Quantcast
[ ]
Notícias de Última Hora
Armamar: GP do PCP Interpela MAFDR sobre Ataque da “Vespa Asiática” aos Castanheiros da Região de Armamar
terça-feira, 13 de junho de 2017 Publicado por Notícias de Resende

Alertado por agricultores e associações do sector preocupados com o desenvolvimento da praga da “vespa asiática” e a inércia de autarquias e autoridades estatais perante o flagelo,  o Grupo Parlamentar do PCP, através da deputada, Ana Virgínia Pereira, apresentou ao Ministério da Agricultura, da Floresta e do Desenvolvimento Rural um conjunto de perguntas, visando uma intervenção rápida e eficaz, para impedir a destruição da cultura do castanheiro na nossa região.

A praga da “vespa asiática” já dizimou cerca de oitenta por cento da produção da castanha em Itália e Espanha e foi detetada em Portugal, na região do Minho, em 2015.
Esta praga tem alastrado pelo país sem que as medidas necessárias para o seu combate se mostrem eficazes.

Nestes últimos dois anos, vários concelhos de Trás-os-Montes e Alto Douro foram fortemente atacados por esta praga. Mais de trinta autarquias e a REFcast - entidade ligada à investigação na UTAD -, criaram o programa Biovespa, tratamento biológico destinado a combater a vespa asiática com a introdução de parasitóides Tarymus Sinensis, método utilizado em Itália e Espanha e o único que obteve resultados.

Nestes países, o equilíbrio entre praga e parasita foi conseguido ao fim de três a quatro anos.

Os parasitas, importados de Itália, 120 fêmeas e 70 machos, custam cerca de 280 euros.

No concelho de Armamar, nesta primavera, chegou a praga a quase todos os soutos e é mais visível na zona de Monte Raso e noutras onde se situa a maioria dos castanheiros, que são a base de produção da castanha e de sustento para a economia local.

As medidas do Ministério da Agricultura, da Floresta e do Desenvolvimento Rural ou dos organismos dele dependentes, para enfrentar e combater esta praga são de desconhecimento generalizado. Até à presente data, a Câmara de Armamar não aderiu, a qualquer projeto que tenha como objetivo o combate a esta terrível praga.

Assim, em face deste quadro dramático para a preservação da produção de castanha no concelho de Armamar e regiões limítrofes, o Grupo Parlamentar do PCP na Assembleia da República solicitou ao Governo, por intermédio do Ministério da Agricultura, das Florestas e do Desenvolvimento da Rural, que preste os seguintes esclarecimentos:

Conhece o Governo este problema? Que medidas está a tomar ou já tomou para o debelar?  Que medidas profiláticas está a tomar para o combate a esta praga nesta região? Considerando o alastramento intensivo da praga, que plano existe para a enfrentar e debelar?  Atendendo às fortes quebras na produção e qualidade da castanha para a safra de 2017, prevê o Governo alguma medida de compensação para os produtores?

Em face da gravidade do problema, as organizações locais do PCP na região afectada, vão levar também a questão aos órgãos municipais onde têm representação e, em articulação com as organizações do sector, tudo fazer para que se tomem todas as medidas para estancar esta perigosa ameaça à produção de castanha em vastas regiões do nosso Distrito.

Notícias de Resende

Obrigado pela sua sua visita..!

0 comentários para "Armamar: GP do PCP Interpela MAFDR sobre Ataque da “Vespa Asiática” aos Castanheiros da Região de Armamar"

Deixe um comentário

Regras de utilização aceitável do noticiasderesende.com

Não obstante as regras definidas e a diligência e zelo a que NOTÍCIAS DE RESENDE se propõe, não é possível um controlo exaustivo dos comentários dos utilizadores e, por isso, não é possível a NOTÍCIAS DE RESENDE garantir a correção, qualidade, integridade, precisão ou veracidade dos referidos comentários.

NOTÍCIAS DE RESENDE não é responsável pelo teor difamatório, ofensivo ou ilegal dos comentários. Todos os textos inseridos nas caixas de comentários disponibilizadas em www.noticiasderesende.com expressam unicamente os pontos de vista e opiniões dos seus respetivos autores.

Apesar da referida impossibilidade de exercer um controlo exaustivo, NOTÍCIAS DE RESENDE reserva-se o direito de bloquear e/ou de retirar das caixas de comentários quaisquer mensagens que contrariem as regras que defende para o bom funcionamento do site, designadamente as de caráter injurioso, difamatório, incitador à violência, desrespeitoso de símbolos nacionais, racista, terrorista, xenófobo e homofóbico.

Os comentadores são incentivados a respeitar o Código de Conduta do Utilizador e os Termos de Uso e Política de Privacidade que podem ser consultados neste endereço:
http://www.noticiasderesende.com/p/politica-de-privacidade.html