Quantcast
[ ]
Notícias de Última Hora
PSD denuncía ataque aos viticultores do Douro
sexta-feira, 24 de março de 2017 Publicado por Notícias de Resende

A Região Demarcada do Douro tem especificidades muito próprias, do ponto de vista social, cultural e económico.

Não é, com efeito, uma região vitícola qualquer. Aí, a vinha e o vinho constituem a coluna vertebral da economia, a base principal do sustento familiar da grande maioria da população.

Exige-se, assim, dos responsáveis políticos, um conhecimento profundo dessa realidade e uma atenção muito especial na tomada de decisões.

É por isso que o PSD considera totalmente inaceitável que o Governo, tenha agora autorizado a plantação de 150 hectares de novas vinhas na Região Demarcada do Douro.

Esta decisão do Governo é, pura e simplesmente, um ataque inaceitável aos viticultores do Douro.
É um ataque inaceitável aos viticultores do Douro, desde logo, porque se trata de uma decisão unilateral do Governo, tomada nas costas e em sentido contrário às reivindicações unânimes de todos as entidades e agentes locais, sejam eles representantes da produção ou do comércio.

Com efeito, a Casa do Douro / Federação Renovação do Douro, representante dos produtores no Conselho Interprofissional, opõe-se frontalmente a esta opção, fundamentando tecnicamente a sua não razoabilidade.

A própria AEVP - Associação de Empresas do Vinho do Porto, repudia veementemente a decisão considerando essencial estancar o crescimento da área global de vinha, atenta a situação de desequilíbrio entre a oferta e a procura vivida na região.

Acresce que a posição destas entidades representativas da produção e do comércio tem também respaldo num Documento Complementar elaborado, em devido tempo, pelo IVDP – Instituto dos Vinhos do Douro e Porto, I.P., com o rigor técnico que é seu apanágio.

É um ataque inaceitável porque se trata de uma decisão completamente arbitrária, tomada de forma centralista e sem critérios técnicos devidamente fundamentados e que, por isso, faz surgir uma pergunta: que interesses lhe estão subjacentes?

Esta decisão é tão incompreensível quanto se sabe que há um crescente excesso de produção na região, contribuindo, como óbvia consequência, para a degradação para níveis humilhantes dos preços pagos aos milhares de produtores do Douro, na sua grande maioria pequenos e médios lavradores.

É ainda incompreensível porquanto, rasga a decisão tomada pelo anterior Governo de proibir a transferência de direitos de replantação de fora da região.

Numa altura em que a região começa a estabilizar e a concentrar as suas energias no desenvolvimento de uma política vitivinícola assente no reforço das vantagens comparativas do vinho do Douro e do Porto baseadas no fator ‘qualidade’ e nunca no fator ‘quantidade’, esta opção do Governo é um verdadeiro desastre.

Assim, confrontados com esta inexplicável decisão do Governo, os deputados do PSD de Viseu e de Vila Real exigem ao Governo a reversão dessa autorização.

Notícias de Resende

Obrigado pela sua sua visita..!

0 comentários para "PSD denuncía ataque aos viticultores do Douro"

Deixe um comentário

Regras de utilização aceitável do noticiasderesende.com

Não obstante as regras definidas e a diligência e zelo a que NOTÍCIAS DE RESENDE se propõe, não é possível um controlo exaustivo dos comentários dos utilizadores e, por isso, não é possível a NOTÍCIAS DE RESENDE garantir a correção, qualidade, integridade, precisão ou veracidade dos referidos comentários.

NOTÍCIAS DE RESENDE não é responsável pelo teor difamatório, ofensivo ou ilegal dos comentários. Todos os textos inseridos nas caixas de comentários disponibilizadas em www.noticiasderesende.com expressam unicamente os pontos de vista e opiniões dos seus respetivos autores.

Apesar da referida impossibilidade de exercer um controlo exaustivo, NOTÍCIAS DE RESENDE reserva-se o direito de bloquear e/ou de retirar das caixas de comentários quaisquer mensagens que contrariem as regras que defende para o bom funcionamento do site, designadamente as de caráter injurioso, difamatório, incitador à violência, desrespeitoso de símbolos nacionais, racista, terrorista, xenófobo e homofóbico.

Os comentadores são incentivados a respeitar o Código de Conduta do Utilizador e os Termos de Uso e Política de Privacidade que podem ser consultados neste endereço:
http://www.noticiasderesende.com/p/politica-de-privacidade.html