função das suas necessidades e racionalizar geograficamente o modelo de distribuição de serviços públicos, sem perda de proximidade para o cidadão e com economias em termos de custos de instalação e exploração. Assim, num mesmo local a população tem acesso a um maior número de serviços organizados de forma mais conveniente e adaptados à satisfação das suas necessidades.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Resende, António Borges, “este foi um passo decisivo na modernização do concelho e representa acima de tudo facilitar a vida aos cidadãos e às empresas. O número de atendimentos da nossa loja do cidadão comprova, ainda, que não são só os resendenses que a utiliza. Foi toda a região que ficou a ganhar.”

O Gabinete de Comunicação e Imagem
Resende, 26 de Julho de 2010
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
Por Notícias de Resende | segunda-feira, 26 de julho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
O Clube de Natação de Resende encontra-se a realizar um estágio de Verão, durante o mês de Julho, com o objectivo de motivar a coesão do grupo e preparar os atletas para a época desportiva 2010/2011.

O estágio, que conta com a participação de 20 atletas, decorre nas piscinas municipais da Granja e de Caldas de Aregos, onde são realizados os treinos técnicos e de competição.

Remo e canoagem são outros desportos abordados e praticados no rio Douro, junto ao Cais de Caldas de Aregos e que conta com o apoio logístico do Clube Náutico.

Do programa de estágio consta ainda a realização de treinos de musculação nas Termas de Caldas de Aregos, a prática de jogos lúdicos, uma visita ao Parque Aquático de Amarante e dois dias de campismo no parque de Vila Real.

O Município apoia esta iniciativa cedendo a utilização gratuita das piscinas.

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | sábado, 24 de julho de 2010 | Publicado em | Com 0 comentários
Por Notícias de Resende | sexta-feira, 23 de julho de 2010 | Publicado em , , | Com 0 comentários
A Filandorra – Teatro do Nordeste levou à cena, no dia 21 de Julho, em S. Martinho de Mouros, aquela que é a sua 53.ª produção, a peça “Esganarelo – O Cornudo Imaginário”, de Moliére.

Perante uma praça cheia de público, a Companhia de Teatro apresentou uma divertida comédia que retrata a infidelidade no contexto social francês da época de Moliére, centrada num trio amoroso de enganos e desenganos, de “trocas e baldrocas onde o ciúme desempenha o papel principal”.

Com encenação e espaço cénico de David Carvalho, a peça actualiza o tema do ciúme e da infidelidade aos dias de hoje, inspirando-se nas “guerras do ciúme” retratadas nas revistas cor-de-rosa.

Para S. Martinho de Mouros estão já agendados vários espectáculos que pretendem animar as noites de verão, sendo que o próximo é já no dia 24 de Julho, sábado, com a actuação do grupo “Estrelas” de S. Martinho de Mouros.

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
No rescaldo do debate do Estado da Nação o que sobra é o mau estado da oposição. Senão vejamos:

1. A única ideia que Pedro Passos Coelho (PPC) trouxe aos portugueses nestes últimos dias foi a da alteração da Constituição, no sentido do reforço dos poderes do Presidente da República. Ou seja, através desta proposta, o que o PSD quer é que o Presidente possa demitir o Governo sem dissolver o Parlamento e indigitar um novo Primeiro-Ministro. Vinha mesmo a calhar. Sócrates era apeado por moção de censura dita construtiva e, sem eleições, PPC poderia até ser indigitado para o substituir.

2. E não é que por coincidência, alguns dias antes, Paulo Portas o que disse foi que estava disponível para ir para o Governo, com o PSD e com o PS, mas sem Sócrates? Mas que raio de propostas tem esta direita para o país? Quer o poder sem eleições?

Já não estamos no PREC!

Hoje o poder exerce-se com a legitimidade democrática: as urnas é que mandam!

Sobre as alterações constitucionais propostas pelo PSD, mais do que ouvir o PS, ouçam-se os cidadãos, alguns do PSD: Santana, Jorge Miranda, Paulo Rangel, Capucho…

Acácio Pinto
Deputado do PS
2010.07.21
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Enquanto o PSD anda entretido com os poderes presidenciais e com um conjunto de propostas de alteração à Constituição alguém tem que trabalhar em prol de Portugal e dos portugueses. Ou seja, a oposição, mas nomeadamente o PSD, anda numa permanente cantoria populista e demagógica, qual cigarra bem cantante, ou não estivéssemos nós na “silly season”.

Mas, como em tudo na vida ou na estória, tem que haver sempre alguém que trabalhe. E não se diga só que é ao Governo que compete fazê-lo. Com certeza que a legitimidade eleitoral, a de ser poder, lhe atribui a execução das políticas do país, mas à oposição a mesma legitimidade, a de ser oposição, lhe confere a superior responsabilidade de cooperação com o Governo na resolução dos graves problemas com que nos confrontamos.

Vem isto a propósito da criação de 300 postos de trabalho na Fábrica da Peugeot/Citroen em Mangualde. E o que temos todos que fazer, é congratularmo-nos com tal desenlace que resulta de um trabalho concreto e objectivo e de parceria entre a administração central, a administração local e o sector privado.

Se a Fábrica tivesse encerrado a que estaríamos neste momento a assistir? O que estaria a fazer a oposição e o PSD, nomeadamente o PSD de Viseu? O que estariam a fazer os responsáveis sociais democratas regionais?

Todos bem sabemos o que fariam. Estariam na primeira fila, num palanque bem visível, não fossem as câmaras televisivas confundi-los com a floresta. Lá estariam a carpir lágrimas de crocodilo. Lá estariam de megafone em punho a acusar os socialistas, o Presidente da Câmara de Mangualde e os governantes. Mas lá estariam sem terem dado um único passo que tivesse permitido a defesa daquela unidade fabril.

Mas como nada disso aconteceu custa-lhes (bem sei que muito) dizer aquilo que é óbvio, mas sem hipocrisia: Que esteve bem o Governo, através do Secretário de Estado da Administração Local, José Junqueiro e através da AICEP e de Basílio Horta ao terem-se deslocado recentemente à unidade de Mangualde; que esteve bem a Câmara de Mangualde e o seu Presidente, João Azevedo, ao ter viabilizado todo o processo de ampliação das instalações; que esteve bem a Administração da PSA ao acreditar nas pessoas que com elas construíram e honraram um compromisso.

Custava pouco e era politicamente sério. A política é uma actividade tanto mais nobre quanto mais os seus agentes se posicionarem de uma forma transparente e clara nos processos. Quanto mais colocarem os nichos de mercado, as corporações e os monopólios em último plano quando estão em causa os superiores interesses nacionais, como é o caso.

Em política não vale tudo e a oposição, nomeadamente o PSD, não se deveriam refugiar no silêncio quando se trata de elogiar este excelente trabalho de parceria levado a cabo e que vai permitir que a partir de Novembro o 3º turno (trabalho contínuo) da Fábrica de Mangualde entre em funcionamento e se passem a produzir mais viaturas destinadas ao mercado externo, destinadas à exportação.

Acácio Pinto
Deputado PS
2010-07-22
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Em vésperas do debate do Estado da Nação, o Governo apresentou um conjunto de medidas para acelerar a medíocre execução do QREN na sua vertente factores de competitividade, com o objectivo de permitir às empresas, face à dificuldade de acesso ao crédito, encontrarem os financiamentos necessários à execução dos projectos.

Uma medida que saúdo, peca por tardia, há dois anos que venho defendendo a necessidade de ajudar as empresas a encontrarem os financiamentos e garantias para colocarem no terreno os projectos apresentados e aprovados.

A linha de 800.000 € com recurso à garantia mútua para assegurar o financiamento para os projectos aprovados no QREN pode ser uma boa ajuda, assim a execução seja transparente e chegue a todos.

Já quanto ao anúncio efectuado de 1.000 milhões de euros para ajudar a execução do QREN, é mais uma falácia propagandística do Governo; em bom rigor foram aprovados um conjunto de projectos no âmbito do capital de risco, no valor de cerca de 270 milhões de euros que não se destinam a financiar os projectos do QREN, antes servirão diferentes desígnios previstos em cada uma das candidaturas aprovadas.

É bom que se faça a abertura do capital de risco aos privados, a presença hegemónica do Estado, através das orientações políticas do Governo, nas operadoras detidas a 100% pelo Estado é pouco transparente.

Não é admissível que o Governo tenha delapidado dezenas de milhões de euros em empresas como a Aerosoles e outras;

Não existe informação suficiente para se avaliar cada uma das participações e quais os critérios que levaram a preferir umas empresas em detrimento de outras.

A aprovação destes montantes para projectos de Capital de Risco privados é uma excelente oportunidade para introduzir mecanismos transparentes, criar informação no site do QREN ou do IAPMEI que centralize todos os regulamentos dos vários fundos de capital de risco.

Ter um registo central de todas as empresas em que o Estado participa através das capitais de risco que domina, bem como das que usufruem dos fundos públicos, com descrição pormenorizada dos valores investidos, percentagem no capital social nas participadas, bem como o representante no Conselho de Administração e valor da remuneração.

É inadmissível que o Governo faça “caixinha” destas informações por mim solicitadas diversas vezes, estamos a falar de 900 milhões de euros de “outras participações” que se conhecem vagamente, com muito pouca informação.

Se efectuarmos uma pesquisa aos sites da InovCapital, PMECapital ou AICEP Capital, encontramos uma informação deficiente e insuficiente, estamos a falar de dinheiros públicos que devem ser fiscalizados.
Insisto na importância do capital de risco como um mecanismo fundamental para o desenvolvimento das empresas, promoção de projectos de desenvolvimento, mas tem que ser transparente, temos que saber as participações, percentagens e representantes nos Conselhos de Administração e respectiva remuneração.
Espero que o Governo aproveite a oportunidade da fiscalização destes 270 milhões aprovados para que o Estado seja também transparente.

Uma ideia que deixo antes de ir de férias, retomo este espaço no mês de Setembro, … até lá, boas férias.

António Almeida Henriques
Vice-Presidente GP PSD
Viseu, 22 de Junho de 2010
Por Notícias de Resende | quinta-feira, 22 de julho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
A Câmara Municipal de Resende assinou, no passado dia 16 de Julho, em Amarante, o protocolo que formaliza o Pacto para a Empregabilidade do Tâmega e Sousa com o propósito de reforçar a concertação estratégica no território na área do emprego.

O Pacto para a Empregabilidade na Comunidade Inter-Municipal do Tâmega e Sousa envolve os 12 Municípios desta comunidade e é um instrumento de mobilização e vinculação de todos os actores com responsabilidade e influência na promoção do emprego e da empregabilidade na Região.

Tem como objectivos desenvolver processos de concertação à escala supra-municipal envolvendo actores representativos dos órgãos de governação local e regional, do tecido económico e do sistema de ensino e formação das principais fileiras de actividade da Comunidade Inter-Municipal do Tâmega e Sousa, promover redes equilibradas e coerentes de oferta de ensino e formação, implementar programas de acção intermunicipal e consolidar um sistema de indicadores sobre emprego e empregabilidade.

Pretende, ainda, promover a realização de iniciativas destinadas à informação e orientação vocacional, à promoção da formação ao longo da vida profissional e à dignificação do ensino de natureza técnica e profissionalizante na Comunidade Inter-Municipal do Tâmega e Sousa.

Com a assinatura do protocolo serão desenvolvidas acções de orientação vocacional e para a promoção da formação ao longo da vida; acções de fomento à colaboração Escola-Empresa; acções de formação específicas para directores de escolas e de centros de formação profissional; acções de incentivo através da instituição de prémios e bolsas a organizações formadoras e empregadoras que se distingam na valorização das qualificações e das competências; acções de apoio à promoção de emprego e à transição da escola para a vida activa e organização de eventos (Eventos, Jornadas, Seminários e Conferências).

Com a assinatura deste documento, o Município de Resende compromete-se a preparar e aprovar até ao final de cada ano um programa de acção que concretize e calendarize as acções enquadráveis no referido Pacto.

O Gabinete de Comunicação e Imagem
Resende, 22 de Julho de 2010
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários

Clique aqui para aceder à ficha de inscrição e obter mais informações.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
A Câmara Municipal, em parceria com a Irmandade S. Francisco Xavier, apresentam um programa diversificado de actividades culturais que pretende animar as noites de verão, no Centro Urbano de S. Martinho de Mouros, a partir das 21:30 horas.

O que lhe propomos são noites com garantia de muita animação e boa música! A não perder!

PROGRAMA

Dia 24 de Julho (sábado)


  • Actuação do grupo "Estrelas" de S. Martinho


Dia 30 de Julho (sexta-feira)

  • Orquestra Ligeira de S. Cipriano "A Nova"


Dia 31 de Julho (sábado)

  • Musijovem - Escola de Música da Irmandade S. Francisco Xavier


Dia 4 de Agosto (quarta-feira)

  • Espectáculo Musical Grupo "BATFOLIA"


Dia 7 de Agosto (sábado)

  • III Grande Noite de Fado


Dia 11 de Agosto (quarta-feira)

  • Rancho de Danças e Cantares de S. Cipriano


Dia 18 de Agosto (quarta-feira)

  • Actuação da Fadista Florencia


Dia 23 de Agosto (segunda-feira)

  • Grupo de Danças e Cantares "Os Moleiros" de Santa Maria de Cárquere


Dia 24 de Agosto (terça-feira)

  • Noite de Karaoke


Dia 26 de Agosto (quinta-feira)

  • Grupo "Revolução XXI"


Data        2010-07-24
Local       Centro Urbano de S. Martinho de Mouros
Até           2010-08-26
Horário     A partir das 21:30 horas


in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | quarta-feira, 21 de julho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
(Clique na imagem para ampliar)
Por Notícias de Resende | terça-feira, 20 de julho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
Exposição da autoria de Herman Mertens, patente no Museu Municipal, desde 23 de Julho (com inauguração marcada para as 18h00) até ao dia 19 de Setembro.

"Preparando esta exposição em Resende, Herman Mertens visitou a terra e lugares vizinhos, demorou-se nas redondezas, conheceu pessoas que ali moram, fez amigos. Encantou-se com a paisagem e com os vestígios do passado, que gosta de fotografar para sentir o mundo ao seu redor e compreender o tempo presente ou o que lhe parece estranho. Ficou maravilhado com as pessoas que conheceu e fotografou, nos locais onde habitam e trabalham, rodeados pelos seus objectos quotidianos, memórias e sonhos. Para Herman, “fotografar é mais do que carregar no botão. É entrar na imagem que vê. Sentir um momento da vida dos outros”.


O elemento humano é essencial em muitas das suas fotos: difuso e secundarizado, tratando-se de gente anónima, desconhecidos; mas dominante a transbordando personalidade quando fotografa pessoas conhecidas e amigos. Como se as ligações entre as pessoas fossem a luz mais necessária a essas imagens felizes. Por terras de Resende e em volta, Herman Mertens vivenciou a pacífica e verdadeira alegria da gente simples e amável que tão bem o recebeu. As fotografias desta exposição, justamente intitulada “Alegrias”, envolvem o observador nos sentimentos e cumplicidades que lhes deram origem a fixaram no tempo como um agradecimento e uma mensagem de esperança num mundo melhor".
Sérgio Reis


Herman Mertens

Nasceu na Bélgica, perto de Antuérpia, em 1950. Vive em Portugal desde 2000.

Estudou publicidade e decoração de interiores, montras e exposições. Durante mais de 25 anos, trabalhou em artigos decorativos, têxtil e móveis.

Participou no curso de Fotografia Aplicada e Fotografia de Grande Formato na Escola Superior de Tecnologia de Tomar e no Estúdio Carlos Relvas, na Golegã. Trabalha actualmente na área da publicidade, que combina com a sua primeira paixão – a fotografia.

Data    2010-07-23
Local   Museu Municipal de Resende
Até      2010-09-19

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O Distrito de Viseu é uma região fortemente marcada pela actividade agrícola e sílvicola. De facto, são vários os territórios que podemos encontrar com singularidades diversas e com produtos específicos e de excelência que vão desde o vinho à cereja, da floresta à castanha ou à maçã. Porém, a agricultura é, para muitos agricultores uma actividade de subsistência e representando para alguns concelhos uma grande percentagem da sua actividade económica. Daí que necessite de toda a atenção do Estado de forma a poder aproveitar todos os recursos que lhe possam ser facultados para garantir alguma sustentabilidade.

As dificuldades de circulação em muitas zonas agro-florestais, que dificultam a actividade dos agricultores e que aumentam os custos das suas produções, são, por todos, bem conhecidas. Daí que o PRODER tenha aberto um programa de candidaturas que visa, precisamente, poder dar resposta à execução de “caminhos agrícolas”.
Pudemos constatar nas nossas visitas e contactos com agricultores e entidades, que temos vindo a desenvolver no Distrito, que está criada uma grande expectativa relativamente a esses caminhos.

Daí que os deputados do PS tenham entendido, como oportuno questionar o Ministro da Agricultura, através de uma pergunta entregue na Assembleia da República, sobre esta problemática.

Todos bem conhecemos as dificuldades em que nos encontramos e sabemos dos constrangimentos financeiros em que vivemos. Portanto, nada melhor do que o Ministério da Agricultura esclarecer de uma forma concreta e objectiva sobre os seus objectivos de curto e médio prazo nesta matéria.

Faz, pois, todo o sentido que, em vez de se prometer tudo a todos, como faz a oposição, se diga aquilo que é possível fazer e em que timings.

Estar na política é falar a linguagem da verdade aos portugueses.

Acácio Pinto
Deputado PS
2010-07-19
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
A Companhia Filandorra - Teatro do Nordeste, apresenta a peça "Esganarelo - O Cornudo Imaginário" de Moliére, no dia 21 de Julho, quarta-feira, às 21h30, em S. Martinho de Mouros.

Com encenação e espaço cénico de David Carvalho.

Trata-se de uma divertida comédia da autoria de Moliére que aborda a temática da infidelidade no contexto social francês da época deste escritor, no qual se ridiculariza, sem piedade, a vítima e se deixa absolutamente ileso o culpado.

A não perder!

in Facebook - Município de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
Caldas de Aregos recebeu, no passado fim-de-semana, dias 17 e 18 de Julho, pelo terceiro ano consecutivo, o Campeonato Nacional de Motonáutica e pela primeira vez o Campeonato do Mundo de Fórmula4.

Esta foi a quinta jornada do Campeonato Nacional de Motonáutica, nas classes PR 750 e T 850, e a segunda jornada do Campeonato do Mundo de Fórmula 4 que resultou de uma organização conjunta da TUR Arêgos, E.M., S.A, do Município de Resende e da Federação Portuguesa de Motonáutica.

Atletas nacionais e internacionais chegaram a Caldas de Aregos e iniciaram no sábado (dia 17) sessões de treinos livres e cronometrados, sendo que no domingo (dia 18) os pilotos voltaram a agitar as águas com as provas a serem concretizadas em duas mangas para cada classe.

Os muitos espectadores que se deslocaram às margens do rio Douro assistiram a uma competição renhida entre os vários atletas com muita velocidade à mistura. Paulo Raposo que no ano passado terminou o Campeonato do Mundo de Fórmula 4 em oitavo lugar da geral, este ano sai das águas do rio Douro, na segunda jornada, em primeiro lugar. O actual campeão do Mundo, o Britânico Scott Curtis, alcançou o segundo lugar depois de na jornada inaugural apenas ter alcançado a quarta posição. Já, o também britânico, Mark Williams, arrecadou a terceira posição na tabela classificativa depois de na primeira jornada ter ficado em primeiro lugar.

No Campeonato Nacional de Motonáutica na classe T850 (monocasco) Tiago Évora foi o mais rápido a concluir as voltas do circuito, sendo que António Gonzaga Ribeiro terminou na segunda posição. Sebastião Rodrigues terminou em terceiro lugar na prova. Rui Oliveira arrecadou o quarto lugar posicionando-se à frente de André Silva, Paulo Almeida Gago, Nelson Silva e Pedro Viegas.

André Ramos Correia venceu na classe PR 750 (Semi-rígido) seguindo-se António Miguel Moutinho com menos 100 pontos. Andreia Sofia Pereira terminou, a quinta etapa, em terceiro lugar com vantagem sobre Inês Correia, Diogo Camara/ Luís Aguilar e Luís Carlos Guerra.

O Gabinete de Comunicação e Imagem
Resende, 20 de Julho de 2010
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
Apontado e desejado por muitos para suceder a José Junqueiro, o Eng. António Borges, presidente da Câmara de Resende, não será o próximo candidato à liderança da Federação Distrital de Viseu do PS, cujo congresso se realizará em Outubro. O candidato será João Azevedo, presidente da Câmara Municipal de Mangualde, o qual encabeçará uma lista única. António Borges coordenará a moção que João Azevedo apresentará aos congressistas.

Retirado do Diário de Viseu (link)


in PAUS-RESENDE
Por Notícias de Resende | segunda-feira, 19 de julho de 2010 | Publicado em , , | Com 0 comentários
O Auditório Municipal encheu por completo para assistir à 2.ª audição da Academia de Música de Resende, que decorreu no passado dia 12 de Julho.

Esta 2.ª audição contou com a participação dos 5 professores e de cerca de 60 alunos que interpretaram temas musicais bem conhecidos do grande público nas áreas instrumentais de violino, guitarra, saxofone, piano, órgão, baixo, bateria e acordeão.

A Academia de Música foi fundada em Setembro de 2008, no dia 30 de Junho de 2009 apresentou a sua primeira audição e desde então tem realizado vários concertos de música, onde os alunos têm demonstrado as suas capacidades musicais.

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | sexta-feira, 16 de julho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
O processo disciplinar instaurado ao atleta Paulo do G.D.Resende, após o célebre G.D.RESENDE x FERREIRA DE AVES partida do último terço do campeonato da 1ª divisão da A.F.Viseu - série Norte, já teve desfecho: 6 jogos para o jogador.

Depois do que se disse (falou-se em vários anos de castigo...) acaba por ser um mal menor, apesar do jogador jurar a sua inocência. Quem o conhece bem dentro de um grupo de trabalho, sabe que está a falar verdade, quando diz: "NÃO FIZ NADA..."

Não estive nesse jogo como treinador do G.D.Resende, pois tinha-me demitido uns jogos antes. No entanto sei que o Resende acabou o jogo com 8 jogadores (expulsões que ninguém entendeu), sofreu o único golo de grande penalidade e empatou a 1 golo já depois dos 90 minutos...

Quem apenas conhece o Paulo como adepto do Resende, adepto de Futebol, árbitro ou adversário, tira facilmente conclusões erradas. É verdade que se excede, por vezes, na forma como vive o jogo e isso tem-no prejudicado, sendo várias vezes expulso injustamente: o jogo de Vouzela é exemplo disso, quando a 2 metros do meu banco, após 1 falta e 1 amarelo, diz em tom baixo;"O Sr.Árbitro estava à espera que eu fizesse 1 falta" e sem mais vê vermelho directo, quando faltavam 45 minutos e o resultado estava em 2-2.

Dentro do campo, o verdadeiro Paulo, é um jogador de Futebol extraordinário, com uma leitura de jogo fantástica que lhe permite estar sempre no caminho da bola nas dobras que faz aos colegas. Exímio no posicionamento para as coberturas defensivas, capaz de jogar e manter a organização defensiva. Relembro que o G.D.Resende foi a 2ª equipa menos batida e jogou quase todas as partidas com 2 laterais com idade júnior.

Sendo um dos sub-capitães da equipa, no balneário foi 1 elemento fundamental, quer pelo contributo para a construção da excelente coesão de grupo que tínhamos, quer pela capacidade de liderança.

Parece-me que neste momento ainda não tomou uma decisão sobre a sua continuidade como jogador: há 2 anos que faz desgastantes e dispendiosas viagens entre Aveiro e Resende para poder treinar; terá também alguma saturação provocada por 21 épocas como atleta...

Na minha opinião o G.D.Resende e o Futebol Distrital precisam muito do Paulo.

Um dia que entenda deixar de jogar, dará 1 excelente treinador: conhece muito bem o Futebol do Distrito de Viseu, os clubes e os jogadores (foi o Paulo que indicou por exemplo o Nesco, outro grande jogador a todos os níveis); pelos mesmos motivos será também um director bastante competente...

in DESPORTO (Blogue - Prof. Rui Rebelo) 
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Ficou claro, ontem, durante o Debate do Estado da Nação que o Primeiro-Ministro continua com grande firmeza a puxar pelo país e a apresentar medidas para combater a crise internacional em que vivemos.

Do lado da oposição, nomeadamente do PSD, ao invés, o que vimos e ouvimos, ontem, no Plenário foi um deserto de ideias e uma completa falta de projectos concretos para Portugal.

Pensávamos que a nova liderança de Pedro Passos Coelho tinha um programa consistente e coerente de reforço do Estado Social, de defesa da Escola Pública, de robustecimento do Serviço Nacional de Saúde, de consolidação do sistema de Segurança Social.

Enganámo-nos. Aliás, começamos todos, neste momento, infelizmente, a ter algumas certezas, que são as de que deste PSD, de Pedro Passos Coelho, e dos parlamentares que veiculam as suas opiniões no Parlamento, não só não sai nenhuma nova ideia, nenhum novo impulso de modernização do país, como ainda se coliga, de uma forma politicamente irresponsável, com todos aqueles que querem combater o PS, o Primeiro-Ministro e dar guarida às corporações.

Deste PSD, e isso viu-se recentemente nas suas jornadas parlamentares, as ideias que são apresentadas aos portugueses pelos seus convidados, se é que poderemos considerá-las como ideias, são a redução dos vencimentos dos portugueses e a apresentação de uma moção de censura. Falam, veja-se bem, em cortes de 30% nos vencimentos. São um ataque desproporcionado, este sim, aos mais carenciados e àqueles que mais precisam de um Estado Forte.

Mas, do PSD tem vindo também um combate sem tréguas à Escola Pública e aos Cuidados Universais de Saúde e uma predilecção pela privatização da Segurança Social.

Ou seja, a resposta deste PSD é só uma: o neoliberalismo. Uma viragem à direita. Uma cedência cega aos interesses mais absurdos dos grupos de pressão, aos interesses dos lobby’s, a uma secundarização da dignidade dos sectores da sociedade que são mais vulneráveis: jovens, idosos e pessoas com deficiência e uma falta de responsabilidade política na defesa de Portugal.

Veja-se, aliás, o que fez o líder do PSD ainda recentemente em Espanha. Foi atacar o Governo do seu país a Madrid. Foi atacar a golden share da PT combatendo assim os interesses estratégicos de uma empresa de telecomunicações portuguesa. Como se a golden share não tivesse sido criada precisamente pelo PSD de Cavaco Silva e Durão Barroso. Como se entretanto já não tivessem estado no Governo o PSD em coligação
com o CDS e nada tivesse feito para retirar a golden share dos estatutos da PT. Neste caso até Marcelo Rebelo de Sousa, um PSD insuspeito, atacou este comportamento de Pedro Passos Coelho e disse que esta forma de fazer política não está na boa linha de actuação, desde sempre, do PPD/PSD.

Ou seja o PSD está numa deriva de ziguezague, num comportamento de esquizofrenia política e não se dá conta que o que é necessário em política é apresentar soluções, apresentar ideias, apresentar programas e projectos.

Pois bem, não devia ser esse o caminho do PSD, como partido do arco da governação. Mas é este, objectivamente, o caminho que está a seguir e assim o que está a fazer é a servir os pequenos interesses e a dar guarida a nichos de mercado.

Os portugueses têm memória e saberão na altura certa fazer as suas opções, entre quem governa com ideias e pragmatismo em tempo de dificuldade e quem não tem soluções para estes novos tempos.

Acácio Pinto
Deputado do PS
2010-07-15
Por Notícias de Resende | quinta-feira, 15 de julho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
A Espanha, tal como nós, vive uma crise sem precedentes: desemprego em níveis preocupantes, défice, ameaça das agências de rating, etc. Mas pelo menos são campeões da Europa e do Mundo de futebol, com a sua geração de ouro. O maior partido da oposição, o PP, apesar da festa pediu eleições antecipadas. Ou seja, há países geridos com sentido de Estado, com rigor e com competência; e há Portugal.

No futebol também tivemos uma “geração de ouro” de futebolistas, mas só conseguimos perder uma final em casa, e com um país que em tudo, inclusive no futebol, está (infelizmente para eles) pior que nós. Temos dirigentes da Federação que, com maus resultados, não se demitem. Mas podia ser outra instituição - são várias - em que os resultados são péssimos, a gestão é incompetente e ainda assim não se demitem, nem são demitidos. Mudar o Presidente da Federação Portuguesa de Futebol parece mais fácil na Coreia do que por aqui. O amor à camisola, o sentido patriótico, e o respeito pelo povo português fica bem expresso na diferença do melhor jogador de cada uma das selecções: o de Espanha é bom de bola, e com aspecto comum; o nosso parece melhor na passerelle do que no campo. Mas a falta de rigor e de esforço, e de amor à camisola não acontece só no futebol: basta lembrar os últimos Jogos Olímpicos e a vergonha da nossa participação, ilustrada na declaração de um atleta afirmando em plenos jogos que a manhã é para dormir e não para competir .

Na governação, impera a falta de rigor, de espírito patriótico, e de respeito pelo sacrifício dos contribuintes portugueses. Por exemplo, o Ministério das Obras Públicas é, na verdade, um verdadeiro ministério do "tacho". As empresas públicas anexadas a este ministério põem qualquer contribuinte mal disposto. Segundo o jornal i , a REFER tem 158 cargos de chefia. E estamos a falar de uma empresa que tem apenas 3500 trabalhadores... Não é preciso ser um génio da matemática para se perceber que há "chefes" a mais na REFER. A ANA não se fica atrás: 115 chefes para um total de 2600 trabalhadores.

E quanto ganha este enxame de "chefes"? A média é de 6300 euros, mas na ANA a conta chega aos 8200 euros por cada chefe. Estas contas, que já eram irritantes, tornam-se inaceitáveis quando ficamos a saber que a maioria destas pessoas são "assessores" das chefias efectivas, e que não têm pessoas para chefiar. São chefes sem chefiados, este exército de assessores/boys partidários. Tem um resultado: o total das dívidas destas empresas públicas é de 20 mil milhões de euros. Pior: não há limite para as transferências do Estado para estas empresas. Estes boys podem ganhar o que quiserem, podem gastar o que quiserem, que, depois, o contribuinte paga a factura.

O Tribunal de Contas (TC) concluiu que "são práticas generalizadas as acentuadas derrapagens financeiras" e que há, ao mesmo tempo, "significativos desvios de prazos" nos cinco projectos de obras públicas (ponte Rainha Santa Isabel, em Coimbra, ampliação do aeroporto Sá Carneiro, túnel do Rossio, túnel do Terreiro do Paço e Casa da Música) cobertos pela auditoria que levou a cabo no ano passado ao tema das "derrapagens em obras públicas". De acordo com o TC, os custos destes projectos situaram-se entre 25% e 295% acima dos valores contratualizados, sendo acompanhados por desvios de prazos que oscilaram entre 1,4 e 4,6 anos a mais do que o previsto para a conclusão das obras. Pobre estado da nação este.

Hélder Amaral
Deputado do CDS-PP
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Uma primeira nota sobre as lamentáveis declarações do Senhor Comandante da PSP acerca do Dr. Fernando Ruas, ainda bem que se retratou e que apresentou desculpas públicas, fica mal a qualquer cidadão, muito mais a alguém que deve zelar pelo ordem pública e ser um exemplo para todos.

Quanto à semana, ficou marcada pelas Jornadas Parlamentares do PSD e pelo debate do Estado da Nação, sessão que finaliza a Sessão Legislativa, embora os trabalhos se prolonguem até dia 22 de Julho.

De facto, o retrato do País não é famoso, começando pela situação de desemprego sem precedentes que se vive, são já 600.000 as portuguesas e os portugueses afectados por este flagelo.

Parafraseando o nosso Primeiro-ministro enquanto candidato há cinco anos e meio, “10,9% é bem a marca de uma governação falhada”, só que a cifra era mais de 3% mais baixa.

A maior intensidade deste flagelo nacional incide no Norte e no Algarve, os jovens são os mais afectados, cerca de 25%, bem como os licenciados que são uma das maiores fatias.

Se escalpelizarmos este número verificamos que é bem maior, a nossa emigração reapareceu, são 100.000 pessoas por ano que estão a procurar uma oportunidade fora do nosso País, porque este não lhes dá oportunidades.

Ainda há que somar a este número as dezenas de milhar de pessoas que estão a frequentar acções de formação.

Se parasse por aqui já seria suficiente, o crescimento do desemprego é em alguma medida resultado da crise que se vive mas, muito dele, é a marca de um Governo que falhou no desígnio de promover as reformas, modernizar o País e puxar pela economia.

Logo a seguir aos desempregados vêm as micro, pequenas e médias empresas que não tiveram uma politica económica virada para elas, não aprofundarei este tema pois já o abordei inúmeras vezes.

As insolvências dispararam, só no primeiro semestre contam-se por 1580,os centros urbanos definham, o desânimo grassa pelo País.

Apesar das linhas PME Investe, o facto é que pouco mais de 10% das empresas conseguem aceder a estas linhas de crédito, ficam de fora os mais pequenos, comerciantes, industriais, agricultores e profissionais liberais.

Mesmo no QREN, com algumas medidas que temos vindo a reclamar para ajudar a acelerar a execução dos projectos das empresas, estamos a falar de 4000 aprovados, pouco mais de 1% das nossas empresas beneficiam.

Para já não falar do Estado que ajuda a definhar a economia, diminuindo a liquidez das empresas quando não lhes paga a tempo e horas.

Esta é a realidade das dificuldades que os portugueses sentem, bem diferente do País das fantasias que retratou o Primeiro-ministro, com indicadores de decréscimo do desemprego, com diminuição da pobreza, com a consolidação orçamental a produzir resultados, a efectuar a consolidação das contas públicas.

Chega mesmo a dizer que a economia portuguesa foi das menos penalizadas com a crise, quem é que sente isso?

Enfim, mais um debate que denota bem o desfasamento entre o discurso do Governo e a realidade que todos sentimos no dia-a-dia.

Seria muito mais responsável assumir os erros e apontar novos rumos, dizer que iria corrigir caminhos, era importante que falasse verdade, até para mobilizar as Pessoas para as dificuldades e para a necessidade de arregaçarmos as mangas para darmos a volta à difícil situação.

O discurso do PM será incompreensível para a maioria dos portugueses, num dia o País está a recuperar, o desemprego a diminuir, a consolidação orçamental a ser feita, daqui a uns dias aparecerá a dizer o contrário com o mesmo optimismo obstinado.

Em suma, um PM que constrói as suas fantasias e se alimenta delas.

Portugal precisa mesmo de uma alternativa forte com projecto.

António Almeida Henriques
Vice-presidente de Grupo Parlamentar PSD
Viseu, 15 de Julho de 2010
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
A convite da Federação Portuguesa de Motonáutica, o piloto e actor Rui Martins será umas das figuras publicas que vai marcar presença em Caldas de Aregos no próximo fim-de-semana, dias 17 e 18 de Julho, no campeonato do Mundo de formula 4.

Gabinete de Comunicação/Relações Publicas de Objectivo24
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários

Descrição do Vídeo: A Câmara Municipal de Resende homenageou, no dia 2 de Julho de 2010, o professor José Dias Gabriel, com a Medalha de Honra do Município, pelos seus serviços prestados ao concelho no domínio da educação e da acção social.

José Dias Gabriel que além de professor também foi Presidente do Conselho Executivo da Escola Secundária D. Egas Moniz durante 22 anos, é natural de Resende e nasceu em 1949. Exerceu o cargo de Presidente do Conselho Executivo da referida escola de 1987 a 2009, sendo impulsionador da construção do actual estabelecimento de ensino, que abriu as portas em 13 de Outubro de 1987.

in Facebook - Município de Resende
Por Notícias de Resende | quarta-feira, 14 de julho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários

Dia 4 de Setembro, com destino ao Monte de Sta. Luzia - Viana do Castelo.

O passeio inclui: celebração da eucaristia, almoço, lanche e arraial minhoto.

As inscrições são gratuitas para seniores com 60 ou mais anos de idade e poderão ser efectuadas na Secção de Atendimento ao Munícipe da Câmara Municipal, na delegação da Câmara Municipal em S. Martinho de Mouros ou na Junta de Freguesia da área de residência, até ao dia 25 de Agosto de 2010.

Data     2010-09-04
Local    Viana do Castelo

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Caldas de Aregos, em Resende, recebe no próximo fim-de-semana, dias 17 e 18 de Julho, a quinta jornada do Campeonato Nacional de Motonáutica, nas classes PR 750 e T 850, e a segunda jornada do Campeonato do Mundo de Fórmula 4.

Junto às águas do rio Douro os visitantes e amantes desta modalidade desportiva poderão, no dia 17 de Julho, a partir das 15horas, assistir aos treinos livres e cronometrados de F4 (Catamarans). Às 18h30, junto à bela paisagem da marina de Caldas de Aregos, decorrem os treinos das classes PR 750 (Semi-rígido) e T850 (Monocasco).

No dia 18 de Julho, às 10horas os pilotos voltam a agitar as águas com os treinos livres de F4. Às 12 horas têm lugar as provas de PR 750 e T850, a serem concretizadas em duas mangas para cada classe.

No mesmo, dia às 15horas, tem lugar o Campeonato do Mundo de Fórmula 4. Esta é uma prova de cariz internacional e conta com a presença de 15 pilotos. Pedro Fortuna, Luís Miguel Ribeiro, Paulo Raposo, João Garcia, Luís Vila Verde, Rui Pinhão e Eduardo Miranda são alguns dos nomes lusos que engrossam a lista dos inscritos na prova em defesa das cores nacionais.

Na primeira jornada da F4, que se realizou em Epinay (França), Pedro Ribeiro obteve o segundo lugar, o que dá ao piloto internacional aspirações para tentar repetir o feito de 2003, ano em que se sagrou Campeão do Mundo.

O evento que é uma organização conjunta da TUR Arêgos, E.M., S.A, Município de Resende e Federação Portuguesa de Motonáutica promete agitar as águas do rio Douro com um grande espectáculo de alta velocidade.

O Gabinete de Comunicação e Imagem
Resende, 13 de Julho de 2010
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários

No Domingo, dia 25 de Julho, junto à Capela de S. Cristóvão.

Programa

  • Dia 24 de Julho

22h00 - Actuação do Grupo "Arco do Bojo"


  • Dia 25 de Julho

09h30 - Início do Concurso Pecuário de Bovinos de Raça Arouquesa
12h00 - Entrega de prémios relativos ao incentivo da criação de Bovinos de Raça Arouquesa do concelho de Resende
13h30 - Entrega de prémios relativos ao concurso pecuário de Bovinos de Raça Arouquesa

Data      2010-07-24
Local     Junto à Capela de S. Cristóvão
Até        2010-07-25

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | terça-feira, 13 de julho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
Necessitado de férias, Pedro Passos Coelho (PPC), fez uma recente incursão na Meseta Castelhana, mais concretamente, em Madrid, incumprindo, desde logo, com aquele “patriótico” apelo presidencial de faça férias cá dentro.

E vai daí, ante os seus neoliberais “hermanos” do PP, em obediência aos seus “political trainers”, ei-lo, na capital do Reino de Espanha, acocorado, a fazer uma solene declaração aos media.

E o que disse? Que estava contra a utilização pelo Governo do seu país da Golden Share na PT, ou seja, que estava, objectivamente, contra os interesses de Portugal.

Numa altura em que o Governo o que fez foi defender os interessas nacionais do ataque que a Telefónica está a fazer à participação da PT na Vivo, para assim alargar a sua influência Brasil, em detrimento da empresa portuguesa, temos PPC em Madrid a “amanteigar os espanhóis” (expressão de Marcelo Rebelo Sousa, também crítico), condenando as opções legítimas do Governo português.

E já agora, importa, por justiça para com a história dizer o seguinte:

1. A actual Golden Share foi colocada nos estatutos da PT por um Governo do PSD, em que era Primeiro-Ministro Cavaco Silva (e Durão Barroso era Ministro dos Negócios Estrangeiros).

2. Se o PSD não concordava com a dita o que tinha a fazer era acabar com ela quando foi Governo entre 2002 e 2005, sendo que Durão Barroso foi Primeiro-Ministro de um desses Governos.

3. Os investidores da PT, todos, sabem da existência da Golden Share. Ou não conhecem os estatutos?

Se já conhecíamos toda a deriva neoliberal da direita e do ataque que tem vindo a fazer ao Estado Social (saúde, educação, segurança social) ficamos agora também a saber que PPC entre a defesa dos interesses nacionais num sector estratégico como é o das telecomunicações, opta por defender uma posição favorável aos interesses de uma empresa do mesmo sector de um país estrangeiro.

Mais cedo ou mais tarde as máscaras caem, como se vê, e os portugueses têm a oportunidade de conhecer a verdadeira essência destes políticos que fazem gala a dizer que nunca passaram pelo Governo… Antes tivessem passado! Talvez pensassem mais pela sua cabeça!

Acácio Pinto
Deputado PS
2010-07-12
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O Município de Resende e a Federação Portuguesa de Motonáutica, sob a égide da U.I.M. – União Internacional de Motonáutica, organizam nos dias 17 e 18 de Julho, a segunda jornada do Campeonato do Mundo de Fórmula 4.

Depois da passagem por Epinay (França) é agora a vez de Caldas de Aregos receber esta importante prova de cariz internacional, que irá contar com a presença de cerca de 15 pilotos, emrepresentação da Alemanha, França, Reino Unido, Hungria e Portugal.


Depois de, na época passada, não ter podido alinhar nas duas etapas lusas, devido a problemasmecânicos, o britânico Mark Williams regressa desta vez ao nosso País em vantagem na tabela classificativa, após a vitória alcançada na jornada inaugural, onde o actual Campeão do Mundo, o também britânico, Scott Curtis, não foi além da quarta posição.

Já o português Pedro Fortuna, Campeão da Europa em 2001, parece finalmente ter resolvido as sucessivas avarias que o vinham afectando há três temporadas e chega a Caldas de Arêgos na vice-liderança do Mundial. O brilhante segundo lugar obtido na corrida francesa trouxe ao piloto internacional aspirações renovadas para tentar repetir o feito de 2003, ano em que se sagrou Campeão do Mundo.

Na defesa das cores nacionais, ao piloto da Fortuna Racing Team, alia-se o também experiente Luis Miguel Ribeiro que, não obstante os problemas mecânicos com que se tem deparado, vai certamente tentar contrariar a falta de sorte e lutar pelos lugares cimeiros, a exemplo de 2008, quando concluiu o Mundial na terceira posição.

Paulo Raposo, que o ano passado arrecadou o terceiro lugar do pódio numa das duas jornadas realizadas em Portugal, culminando com o oitavo lugar da geral, entra nas águas do Rio Douro apostado, também, em não dar tréguas aos melhores do mundo, numa altura em que se aguarda ainda pela confirmação em prova de Diogo Gonzaga Ribeiro.

Certa está a participação da francesa Marie-Line Hericher, que tem sido a única presença feminina nas competições, em Portugal, mas que este ano irá ter a companhia da alemã Simone Bianca e da estreante em eventos internacionais, a portuguesa Andreia Matos.

A engrossar a lista de inscritos marcam ainda presença os britânicos, Brian Shulver e Brian Block, o húngaro Richard Bodrogvolgyi e os lusos João Garcia, Luis Vila Verde, Rui Pinhão e Eduardo Miranda, enquanto afastado da competição continua o caldense João Marques, a recuperar de problemas de saúde.


Com início marcado para Sábado (17), o dia está reservado a uma sessão de treinos livres e duas de cronometrados, uma delas destinada aos seis mais rápidos, que irá apurar as posições da grelha de partida para a corrida que terá lugar no Domingo (18) às 15h15m.


Incluído no programa deste evento, que conta com o apoio da Tur Arêgos, poderá assistir-se, ainda, à quinta jornada do Campeonato Nacional de Motonáutica, nas classes PR 750 (semirigidos) e T 850 (monocascos), conforme horário que segue:


Programa-Horário
Sábado – 17 Julho
08:30 / 12:30          Documentação, Inscrições e Verificações Técnicas WC F4
14:00                     Reunião de Pilotos WC F4
14:00 / 16:00          Documentação / Inscrições e Verif. Técnicas PR 750 e T 850
15:00 / 16:00          Treinos Livres WC F4
16:00                      Reunião de Pilotos PR 750 e T 850
17:00 / 17:45          Treinos Cronometrados WC F4
18:05                     Treinos cronometrados WC F4 (Top 6)
18:30 / 19:30          Treinos Livres e Cronometrados PR 750 e T 850


Domingo – 18 Julho
09:00                     Reunião de Pilotos WC F4
10:00 / 11:00          Treinos Livres WC F4
12:00                      1ª. Manga PR 750 (10 voltas)
12:30                      1ª. Manga T 850 (15 voltas)
13:30                      2ª. Manga PR 750 (10 voltas)
14:00                      2ª. Manga T 850 (15 voltas)
15:00                      Volta de Apresentação WC F4
15:15                      Corrida WC F4 (31 voltas = 51,708 km)
16:30                      Cerimónia de entrega de Prémios:
                              Campeonato do Mundo e Campeonato Nacional




INFORMAÇÃO ADICIONAL

F4
Tipo: Catamaran
Comprimento Mínimo: 3,90 mts
Peso (incluindo Piloto): 330 Kg
Motor: 850 cc., com 70 Hp
Velocidade: 170 Km/h


Classificação Final 2009
Campeonato do Mundo F4



Classificação 2010
1.ª jornada – Epinay (França)


















Calendário de Provas 2010
Campeonato do Mundo F4

França         Epinay                                        05-06 Junho (já realizada)
Portugal     Caldas de Aregos / Resende      17-18 Julho
Portugal     Barca D’Alva / F. C. Rodrigo      24-25 Julho


Federação Portuguesa de Motonáutica
05/07/2009
Por Notícias de Resende | segunda-feira, 12 de julho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
No dia 8 de Julho, no auditório do Museu Municipal, realizou-se a última reunião interconcelhia da Bibliotecas Escolares das áreas do Douro Sul/Beira Douro.

Durante o encontro foram apresentados os posters concelhios com actividades desenvolvidas através das parcerias Bibliotecas Públicas/Escolares.

Os posters, que foram realizados pelos Professores Bibliotecários e respectivos Serviços de Apoio às Bibliotecas Escolares (SABE), vão estar expostos nas instalações da Direcção Regional de Educação do Norte (DREN), durante o mês de Agosto.

Do programa constou ainda uma palestra proferida pelo Comissário do Plano Nacional de Leitura, Fernando Pinto do Amaral, subordinado ao tema “Ler em Rede”.

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Realizou-se, no passado dia 4 de Julho, o 5.º passeio sénior organizado por esta autarquia. Estes eventos pretendem desenvolver os seguintes objectivos junto dos fontourenses: i) Melhorar a qualidade de vida e o bem-estar da população de idade igual ou superior a 60 anos; ii) Incentivar a participação dos “seniores” à prática de turismo; e iii) Estimular a interacção social, enquanto factor de combate à solidão e exclusão.

Participaram 127 fontourenses. A partida foi às 6h00 e 30m das Castanheiras, sendo o pequeno almoço tomado no Bom Jesus de Braga. O ponto alto foi o almoço oferecido aos seniores na Quinta Ruínas do Cerrado (Santo Tirso), o qual foi seguido de um bailarico. Seguidamente, a viagem prosseguiu rumo ao Santuário de São Bento das Pedras (Vizela) e Senhora da Penha, prosseguindo depois para a Nossa Senhora do Castelinho (Marco de Canavezes), onde teve lugar a merenda. A chegada a São João de Fontoura ocorreu às 22h00 e 30m.

O passeio integrou fontourenses de todas as idades, indo as mesmas desde os 86 até ao 2 anos. A autarquia está muito agradada pela forma como tudo decorreu.

in PAUS-RESENDE
Por Notícias de Resende | sexta-feira, 9 de julho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
A Ministra Helena André esteve, esta semana, no Distrito de Viseu para presidir à cerimónia de assinatura dos termos de aceitação das candidaturas aprovadas no âmbito do POPH, Eixo Prioritário 6 – cidadania, inclusão e desenvolvimento social.

Para o Distrito foram aprovadas candidaturas que representam um investimento global de cerca de 15 Milhões de Euros, entre a área da deficiência e dos idosos.

Estas candidaturas representam 534 novos lugares para pessoas, assim distribuídos: CAO – 120; Lar residencial – 125; Residência Autónoma – 41; SAD – 40; e Lar de idosos – 208.

Estes equipamentos irão permitir responder aos seguintes objectivos: combater a pobreza e a exclusão, aumentar a capacidade instalada em equipamentos sociais e promover a integração das pessoas com deficiências ou incapacidade.

Mas, para além de tudo isto e da dinamização da economia, estes equipamentos permitirão criar, no distrito, 222 postos de trabalho.

E que diz a tudo isto o PSD? A estes investimentos de proximidade para servirem as pessoas?

Será que pode ficar em silêncio?

Poder pode… mas não deve.

Acácio Pinto
Deputado do PS
2010-07-06
Por Notícias de Resende | quinta-feira, 8 de julho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
Com a habitual pompa e circunstância, o Governo anunciou em meados de 2008 o lançamento de um programa no âmbito das Estratégias de Eficiência Colectiva que denominou de Pólos de Competitividade e Tecnologia e Clusters.

Recordo-me de na altura assistir a uma grande sessão na Universidade de Aveiro, com a presença do Ministro da Economia e ter manifestado a estranheza de se estar a efectuar o lançamento de um concurso numa sessão em que intervieram cinco pessoas apresentando já alguns dos projectos futuros; considerei mesmo que não era justo para outras candidaturas que se viessem a posicionar.

Apesar de tudo, ajudei a mobilizar a sociedade e o tecido económico do Centro para nos associarmos duma forma integrada a esta estratégia, vendo nela a possibilidade de puxarmos por sectores estratégicos da nossa economia e de envolvermos instituições e empresas.

Como resultado das candidaturas o Governo reconheceu, por despacho conjunto de cinco Ministros, 11 Pólos de Competitividade e Tecnologia (Saúde, Moda, Tecnologia Agro-industrial, Tecnologia da Energia, Tecnologia das Indústrias de Base Florestal, Tecnologia Engineering & Tooling, Tecnologia das Indústrias de Refinação, Petroquímica e Química Industria, Tecnologia das Indústrias de Mobilidade, Tecnologias de Produção, Tecnologias de Informação, Comunicação e Electrónica e Tecnologias de Turismo) e 8 Clusters (Habitat Sustentável, Agro-Industrial do Centro, Pedra Natural, Empresas de Mobiliário de Portugal, Indústrias Criativas da Região Norte, Agro-industrial do Ribatejo, Vinhos da Região Demarcada do Douro e do Conhecimento e da Economia do Mar), em 15 de Julho, há cerca de um ano, depois de o concurso ter decorrido entre 1 de Setembro e 15 de Outubro de 2008
Estes programas tinham como principais objectivos a dinamização entre os diferentes actores, desenvolvimento de projectos de I&D e Inovação, criar projectos estruturantes e promover a competição internacional.

Um ano depois, o balanço parece-me muito pobre, pouco ou nada se tem falado destes projectos estruturantes, parece haver uma ausência de condução política, um quase vazio de acompanhamento, depois de ter sido encarado como a prioridade das prioridades pelo anterior Governo.

Pelo que tenho averiguado, há alguma degradação das condições inicialmente apresentadas, derivado da excessiva pulverização dos projectos aprovados, designadamente quanto às majorações que passaram de 10 para 5%.

Estamos a falar de um Governo PS que sucede a outro da mesma cor, será que a prioridade já não é a mesma?

Tanto quanto sei, apesar de goradas expectativas, estão alocados a estes programas aprovados importantes verbas do QREN.

Face às dúvidas deixo aqui a interrogação, depois de ter apresentado na Comissão de Economia a proposta de audições aos Presidentes dos Pólos e Clusters, para se obterem mais informações e saber como está a decorrer a execução e impactos na nossa economia.

Criou-se uma grande expectativa, espero que não seja como o Relatório Porter sobre os clusters da nossa economia.

António Almeida Henriques
Vice-Presidente GP PSD
Viseu, 09 de Julho de 2010
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O Ministro do Ensino Superior, ao discursar na Universidade do Porto, veio dizer que “ Precisamos de conseguir níveis de qualificação em toda a população activa portuguesa, qualquer que seja a sua idade, níveis de qualificação que sejam compatíveis com o desenvolvimento social e económico e com a produtividade que queremos ter no nosso País”; refere que espera que o “número de licenciados duplique em Portugal, passando de um milhão para dois milhões”.

Estas afirmações com as quais concordo em pleno não mereceriam da minha parte qualquer comentário, se não estivéssemos a falar de um Ministro que teve responsabilidades governativas durante onze anos, nos últimos catorze.

O que de bom e mau está feito deve-se, em larga medida, à sua acção pelo que devia assumir mais as suas responsabilidades.

Falar em termos absolutos de licenciados é redutor, dizer que é preciso duplicar o número quando verificamos que o desemprego já atinge mais de 600.000 pessoas e quase 25% têm curso superior, é curto.

Fundamental é que os licenciados o sejam em áreas que o mercado precise, para já não falar das necessárias competências que devem ter quando saem dos bancos da escola e à capacidade de voltarem a essa mesma Escola para adquirirem competências noutras áreas quando não encontram emprego.

É duro experimentar a frustração de acabar um curso e passar anos a fio a correr para o centro de emprego, não poder constituir família porque não se atingem rendimentos, prolongar a vida em casa dos Pais, não por falta de vontade de autonomização, mas antes porque a vida não proporcionou condições para tal.

Por outro lado, os pais efectuaram enormes sacrifícios pensando que a licenciatura permitiria aos seus filhos um melhor acesso ao mercado, com maiores remunerações e vivem também a sua frustração e a dos filhos.

Esta frustração é alimentada diariamente, a sociedade e as diferentes políticas não têm estimulado o gosto pela apreensão de competências que permitam maior produtividade, conduzem-se as pessoas para cursos que não têm qualquer saída, o problema não pode ser só de discussão estatística, atrás de cada número há uma Pessoa, um Jovem que quer começar a sua vida profissional.

Este é o Governo que mais trabalha para a estatística nesta como noutras matérias, senão vejamos.

Quando foi criada a possibilidade da dupla certificação, aptidão profissional e equivalência curricular, foi-o para pessoas que tinham adquirido competências ao longo da vida, padeiros, pedreiros, pasteleiros, costureiras, diferentes profissões, a quem era dada a possibilidade de adquirirem conhecimentos complementares, efectuarem um exame e adquirirem a qualificação profissional e, ao mesmo tempo, a académica com a atribuição do 9º. Ano.

Aquilo que era uma excelente ideia está completamente desvirtuada, os Centros Novas Oportunidades nasceram como cogumelos, deixaram de transmitir competências e limitaram-se a criar a ilusão da atribuição de um grau de ensino, primeiro o 9º. Ano e, agora, também o 12º.Ano, as Pessoas que frequentam estes cursos não adquirem novas competências, logo não irão contribuir para o aumento de produtividade do País e, ao invés, ficam com a falsa ilusão de que poderão evoluir na sua actividade atingindo melhores remunerações.

Mais uma vez, só ilusão pura, este novo grau académico só vai contribuir para a estatística, esta massificação só veio desvirtuar o que era uma boa ideia, mais uma vez a preocupação não são as Pessoas, as suas novas qualificações e competências e o aumento da produtividade do País, mas sim a estatística.

Cerca de 25% do dinheiro aplicado do Programa Operacional Potencial Humano vai para acções de formação que não trarão ganhos de produtividade ao País.

Mais uma oportunidade perdida com prejuízo para todos.

António Almeida Henriques
Vice-presidente de Grupo Parlamentar PSD
Viseu, 08 de Julho de 2010
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
No dia 12 de Julho, pelas 21h30, no Auditório Municipal de Resende, vai decorrer a 2.ª Audição dos alunos da Academia de Música de Resende.

Os 60 alunos vão interpretar temas musicais bem conhecidos do grande público em audições individuais e colectivas (Orquestra).

Um espectáculo musical a não perder!

in Facebook - Município de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O Serviço Nacional de Saúde (SNS) continua com a sua crónica falta de dinheiro. É verdade que o seu objectivo não é o lucro, mas um serviço de qualidade e de proximidade, que trate os seus clientes com rapidez, se possível gerido com rigor, para que o esforço do contribuinte não lhe afecte a saúde - pelo menos a do “bolso”. A indústria farmacêutica resolveu cobrar 8% de juros aos hospitais. Ora, a indústria não é o banco dos hospitais, e tem todo o direito de reclamar o que é seu, mas é um precedente cujas consequências para o SNS seguramente não serão boas.

Os hospitais estão afundados em dívidas. Só aos laboratórios, no final de Maio, a dívida rondava os 850 milhões de euros, com um prazo de pagamento de 331 dias, bem longe dos 30 dias que determina a lei. Ou seja, o SNS continua a ser um “doente terminal”, com uma degradação cada vez maior na qualidade dos serviços prestados e do ambiente de trabalho dos seus profissionais, que na grande maioria dos casos são merecedores da nossa gratidão e admiração. Não havendo novidades no diagnóstico, não se percebe porque razão não se prescreve o remédio certo: gestão rigorosa, separação clara entre médicos do sector público e privado, avaliação com consequências, combate ao desperdício.

Ajudava muito no diagnóstico se a ERS (Entidade Reguladora da Saúde), como reguladora que é dos serviços prestados, pudesse fazer o que a lei determina: regular o serviço prestado aos consumidores do SNS. Ao perguntar à ERS qual a avaliação que fazia do SNS, tendo como base de partida as reclamações, e para meu espanto, percebi que das 700 reclamações mês e 2500 fiscalizações apenas constam hospitais privados. Das 50 mil reclamações dos hospitais públicos, apenas uma pequeníssima parte chega à ERS. Ora aí está mais uma originalidade da esquerda e do PS: como o SNS é maioritariamente público, para que serve uma entidade reguladora que, na prática, não regula nada, e não tem acesso à área mais sensível de informação a reclamação? Para obviamente fazer de conta. Tornar inútil uma boa instituição é tão grave como as obras que servem apenas para a caça ao voto e para o emprego da militância partidária, mas inúteis para o interesse geral. Essa é a prática do centrão.

Igualmente grave foi sujeitar o país a uma discussão sobre a eutanásia, como a expressão de compaixão por quem sofre e como sinal de respeito pela autonomia do doente terminal, sob o disfarce de “consentimento informado”. Para mim é inaceitável matar um doente, seja qual for a explicação. Importa fornecer-lhes tudo o que for possível, Cuidados Paliativos, cuidados prestados a doentes em situação de intenso sofrimento decorrente de doença incurável em fase avançada e rapidamente progressiva. Importa dar ao doente, tanto quanto possível, o melhor bem-estar e qualidade de vida até ao fim. São cuidados que incluem apoio à família, apoio psicológico, espiritual e emocional do doente, e tudo isto por profissionais formados para o efeito. Esta resposta deve ser dada pelo SNS, serviço que o nosso Hospital de Viseu não oferece. É uma prioridade. A criação desta valência daria ao nosso hospital a dimensão humana que ainda não tem.

O PS quis introduzir a Eutanásia através do consentimento informado (esclarecido e livre), que deve servir para melhorar a vida do doente, para manifestar o respeito pelo doente e a sua integridade corporal. Ou seja, por o doente a participar nas decisões sobre a manutenção da sua saúde, a sua protecção contra os tratamentos não desejados e a participação activa na definição dos serviços de saúde que lhe são prestados. Mas a que preço? Para além do respeito pelo doente, podem poupar-se tratamentos desnecessários… O consentimento informado não pode ser uma mera assinatura de formulários; deve ter mecanismos de comunicação eficazes entre o médico e o doente. Para além de constituir a relação mais desigual entre utente e prestador de serviço, é matéria complexa. Por isso, deve ser discutida com rigor e verdade.

Hélder Amaral
Deputado do CDS-PP
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
Carlos Marta, 53 anos, presidente da Câmara Municipal de Tondela, é um dos dois autarcas do distrito reformados desde o passado dia 1. Questionado pelo Diário de Viseu sobre as razões que o levaram a pedir a reforma, justificou dizendo que o motivo está relacionado com o tempo de serviço e acrescentou que não iria ter benefícios se continuasse mais tempo como trabalhador.

Ao pedir a reforma antecipada, Carlos Marta foi penalizado na quantia que irá receber, que deverá rondar os 2.006 euros, segundo dados da Caixa Geral de Aposentações. Essa penalização não preocupou o presidente, que avançou mesmo com o pedido de reforma antecipada.

Apesar de já estar aposentado, Carlos Marta vai continuar a exercer a sua função de presidente da Câmara, ficando a pensão suspensa até ao fim do mandato. Este é o último mandato de Marta à frente dos desígnios de Tondela, contudo, o autarca garante que isso não pesou na sua decisão.

E depois do mandato? "A partir daí posso fazer coisas completamente diferentes", disse, não descartando a hipótese de continuar na vida política.

Na mesma situação está o presidente da Câmara de Resende, também no último mandato e igualmente aposentado desde o dia 1. António Borges deverá receber cerca de 2.105 euros, mas só quando terminar o mandato, para o qual foi eleito nas últimas eleições autárquicas, em Outubro do ano passado.

No ano passado, 40 elementos de executivos camarários do país pediram a reforma, 18 dos quais presidentes de Câmaras.

Catarina Tomás Ferreira

in Diário de Viseu
Por Notícias de Resende | quarta-feira, 7 de julho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
Deixamos aqui um vídeo a todos os resendenses ou não para relembrar/ver como foi o IX Festival da Cereja.


Descrição do vídeo: O IX Festival da Cereja realizou-se nos dias 29 e 30 de Maio de 2010, em Resende. Contou com um desfile com cerca de mil crianças, actuação de sete grupos de música étnica e celta e muitas outras atracções com a cereja sempre como tema principal.

O concelho de Resende é um dos maiores produtores nacionais de cereja e desde 2002 o Festival da Cereja traduziu-se num grande sucesso. Desde então, todos os anos milhares de visitantes acorrem a Resende para participar no Festival.

in Facebook - Município de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
No âmbito do projecto “Resende, Terra de Dom Egas Moniz e Eça de Queirós”, o Museu Municipal promoveu, no dia 25 de Junho, uma visita guiada pelo concelho com um grupo de pessoas provenientes da cidade do Porto.

O grupo foi recebido por uma Técnica no Museu Municipal onde teve oportunidade de entrar em contacto directo com o espólio do concelho e degustar as tradicionais e deliciosas cavacas de Resende.

Após a visita ao Museu, embarcaram numa viagem por locais e terras de Resende que Eça de Queirós descreveu nos seus quatro romances: "A cidade e as Serras", "A Ilustre Casa de Ramires", "Os Maias" e o "Crime do Padre Amaro".

No dia 27 de Junho, o Museu Municipal recebeu ainda um grupo de 270 pessoas constituído por trabalhadores da CP e seus familiares.

Durante a visita, o grupo ficou a par da história local e dos sítios turísticos de maior interesse que o concelho oferece e entrou em contacto directo com o património arqueológico e etnográfico de Resende.

in Câmara Municipal de Resende