[ ]
Notícias de Última Hora
Por Notícias de Resende | terça-feira, 31 de maio de 2011 | Publicado em , | Com 0 comentários
Mesão Frio promove, nos próximos dias 3 e 4 de Junho, na Avenida Conselheiro José Maria Alpoim, uma Feira de Emprego, Qualificação, Formação e Orientação Escolar (FEQFOE). A responsabilidade do acontecimento é da Santa Casa da Misericórdia de Mesão Frio, no âmbito do projecto “3 Saberes” do Programa CLDS de Mesão Frio e contará com a participação de entidades de referência da Região Norte nas áreas de emprego, qualificação e formação. As actividades decorrerão, Sexta-feira e Sábado, das 9h30 às 17 horas.

O projecto “3 Saberes” do CLDS de Mesão Frio promove, nos próximos dias 3 e 4 de Junho, na Avenida Conselheiro José Maria Alpoim, uma Feira de Emprego, Qualificação, Formação e Orientação Escolar, em parceria com a Câmara Municipal de Mesão Frio, Rede Social do Concelho, Gabinete de Inserção Profissional de Mesão Frio, a EAPN Portugal/ Rede Europeia Anti-Pobreza – Núcleo Distrital de Vila Real, Agrupamento de Escolas de Mesão Frio, dirigida ao Concelho de Mesão Frio, bem como aos Concelhos vizinhos, concretamente, para os Concelhos de Baião, Régua, Resende e Santa Marta de Penaguião.

Os objectivos da FEQFOE são a promoção do contanto directo entre as empresas, população activa e os estudantes, permitindo que as empresas apresentem os seus programas, procedimentos, formas de recrutar e as oportunidades que têm para oferecer; potenciar oportunidades de estágio e emprego; promoção do Ensino Profissional; promoção do Ensino Superior; promoção da Formação Profissional e a promoção dos saberes tradicionais. Estarão presentes a Associação da Região do Douro para o Apoio a Deficientes, a Escola Profissional da Régua, a Escola de Hotelaria de Lamego, o NERVIR – Núcleo Empresarial de Vila Real, a Escola Profissional do NERVIR, o Centro Novas Oportunidades de Peso da Régua, o Instituto Politécnico de Bragança, o Instituto Politécnico de Viseu, a ACIR, a Associação Douro Histórico – Projecto PALMUS - CLDS, a Competir – Formação e Serviços, a Margem – Formação e Consultoria Económica, o Centro de Formação Profissional de Vila Real, o Gabinete de Inserção Profissional de Mesão Frio, o Agrupamento de Escolas de Mesão Frio, o Gabinete de Apoio à Comunidade Educativa do Agrupamento de Escolas de Mesão Frio, o Centro de Tropas e Operações Especiais de Lamego, o Centro de Recrutamento de Vila Real, a Associação 2000 de Apoio ao Desenvolvimento – A2000, bem como os artesãos do concelho, ao nível da doçaria, tanoaria, cestaria, rendas e trabalhos em madeira.

Esta Feira tem como destinatários os empregados, empresários, comerciantes, desempregados, desempregados de Longa Duração, beneficiários do Rendimento Social de Inserção, jovens à procura do 1º emprego e a comunidade em geral. A programação da Feira inclui vários workshops, palestras e acções de sensibilização, podendo ser consultada na página de internet da Câmara Municipal de Mesão Frio (www.cm-mesaofrio.pt).

Visite a Feira de Emprego, Formação, Qualificação e Orientação Escolar. Visite a Porta do Douro. Visite Mesão Frio.

Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
No dia 30 de Maio, três alunos da turma do 12.º ano do Curso Profissional de Informática de Gestão e o seu professor de Português deslocaram-se à Quinta das Lágrimas, em Coimbra, para receber o prémio de vencedores, no nível de Ensino Secundário, do “Concurso Inês de Castro”, uma iniciativa conjunta do Plano Nacional de Leitura e da Fundação Inês de Castro, com o patrocínio da YDreams.

A cerimónia iniciou-se com uma Sessão de Abertura, tendo como orador o Comissário do Plano Nacional de Leitura. Seguiu-se a entrega de prémios: foram entregues aos alunos vales de uma noite num hotel de cinco estrelas, com direito a acompanhante e jantar. A Escola Secundária Dom Egas Moniz irá receber também um cheque livro no valor de 50 euros. De seguida, foi oferecido a todas as delegações das escolas presentes um almoço na tenda do Jardim e foi feita a apresentação dos trabalhos vencedores.

Subordinado à temática dos “Percursos de Pedro e Inês”, na modalidade de Caça ao Tesouro, o conteúdo do trabalho elaborado e apresentado pelos alunos assentou na definição de um “percurso” pelos contextos e lugares históricos, geográficos, literários, afectivos, alusivos ao tema. A pesquisa foi feita a partir de leituras sobre o romance de D. Pedro e D. Inês de Castro. A elaboração do jogo Caça ao Tesouro – Percursos de Pedro e Inês – obedeceu aos seguintes requisitos: elaboração de um mapa que permitisse uma fácil visualização da área de jogo; explicação da Caça ao Tesouro (objectivos, estratégias, modo de jogar, tarefas a realizar, propostas de execução, número de jogadores...); enigmas alusivos ao tema, com pistas a permitirem, em cada etapa, o acesso ao enigma seguinte; definição de um “tesouro” para representar o fecho e o clímax do percurso definido; fontes bibliográficas da pesquisa.

O evento terminou com com um lanche, pois a visita guiada aos jardins e fontes da Quinta das Lágrimas, prevista para a tarde, não pôde ocorrer devido ao mau tempo.

Todos os trabalhos premiados serão divulgados nos sítios do Plano Nacional de Leitura e da Fundação Inês de Castro.

Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 1 comentários
No dia 28 de Maio, o Secretário de Estado do Emprego e da Formação Profissional, Valter Lemos, deslocou-se a Resende onde, acompanhado pelo Presidente da Câmara, António Borges, visitou o Festival da Cereja que decorreu durante todo o fim-de-semana e entregou certificados da iniciativa Novas Oportunidades.

No total foram entregues 146 certificados da iniciativa novas oportunidades a adultos que concluíram o processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC), no nível básico e no nível secundário, promovido pelo Centro de Novas Oportunidades (CNO) de Cinfães que abrange o concelho de Resende.

O Centro de Novas Oportunidades dá a possibilidade de reconhecer, validar e certificar os conhecimentos e as competências dos adultos, resultantes das experiências adquiridas em diferentes contextos ao longo da vida. A certificação obtida através deste sistema permite não só a sua valorização pessoal, social e profissional, mas também o prosseguimento de estudos/ formação.

No uso da palavra durante a cerimónia, o Presidente da Câmara Municipal de Resende destacou que “este é um dia de grande importância, pois estamos a consagrar a qualificação que significa mais capacidade para aceder ao mercado de trabalho, representa mais capacidade de ter melhor condição económica, mais qualificação representa melhor desempenho cívico e maior relevância social a que todos temos direito”.

Valter Lemos felicitou a Câmara de Resende pelo trabalho que tem desenvolvido na área da educação e acrescentou que “o Estado deve dar oportunidades às pessoas, é essa a função dos poderes públicos e é isso que em Resende se conseguiu. Melhorar as oportunidades das novas gerações é algo que pode satisfazer quem cá vive, mas também que dirige os destinos, quer do país, quer do concelho”.

No CNO em Resende, actualmente encontram-se a desenvolver o Processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências, entre os níveis básico e secundário, cerca de 200 Adultos.

Gabinete de Comunicação e Imagem
da Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | segunda-feira, 30 de maio de 2011 | Publicado em , | Com 0 comentários
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O Vice-Presidente do Partido Social Democrata, Dr. Marco António Costa, juntou-se à comitiva dos candidatos a deputados pelo círculo de Viseu, liderados pelo seu cabeça de lista, Dr. Almeida Henriques, que, no passado sábado, fizeram a sua apresentação pública no concelho de Resende. A acção de campanha, que contou com uma forte adesão dos Resendenses – manifestando assim a vontade inequívoca de mudar - teve início em S. Martinho de Mouros com a visita às instalações da Irmandade S. Francisco Xavier, continuou com uma arruada pela Vila de Resende e com o contacto com os expositores no Festival da Cereja, antes de terminar com a sessão que se realizou na sede concelhia do Partido. Marco António Costa, acompanhado entre outros pelo Presidente da distrital de Viseu, Dr. Mota Faria, pela candidata de Resende, a Enf.ª Elsa Rodrigues e pelo Presidente do PSD Resende, Arq. Paulo Moura, distribuiu simpatia e prometeu voltar, disponibilizando-se em contribuir para que os Resendenses tenham um futuro melhor.


Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
Por Notícias de Resende | sábado, 28 de maio de 2011 | Publicado em , | Com 0 comentários
Com quase 10 anos de história, a Casa do Benfica em Resende dá mais um grande passo de encontro aos seus sócios. Este é um lugar onde todos os benfiquistas em geral, poderão informar-se à cerca das actividades da nossa casa.

Em conjunto com as redes sociais (Facebook e Twitter), procuramos chegar mais perto de todos os simpatizantes do nosso Glorioso. Saiba os destaques do clube e as novidades da Casa do Benfica em:
http://www.facebook.com/cbenficaresende
http://twitter.com/cbenficaresende

Todos juntos levaremos mais longe, o nome de Resende e do nosso Glorioso Benfica!

Por Notícias de Resende | sexta-feira, 27 de maio de 2011 | Publicado em , | Com 0 comentários

A Comissão Política de Secção de Resende realiza sábado, dia 28, pelas 18:00 h. na sua sede concelhia, a apresentação dos candidatos pelo círculo eleitoral do distrito de Viseu à Assembleia da República, pelas listas do Partido Social Democrata. A sessão contará com as intervenções do Arq. Paulo Moura, Presidente do PSD Resende, da candidata oriunda do nosso concelho, Enf.ª Elsa Rodrigues e do cabeça de lista Dr. Almeida Henriques, para além da presença dos restantes candidatos em lugares elegíveis. Num momento político de extrema importância para o nosso país, a Comissão Concelhia convida os Resendenses a estarem presentes, ouvindo a argumentação política sustentada no programa do partido, de alguns dos futuros interlocutores da nossa região no nosso parlamento. A sessão contará ainda com a presença do vice-presidente do partido, Dr. Marco António.
António Almeida Henriques
Cabeça de Lista do
PSD no Distrito de Viseu

Lista de candidatos:
António Almeida Henriques
Arménio dos Santos
Teresa Santos
José Carlos Figueiredo
Pedro Alves
Maria Ester Vargas
Joaquim Ferreira Seixas
Paulo Almeida pereira
Elsa Ferreira Rodrigues
José Sobral Abrantes
José Carlos Governo
Vera Lúcia Machado
Tiago Manuel Escada
Filipa Alexandra Granha
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
Os Presidentes dos Municípios de Resende e Baião procederam à inauguração da travessia da Barca d’ Aregos, que vem reiniciar o serviço regular da travessia do rio Douro entre os dois concelhos, numa cerimónia realizada no dia 25 de Maio, em Caldas de Aregos.

Reza a história que para facilitar a passagem do rio, os primeiros reis de Portugal foram criando para as pobres gentes daquele tempo, as chamadas “barcas de por Deus” que eram passagens gratuitas em locais onde o povo precisava mais de passar para a outra margem. Assim acontecia em Caldas de Aregos, onde a Rainha D. Mafalda estabeleceu uma barca de passagem para as Termas.

O barco, que a partir de agora vai iniciar o serviço, foi baptizado de “Barca d’ Aregos” precisamente numa alusão àquelas barcas que há dezenas e centenas de anos atrás transportavam as populações de Caldas de Aregos (Resende) para a outra margem, onde na estação de Tormes iam de comboio para o Porto ou para o alto Douro, numa altura em que este era o único transporte disponível na região.

A nova Barca d’ Aregos tem lotação para 12 passageiros mais tripulação e encontra-se disponível para as seguintes actividades: aluguer com tripulação, passeios de barco, passeios marítimos-turísticos, serviços de taxi fluvial e travessia entre as margens. As marcações devem ser realizadas através do seguinte contacto: 913058031.

Durante a inauguração, o Presidente do Município de Baião, José Luís Carneiro, afirmou que “esta ligação corresponde a um ideal, que é o ideal da identidade das populações ribeirinhas dos dois concelhos. É um ideal identitário e um ideal histórico para as populações de Aregos que é Resende e Aregos que é Baião”.

Para o Presidente do Município de Resende, António Borges, “Não podíamos de deixar de assinalar um pequeno grande passo de afirmação e desenvolvimento nesta região do Douro. Mais do que um sonho, mais do que um querer dos Presidentes dos Municípios de Resende e de Baião, este projecto foi sempre uma reivindicação das gentes de Aregos, estejam na margem norte ou estejam na margem sul”.

Com a concretização deste projecto, os Municípios de Resende e de Baião pretendem corresponder aos anseios da população ribeirinha dos dois concelhos, bem como qualificar a oferta turística, desenvolvendo a economia local.

Gabinete de Comunicação e Imagem da
Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 1 comentários
Acácio Pinto
Deputado do PS
O líder do PSD errou profundamente quando criticou o Programa Novas Oportunidades. Errou, pois, de forma grosseira ao criticar um dos programas que mais sucesso tem tido a nível de políticas públicas de formação e qualificação e que tem sido devidamente acompanhado por uma entidade externa, a Universidade Católica, através de uma equipa liderada por Roberto Carneiro.

E o erro foi também muito injusto, e de alguma má fé, para as centenas de milhar de pessoas que até hoje foram certificadas por este programa, seja na vertente escolar seja na vertente profissional, através dos inúmeros Centros de Novas Oportunidades (CNO) existentes em todo o país.

Mas verdadeiramente a causa de tal ataque está no sucesso das Novas Oportunidades e no êxito que ele tem constituído junto das pessoas que através dele viram os seus saberes certificados e, muitas delas, tiveram progressões nas suas carreiras.

É caso para dizer que, depois de tal erro, damos uma nova oportunidade ao PSD, mas para se redimir, perante os portugueses, do ataque desferido a tantas e tantas pessoas que, pelos motivos mais diversos, abandonaram a escola mais cedo do que o normal e a quem o Governo, através deste programa, deu a possibilidade de regressarem ao sistema e verem as suas competências validadas.

CNO DO IEFP DE VISEU
Foi neste contexto que os candidatos do Partido Socialista pelo Distrito de Viseu no âmbito das eleições legislativas de 5 de Junho visitaram no dia 25 de Maio o Centro Novas Oportunidades (CNO) do Centro de Formação Profissional de Viseu, no Parque Industrial de Coimbrões. Nesta visita, além do cabeça-de-lista, José Junqueiro, estiveram presentes os candidatos do PS, Acácio Pinto, Elza Pais, Miguel Ginestal e Fernanda Sobral, a Presidente da Comissão Política Concelhia do PS Viseu, Lúcia Silva, e o Director do CNO, Miguel Gomes.

Com esta iniciativa, foi possível perceber a razão do sucesso da Iniciativa Novas Oportunidades, bem como o impacto significativo que a certificação de competências pode ter na vida dos cidadãos que frequentam estas acções. Este é mais um projecto grandioso dos governos de José Sócrates, que sempre apontou o caminho da qualificação como um meio para uma maior qualidade de vida da população portuguesa e para aumentar a competitividade das empresas.

Tendo recentemente completado cinco anos de actividade, iniciada em Fevereiro de 2006, o CNO do Centro de Formação Profissional de Viseu representa um caso de grande sucesso, à imagem, aliás, da própria iniciativa: 7481 inscritos e 2628 certificados. Só nos primeiros quatro meses deste ano (segundo dados referentes a 30 de Abril), inscreveram-se neste CNO 840 formandos adultos, dos quais 265 entraram em processo de certificação e 192 foram já certificados. Neste centro são desenvolvidos processos de RVCC – Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências escolares de nível básico (4º, 6º ano e 9º ano) e secundário, e também processos de RVCC profissional, tendo entrado em funcionamento, desde 2006, as áreas profissionais de Serralharia Civil, em 2006, de Electricidade e Instalações, em 2008, e de Serviço de Mesa, Acompanhante de Criança e Técnico de Acção Educativa, em 2010. Ainda durante este ano deverá arrancar a saída profissional de Agente de Geriatria.

Mas o que verdadeiramente é triste em tudo isto é que com este PSD e com esta sua liderança começamos a estar demasiado habituados ao tudo e ao nada e à mudança absurda e absoluta de opinião de quem não tem ideias e apesar de ter provocado esta crise ainda hoje anda à procura do seu programa eleitoral.

Acácio Pinto
Deputado do PS
2011-05-26
Por Notícias de Resende | quinta-feira, 26 de maio de 2011 | Publicado em , | Com 0 comentários
António Almeida Henriques
Cabeça de Lista do
PSD no Distrito de Viseu
Defender a Família como elemento nuclear da sociedade, a qual deve estar no centro da discussão das políticas económicas, sociais e educativas, é o compromisso central que assumimos com Viseu.

A Família é a base de organização de toda a sociedade, deverá ocupar cada vez mais o seu papel central, numa lógica intergeracional e solidária, tem que deixar de ser mal tratada como o foi nos últimos seis anos, foram muitos os “ataques” e tentativas de desestabilização dos valores que defendemos.

Sobretudo em tempos difíceis como os que vivemos, contribui decisivamente para a estabilidade social e “amortece” a conflitualidade latente.

Podemos afirmar que a sua situação se agravou, e muito, neste período de governação socialista.

A carga fiscal agravou-me, 20 pontos percentuais acima da média da UE-27, mesmo antes da instalação da crise no final de 2008, fruto dum aumento generalizado dos impostos directos, mais indirectos, mais contribuições para a Segurança Social, penalizando o rendimento disponível das famílias; propomo-nos efectuar a alteração da estrutura fiscal para incentivar a poupança das famílias.

O endividamento também cresceu de uma forma exponencial, hoje é cerca de 100% do PIB e 135% do rendimento disponível; acresce o facto de a dimensão excessiva do sector público e o consumo excessivo de recursos absorverem anualmente um quinhão da ordem dos 55% do PIB o que afecta negativamente o rendimento disponível das famílias.

No domínio da poupança, e segundo as últimas informações da Comissão Europeia, a poupanças das famílias e empresas era da ordem dos 14% do PIB, sendo que a sua promoção é essencial para diminuir o endividamento externo e para alcançarmos níveis de endividamento mais sustentáveis para as famílias. Propomo-nos reforçar as garantias de estabilidade dos regimes legais e fiscais dos principais produtos de poupança familiar

Ao nível da energia constatam-se os elevados preços da electricidade e do gás natural, sendo que na primeira os custos finais contêm mais de 50% dos chamados “custos políticos” e não tem havido investimento na eficiência energética. Propomos a eliminação progressiva de todas as tarifas nos mercados de electricidade e gás natural e a criação de uma tarifa de recurso para famílias carenciadas (tarifa social) e uma politica agressiva no domínio da eficiência energética, colocando Portugal na liderança europeia neste domínio.

A pobreza está a alastrar.

Aparecem novas formas de pobreza que crescem, alimentadas pelo desemprego e pelo endividamento das famílias.

Propomos criar um amplo modelo de inovação social que visa dar resposta e apoio a flagelos e carências sociais graves como seja o caso da fome. Este programa será orientado para crianças e idosos de famílias desamparadas e sem acesso a redes e instituições normais de apoio a que o Estado geralmente recorre. São prioritários em termos de entrega às famílias os seguintes itens: Alimentação, vestuário e medicamentos

O modelo de inovação social que propomos procurará apoiar crianças em risco, oriundas de famílias problemáticas, bem como os novos pobres.

São também prioritárias as famílias em que os dois cônjuges estejam desempregados e em que as mulheres tenham idade superior a 45 anos.

Colocaremos também no centro das nossas preocupações o combate ao abandono escolar precoce e medidas de apoio à família e, por outro lado, no justo reconhecimento do mérito e do esforço de cada um.

Propomo-nos desenvolver mecanismos que permitam que as famílias trabalhadoras e que declaram os seus rendimentos ao fisco não sejam penalizadas face aos que não têm emprego ou que não declaram rendimentos, no acesso aos subsistemas de Acção Social e de Solidariedade. Neste contexto, ponderar-se-á, para efeito de cálculo de benefícios, não apenas o rendimento bruto do trabalho mas também de outras variáveis, nomeadamente os sinais exteriores de riqueza.

Em particular, será promovido um largo debate nacional sobre a questão vital do aumento da taxa da natalidade na sociedade portuguesa. Não existem soluções mágicas para se inverter a tendência de queda, o que a continuar afectará muito negativamente o potencial de crescimento económico do País.

Impõe-se um reforço das medidas que anulem progressivamente algumas das causas que explicam esta tendência, nomeadamente a necessidade de encontrar novos caminhos para a conciliação da vida familiar e profissional das famílias, especialmente das mães, e o desenvolvimento de novos tipos de apoio com envolvimento das organizações da sociedade civil. Serão analisadas as melhores medidas de apoio à natalidade que existem na Europa, nomeadamente as de natureza fiscal que estimulam os casais a ter mais do que dois filhos, majorando as deduções fiscais e outros incentivos aplicáveis.

Queremos recentrar o apoio à família nos primeiros anos da criança, é fundamental para o seu crescimento saudável.

Os pais deixaram de ser os aliados primeiros dos professores na educação dos filhos e é evidente a quebra do consenso entre a Família e a Escola, há que promover esta reconciliação, fundamental para o nosso desenvolvimento.

Propomo-nos também aumentar a cobertura dos cuidados primários, garantindo médico de família a todos os cidadãos.

Por fim, afirmamos que só podemos dar estabilidade às famílias e promover o seu bem estar se afirmarmos um Estado competitivo e sustentável, que promova o crescimento económico, através da regulação independente, da libertação de recursos económicos e financeiros para as empresas e as famílias.

Colocar a Família e as Pessoas no Centro da decisão política, um compromisso que assumimos.
Está na hora de mudar.

António Almeida Henriques
Cabeça de Lista do PSD no Distrito de Viseu
Por Notícias de Resende | quarta-feira, 25 de maio de 2011 | Publicado em , | Com 0 comentários
O Pavilhão Municipal de Anreade, em Resende, recebe nos próximos dias 27 e 28 de Maio, o Torneio Internacional de Andebol – Cereja Cup, onde vão estar em competição as equipas juniores do FC Porto, SL Benfica e a espanhola Ademar Léon.

O primeiro jogo vai ser disputado no dia 27 de Maio, sexta-feira, às 19 horas, entre o S.L. Benfica e o Ademar Léon. No dia 28 de Maio, sábado, o primeiro encontro inicia-se às 11 horas com as equipas do Ademar Léon e F. C. do Porto, sendo que o jogo de encerramento, a realizar pelas 18 horas, coloca frente a frente a equipa do F. C. do Porto e do S. L. Benfica.

A equipa do F. C. do Porto joga no Campeonato Nacional de Juniores Masculinos da 1.ª Divisão Next<21, encontra-se apurada para a 2.ª fase do campeonato e ocupa, neste momento, o 2.º lugar na tabela, somando 58 pontos.

O S. L. Benfica disputa o Campeonato Nacional de Juniores Masculinos da 2.ª Divisão, ocupa o 1.º lugar da tabela com 30 pontos e vai competir na fase final do campeonato.

A Universidade de León Ademar (ULE Ademar) é a equipa filial do Real Ademar León, uma das mais importantes equipas do andebol espanhol, que acompanhará o FC Barcelona e o Ciudad Real na próxima Liga dos Campeões.

Com a organização de mais um evento desportivo que conta com a participação das melhores equipas portuguesas e do campeonato espanhol, o Município de Resende pretende consolidar o desporto e o Andebol no concelho, fazendo desta modalidade uma referência na região.



Gabinete de Comunicação e Imagem da
Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | terça-feira, 24 de maio de 2011 | Publicado em , | Com 2 comentários
Decorreu no passado dia 20 de Maio, no Auditório Municipal de Resende, entre as 10 e as 16 horas, a apresentação pública dos projectos de empreendedorismo, realizados na Escola Secundária Dom Egas Moniz, no presente ano lectivo.

Tudo começou no ano passado, quando foi implementado o PNEE (Projecto Nacional de Educação para o Empreendedorismo), uma iniciativa do Ministério da Educação e da DGIDC (Direcção-Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular) abraçada pela Escola Secundária. Teve, desde logo, a colaboração da Net Porto e Bic Minho e também os parceiros ACER, APROCER, Embalagens Namora e Câmara Municipal de Resende. Da comissão fazem ainda parte a Direcção da Escola, os serviços especializados de Apoio Educativo/Serviços de Psicologia e Orientação, um representante de cada ano escolar do 3.º ciclo e do ensino secundário, um representante dos pais e Encarregados de Educação, um Assistente Operacional e, a partir deste ano, um representante da UTAD.

Dessa primeira fase, surgiram diversos projectos, em que um em especial, o CERCAIXARES, desenvolvido pelo aluno Fernando Vieira (9.º A), em parceria com o seu primo Jorge e o produtor de caixas Sr. Namora, teve um êxito quase inesperado. Conceberam uma caixa para cerejas de tal maneira inovadora que está já em vários mercados nacionais, com um volume de vendas considerável. O registo da patente foi feito na UTAD (Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro), no dia 24 de Fevereiro, com o número 2252, e a apresentação aos produtores de cereja realizou-se no dia 12 de Abril.

Foi este o exemplo divulgado por toda a comunidade escolar e acreditamos que pode ter servido de incentivo para que no presente ano fossem realizados projectos absolutamente fantásticos. Desenvolveram-se na Área de Projecto e envolveram alunos de diversas turmas. Presidiram à sessão de abertura o Director da Escola Dom Egas Moniz, Dr. António Carvalho; o Sr. Vereador da Câmara Municipal, Albano Santos; o Coordenador da Equipa de Apoio às Escolas, Dr. César Carvalho e, em representação da UTAD, a Dr.ª. Carla Gonçalves. Antes das apresentações, fomos brindados com uma extraordinária coreografia, com caixas de cereja, executada pelo grupo “Ceranima” (11.º D).

Sob a orientação do Professor Adérito Lopes tomámos conhecimento dos diferentes projectos. A iniciar, uma extraordinária história infantil, do projecto “Ler é Ver” (12.º B), escrita em Braille e lida por um colaborador invisual, Sr. José Borges; “Licorcer” (8.º D), que produziu um delicioso licor de cereja; “Biscoitos de Cereja” (7.º A), que nos criaram, desde logo, água na boca; “Cherry Doll” (10.º B), apresentou-nos uma engraçada boneca com enchimento de caroços de cereja; “Psicodominó” (10.º B), um dominó em madeira com desenhos de cerejas. Pelo meio, ainda tivemos tempo de provar o licor e os biscoitos deliciosos, que serviram de aperitivo para o almoço.

À tarde fomos brindados com mais uma animação proporcionada pelo grupo “Ceranima” (11.º D), desta vez uma amostra de um baile tradicional. Foi uma maneira descontraída de reiniciar os trabalhos. Seguiu-se “Bancas e Uniformes” (11.º C), deu-nos a conhecer uma maqueta de banca para venda de cereja e um avental para ser utilizado como uniforme no processo de venda; “Cercaixares” (9.º A), pela voz do Fernando, do Jorge e do Sr. Namora, mais um testemunho da sua bem sucedida criação; outra caixa diferente, concebida para um determinado cliente, foi apresentada pelo Sr. Namora, enquanto parceiro do PNEE e entusiasta desta ideia do empreendedorismo. “Guloseimas de Resende” (9.º C) foi outra das grandes novidades. Trata-se de uma loja de venda de produtos de referência de Resende, nos diversos campos: artesanato, gastronomia, frutos, vinhos, recordações, livros. “Cerdoce” (7.º D), um delicioso doce de cereja; “Cerise” (8.º D), que teve como entidade parceira a pastelaria “O Sonho”, não ficou atrás de nenhum outro, já que nos apresentou um excelente bolo de cereja. “Cherry Ice Cream” (7.º D), foi mais uma tentação, porquanto quando provámos aquele saboroso gelado soube-nos a pouco. “Acessórios de Moda” (7.º B), uma ideia bonita, concebida para criar bijutarias: anéis, pulseiras e brincos, com materiais leves, acondicionados numa caixa com um desenho de cereja. A terminar, nada melhor que “Cereja Fashion” (7.º D). O grupo ornamentou t-shirts com motivos de cereja pintados à mão.

Mais palavras para quê? São jovens com dinamismo, ideias promissoras e marcam a sua posição, de forma determinada, na defesa dos seus princípios. São ingredientes fundamentais para se ter sucesso na vida. O essencial já possuem, oxalá não se deixem vencer ao primeiro obstáculo.

Está concluída a segunda fase do PNEE, para o ano os trabalhos prosseguirão.

Prof. Orísia Olhero Macedo
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
A Câmara Municipal de Mesão Frio adjudicou a obra de reabilitação do Mercado Municipal de Mesão Frio. Com um investimento de cerca de 1 milhão e cem mil euros, Mesão Frio ganhará assim um novo espaço para a Feira Semanal, bem como uma infra-estrutura que dará nova cara àquela área da Vila de Mesão Frio. No inicio do mês de Junho é iniciada assim mais uma de uma série de obras na vila de Mesão Frio que, no total, se traduz num investimento de cerca de seis milhões de euros.

A Câmara Municipal de Mesão Frio aprovou, no passado dia 5 de Maio, em reunião de executivo, a adjudicação das obras de reabilitação do Mercado Municipal do Concelho, que se traduzirá num investimento de cerca de um milhão e cem mil euros. Com a obra de reabilitação do Mercado Municipal, aquele espaço, que actualmente acolhe a Feira Semanal e comércio local, será totalmente remodelado e surgirá de cara lavada.

As obras de reabilitação prevêem a demolição de todas as edificações inferiores que existem actualmente e consta na reabilitação das lojas do piso ao nível da Rua Nova do Mercado, mantendo-se os seis espaços comerciais. Está ainda previsto para o “novo” Mercado Municipal a criação de um espaço de restauração e bebidas de assinalável qualidade, com vista panorâmica para a Zona de Lazer do rio Teixeira. Estas obras contemplam ainda a ampliação dos espaços comerciais inferiores à Rua Nova do Mercado, obtendo-se seis espaços comerciais e casas de banho públicas. Num nível mais inferior, onde actualmente funcionam parte das oficinas dos Serviços Municipais e no actual espaço de venda de produtos hortícolas e uma parte significativa do espaço onde decorre actualmente a feira semanal, surgirá um espaço multiusos que permitirá acolher eventos com mais de 1000 m2.

Esta obra de reabilitação do Mercado Municipal está integrada numa série de investimentos que rondarão os seis milhões de euros, nomeadamente com a Reabilitação Urbana da Vila de Mesão Frio, a ampliação do Cemitério de Mesão Frio e Parque de Estacionamento, construção da Biblioteca Escolar e Acesso ao Centro Escolar.

Actual Mercado Municipal de Mesão Frio
Alçada Noroeste - Novo Mercado Municipal de Mesão Frio
Corte BB' - Novo Mercado Municipal de Mesão Frio