Quantcast
[ ]
Notícias de Última Hora
Álvaro de Matos Almeida: Carta aberta aos socialistas de Resende
quinta-feira, 19 de setembro de 2013 Publicado por Notícias de Resende

Após muita ponderação decidi escrever estas linhas em atenção a todos aqueles que, ao longo destes anos, me acompanharam como militantes do partido Socialista.

A minha consciência impôs-me que, a partir de determinado momento, pedisse a suspensão de militante, pois tornou-se inviável qualquer relacionamento com a atual liderança e a orientação dada ao Partido Socialista em Resende.

Caros camaradas e amigos:

Eu não mudei, sou a mesma pessoa que, ao longo destes anos, sempre dei a cara pelo Partido Socialista e pelos seus projetos de transformação da economia e da sociedade. Continuo convencido que os princípios porque sempre lutei, continuam válidos e ainda hoje me norteiam na minha intervenção política e cívica. Cada vez e com maior firmeza me empenho na afirmação dos ideais que sempre considerei válidas e adequadas a uma sociedade moderna e livre.

Sabe, quem me conhece, que nunca andei atrás de cargos ou honrarias. O que sempre me moveu foram ideias e sobretudo o dever de contribuir para a libertação do Homem, com a instauração de uma democracia que defenda a igualdade de oportunidades para todos.

Quando fui Presidente da Secção Concelhia do PS, à luz dos estatutos, poderia reivindicar qualquer lugar. Estive sempre onde o partido mais precisava de mim e onde o meu contributo podia ser mais válido. Nunca coloquei o interesse pessoal à frente do interesse coletivo.

Sabem que nunca me coibi de expressar a minha opinião, concordante ou discordante, que não confundo lealdade com fidelidade canina.

Todos sabem também, que sempre defendi que o Partido Socialista de Resende não poderia viver e afirmar-se se dependesse apenas de uma ou duas figuras. Para mim, o PS vale pelo conjunto dos seus militantes, pela riqueza que todos representam, pela diversidade de opiniões, pela partilha e solidariedade que partilhamos.

Devo confessar que nunca fui adepto da inscrição desenfreada de pessoas sem perfil e sem provas dadas, como militantes, apenas com o objectivo de se poder ter mais alguns lugares em órgãos do partido. Por isso, das coisa que sempre me incomodou foi relacionar-me com pessoas, que exibiam o cartão de militante do PS e me diziam que sempre foram do PSD, e que só tinham feito a sua filiação por causa do senhor Engenheiro.

Meus amigos: Isto para mim são sócios e jamais serão militantes dum Partido Socialista a sério.

Sabem que sempre fui homem de palavra. Quando era presidente da secção concelhia, aquando da 1ª candidatura do Engº José Sócrates, fui apoiante de Manuel Alegre. Nessa altura, dei a minha palavra que não usaria esse fator publicamente e cumpri, em todos os momentos ou lugares por onde passei.

Tempos mais tarde, apesar da insistência, não aceitei ser delegado ao congresso nas listas do Engº Sócrates. Fui a Guimarães participar no Congresso como delegado, por inerência, sem direito a voto. Mantive-me fiel aos meus ideais e ao meu partido. Ajudar a construir um país justo e moderno numa sociedade aberta, dialogante que valoriza o esforço e o trabalho que permeia o mérito em detrimento do compadrio foi sempre e será sempre o meu lema.

Por isso, pus mesmo a hipótese de me afastar da vida política ativa e ficar no meu canto a observar o evoluir dos acontecimentos. Mas, por várias razões, não consegui alhear-me de tudo o que me rodeia e solicita a minha intervenção.

Neste entretanto, surgiram novos desafios e novas batalhas. Num ambiente calmo de responsabilidades repartidas, num projecto que pretende incluir a todos numa causa que nos une e que defende a dignidade humana, eis-me de novo na política ativa, sempre renovada, num projecto como eu sempre defendi. “TODOS SOMOS RESENDE”

A todos aqueles com quem tive o privilégio de lutar, lado a lado, por um concelho mais justo e solidário, em que as pessoas aparecem primeiro, deixo um desafio: É nosso dever de cidadãos participar e dar um sentido à nossa existência. A pensar nas gerações vindouras, o que inclui os nossos filhos e outros que virão, não podemos baixar os braços e colocar-nos à margem. O nosso dever é apontar caminhos e fazer frutificar a esperança. Resende será uma terra com futuro se dermos o nosso melhor. Como cidadãos não podemos esmorecer. Ninguém pode ficar de fora. Temos que decidir o nosso futuro nesta terra que foi dos nossos avós, onde TODOS SOMOS RESENDE.

Nestes tempos difíceis exige-se competência e seriedade. Não deixem hipotecar o futuro dos nossos filhos. Por isso, peço a todos que não baixem os braços e continuem a mostrar que vale a pena lutar por Resende.

A TODOS OS SOCIALISTAS E AMIGOS QUERO MANIFESTAR O MEU APREÇO E ADMIRAÇÃO.

A todos deixo um abraço de estima e consideração
Álvaro Matos Almeida

Notícias de Resende

Obrigado pela sua sua visita..!

0 comentários para "Álvaro de Matos Almeida: Carta aberta aos socialistas de Resende"

Deixe um comentário

Regras de utilização aceitável do noticiasderesende.com

Não obstante as regras definidas e a diligência e zelo a que NOTÍCIAS DE RESENDE se propõe, não é possível um controlo exaustivo dos comentários dos utilizadores e, por isso, não é possível a NOTÍCIAS DE RESENDE garantir a correção, qualidade, integridade, precisão ou veracidade dos referidos comentários.

NOTÍCIAS DE RESENDE não é responsável pelo teor difamatório, ofensivo ou ilegal dos comentários. Todos os textos inseridos nas caixas de comentários disponibilizadas em www.noticiasderesende.com expressam unicamente os pontos de vista e opiniões dos seus respetivos autores.

Apesar da referida impossibilidade de exercer um controlo exaustivo, NOTÍCIAS DE RESENDE reserva-se o direito de bloquear e/ou de retirar das caixas de comentários quaisquer mensagens que contrariem as regras que defende para o bom funcionamento do site, designadamente as de caráter injurioso, difamatório, incitador à violência, desrespeitoso de símbolos nacionais, racista, terrorista, xenófobo e homofóbico.

Os comentadores são incentivados a respeitar o Código de Conduta do Utilizador e os Termos de Uso e Política de Privacidade que podem ser consultados neste endereço:
http://www.noticiasderesende.com/p/politica-de-privacidade.html