Quantcast
[ ]
Notícias de Última Hora
Estudo “Marcas de Confiança 2014” da Selecções do Reader’s Digest revela Marcas Nacionais no topo da Confiança dos Portugueses
quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014 Publicado por Notícias de Resende

§  Well’s (80%), Molaflex (78%), Sportzone (68%), Samsung (45%), Meo (41%), BPI (40%), Toshiba (39%) e Elvive (24%) são as novas Marcas de Confiança dos portugueses em 2014.

§  Estudo revela ainda que os consumidores mudam de marca quando a qualidade do produto baixa (75%) ou quando o serviço por ela prestado piora (78%). O preço surge em terceiro lugar (69%), como razão para procurar outra marca.

§  69% dos portugueses considera que a sua situação económica está pior do que em anos anteriores. Ainda assim, 1% dos inquiridos considera-a muito boa e 57% não confia no Governo para melhorar esta situação.


Pelo 14.º ano consecutivo, o estudo da Selecções do Reader’s Digest revela as Marcas de Confiança dos portugueses em 40 diferentes categorias, divididas em produtos e serviços. As marcas foram indicadas pelos inquiridos de forma espontânea, através de um questionário elaborado com perguntas abertas, sem qualquer sugestão.

Seguindo a tendência de 2013, as insígnias que registam maior votação dos portugueses no estudo “Marcas de Confiança 2014” são as nacionais. Nesta última edição, as marcas portuguesas possuem um alto nível de votação e as três primeiras pertencem a três novas categorias: Well´s (80% em Cadeias e Lojas de Parafarmácia), Molaflex (78% em Colchões) e Sportzone (68% em Lojas de Desporto e Moda Desportiva).

Multiópticas, Abreu, Delta, Luso, Continente, Médis, Sagres e Zippy estão no topo das marcas nacionais que viram reforçada a confiança dos consumidores portugueses com grandes índices de votação.

Seguem-se todas as marcas portuguesas eleitas pelos consumidores: Well’s (80% em Cadeias e Lojas de Parafarmácia), Molaflex (78% em Colchões), Sportzone (68% em Lojas de Desporto e Moda Desportiva), Multiópticas (66% em Óticas), Abreu (64% em Agências de Viagem), Delta (61% em Cafés), Luso (59% em Águas de Mesa), Continente (56% em Hiper/Supermercados), Médis (56% em Seguros de Saúde), Sagres (56% em Cervejas), Zippy (56% em Lojas de Roupa Infantil e Puericultura), Worten (51% em Cadeias e Loja de Distribuição Não Alimentar), Galp (49% em Gasolineiras), TMN (atualmente Meo) (49% em Operadores de Redes Móveis), Meo (41% em Empresas de Serviço de Internet), CTT (40% em Empresa de Serviço Público), RTP (37% em Canais de Televisão – Sinal Aberto e Cabo), Fidelidade (32% em Seguradoras) e RFM (28% em Estações de Rádio).

As conclusões resultam do estudo “Marcas de Confiança 2014”, da Selecções do Reader’s Digest, que avaliou, em 10 países, entre eles Portugal, parâmetros de confiança da população num abrangente conjunto de realidades socioeconómicas, com relevância para as Marcas da sua Confiança.

SAMSUNG DESTRONA NOKIA

Os consumidores portugueses, normalmente fiéis às insígnias merecedoras da sua confiança, não hesitam em mudar quando consideram haver quebra no seu desempenho. Quando questionados sobre a sua Marca de Confiança relativamente a Telemóveis/ Smartphones a resposta foi Samsung (45%), que retirou a posição detida há 13 anos pela Nokia (32%), com uma diferença significativa de mais 16% dos votos. É também de destacar que em todos os países, à exceção de França, a Samsung ganhou terreno face à finlandesa Nokia.

Há quatro novos “número 1” para além da Samsung, nomeadamente nas categorias de Computadores Pessoais, Banca, Empresas de Serviço de Internet e Produtos e Cuidados com o cabelo. Respetivamente, a Toshiba (39%) que destrona nove anos de HP, o BPI (40%) que conquista o lugar detido pela Caixa Geral de Depósitos (27%) durante 13 anos consecutivos, a Meo, com 41%, e a Elvive, do universo L’Óreal, que ganha à Pantène, com 24% dos votos.


TOYOTA REFORÇA LIDERANÇA

A Toyota, líder desde 2010, revalida a confiança na categoria de Automóveis, com um crescimento significativo de 24% em 2013 para 42% em 2014. Com o índice de confiança em crescimento estão também a Canon, vencedora com 49% em Máquinas Fotográficas, e a Visa, com 60% em Cartões de Crédito. Imbatível também continua Skip (63% na categoria de Detergentes para a Roupa).

No setor alimentar, a Nestlé triunfa em duas categorias, Chocolates (44%) e Cereais de Pequeno-almoço (39%). A McDonald’s (42%) ganhou em crescente na categoria de Restauração e a Friskies foi novamente eleita a marca preferida pelos portugueses na categoria Alimentos para Animais. Quanto aos Grandes Eletrodomésticos, os consumidores portugueses voltam a colocar a Miele no pódio da confiança, com 47% face a 30% no ano anterior.

Nas categorias ligadas à saúde e bem-estar, a Centrum consolida a liderança com 73% em Vitaminas. Em Produtos de Cuidados com o Corpo, a Nivea (38%) volta a ser líder em todos os países. A L´Óreal lidera duplamente nas categorias Cosmética Decorativa/Maquilhagem (25%) e Produtos de Coloração para o Cabelo (43%). Por sua vez, a Elancyl revalida a confiança em Anticelulíticos e Adelgaçantes (48%).


Estudo “Marcas de Confiança 2014”

Marcas de Confiança” é um dos estudos de mercado mais abrangentes realizados na Europa, tendo sido realizado com 17 676 inquiridos em 10 países: Portugal, Alemanha, Áustria, Eslovénia, Finlândia, França, Polónia, Roménia, Rússia e Suíça.
O estudo foi efetuado em cinco países via on-line e nos restantes cinco via postal.
Em Portugal, este estudo foi realizado através de questionário postal endereçado a cerca de 12 mil assinantes da revista Selecções do Reader’s Digest. As respostas foram apuradas por método de pergunta aberta, sem qualquer sugestão, originando deste modo respostas espontâneas, entre 16 de setembro e 30 de novembro de 2013.

De notar que quem participa neste estudo está sujeito a uma inibição por 24 meses, o que assegura uma nova amostra todos os anos.

Ficha técnica:
- “Marcas de Confiança da Europa 2013” foi realizado pelas Selecções do Reader’s Digest pelo 14.º ano consecutivo.

- Este estudo de consumo tem como objetivos identificar as marcas em que os consumidores mais confiam e avaliar os níveis de confiança em produtos e serviços, repartidos por 40 categorias, e foi levado a cabo entre setembro e novembro de 2013.

- A selecção da amostra e as respostas foram ponderadas pela população portuguesa, nas variáveis género e idade.


- O processamento de dados foi feito por Wyman Dillon, empresa sediada em Bristol, no Reino Unido, e a margem de erro é de 3,1%.

AS MARCAS DE CONFIANÇA 2014 DOS PORTUGUESES

CATEGORIA
MARCA 2014
Automóveis
Toyota
Grandes Eletrodomésticos
Miele
Computadores Pessoais
Toshiba
Telemóveis / Smartphones
Samsung
Operadores de Redes Móveis
TMN (atual Meo)
Máquinas Fotográficas
Canon
Agências de Viagens
Abreu
Banca
BPI
Cartões de Crédito
Visa
Seguradoras
Fidelidade
Empresas de Serviço de Internet
Meo
Gasolineiras
Galp
Vitaminas
Centrum
Analgésicos/ Alívio da Dor
Ben-U-Ron
Medicamentos para a Tosse/ Constipação
Bisolvon
Produtos de Cuidados com o Cabelo
Elvive
Cosmética Decorativa / Maquilhagem
L’Óréal
Produtos de Cuidados com o Corpo
Nivea
Detergentes para a Roupa
Skip
Cereais de Pequeno-Almoço
Nestlé
Restauração
McDonald’s
Chocolates
Nestlé
Lojas de Desporto e Moda Desportiva
Sportzone
Cafés
Delta
Cadeias e Lojas de Parafarmácia
Well’s
Cervejas
Sagres
Águas de Mesa
Luso
Produtos de Coloração do Cabelo
L´Oréal
Laxantes
Dulcolax
Hiper/Supermercados
Continente
Alimentos para Animais
Friskies
Canais de Televisão (sinal aberto e cabo)
RTP
Anticelulíticos e Adelgaçantes
Elancyl
Ótica
Multiópticas
Lojas de Roupa Infantil e Puericultura
Zippy
Colchões
Molaflex
Seguros de Saúde
Médis
Empresas de Serviço Público
CTT
Cadeias e Loja de Distribuição Não Alimentar
Worten
Estações de Rádio
RFM

Notícias de Resende

Obrigado pela sua sua visita..!

0 comentários para "Estudo “Marcas de Confiança 2014” da Selecções do Reader’s Digest revela Marcas Nacionais no topo da Confiança dos Portugueses"

Deixe um comentário

Regras de utilização aceitável do noticiasderesende.com

Não obstante as regras definidas e a diligência e zelo a que NOTÍCIAS DE RESENDE se propõe, não é possível um controlo exaustivo dos comentários dos utilizadores e, por isso, não é possível a NOTÍCIAS DE RESENDE garantir a correção, qualidade, integridade, precisão ou veracidade dos referidos comentários.

NOTÍCIAS DE RESENDE não é responsável pelo teor difamatório, ofensivo ou ilegal dos comentários. Todos os textos inseridos nas caixas de comentários disponibilizadas em www.noticiasderesende.com expressam unicamente os pontos de vista e opiniões dos seus respetivos autores.

Apesar da referida impossibilidade de exercer um controlo exaustivo, NOTÍCIAS DE RESENDE reserva-se o direito de bloquear e/ou de retirar das caixas de comentários quaisquer mensagens que contrariem as regras que defende para o bom funcionamento do site, designadamente as de caráter injurioso, difamatório, incitador à violência, desrespeitoso de símbolos nacionais, racista, terrorista, xenófobo e homofóbico.

Os comentadores são incentivados a respeitar o Código de Conduta do Utilizador e os Termos de Uso e Política de Privacidade que podem ser consultados neste endereço:
http://www.noticiasderesende.com/p/politica-de-privacidade.html