[ ]
Notícias de Última Hora
Acácio Pinto: «Sim, estamos a exportar, mas é, mais ouro das famílias!»
terça-feira, 28 de agosto de 2012 Publicado por Unknown

Acácio Pinto
Deputado do PS
É verdade. A balança comercial está a ser favorável a Portugal. Estamos a exportar mais do que aquilo que importamos. E este é um dado que os governantes e os seus “retransmissores” de serviço se encarregam de divulgar como sendo o “alfa e o ómega” para a salvação do nosso país. Porém, e infelizmente, as coisas não são assim tão líquidas.

Fui ver alguns dados e também a composição das exportações. E dei comigo surpreso! Então não é que o ouro é um dos materiais que Portugal aumentou significativamente a sua exportação? Sim o ouro!

Mas não é o ouro moeda, o ouro do Banco de Portugal, nem o ouro extraído dos coutos mineiros. É o ouro das famílias portuguesas. É o ouro usado, o ouro em segunda mão que está a ser comprado por uma bagatela, por todo o país, e a ser exportado, principalmente para a Bélgica. Quem não encontra uma loja de compra de ouro usado na primeira esquina?

E numa coisa os pregadores do aumento das exportações têm razão, de facto há aqui muito mérito do governo. Aliás, é este o fruto de um programa lançado há um ano que visa a venda de anéis, cordões, pulseiras e fios usados para fazer as delícias de uns quantos especuladores e para gerar o maior empobrecimento de sempre das famílias portuguesas. Este é o resultado do maior aumento de impostos de sempre, do corte nos rendimentos, afinal o fruto da austeridade absoluta como via da salvação coletiva e que leva milhares de portugueses, com os olhos molhados, a desfazerem-se de bens de inestimável valor sentimental.

Quanto à diminuição das importações, também já se percebe o porquê. Reduziu-se a economia a zero e, portanto, uma economia cujas empresas não funcionam não precisa de comprar nem matérias-primas nem maquinaria ao estrangeiro.

Triste sina, esta, a de milhares de portugueses, não de todos. Receitaram-lhes uma medicação que estão a tomar estoicamente há um ano, mas as análises e radiografias que regularmente são feitas, nos laboratórios do estado, nos internacionais ou nos privados, todas, convergem: Portugal está pior, está muito pior do que estava há um ano atrás, com exceção de uns quantos fariseus, cujos nomes e credos bem conhecemos, que se vão lambuzando em todos os potes.

Nota: Que triste figura, a de António Sala, a dar a cara por um anúncio de conteúdo miserável, de venda/compra de ouro!

Unknown

Obrigado pela sua sua visita..!

2 comentários para "Acácio Pinto: «Sim, estamos a exportar, mas é, mais ouro das famílias!»"

  1. Anónimo

    O sr. Deputado não deve ser português, com certeza. E mais grave é que é um Deputado que não sabe ler nem fazer contas, o que é mais grave. E não, sr. Deputado, não sou de partido nenhum. Sou apenas um emigrante bastante preocupado com a grave situação económica portuguesa que os políticos como o senhor colocaram e destruiram o meu Portugal.

    O sr. se soubesse ler saberia, se consultasse os dados do INE (não diga que não conhece este organismo oficial?) ficaria a saber que entre Janeiro e Julho deste ano, as exportações portuguesas de Bens subiram mais de 2193 milhões de euros e o ouro e demais metais preciosos, moedas, joias, etc. apenas subiram 212 milhões de euros. Nem 10% do aumento das exportações se deve ao tal ouro quanto mais dizer-se que Portugal apenas está a aumentar esse tipo de exportações. É grave um Deputado mentir com tantos dentes tem.

    As exportações portuguesas são uma da forças económicas motoras de Portugal e são elas que estão a aliviar o sofrimento económico dos portugueses, através do esforço de trabalhadores e gestores, e não graças a políticos como o sr. Deputado, que nada faz senão dizer mal do esforço dos portugueses. E não sr. Deputado. Esta capacidade exportadora portuguesa não começou nem se esgota durante a vigência deste mandato parlamentar e já vem detrás. Até mesmo o anterior líder socialista referiu vezes sem conta, a elevada capacidade exportadora dos trabalhadores e empresários portugueses. E com toda a razão, pois não é de agora que os portugueses estão a mostrar ao mundo o serem capazes de exportar e limitar os danos causados por políticos incompetentes e sofríveis como V. Excelência, que é uma vergonha num Representante político português. Tenha vergonha na cara como eu e muitos como eu, apartidários mas amantes de Portugal, temos dos nossos políticos a começar por exemplares analfabetos funcionais como V. Exa.

    Eu tenho vergonha de si, sr. Deputado. Muita vergonha, porque além de analfabeto funcional é mentiroso e nem sequer sabe consultar umas meras tabelas de dados, de organismos oficiais. Não brinque com o esforço dos portugueses, sr. Deputado. Tenha vergonha na cara. Não ponha o esforço dos portugueses e de Portugal à frente do seu tacho no Parlamento. Vá trabalhar também numa exportadora em vez de aproveitar-se de um tacho para nada fazer e tão pouco fazer de algo útil para Portugal e os portugueses.

    Tenha um bom dia, sr. Deputado da Nação.

  2. Anónimo

    1) O preço do ouro subiu exponencialmente nos últimos tempos. Portanto, se exportarmos sempre a mesma quantidade, com o aumento do preço, o valor das exportações de ouro serão maiores.

    2)É importante observarmos os valores absolutos dessas exportações. Isto porque se num período exportarmos 1 grama de ouro e se no período seguinte passarmos a exportar 2 gramas, estamos perante um aumento de 100% embora as quantidades sejam irrisórias. Ora Portugal não tem, infelizmente, nenhuma mina de ouro. Assim sendo, as exportações não foram significativas. Então um pequeno aumento absoluto pode traduzir-se num grande aumento relativo.

Deixe um comentário

Regras de utilização aceitável do noticiasderesende.com

Não obstante as regras definidas e a diligência e zelo a que NOTÍCIAS DE RESENDE se propõe, não é possível um controlo exaustivo dos comentários dos utilizadores e, por isso, não é possível a NOTÍCIAS DE RESENDE garantir a correção, qualidade, integridade, precisão ou veracidade dos referidos comentários.

NOTÍCIAS DE RESENDE não é responsável pelo teor difamatório, ofensivo ou ilegal dos comentários. Todos os textos inseridos nas caixas de comentários disponibilizadas em www.noticiasderesende.com expressam unicamente os pontos de vista e opiniões dos seus respetivos autores.

Apesar da referida impossibilidade de exercer um controlo exaustivo, NOTÍCIAS DE RESENDE reserva-se o direito de bloquear e/ou de retirar das caixas de comentários quaisquer mensagens que contrariem as regras que defende para o bom funcionamento do site, designadamente as de caráter injurioso, difamatório, incitador à violência, desrespeitoso de símbolos nacionais, racista, terrorista, xenófobo e homofóbico.

Os comentadores são incentivados a respeitar o Código de Conduta do Utilizador e os Termos de Uso e Política de Privacidade que podem ser consultados neste endereço:
http://www.noticiasderesende.com/p/politica-de-privacidade.html