[ ]
Notícias de Última Hora
Por Notícias de Resende | sexta-feira, 28 de setembro de 2012 | Publicado em , | Com 0 comentários
Hélder Amaral
Deputado do CDS-PP
Pode um Governo voltar atrás em decisões importantes, e sair do recuo sem custos políticos ou contestação? Claro que não, dirão quase todos. Não posso estar mais em desacordo: o que seria grave era persistir num erro ou causar, por receio, recuo no barómetro da simpatia ou da crítica das “cigarras” da nação. Qualquer medida que não se consegue explicar é difícil de ser aceite. Qualquer medida que, de forma generalizada, ninguém quer, não se deve aplicar; só em regimes autoritários é que a vontade da sociedade civil não interessa para nada. De lamentar, por isso, não um possível erro de análise ou de comunicação, mas a falta de seriedade e realismo da vida politica portuguesa. Não há alternativa: o governo vai ter que tapar o buraco orçamental de 2013 envolvendo o sector privado no sacrifício. Parece ser essa a solução, mas que outra forma tem o governo para encontrar dois mil milhões que faltam depois da decisão do Tribunal Constitucional? Dizem muitos que a solução é péssima, porque não ataca a despesa. Nos cafés e nas redes sociais diz-se que se deve cortar nos salários dos políticos, nos carros, mordomias etc… Valia a pena pesquisar para perceber que o problema não se resolve por aí, mas não vou exercer qualquer defesa da classe. Dói, mas temos que aguentar; ainda esta semana fui obrigado a ouvir um cidadão que, ao passar por mim, dizia para o seu companheiro: “guarda a carteira!”. Apeteceu-me responder que nunca deixei de pagar os meus impostos, sempre vivi do meu salário, e que nunca roubei nada a ninguém; mas não adianta: estou na política por convicção, e isso faz-me resistir a quase tudo.

Onde podemos então cortar na despesa? Em quase lado nenhum, nem mesmo nas PPP, que parecem ser a solução para todos - mesmo dos que não sabem como e onde cortar. As estradas estão construídas, os contratos assinados, e pouco há a fazer. O que o governo está a fazer é cancelar o que ainda não está construído. O que está não devia, e não podia ser construído, pela simples razão que não havia dinheiro para pagar, e os estudos que basearam o investimento foram “martelados” para o justificar, porque o eleitorado sempre votou na razão direta da obra de fachada. É assim para a eleição do governo, e é assim para as autarquias locais. Algum eleitorado percebe agora que não há almoços grátis.

Resta cortar no que verdadeiramente conta, ou seja, nas funções sociais do Estado. É o Estado que tem obrigação de construir escolas, de construir e gerir hospitais, tribunais, esquadras de policia, etc., de pagar subsídios de desemprego ou outros. Pagar impostos não é ser solidário com os que mais precisam: é pagar ao Estado para nos oferecer os serviços que necessitamos. Por isso, é possível ter Estado sem o pagar? Não. Querem os cidadãos reduzir o Estado à dimensão do que produzimos? Claro que sim, mas só se for o do vizinho… O meu Tribunal não pode fechar, a minha escola também não. Se falarmos com os deputados do Partido Socialista de Viseu, dizem logo que sim, desde que não seja no nosso circulo eleitoral.

Acontece que todos os serviços que o Estado hoje presta só são possíveis porque nos emprestaram dinheiro, e, como sempre acontece, esse dinheiro vem com uma fatura pesada, difícil, que teremos que pagar. Se possível, e é desejável, devemos ainda corrigir erros do passado. O caminho percorrido até aqui tem sido difícil, mas tem sido feito. Isso mesmo é reconhecido por aqueles que nos emprestaram o dinheiro, e que, ao contrário do que muitos dos arautos da desgraça interna anunciam, confiam cada vez mais na capacidade dos portugueses. A 5ª missão de avaliação de Portugal por equipas da Comissão Europeia (CE), do Banco Central Europeu (BCE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI), afirmou que o programa continua no bom caminho, em termos gerais. Em 2012, apesar dos ventos contrários vindos de fora, o crescimento real do PIB corresponde às estimativas, o desempenho das exportações é melhor do que o previsto, e a rápida redução do défice externo contribui para reduzir as limitações ao financiamento externo.

Contudo, o aumento do desemprego é superior às espectativas. Neste contexto, as opções políticas têm de conseguir um equilíbrio entre progredir no ajustamento orçamental necessário e evitar a pressão excessiva sobre a economia. Continua a ser crucial a realização de progressos nas reformas estruturais. Será também importante manter um apoio político e social para o programa de ajustamento revisto. O crescimento continuará a ser fraco em 2013. Em 2012, prevê-se que a atividade económica sofra um decréscimo de 3%, e estima-se agora que o crescimento do PIB passe a ser positivo apenas no segundo trimestre do próximo ano, o que resultará numa diminuição prevista do PIB de 1% para todo o ano. Mas a dimensão da tarefa que temos que cumprir resulta dos objetivos do défice que foram revistos em alta para 5% do PIB em 2012, e de 3% para 4,5% em 2013. O objetivo do défice para 2014, de 2,5% do PIB, mantém-se abaixo do limiar de 3% estabelecido pelo Pacto de Estabilidade e Crescimento.

Esta é, em resumo, uma parte da verdade que alguns preferem ignorar. Vencer a crise depende, em grande medida, de nós. Precisamos de confiar mais nas nossas capacidades, pelo menos na mesma medida da confiança que os nossos credores depositam nos Portugueses.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O fim de semana de 21, 22 e 23 de setembro levou milhares de pessoas até ao Parque Urbano de Castro Daire, palco escolhido para a Festa das Colheitas do Concelho.

Esta Festa das Colheitas do Concelho de Castro Daire teve a sua abertura na Sexta-feira ao final da tarde, com a comitiva dos convidados a visitar as barraquinhas de expositores onde se podia encontrar os diversos produtos agrícolas da região, e onde estavam demonstradas e recriadas algumas das tradições das colheitas no Concelho.

O Senhor Presidente da Câmara, Fernando Carneiro, acompanhado pelos senhores Vereadores, Presidentes de Junta, Membros da Assembleia Municipal e outros convidados puderam ainda degustar diversas iguarias da gastronomia castrense, também estas alusivas ao que os agricultores têm como tradição.

O dia de Sexta Feita ficou ainda marcado pela atuação do Famoso Cantor Augusto Canário, onde estiveram presentes milhares de pessoas, num estimativa a rondas as 4 mil, que encheram por completo o recinto de Festas, criando uma atmosfera de grande entusiasmo e alegria entre os presentes.

No sábado, dia 22 de setembro, o cartaz cultural foi preenchido por grupos de música tradicional portuguesa, assistindo-se ainda à recriação da Malha e a um majestoso desfile de vestidos de chita, onde marcaram presença dezenas de figurantes e modelos, todos eles castrenses.

Este desfile de moda, cultura e tradições recriou todo o ambiente vivido nas colheitas do Concelho, acompanhado por músicas e cantigas da altura que perpetuam no tempo e fazem parte do imaginário de todos.

No domingo o dia foi dedicado ao gado bovino arouquês e a resposta dos criadores foi a de uma presença massiva no Festa das Colheitas.

Durante a manha decorreu o Concurso Nacional de Bovinos de Raça Arouquesa, onde estiveram centenas de animais arouqueses de criadores de toda a região, sempre com um espírito de grande apego à raça bovina e de promoção da cultura que é inerente a esta raça de bovinos.

A tarde foi abrilhantada por um desfile de carros de vacas, todos eles carregados com os produtos das colheitas da região, sendo seguido pelos animais premiados do concurso da manha.

No desfile além dos muitos populares que se quiseram associar marcaram presença inúmeros cavaleiros, também eles da região, e alguns pastores, representando a pastorícia, também ela com muita história e tradição no concelho.

Nem a muita chuva que se abateu por Castro Daire, na hora do desfile pelas ruas da Vila, conseguiu afastar o público que se espalhou por diversos locais e ruas da Vila e no próprio Parque Urbano, rejubilando com esta manifestação de cultura e tradição das colheitas do antigamente no concelho.

No final do desfile procedeu-se à entrega dos prémios aos criadores que tiveram os seus animais premiados e a todos os participantes.

Nesta cerimónia protocolar o Senhor Presidente da ANCRA (Associação Nacional de criadores da Raça Arouquesa), Fernando Moreira deu os parabéns ao Município Castrense pela iniciativa e caracterizou o Concurso como “Um dos melhores concurso de gado Bovino Arouquês que já se fizeram na região”. O Presidente da ANCRA foi ainda muito elogioso para com o espaço, O Parque Urbano de Castro Daire, caracterizando-o como sendo “Um espaço de excelência e de grande utilidade para o Concelho e para a região, sendo o ideal para este tipo de iniciativas e outras do género”.

O Senhor Presidente da Câmara Municipal de Castro Daire, Fernando Carneiro, agradeceu a presença dos criadores no concurso, de todo o público presente vincando que “esta Festa das Colheitas é a Festa dos agricultores e das tradições do povo castrense, daí ser tão importante e tão bem recebida por todos.” O Autarca afirmou ainda que “aqui fica a prova que é possível rumar contra a crise e fazer eventos válidos que ajudem as populações. Incentivo as pessoas a substituírem a palavra CRISE, retirando-lhe o S para ficar CRIE: crie riqueza, crie ideias, crie soluções e criem projectos que nos levem a ter um futuro melhor para nós e para os vindouros”.

Esta Festa das Colheitas do Concelho de Castro Daire permitiu reviver tradições e divulgar a riqueza da cultura castrense, num ambiente de partilha, acolhimento e festa que deixou satisfeitos organização e participantes e que tornou este evento uma referência do panorama festivo do Concelho e da própria região.

Os muitos milhares de visitantes que passaram pelo recinto e que marcaram presença nas diversas iniciativas deste fim de semana de Festa das Colheitas são a prova da aceitação das pessoas a este tipo de iniciativas e da importância que deve ser dedicada às nossas tradições, como forma de perpetuarmos o nosso passado aos vindouros, sempre numa perspectiva de valorização dos nossos produtos endógenos e do que de melhor tem para oferecer.

Outro dos projetos pioneiros desta Festa das Colheitas foi o lançamento da CASTRO DAIRE TV, o novo canal de televisão da autarquia que foi inaugurado na abertura da Festa das Colheitas e que permitiu transmitir em direto o evento, possibilitando que desta forma o acompanhamento das diversas iniciativas por todos aqueles que em virtude de diversos fatores não puderam estar presentes fisicamente.

Numa época de crise e de alguma nostalgia das pessoas esta Festa das Colheitas representou para os castrenses uma lufada de ar fresco e um incentivo para que continuem a criar riqueza e para aproveitar as potencialidades turísticas, culturais, tradicionais e históricas que o Concelho tem.

Perante a grande adesão e recetividade que se sentiu na Festa das Colheitas 2012 a organização, a cargo da Câmara Municipal, promete criar novas e mais sinergias para que esta Festa das Colheitas continue a crescer, a envolver os castrense e a trazer ainda mais pessoas até ao Concelho.
Por Notícias de Resende | quinta-feira, 27 de setembro de 2012 | Publicado em , , | Com 2 comentários
A Assembleia Municipal de Lamego, em sessão ordinária que decorreu no dia 24 de setembro de 2012, no seu período de Antes da Ordem do Dia, dando continuidade às constantes preocupações que publicamente tem manifestado no que concerne à problemática do Hospital de Proximidade de Lamego, e concretamente quando ao seu modelo funcional, deliberou tomar a seguinte posição, face à entrevista do Dr. Carlos Vaz, presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), publicada em 7 de setembro no Jornal do Centro:

1. É mentira que se possam tratar doentes, nomeadamente os doentes cirúrgicos, mesmo em ambulatório, sem camas. Na cirurgia de ambulatório, como todos sabemos, há doentes que são operados e com alta prevista ao fim de 24 horas, mas que por pequenas complicações, necessitam ficar mais algumas horas. Não está prevista esta situação no novo hospital, por falta de camas.

2. É mentira que o Dr. Carlos Vaz se tenha encontrado até hoje 100% disponível para esclarecer a população sobre o modelo do novo hospital de proximidade de Lamego, pois foi convidado duas vezes para estar presente em Assembleias Municipais, uma das quais convocada para tratar especificamente do programa funcional do Hospital e não só não apareceu, como não enviou qualquer representante para prestar esclarecimentos, desrespeitando desta forma um Órgão de Poder Local e toda a população do Douro Sul.

3. É mentira que desde 2010 todos os doentes agudos de Lamego tenham ido para Vila Real. Todos sabemos que há doentes que recorrem ao serviço de Urgência e que ficam internados por doença aguda nos serviços de Medicina e Cirurgia de Lamego, assim como são também aqui tratados doentes agudos que são transferidos do Hospital de Vila Real por falta de camas lá.

4. É mentira que no Hospital de Lamego se tenha sempre feito só cirurgia programada. Apesar do Dr. Carlos Vaz ter metido os pés pelas mãos, porque diz primeiro que a urgência de Lamego por lei sempre foi básica e logo no mesmo parágrafo diz que foi cirúrgica até 2010 e que só a partir de aí é que passou a básica, o que mostra bem que o Dr. Carlos Vaz nem sabe o que se passa no Hospital de Lamego. Queremos dizer-lhe que na Unidade de Lamego, sempre se operaram doentes de urgência até pouco tempo depois de sermos integrados no Centro Hospitalar.

5. O Dr. Carlos Vaz diz que vai ser um hospital mais agilizado, em que o doente chega, faz a consulta e os exames e é-lhe marcada a intervenção para o outro dia. Contudo tira da Unidade de Lamego profissionais de saúde, essenciais para que isso aconteça e leva-os para trabalhar em Vila Real.

6. É mentira que o novo hospital ao vir a ter 14 especialidades na consulta externa vá ter 3 vezes mais que as que tem hoje, pois este hospital já teve 13 especialidades na consulta externa antes da integração e presentemente tem 12 e com número de médicos inferior ao passado.

7. Diz ainda que o ministério teve o cuidado de distribuir na região milhares de panfletos a explicar o que seria o novo hospital. Será que alguém viu algum exemplar deste panfleto? Ou será que por engano foram distribuídos em Barcelona?



Face ao exposto, a Assembleia Municipal de Lamego manifesta o seu repúdio, protesto e censura pela forma como o presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Trás-os-Montes e Alto Douro, Dr. Carlos Vaz, desqualifica e esvazia o Hospital de Lamego e discrimina repetidamente a qualidade do serviço de saúde hospitalar prestada às gentes de Lamego e de toda a região do Douro Sul comparativamente ao todo nacional.

O Presidente da Assembleia, 
Dr. José António Carrapatoso Oliveira 
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A necessidade de alcançar os objetivos inscritos na estratégia Europa 2020 para um “crescimento inteligente, sustentável e inclusivo” e a vontade de conciliar os interesses dos 27 países da União Europeia (UE) através da geração de consensos foram as duas mensagens mais importantes transmitidas à delegação da cidade de Lamego que visitou a Comissão Europeia, de 20 a 22 de setembro. Liderada por António Carreira, vice-presidente da Câmara Municipal de Lamego, e por Margarida Duarte, vereadora do Juventude e Desporto, a comitiva constituída por 25 pessoas participou em diversas sessões de informação que abordaram algumas problemáticas atuais da UE: a arquitetura institucional e o processo de decisão política no seio da Comissão Europeia, os fundos estruturais e a política de coesão, a política de cultura e de educação e o programa Juventude em Movimento.

A visita a Bruxelas ocorreu numa altura crucial para o futuro da União que agrega 500 milhões de cidadãos. Num momento em que continua a estar em “crise social, mas igualmente em crise política e de confiança”, conforme alertou Durão Barroso, no início do mês, durante o seu discurso sobre o “Estado da União”, os europeus começam agora a debater a criação de um Pacto Decisivo que combine a necessidade de manter as economias de mercado social e, por outro lado, a necessidade de as reformar.

Esta estratégia visa obter a dimensão e a eficiência adequadas para que continue a ser um interveniente relevante na cena mundial, conforme foi explicado pelos eurodeputados José Manuel Fernandes e Correia de Campos durante a receção no Parlamento Europeu que tiveram o cuidado de conceder à comitiva de Lamego no primeiro dia da visita. Ambos destacaram a vontade dos países mais fortes de manterem a Europa unida e dos países mais vulneráveis de procederem a reformas com o objetivo de corrigir os problemas estruturais que impedem o seu desenvolvimento. Sobre esta matéria, recorde-se que Durão Barroso defendeu recentemente o aprofundamento da integração europeia, enfatizando a necessidade de evoluir no sentido de uma “federação de Estados-nações”.

A viagem a Bruxelas, a convite da Comissão Europeia, foi organizada pelo Centro de Informação Europe Direct de Lamego, permitindo a todos os presentes aprofundarem o seu conhecimento sobre a estrutura e o funcionamento da Comissão, através de uma participação ativa e empenhada. António Carreira acredita que esta visita de trabalho ajudou a difundir as vantagens do processo de construção europeia e a garantir a disponibilidade da comunicação social, das escolas e de outras instituições de, por sua vez, divulgarem esta informação na região. O vice-presidente da autarquia também considera benéfico para o futuro do Município de Lamego a informação recolhida sobre as linhas mestras do novo quadro financeiro de fundos comunitários disponíveis para Portugal entre 2014-2020.

O Centro de Informação Europe Direct tem o Município de Lamego como estrutura de acolhimento e é o único a funcionar no distrito de Viseu. Organismo oficial de informação europeia, pertence à segunda geração da rede de centros de informação à escala europeia e é um dos 15 centros deste género a operar a nível nacional. Margarida Marques, anterior chefe da Representação da Comissão Europeia em Portugal e oradora de uma sessão de informação que a delegação de Lamego teve a oportunidade de ouvir, sublinhou que a criação, em 2009, do Centro Europe Direct de Lamego superou as expetativas iniciais e, como tal, a aprovação da sua candidatura foi uma “aposta certa”.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A Federação Portuguesa de Motonáutica, a Câmara Municipal de Baião e o Clube Náutico de Ribadouro organizam nos dias 29 e 30 de Setembro rego Grande Prémio de Baião, que inclui uma acção da Fórmula Futuro e a última jornada do Campeonato Nacional dos T 850 (monocascos) e F4 (catamarans) que irá ditar os Campeões Nacionais de 2012.

Após um interregno de uma década este evento assinala, também, o regresso da modalidade à zona da Pala, uma Região marcada por fortes tradições na modalidade que já foi palco de importantes competições.

F4

Com três vitórias consecutivas e uma vantagem de 402 pontos a separar Pedro Fortuna, do ainda Campeão Nacional Luis Miguel Ribeiro, o piloto da Cimpor/Vaganáutica chega às águas do Rio Douro pronto para festejar a conquista do Titulo, numa jornada em que inclusive irá ter a tarefa mais facilitada dada a ausência de Luis Miguel Ribeiro neste G.P., que se encontra na China, numa etapa do Campeonato do Mundo de Fórmula 1, como Comissário permanente da U.I.M. – União Internacional de Motonáutica.

E se Pedro Fortuna foi hábil para se sagrar Campeão Nacional com uma superioridade mínima de apenas 2 pontos do piloto da Conforlimpa, a mesma segurança não pode ter para já Luis Vila Verde, que apesar de ocupar a terceira posição da geral, com 1182 pontos, poderá ainda ser surpreendido pelos jovens Diogo Gonzaga Ribeiro ou Paulo Raposo, a 93 e 234 pontos de diferença, respectivamente, prevendo-se desta feita uma luta renhida até ao final pelo ultimo lugar do pódio.

Na lista de inscritos saliente-se, também, a participação de Eduardo Miranda, Arnaldo Magalhães
e Vitorio Araújo.

Classificação CN F4 (após 6 jornadas): 1.º Pedro Fortuna (Cimpor/Eni/Vaganautica) – 2027 pts; 2.º Luis
Miguel Ribeiro (Conforlimpa) – 1625 pts; 3.º Luis Vila Verde (Aki D’el Mar – Comércio de Marisco) – 1182 pts; 4.º Diogo Gonzaga Ribeiro (António Gonzaga Ribeiro/Remax) – 1089 pts; 5.º Paulo Raposo (Scuderia de Magos) – 948 pts; 6.º Eduardo Miranda (FPM) – 571 pts; 7.º Vitorio Araújo (FPM) – 430 pts; 8.º Arnaldo Magalhães (Fernanpeças/Valvoline) – 195 pts; 9.º João Garcia (Fernanpeças/Valvoline) – 95 pts; Andreia Matos – 0 pts

T 850

E se na F4 já não pode haver surpresas quanto ao novo Campeão Nacional, o mesmo não pode dizer-se dos T 850 em que, caso o Bi-Campeão Nacional Tiago Évora não pontue e Luis Correia vença poderá haver uma reviravolta na liderança com o algarvio a poder ainda aspirar pela conquista do ceptro.

Quem promete intrometer-se neste duelo é Luis Carlos Guerra, que ocupa a terceira posição com menos 94 pontos que o segundo classificado.
Para aumentar a competitividade nesta classe é esperada a presença de Andreia Pereira, Sebastião Rodrigues, Paulo Pereira, António Couto, António Coelho, André Silva e Diogo Câmara..
Classificação CN T850 (após 5 jornadas): 1.º Tiago Évora (Number One) – 1700 pts; 2.º Luis Correia – 1369 pts; 3.º Luis Carlos Guerra (Município Figueira Castelo Rodrigo) – 1275 pts; 4.º Andreia Pereira (Fernanpeças) – 719 pts; 5.º António Gonzaga Ribeiro (António Gonzaga Ribeiro/Remax) – 560 pts; 6.º Sebastião Rodrigues (Paz Rafael Arquitectos/Monte Coelha) – 391 pts; 7.º Paulo André Pereira – 293 pts; 8.º Vitorio Araújo – 169 pts; 9.º André Correia (Correia Racing Team) – 127 pts; 10.º Inês Correia (Correia Racing Team) – 95 pts; 11.º António Coelho – 53 pts; André Silva (Junta Freguesia Ferragudo/Café Beira- Mar 7 Gelataria) – 0 pts; Diogo Câmara – 0 pts; Eduardo Miranda – 0 pts
Fórmula Futuro
Do programa deste Grande Prémio faz também parte uma Acção de Formação da Fórmula Futuro, agendada para sábado (dia 29) destinada a jovens do Concelho, dos 8 aos 16 anos, divididos pelas cinco classes que compõem esta categoria, em função da idade, sendo que da classe 1 faz parte a faixa etária dos 8 aos 9 anos, da classe 2 dos 10 aos 11, da classe 3 dos 12 aos 13, da classe 4 dos 14 aos 15 anos e da classe 5, podem participar os que tiverem 16 anos.
Numa forte aposta da F.P.M, a Fórmula Futuro, tem como objectivo dinamizar a modalidade, privilegiando a Iniciação / Formação de jovens na modalidade, para que possam tornar-se em futuros pilotos das categorias de competição.
As embarcações utilizadas são semi-rigidos, com 3,4 metros de comprimento e motor de 8 a 15 cavalos. Para participar as regras básicas passam por saber nadar e ter gosto pelas actividades náuticas, sendo que nas classes 1, 2 e 3, os pilotos são sempre acompanhados por um monitor credenciado da F.P.M., enquanto estiverem em prova.

Programa-Horário

Sábado, 29 de Setembro 2012

10.00 Inscrições Fórmula Futuro
10.30 Reunião de pilotos FF
11:00/13.00 Treinos FF
14.30/16.30 Prova FF
14.30/16.00 Inscrições e verificações técnicas T 850/F4
16.00 Reunião de pilotos T 850/F4
17:00 Cerimónia de Entrega de Prémios FF
17:00/17:30 Treinos Livres T 850
18:00/18:30 Treinos Livres F4

Domingo, 30 de Setembro 2012

09.00 Abertura do parque
09.30 Reunião de pilotos T 850/F4
10.30/11.15 Treinos Livres e Cronometrados T 850
11:30/12.15 Treinos Livres e Cronometrados F4
14:30 1ª Manga T 850
15.15 1ª Manga F 4
16:00 2ª. Manga T 850
16.45 2ª. Manga F 4
17:30 Cerimónia de Entrega de Prémios

INFORMAÇÃO ADICIONAL

Características

F4

Tipo: Catamaran
Comprimento mínimo: 3,90 mts
Peso (incluindo Piloto): 330 Kg
Motor: 850 cc., com 70 Hp
Velocidade: 170 Km/h

T 850

Tipo: Monocasco
Comprimento mínimo: 4,25 mts
Peso (incluindo Piloto): 330 Kg
Motor: 850 cc., com 70 Hp
Velocidade: 140 Km/h
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
Miguel Macedo escolheu uma câmara PSD, descontrolada financeiramente, para num evento oficial de inauguração de um quartel de bombeiros, que saudamos, dizer que o país é um "monte" de cigarras e que apenas conta com umas dúzias de formigas. Só que as formigas verdadeiras são trabalhadoras e politicamente sérias e não andam de braço dado com Eduardo Catroga, António Borges, Dias Loureiro, Oliveira e Costa e demais elite laranja da diáspora financeira, dos paraísos incógnitos.

Quando Miguel Macedo vem dizer que o povo é tolo e só o governo é esperto, fica tudo dito.

Poderia ter aproveitado, Miguel Macedo, despido da veste partidária com que esteve e vestido da de ministro, para:

i) Explicar o que se passa no seu e nosso país onde a criminalidade sobe todos os dias, onde há sequestros, assaltos diários a multibancos, a gasolineiras, ourivesarias, carrinhas de transporte de valores ou idosos indefesos;

ii) Dizer por que motivo estão desativadas desde o início do ano, sem ministrarem qualquer formação, as unidades locais de formação de bombeiros, (por exemplo Mangualde e Castro Daire) e se não acha que tal pode afetar o desempenho operacional dos soldados da paz;

iii) Apresentar uma alteração aos valores de referência do programa permanente de cooperação, instrumento de financiamento dos bombeiros, por exemplo a nível de gasóleo e de taxas de rádio;

iv) Explicar os motivos que o levaram, objetivamente, a desautorizar os serviços nacionais de proteção civil ao pedir um segundo relatório a uma entidade independente sobre a descoordenação nos grandes incêndios do verão no Algarve.

Enfim, afinal quem esteve na inauguração do quartel dos bombeiros de Campia foi o dirigente partidário Miguel Macedo. O ministro já não existe, tal como a coligação.

Os deputados do PS eleitos pelo círculo de Viseu
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Em Assembleia Geral realizada no passado sábado, dia 22 de Setembro do corrente ano, na sede da Associação de Ténis de Mesa do Distrito de Viseu, Aquilino Rocha Pinto, foi reeleito como Presidente, para um quarto mandato de quatro anos.

A sufrágio apenas apresentou-se uma lista, encabeçada pelo atual Presidente / Fundador pelo que não houve surpresa na eleição.

Assim, Aquilino Rocha Pinto, vai continuar a liderar os destinos da Associação de Ténis de Mesa do Distrito de Viseu (sedeada na Vila de S. Martinho de Mouros – Concelho de Resende) durante mais quatro anos, sendo a única Associação Distrital de modalidade do país com sede num Município/Vila.

É de realçar a estreia de alguns elementos pertencentes aos órgãos sociais desta Associação, nomeadamente Fernando Figueiredo, Coronel na reserva, antigo Presidente da Direção da Associação de Andebol de Viseu (2000/2004) e antigo responsável máximo do Regimento de Infantaria de Viseu, R14, que será o novo 2.º Vogal do Conselho de Disciplina; Nel Monteiro, conhecido cantor e compositor de música ligeira portuguesa, natural da Freguesia de Barrô – Concelho de Resende, ocupará o cargo de 2.º Vogal do Conselho Jurisdicional e João Silva, Presidente da Direção da Cooperativa Agrícola do Távora, que ocupará o cargo de 1.º Secretário da Assembleia Geral.

A cerimónia de Tomada de Posse será ainda realizada durante o ano civil de 2012 em local e data a designar.
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
Os Pioneiros do agrupamento de escuteiros 1096 – Resende têm o gosto de convidar os jovens e menos jovens que gostam de jogar matrecos a participar no II Torneio de Matrecos. O torneio decorrerá nos dias 12,13 e 20 de Outubro na sede do agrupamento em Minhães-Resende.

Os interessados devem efetuar a inscrição até dia 7 de Outubro junto dos chefes Jorge e Quim ou dos Pioneiros. Mesmo que não queira jogar pode sempre aparecer para assistir aos jogos e participar no convívio.

Mais informações em: http://abrigo1096.blogs.sapo.pt
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A Junta de Freguesia de S. João de Fontoura atribui pela segunda vez o apoio aos manuais escolares do 1º ao 6º ano, a todos os alunos de São João Fontoura.

Do Centro Escolar de São Martinho de Mouros, do Centro Escolar de Resende e EB 2 de Resende

Cada aluno abrangido por este apoio receberá o total de 15 euros. Esta medida será mais uma das politicas sociais desta Junta de Freguesia.
Por Notícias de Resende | domingo, 23 de setembro de 2012 | Publicado em , | Com 0 comentários
Hoje, dia 23 de Setembro, é dia de festa no Estádio Municipal de Fornelos. O Grupo Desportivo de Resende, volta, este ano à Divisão de Honra da Associação de Futebol de Viseu, desta vez pela mão do técnico Rui Rebelo, com uma equipa renovadíssima e com muita vontade de triunfar nesta época 2012/2013.

O jogo frente ao Sport Clube Paivense, que terminou a época transata em 11º lugar, está marcado para hoje às 15h no Estádio Municipal de Fornelos, em Resende e marca o regresso do clube da capital da cereja à Divisão mais importante do futebol do distrito de Viseu.

João Pereira
joaopereira@noticiasderesende.com
Por Notícias de Resende | sexta-feira, 21 de setembro de 2012 | Publicado em , | Com 0 comentários
Acácio Pinto
Deputado do PS
No início desta segunda sessão legislativa os deputados do PS eleitos por Viseu quiseram deixar bem claro o seu posicionamento face à atual conjuntura política e às suas implicações para as pessoas, através de uma conferência de imprensa.

Há um ano atrás estávamos melhor e hoje estamos pior e, ainda por cima, temos uma coligação que não se entende entre si e se desafia para duelos na praça pública. Ou seja temos uma “descoligação” formada por dois partidos que reúnem os seus estados-maiores não para sufragarem e reforçarem o governo e as suas medidas mas para ver qual dos dois parceiros de coligação, se o CDS se o PSD, é mais rápido a desembainhar a espada e a acertar no coração do adversário.

Passos e Portas já não conseguem esconder aquilo que é uma evidência: a coligação já era, está ferida de morte. E portanto do que se trata agora é de ver qual consegue encontrar a melhor estratégia para culpar o (ex) parceiro de coligação relativamente às medidas anunciadas recentemente aos portugueses, nomeadamente a da transferência direta de rendimentos do trabalho para as contas bancárias das empresas. Isto é, transferir dinheiro do vencimento de uma das empregadas da caixa de um supermercado para o NIB do seu patrão (qualquer deles bem conhecido).

Portanto quem não se entende entre si como é que se pode entender com os portugueses?

Aliás a manifestação cívica, apartidária, do dia 15 de setembro deu bem a ideia da indignação que atravessa os portugueses. Foi um inequívoco grito de revolta como não se via há décadas em Portugal.

O PSD desvalorizou esta manifestação, mas o povo falou. Falou e falou de uma forma clara sobre a necessidade, a urgência em mudar de políticas, em mudar de rumo.

Cabe, pois, agora a Portas e a Passos, aos “cavaleiros” deste duelo, lerem os sinais, lerem a cidadania, lerem a rua e agirem em conformidade. O país tem que estar acima destes seus arrufos e dos seus orgulhos.

O PS tem acompanhado, com preocupação, todo este evoluir da situação e António José Seguro já disse com toda a clareza qual a posição do seu partido: votará contra o orçamento e apresentará uma moção de censura caso o governo avance com a implementação destas medidas imorais de transferência direta de dinheiro dos trabalhadores para os empresários.

É tempo de dizer basta a estas medidas e a estas políticas que só têm esmagado a economia e os portugueses. Há outro caminho, como o PS tem vindo a propor com medidas concretas.

E é também preciso que os viseenses conheçam o pensamento concreto dos deputados da maioria (PSD E CDS) que elegeram. Têm estado em silêncio e quando falam é para debaterem lugares na administração e não para dizerem o que pensam das medidas da sua descoligação.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
Realiza-se no dia 23 de Setembro a 15ª edição do Grande Prémio de Ancede (Baião). São esperados um total de 800 atletas, entre competidores masculinos e femininos oriundos de vários escalões, para participar nas quatro provas que constam do programa.

A prova principal terá início às 11h00, contemplando um percurso circular de 10 quilómetros, que liga as freguesias de Ancede e do Gôve, terminando com o regresso à freguesia de partida.

O evento é conhecido a nível nacional como “a prova da Bengala”, em alusão ao elemento do artesanato local que é oferecido aos participantes no final da prova. Estarão presentes os atletas internacionais Evans Kibet Kiplagat (Quénia) e Meseret Taye (Etiópia) e os atletas nacionais Anália Rosa, Clarisse Cruz, Rui Teixeira, Carlos Silva e Bruno Silva.

As inscrições podem ser formuladas junto da empresa Desportave.pt. Toda a informação pode ser encontrada aqui.

A prova é organizada pela Associação Desportiva de Ancede e conta com o apoio da Câmara Municipal de Baião, da Junta de Freguesia de Ancede e do comércio e indústria locais.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
Nos dias 21, 22 e 23 de Setembro, decorrerá em Baião, a "ExpoSocial 2012", com conferências, mostra e animação no Auditório Municipal e na Praça D. Manuel de Castro. É uma iniciativa promovida pelo Conselho Local de Ação Social de Baião (CLASB) que vai evidenciar o desígnio do “Ano Europeu do Envelhecimento Ativo e da Solidariedade entre Gerações”. A iniciativa reveste-se de duas vertentes organizacionais: uma Mostra Social e um Fórum Social Integrado.

Para José Luís Carneiro, presidente da Câmara e presidente do Conselho Local de Ação de Baião esta iniciativa “é a concretização de uma das atividades previstas no Plano de Ação do CLASB para o corrente ano, com os objetivos de dar a conhecer à comunidade as dinâmicas sociais locais e de proporcionar o debate em torno de questões socioeconómicas inerentes à temática do Ano Europeu”.

A Mostra Social é o lado mais expositivo do “social” e tem por objetivo difundir os serviços, as respostas e os produtos das entidades aderentes, realçar a sua dinâmica organizacional, a sua importância para o bem estar e qualidade de vida da população, bem como para o desenvolvimento socioeconómico do concelho.

O Fórum Social Integrado vai proporcionar e revelar impulsos objetivos para o empreendedorismo local (seja no setor solidário ou no privado); evidenciar o papel empreendedor que a economia (do)social assume nos dias de hoje, contribuindo fortemente para a empregabilidade e criar um debate em torno das questões do envelhecimento ativo, da intergeracionalidade, da qualidade de vida e do papel do setor solidário e público nestas matérias.

Neste Fórum serão apresentados resultados objetivos que traduzem os esforços de concertação local para bem conhecer e enfrentar os desafios dos tempos atuais.

A ExpoSocial de Baião 2012, pela transversalidade do seu programa dirige-se a todos: população sénior e familiares; estudantes do secundário e ensino superior; profissionais nas mais diversas áreas; desempregados; universidades e politécnicos e população em geral.



O CONSELHO LOCAL DE AÇÃO SOCIAL DE BAIÃO

O CLASB foi constituído a 31 de Julho de 2003, por 19 entidades e conta atualmente com 42 entidades aderentes (publicas e privadas).

O CLASB constitui uma plataforma de articulação e congregação de esforços incidindo na planificação estratégica da intervenção social local, abarcando atores sociais de diferentes naturezas e áreas de intervenção (entidades públicas e privadas), visando contribuir para a erradicação da pobreza e da exclusão e para a promoção do desenvolvimento social a nível local.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
Depois de 10 anos de interregno, as provas de Motonáutica voltam à Albufeira da Pala (freguesia de Ribadouro, concelho de Baião), nos dias 29 e 30 de Setembro, numa prova a contar para o campeonato nacional da modalidade.

A Albufeira da Pala constitui um dos maiores “espelhos de água” do rio Douro e irá acolher esta prova organizada pelo Clube Náutico de Ribadouro e pela Câmara Municipal de Baião, com o apoio da Cooperativa Dolmen e da Federação Portuguesa de Motonáutica.

A pista onde irá decorrer a prova foi declarada, em 1999, como sendo de primeira categoria e “como uma das melhores da Europa” pela União Internacional da Motonáutica. O Clube Náutico de Ribadouro, por sua vez, foi considerado de “nível 1 organizativo” pela mesma entidade, o que o torna apto para organizar qualquer tipo de prova internacional.

A apresentação da prova irá decorrer na próxima sexta-feira, dia 21 de Setembro, a partir das 16h00, na Albufeira da Pala, em Ribadouro, contando com a presença do presidente da CM Baião, José Luís Carneiro, do presidente do Clube Náutico de Ribadouro, Mário Sousa e de um representante da Cooperativa Dolmen.

Estará presente, também, o piloto Arnaldo Magalhães, que a bordo da sua embarcação fará uma breve demonstração na Albufeira da Pala.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
Decorreu em Lamego, no dia 15 de setembro, com a presença de Miguel Laranjeiro, secretário nacional do PS para a organização, a sessão de encerramento da ação 'como organizar e dirigir uma campanha eleitoral autárquica' que teve como público alvo dirigentes e candidatos socialistas do distrito de Viseu. Na mesa estiveram ainda o presidente da Federação de Viseu do PS e o adjunto, respetivamente João Azevedo e António Borges, o deputado José Junqueiro e os presidentes das concelhias de Lamego e de Viseu, Manuel Ferreira e Lúcia Silva, locais onde decorreu a formação.

Promovida pela federação do PS, sob o impulso e coordenação de António Borges, o responsável distrital autárquico e presidente adjunto da federação, esta ação de formação foi orientada por Custódio Oliveira, consultor de comunicação política e mestre em comunicação e marketing político pela universidade de Santiago de Compostela e contou com a presença de cinquenta participantes.

Os módulos abordados, entre 10 e 15 de setembro, durante as 25 horas da formação, passaram pela análise das várias fases e dos vários elementos de uma campanha eleitoral: conceitos; diagnóstico do espaço eleitoral; escolha do candidato; organização e direção da campanha; objetivos, metas e valores da campanha; mensagem e slogan; comunicação com os eleitores; e linguagem discursiva.

Com esta iniciativa o PS pretende ter nos 24 concelhos do distrito dirigentes e candidatos bem preparados que possam fazer a melhor das abordagens ao processo autárquico que está em curso e que culminará com as eleições autárquicas de outubro de 2013, em que o PS quer reforçar a sua representatividade territorial, acrescentando mais câmaras às nove que neste momento já detém.
Por Notícias de Resende | terça-feira, 18 de setembro de 2012 | Publicado em , , | Com 1 comentários
No passado dia 16 de Setembro de 2012, o Grupo Desportivo de Resende recebeu a U. D. Zezerense no Estádio Municipal de Fornelos para o seu jogo de apresentação aos sócios e adeptos. Este jogo realizou-se uma semana antes do arranque da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Viseu que começa no próximo Domingo, dia 23 de Setembro de 2012.

Num jogo em que o Resende apresentou muitas novidades aos seus sócios e adeptos em termos de jogadores, mas um jogo onde também a U. D. Zezerense fez por estragar a festa da apresentação da formação resendense…

Num jogo com várias oportunidades para cada lado, as da União Desportiva Zezerense eram muitas vezes provocadas por desatenção da defensiva do Resende. Da parte do Grupo Desportivo de Resende, Rogério, logo nos primeiros minutos, aquando da ocorrência de cantos esteve sempre lá para cabecear, umas vezes o poste, outras vezes o guarda-redes, impediram o golo. O Resende trocava bem a bola, embora se nota-se ainda o peso do início de época em que a “máquina” parece ainda não estar totalmente afinada.

Mas, acabaria mesmo por caber aos da casa inaugurar o marcador. E assim foi… À passagem dos 35 minutos de jogo, André Coutinho, num excelente remate à entrada da área depois de um ressalto, fez o 1-0 favorável aos homens de Resende. Não tardou muito até à resposta do Zezerense. Dois minutos mais tarde, após desatenção dos homens da defensiva resendense, o homem da equipa adversária não perdoou, estabelecendo a igualdade.

E nada de mais relevante houve até ao intervalo, pensando-se que a segunda parte seria diferente. No entanto, a segunda metade do jogo, acabou por ter ainda menos oportunidades para cada lado, o Resende acabou por assumir o jogo, ia tentando mas a organização do Zezerense não permitiu mais golos. Da parte da União Desportiva Zezerense, houve também tentativas, mas o resultado final acabou mesmo por ser o empate a uma bola.

Um jogo que serviu ainda para Rui Rebelo testar os seus jogadores e definir o modelo de jogo e os titulares porque o início do campeonato aproxima-se.

O Grupo Desportivo de Resende volta a jogar no próximo Domingo às 15h contra o Sport Clube Paivense, no Estádio Municipal de Fornelos que recebe o regresso da equipa da capital da cereja à Divisão de Honra da A. F. de Viseu.

João Pereira

joaopereira@noticiasderesende.com
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
No passado dia 15 e 16 de setembro realizou-se, pela primeira vez, o Rali Município de Mesão Frio que trouxe à memória as emoções do desporto automóvel no concelho. Foi uma prova pontuável para o Campeonato Regional de Ralis Nordeste, promovida pela Câmara Municipal de Mesão Frio e organizada pelo Clube Automóvel da Régua. O marcoense Tiago Almeida e Ricardo Pinto foram a dupla vencedora, com Vitor Pascoal e Luis Ramalho a marcar a segunda posição e em terceiro lugar, a dupla de irmãos, Manuel Pereira e Adriano Pereira.

O rali contou com a participação de dezoito pilotos, sendo que no início da prova desistiram o piloto José Pouca Sorte com Fernando Vaz e o piloto Rui Florindo com Edgar Pereira.

Frederico Carvalho, com Sérgio Paiva ao seu lado, com o Peugeot 106 Rallye, conquistaram o quarto lugar da classificação final. Amaro Sousa e Álvaro Pontes, ao volante do BMW E36, alcançaram o quinto lugar. Ainda na classificação final da prova, António Fernandes e António Serôdio dominaram o sexto lugar, com o Renault Mégane. Pedro Silva e Rui Ribeiro conseguiram o sétimo lugar num Citroen Saxo e por último, Bruno Germano e Rui Moreira conquistaram o último e oitavo lugar na classificação geral.

O percurso exclusivamente em asfalto, muito técnico e rápido, percorreu quase todas as freguesias do concelho. O primeiro dia da prova teve início pelas 21h30, com uma “Prova de Estrada 1 - Super Especial Mesão Frio.” No segundo dia, 16 de setembro, às 10 horas e às 15h30, decorreram as “Provas de Estrada 2 e 4 - Especial Cidadelhe. As “Provas 3 e 5 - Especial Barqueiros”, tiveram início pelas 10h30 e 16h30 respetivamente.

O vitorioso Tiago Almeida que fez dupla com Ricardo Pinto, ao volante de um Mitsubishi Lancer Evo III, conquistou o primeiro lugar. O piloto mostrou-se surpreendido pela classificação obtida: “estamos muito contentes. Foi a estreia no asfalto com o carro, desde que o renovamos e ganhámos. Não podíamos ter estreia melhor. Não estávamos à espera, tendo em conta os adversários fortes. Com o decorrer do rali, começamos a ver que era possível.” Em relação ao percurso da prova, o piloto declarou com satisfação: “o percurso foi muito bonito, principalmente as paisagens. Os troços eram um bocado rápidos de mais para nós, porque já há muito tempo que não fazíamos. Os pisos eram bons, com um percurso curto, com um desenho pequeno, que é aquilo que deve ser um regional de ralis. Não compreendo, nem penso que seja o mais correto haver dois dias de prova do Regional”, afirmou o piloto marcoense, salientando que é habitual em todas as provas regionais, mas que obriga muitos dos pilotos que não são de Mesão Frio a ter que pernoitar. Relativamente à organização da prova, o piloto destacou: “foi do mais simpático que eu tenho encontrado nos últimos anos e já fiz muitos ralis. Ganharam um cliente.” Ainda satisfeito com a vitória, Tiago Almeida aproveitou o momento para agradecer à sua equipa técnica, sem a qual não teriam conseguido subsistir: Muito obrigado à nossa equipa que trabalharam mesmo muito. A maior parte do trabalho é deles.”

A dupla Vítor Pascoal e Luís Ramalho, do «Baião Rally Team», alcançou o segundo lugar na tabela de classificação final, admitindo que aproveitaram a prova para testar o seu Mitsubishi Lancer Evo VII, como forma de preparação para a próxima prova que é o Rali Centro de Portugal, onde anseiam vencer na Taça de Portugal: “Somamos o máximo de pontos para o Regional Nordeste, era esse o nosso objetivo. Vínhamos com o propósito de fazer alguns quilómetros. No próximo fim-de-semana, temos uma prova importante para a Taça de Portugal e a nossa ideia foi fazer alguns quilómetros aqui, afinar bem o carro, para ganhar essa prova e garantir o campeonato. A prova teve troços magníficos e tenho que dar os parabéns à organização. Os troços foram bastante rápidos. No entanto, ainda sobre a prova, o piloto realça: “houve uma paragem muito grande, de três horas e nós, não estamos muito habituados a fazer regionais, estamos habituados ao nacional, a um ritmo de fazermos mais quilómetros e em três horas, acabamos por perder o ritmo. Estávamos aqui a tentar acertar o carro e é lógico que se paga a fatura, o nosso objetivo era mesmo fazer quilómetros e ganhar algum ritmo. Preferimos não fazer um dia de testes e estarmos presentes nesta prova. Penso que foi mais proveitoso participar, a nível de retorno publicitário para os nossos patrocinadores, porque sem eles nós não poderíamos andar aqui e fizemos essa opção, mas cumprimos e levamos o máximo de pontos para o regional conforme pretendíamos”, declarou o piloto, satisfeito com a classificação final.

O piloto Manuel Pereira, a completar equipa com seu irmão Adriano Pereira, dirigiu o Mitsubishi Lancer Evo VI, que o levou ao pódio, após alcançar o terceiro lugar na tabela de classificação final. A terceira posição foi explicada pelo piloto, por alguns problemas técnicos que afetaram a viatura onde seguia: “tivemos problemas com o carro, o diferencial da frente partiu e, hoje de manhã, ficamos sem a terceira velocidade, tivemos que fazer a prova toda utilizando apenas segunda e quarta velocidade. Esta avaria condicionou a disputa pelo primeiro lugar”, explicou. Ainda sobre o trajeto da prova, o piloto declarou: “o trajeto foi excelente, com dois tipos de trajeto: um mais rápido e plano e um mais curvo montanhoso, ambos diferentes, mas muito engraçados. Foi espetacular. Foi uma prova muito bem organizada, com muita gente durante toda a prova.”

Jerónimo Alves, presidente do Automóvel Clube da Régua, mostrou-se por um lado satisfeito com o decorrer da prova e por outro, insatisfeito com a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK), já que organizou, para mesmo dia, outra prova, numa localidade diferente: “eu falei com alguns pilotos e por aquilo que eu vejo, o rali foi agradável, toda a gente gostou. As paisagens são fantásticas, como é próprio aqui na nossa região. Foi pena, em termos de participantes, não termos o número que esperávamos, porque o objetivo era ter aqui trinta pilotos, mas pelo facto de haver uma prova em simultâneo, que foi calendarizada posteriormente, não tivemos a adesão habitual. O Automóvel Clube da Régua realiza provas há muitos anos e tivemos sempre acima de vinte e cinco pilotos. Correu tudo muito bem, os pilotos gostaram e o público também.

No final da entrega dos prémios, Jerónimo Alves salientou ainda: “espero que para o ano consigamos fazer novamente esta prova com mais pilotos e com alguma mudança por parte da Federação, porque sem a mudança da Federação não conseguimos fazer nada. Em nome do Clube Automóvel da Régua, agradeço ao presidente da Câmara Municipal de Mesão Frio, a toda a gente que nos apoiou, que esteve connosco e à imprensa. O nosso muito obrigado.”

Alberto Pereira, presidente da Câmara Municipal de Mesão Frio, no final da entrega de prémios destacou que tudo correu como previsto: “Suponho que superamos as expectativas a que nos propusemos, uma vez que foi o primeiro rali em Mesão Frio. Os concorrentes transmitiram um feedback muito positivo, que foi um rali espetacular, com troços muito bonitos, com uma paisagem esplêndida e portanto, o público também correspondeu em grande número.”

O presidente da Câmara Municipal de Mesão Frio avançou ainda que, no próximo ano, há intenção de continuar com a iniciativa que, pela primeira vez decorreu no concelho: “Para o ano, pensamos voltar a organizar o rali, porque quando as iniciativas têm êxito devemos dar-lhe continuidade.”

Entre pilotos, co-pilotos e equipas técnicas, o presidente da Câmara Municipal declarou: “vieram cerca de duzentas pessoas. Depois, estavam milhares de pessoas ao longo dos troços, quer do nosso concelho, quer de outros concelhos, aficionadas pelo desporto automóvel. Tive o privilégio de contactar com algumas pessoas que me disseram que não conheciam o nosso concelho, mas que é um concelho a visitar no futuro. Vão encantados com a forma como as pessoas os receberam. Considero grave a posição da Federação Portuguesa de Automobilismo que autorizou uma prova ao mesmo tempo, noutro concelho e que de certo modo, prejudicou-nos em termos de concorrentes. Em todo o caso, os concorrentes que vieram deram o seu melhor e podemos considerar que foi um resultado muito positivo.”

Apesar da dificuldade com que a organização se debateu, com o número de participantes na prova pontuável, a iniciativa alcançou grande êxito, tal como costuma ser habitual com qualquer tipo de evento que envolva as emoções do desporto motorizado, pois em todas as localidades por onde passou o rali, foi visível o número significativo de pessoas que presenciaram o espetáculo automóvel.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
A Santa Casa da Misericórdia de Mesão Frio promoveu, no passado dia 14 de setembro, o quarto Desfile de Vindimas. A iniciativa contou com a participação de crianças, idosos e funcionários da única Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) do Concelho, abrangendo ainda, a participação dos utentes do Projeto “3 Saberes” – Contratos Locais de Desenvolvimento Social (CLDS). O desfile percorreu as ruas de Mesão Frio e no final, houve ainda, um momento musical abrilhantado pelo grupo “Capa Negra.”

O Desfile de Vindimas, constituído por seis carros alegóricos e acompanhado pelo Grupo “O Arrais do Douro”, decorreu pelas 20 horas, onde foram repercutidas as diferentes etapas das vindimas. O cortejo teve início na Santa Casa da Misericórdia de Mesão Frio passando pelo Largo da Independência, pela Rua Sampaio Moreira, até à Avenida Conselheiro José Maria Alpoim. O desfile continuou ainda, pelo Largo do Cruzeiro, regressando à Avenida Conselheiro José Maria Alpoim, tendo terminado na Avenida Dr. Domingos Monteiro em frente à Santa Casa da Misericórdia.

Pelas 21h30, subiu ao palco o grupo musical oriundo de Cinfães, “Capa Negra” que, atuou no recinto da Santa Casa da Misericórdia de Mesão Frio. A diretora da instituição, Verónica Branco, referiu que, o objetivo principal do cortejo foi “promover a tradição das vindimas e mostrar como era antigamente o processo da vindima.”

Isidro Inácio, residente em Mesão Frio, afirmou que gostou bastante do desfile: “gostei bastante do cortejo, porque gosto de ouvir cantar as cantigas populares e as modas antigas do meu tempo. O passado das vindimas estava muito bem retratado. É a tradição da nossa terra. Tenho visto o cortejo das vindimas todos os anos e tenho gostado bastante.”

Maria do Rosário, que também assistiu ao desfile, destacou que é importante não deixar expirar a tradição: “é importante que não morra este tipo de tradição e sobretudo, que seja transmitida às crianças, porque acho que é determinante destacar os costumes da nossa região, estamos na Região Demarcada do Douro e é importante celebrar a história da principal atividade económica do concelho .”

A iniciativa contou com o apoio na cedência de alguns adereços alegóricos e todos os carros que participaram no cortejo, ilustraram as várias etapas das vindimas.
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
A tradicional festa do concelho de Resende, denominada Festa da Labareda, decorre entre os dias 23 de setembro e 1 de outubro, cumprindo mais uma vez a tradição.

O programa contempla diversas atividades de índole desportivo, musical, cultural e recreativo, procurando promover as potencialidades do concelho e proporcionar momentos de animação e diversão a todos os munícipes e visitantes.

O programa do dia 23 de setembro vai iniciar-se com o XXIII Encontro de Pescadores (a partir das 07h30), sendo que às 14h00, em frente ao edifício da Câmara Municipal, decorre a já habitual Perícia Automóvel, onde pilotos provenientes de todo o país irão proporcionar um bom espetáculo motorizado.

No fim-de-semana seguinte, as festas iniciam-se na sexta-feira, dia 28 de setembro, com a Festa da Emissora Regional de Resende que levará ao palco diversos artistas conhecidos do grande público, numa noite que promete ser muito animada.

O ponto alto das festividades ocorrerá das diversas atuações de grupos nacionais que prometem abrilhantar as noites de festa. Assim, as grandes atrações musicais deste ano são os Clã (dia 29 de setembro) e os Perfume (dia 30 de setembro) que subirão ao palco a partir das 23h30.

Os grupos concelhios Enigma, Raio de Sol, Sons do Douro (dia 29 de setembro), Segunda Via e Rumpelstitskin (dia 30 de setembro), bem como as tradicionais bandas de música de S. Cipriano “A Nova” e “A Velha” (dia 1 de outubro) também fazem parte do cartaz da Labareda.

Destaque ainda para o Folclore com o desfile e atuação dos Grupos e Ranchos Folclóricos do Concelho, no dia 29 de setembro, Feriado Municipal e dia da Feira de S. Miguel, e para o Festival de Folclore, no dia 30 de setembro, organizado pelo Rancho Folclórico de S. Miguel de Anreade e que conta com a participação de grupos etnográficos e folclóricos oriundos de todo o país.

Consulte o programa completo e cartaz em www.cm-resende.pt
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
No dia 16 de Setembro, a Câmara Municipal de Resende promoveu o Passeio Sénior 2012, levando cerca de 1100 seniores provenientes de todas as freguesias do concelho a Ponte de Lima e a Vila Praia de Âncora, onde os esperava um agradável almoço convívio e uma tarde repleta de animação.

Esta iniciativa promovida anualmente e que já vai na 11.ª edição, destina-se aos munícipes com 60 ou mais anos de idade e tem contado com uma elevada participação dos seniores do concelho, sendo que este ano ultrapassou o milhar, distribuídos por 22 autocarros.

A viagem rumou a Ponte de Lima, onde os seniores puderam assistir à Eucaristia na Igreja Matriz, seguindo-se um almoço regional na Quinta do Cruzeiro, em Vila Praia de Âncora, que proporcionou uma tarde muito animada, onde não faltou o típico “bailarico”.

O passeio contou com a presença do Presidente da Câmara, António Borges, que numa breve intervenção referiu que “estes momentos reforçam a nossa coesão e o nosso sentido de comunidade e são momentos justos para quem mais deu a Resende”.

Com esta iniciativa pretende-se proporcionar aos seniores do concelho um dia diferente, promovendo o convívio entre os residentes nas diferentes freguesias, bem como tentar combater a exclusão social e o isolamento a que esta faixa etária da população muitas vezes se encontra votada.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A Câmara Municipal de Resende atribuiu apoio às famílias na comparticipação da compra de manuais escolares, aos alunos do 1.º ciclo do ensino básico que se encontram no escalão A e B de rendimentos determinados para efeitos de atribuição de abono de família.

As comparticipações foram entregues no dia 14 de setembro, pelo Presidente da Câmara Municipal, António Borges, acompanhado pelos Vereadores e pelo Diretor do Agrupamento de Escolas de Resende, Manuel Luís Tuna.

No total foram contemplados com este apoio cerca de 400 alunos, de acordo com as normas para atribuição dos auxílios económicos constantes no despacho n.º 12284/2011, do Ministério da Educação e Ciência.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Resende “o que estamos a fazer, depois de investirmos na reformulação de toda a rede escolar, é continuar a melhorar a condição dos nossos alunos, apostar na igualdade de tratamento, de condição e de acesso, para terem a mesma oportunidade de crescerem em relação ao futuro. Este apoio na comparticipação dos manuais escolares vem para ficar, pois é algo que faz parte do percurso normal de um concelho que se preocupa com a educação e em Resende nunca recuaremos nesta área”.

No âmbito das competências conferidas às autarquias na área da ação escolar aplicáveis aos alunos do 1.º ciclo e tendo em conta as dificuldades económicas que as famílias atravessam neste momento, a Câmara Municipal de Resende decidiu, pela primeira vez, comparticipar a compra dos manuais escolares de forma a prestar um melhor apoio aos agregados familiares no concelho, no início deste ano letivo.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários

A Assembleia Municipal de Lamego e a Câmara Municipal de Lamego homenageiam no próximo dia 5 de outubro – Dia da Implantação da República –, em Sessão Solene realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho, os antigos presidentes destes órgãos autárquicos, que exerceram funções desde 1910.

Na impossibilidade de contactar pessoalmente muitos familiares e amigos das personalidades homenageadas, o Município de Lamego convida todos os interessados a associarem-se a esta cerimónia pública que visa reconhecer o trabalho desenvolvido por estes autarcas.

Programa
10h: Celebração de uma missa na Igreja das Chagas em sufrágio pelas almas dos presidentes já falecidos
11h30: Sessão Solene de Homenagem no Salão Nobre dos Paços do Concelho


ANTIGOS PRESIDENTES DE CÂMARA

- ANTÓNIO ALBINO D’ANDRADE
   (14 de Janeiro de 1909 a 8 de Outubro de 1910)
- Dr. ALFREDO PINTO D’AZEVEDO E SOUSA
   (8 de Outubro de 1910 a 27 de Outubro de 1910)
- DR. FRANCISCO LOPES DE SOUSA GAMA
   (3 de Novembro de 1910 a 30 Dezembro de 1913)
- DR. ALFREDO PINTO D’AZEVEDO E SOUSA
   (2 de Janeiro 1914 a 20 Dezembro de 1917)
- DR. RUFINO CÉSAR OSÓRIO JÚNIOR
   (17 de Janeiro 1918 a 11 Setembro 1918)
- DR. JOSÉ DIAS CHANESCO
   (13 de Setembro 1918 a 16 Janeiro 1919)
- DR. RUFINO CÉSAR OSÓRIO JÚNIOR
   (23 Janeiro 1919 a 10 Fevereiro 1919)
- DR. ALFREDO PINTO D’AZEVEDO E SOUSA
    (25 Maio 1919 a 15 Junho 1926)
- DR. LUIS RODRIGUES CÉSAR OSÓRIO
    (30 de Junho 1926 a 14 Março 1938)
- DR. ANTÓNIO MARIA DO COUTO ZAGALO JÚNIOR
   (13 Abril 1938 a 30 Janeiro 1941)
- DR. ALÍPIO ANTÓNIO ALVES DOS SANTOS
  (30 Janeiro 1941 a 4 Novembro 1943)
- DR. FRANCISCO DA FONSECA ANDRADE
   (18 Novembro 1943 a 8 Julho 1948)
- PROFESSOR ANTÓNIO DE MENESES MENDES
   (22 de Julho 1948 a 18 Julho 1953)
- DR. ANTÓNIO HENRIQUES DE AZEVEDO MALHEIRO MADEIRA
  (15 de Agosto 1953 a 31 Dezembro 1958)
- DR. JUSTINO PINTO DE OLIVEIRA
  (30 Janeiro 1959 a 26 Março 1971)
- JOSÉ ALBERTO DE MOURA GUEDES CORREIA DE MAGALHÃES MONTENEGRO
   (2 de Abril 1971 a 11 de Junho 1974)
- ENG. MANUEL DA SILVA ALMEIDA
  (20 de Junho 1974 a 19 de Setembro 1974)
- PROF. ANTÓNIO MARQUES DO COVAL
   (31 Outubro 1974 a 5 Dezembro 1974)
- DR. MANUEL PEREIRA CARDOSO
   (12 Dezembro 1974 a 21 Outubro 1976)
- ANTÓNIO FERREIRA
  (3 Janeiro 1977 a 19 Março 1989)
- DR. AGOSTINHO JORGE PAIVA RIBEIRO
  (20 Março 1989 a 26 Dezembro 1989)
- RUI PAULO DO VALE VALADARES
  (2 Janeiro 1990 a 29 Dezembro 1997)
- PROF. JOSÉ ANTÓNIO DE ALMEIDA SANTOS
  (5 de Janeiro 1998 a 30 Outubro 2005)
- ENG. FRANCISCO MANUEL LOPES
  (Desde 31 Outubro 2005)


PRESIDENTES DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL

-JOSÉ MANUEL ERMIDA TEIXEIRA ZEFERINO
(6 de Março 1977 a 28 Dezembro 1979)
- DR. ANTÓNIO DOS SANTOS MONTEIRO
  (12 Janeiro 1980 a 23 Dezembro 1982)
- DR. FERNANDO MONTEIRO DO AMARAL
  (13 Janeiro 1983 a 7 Junho 1984)
- DR. HORÁCIO FERREIRA CARDOSO
  (28 Junho 1984 a 26 Dezembro 1985)
- DR. MANUEL DUARTE RIBEIRO
  (16 Janeiro 1986 a 28 Dezembro de 1989)
- DR. HORÁCIO FERREIRA CARDOSO
  (11 Janeiro 1990 a 18 Abril 1991)
- DR. JOSÉ ANTÓNIO REBELO FERNANDES
  (27 Junho 1991 a 18 Dezembro 1997)
- DR. JOAQUIM SEBASTIÃO SARMENTO DA FONSECA ALMEIDA
  (12 Janeiro 1998 a 27 Dezembro 2001
- DR. JOÃO MANUEL CORREIA DINIZ REBELO
  (14 Janeiro 2002 a 30 Outubro 2005)
- DR. JOSÉ MÁRIO FERREIRA DE ALMEIDA
  (31 Outubro 2005 a 20 Dezembro 2011)
- DR. JOSÉ ANTÓNIO CARRAPATOSO OLIVEIRA
  (Desde 20 Dezembro 2011)
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
No âmbito da política de apoio à conservação e restauro do património religioso, a autarquia baionense atribuiu, no corrente ano, à Comissão de Fábrica da Igreja Paroquial da freguesia de Loivos Monte, um subsídio no valor de 16 mil e 200 euros destinado ao restauro dos altares da Capela de Santa Comba, situada no lugar de Telões.

Aquando da remoção dos altares da Capela encontrou-se a pintura mural na parede fundeira da capela-mor e segundo a opinião de técnicos competentes na área do património, estaríamos perante património de elevado valor.

A Comissão de Fábrica da Igreja Paroquial da freguesia de Loivos do Monte, com o apoio da Direção Regional de Cultura do Norte, - após este “achado” que se julgava precioso, desenvolveu os procedimentos necessários para a contratação de técnicos conservadores- restauradores de arte. E, eis que o “Tesouro” se confirmou.

A tarefa coube à Conservadora- restauradora, Alexandra Joaquim auxiliada pela técnica Elvira Barbosa, que terminou, no passado fim-de-semana, o trabalho cirúrgico de conservação e restauro da Pintura Mural da Capela de Santa Comba de Telões e concluíram que de fato o “tesouro” encontrado data, provavelmente, de finais do Séc. XV e trata-se de uma pintura a fresco, que retrata 3 figuras sagradas, muito comuns da Oficina nº 2. Esta oficina desenhava sempre três imagens centrais, os rostos destas em forma oval a culminar em bico, utilizavam sempre o mesmo tipo de letra, ornamentavam a pintura mural de acordo com espaço disponível.

A pintura mural a fresco, com cerca de 2,77 x 2,44 m , é composta no centro pela figura de Santa Comba que é representada de frente, olhando o espectador, segurando o palmito com a mão direita que aponta para o livro que segura com a esquerda. É ladeado, junto à cabeça, por legenda de grandes letras “SÃTA” à esquerda e “CÕBA” à direita. Do lado do Evangelho uma figura uma figura feminina de frente mas com o olhar para baixo, segura o menino com a mão esquerda e não se consegue identificar o que tem na mão direita. Do lado oposto S. Sebastião, da mesma altura da imagem central apresenta leve torção do rosto para a esquerda e a perna direita fletida.

Entre as três imagens observam-se pequenos arbustos e no cimo da pintura 4 estrelas, que para Alexandra Joaquim significam o céu, logo o teto da antiga ermida. “Supõe-se que a atual Capela fora uma pequena ermida e um local de culto da população daquela aldeia, aumentada e transformada em Capela”, acrescenta a conservadora.

Esta pintura apresenta elementos com muitas semelhanças à pintura mural da parede fundeira de Santa Marinha de Vila Marim, concelho de Mesão Frio, características da Oficina nº 2.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O Município de Castro Daire prepara a Festa das Colheitas que se realizará nos próximos dias 21, 22 e 23 de setembro.

Este evento está a criar grande expectativa na comunidade local, sendo diversas as iniciativas e acontecimentos que podem ser presenciados no parque Urbano da Vila de Castro Daire, local de realização desta Festa das Colheitas.

A recriação da tradição das colheitas na região, a promoção da história e das tradições às colheitas associados são o móbil para a realização deste grande evento que promete envolver toda a comunidade local e trazer também muitos visitantes até ao concelho.

No local do evento os visitantes vão poder encontrar a riqueza da gastronomia da região, uma variada exposição e comercialização de produtos agrícolas locais e do artesanato característico, bem como dos produtos endógenos que são um marco do Concelho de Castro Daire.

Este evento vai ainda contar com um excelente cartaz cultural que preencherá o programa das festas e que, certamente, vai trazer animação e alegria aos visitantes do evento.

Visite Castro Daire por estes dias!!!
Por Notícias de Resende | sábado, 15 de setembro de 2012 | Publicado em , | Com 0 comentários
A Biblioteca Municipal adquiriu recentemente mais quatro dezenas de livros que já se encontram à disposição dos seus usuários. Os novos livros disponibilizados para empréstimo abrangem as mais recentes obras de ficção, romance e outros baseados em histórias reais de autores consagrados e bem conhecidos do grande público.

Do novo acervo fazem, ainda, parte livros infantis que procuram incentivar o gosto pela leitura.

De referir, ainda, que se encontram disponíveis cerca de meia centena de títulos ofertados pela Comissão Portuguesa de História Militar e que abordam temas da História Militar Portuguesa, como as invasões francesas e guerra peninsular, passando pela participação na Primeira Guerra Mundial, pela arquitetura militar ou pela crónica de guerra.

Com as novas aquisições, a Câmara Municipal pretende incentivar à leitura, disponibilizando diversas opções que procuram agradar a todos os gostos.

Esta é uma boa oportunidade para os usuários da Biblioteca Municipal consultarem as novas obras e para quem ainda não é usuário conhecer este equipamento e o seu diversificado e rico acervo.

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Câmara Municipal de Resende, em parceria com a Associação "Quero-te Muito", promoveu uma ação de formação destinada aos assistentes operacionais a exercer funções nos Centros Escolares de Resende e de S. Martinho de Mouros.

A ação, dirigida por Cristina Fonseca, socióloga e Presidente da "Quero-te Muito", versou sobre temas como indisciplina, agressividade, violência, bullying como processo de grupo, gerir conflitos e técnicas para a eficácia da resolução dos mesmos.

Com esta iniciativa pretendeu-se disponibilizar a todos os colaboradores/assistentes operacionais que exercem funções nos centros escolares, formação profissional contínua, dotando-os de conhecimentos necessários e fundamentais para desenvolverem o trabalho que lhes é atribuído.

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | sexta-feira, 14 de setembro de 2012 | Publicado em , | Com 1 comentários
Acácio Pinto
Deputado do PS

Aí está, no seu esplendor, mais um resultado, na nossa região, das políticas ultraliberais que o PSD e o CDS estão a levar à prática há um ano no país: mais 4302 desempregados no distrito de Viseu no mês de julho face a mês homólogo do ano anterior.

Depois de todos os confiscos que fizeram aos portugueses, depois de todas as medidas que estão a aplicar e que não faziam parte do contrato assinado com os eleitores no dia 5 de junho de 2011, só podemos concluir que estamos perante, afinal, uma enorme fraude eleitoral. Sim, uma fraude política e eleitoral não é só alterar resultados nas urnas ou viciar o número de eleitores é também mentir aos portugueses sobre as políticas a implementar.

E, como se não bastassem todos esses aumentos de impostos com que fomos brindados e com os novos aumentos que agora foram anunciados, os portugueses e os viseenses veem-se atirados para o desemprego, como se constata, e donde não sairão tão depressa, pelo menos enquanto prosseguirem estas políticas da austeridade custe o custar promovidas por este político-marionete de Merkel e dos interesses das offshores acoitados em paraísos fiscais.

Aí está no seu esplendor o tal “éden” prometido por Passos Coelho: aumentar os impostos? Nem pensar. Tirar os subsídios de férias e de natal? Isso é um disparate. Mais austeridade? Era o que faltava.

Pois tudo isso aí está. Aí está na casa de cada português, de cada família, com exceção dos bafejados com o pote, com exceção dos inúmeros ‘catrogas’ para quem o banquete está sempre posto.

E, neste contexto, o PS tem que ser a voz da indignação, mas também a voz da esperança. Da indignação votando contra o orçamento de estado que o Governo vai apresentar e rompendo, de uma forma clara e inequívoca, com qualquer acordo com esta maioria do PSD e do CDS. E o PS tem também que ser a voz da esperança, ao constituir-se como uma alternativa com um caminho oposto a este, como tem vindo a ser dito, sistematicamente, por António José Seguro.

Os viseenses não podem tolerar mais esta gente que lhes está a extorquir os serviços, o trabalho, a dignidade. Vivemos, talvez, o tempo em que se exige de cada um de nós a maior das responsabilidades e a máxima intervenção cívica: estar na primeira linha e não transigir na defesa do nosso país e da nossa terra face a estas investidas seletivas ao interior, aos trabalhadores, aos pensionistas e aos reformados (ao mexilhão, para usar uma expressão popular), que ultrajam os portugueses. E até os verdadeiros social-democratas e democratas cristãos se sentiram e sentem incomodados, como têm vindo a dizer, em coro.

Queremos continuar reféns da esperança; basta de neoliberalismo fraudulento!