Quantcast
[ ]
Notícias de Última Hora
Penafiel: CHTS é o primeiro Centro Hospitalar assumir o desafio da acreditação total e não apenas serviço a serviço: Qualidade dos cuidados prestados é objetivo da Administração
quarta-feira, 8 de março de 2017 Publicado por Notícias de Resende

O Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) é, desde agora, o primeiro centro hospitalar do Serviço Nacional de Saúde (SNS) a assumir o desafio da certificação total pelo modelo ACSA.

“Foi dado o pontapé de saída no processo que queremos levar por diante. O futuro deste centro hospitalar passa pelo reconhecimento do empenho de todos os profissionais e pela vontade de melhoria contínua na prestação de cuidados de saúde”, referiu Carlos Alberto, presidente do Conselho de Administração, na abertura da sessão de apresentação oficial aos colaboradores do modelo ACSA.

O modelo ACSA, sistema de certificação adotado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), baseia-se num processo através do qual se verifica e reconhece de que forma os cuidados de saúde prestados aos cidadãos estão de acordo com os padrões de qualidade nacionais e internacionais, aplicáveis às diversas tipologias de unidades de saúde, e com os eixos prioritários da Estratégia Nacional para a Qualidade na Saúde.

José Ribeiro, enfermeiro diretor do CHTS e coordenador do processo de acreditação, classificou este processo como “transversal, onde todos os profissionais estão envolvidos. A medicina hoje em dia não é um trabalho individual, mas sim um trabalho de equipa”.

“O planeamento estratégico deve ser olhado para além dos objetivos e indicadores, a melhoria dos cuidados prestados aos nossos doentes passa pela satisfação dos doentes, saber o que é importante para o doente”, acrescentou ainda.

A apresentação do modelo de certificação realizada no Hospital Padre Américo, em Penafiel, foi feita pelo auditor interno do Departamento de Qualidade na Saúde da DGS, Cláudio Correia, salientado que “o ACSA não é um modelo nacional, é o modelo escolhido pela união europeia para certificar unidades de saúde”.

O que é o modelo ACSA?

O processo de acreditação baseado no modelo ACSA da Agencia de Calidad Sanitaria de Andalucía, é totalmente reconhecido e recomendado pela Direção-Geral da Saúde, em Portugal.

Esse modelo procura evidenciar o papel o doente/utente colocando-o no centro do sistema, respeitando todas as suas expectativas, direitos e necessidades.

O Processo ACSA tem intervenção em áreas distintas como, por exemplo:

- Acesso;
- Prática clínica;
- Segurança e qualidade;
- Organização e gestão;
- Capacidade formativa e investigação.

Processos de certificação já em curso

Recentemente foram avaliadas por entidades externas os serviços de Imunohemoterapia e Esterilização e a Triagem de Manchester, sistema de classificação de doentes por cores que representam o grau de risco e o tempo de espera clinicamente recomendado para atendimento.

Estando todos a cumprir integralmente os requisitos que garantem uma prestação de serviços aos utentes com mais eficácia, maior satisfação dos doentes e diminuição das complicações, o objetivo da avaliação é a renovação da certificação destes mesmos serviços.

O Serviço de Instalações e Equipamentos, que garantem nomeadamente a manutenção de equipamentos médicos bem como apoio a diversas necessidades dos espaços hospitalares, encontra-se também em fase de arranque para o processo de melhoria e certificação.

Notícias de Resende

Obrigado pela sua sua visita..!

0 comentários para "Penafiel: CHTS é o primeiro Centro Hospitalar assumir o desafio da acreditação total e não apenas serviço a serviço: Qualidade dos cuidados prestados é objetivo da Administração"

Deixe um comentário

Regras de utilização aceitável do noticiasderesende.com

Não obstante as regras definidas e a diligência e zelo a que NOTÍCIAS DE RESENDE se propõe, não é possível um controlo exaustivo dos comentários dos utilizadores e, por isso, não é possível a NOTÍCIAS DE RESENDE garantir a correção, qualidade, integridade, precisão ou veracidade dos referidos comentários.

NOTÍCIAS DE RESENDE não é responsável pelo teor difamatório, ofensivo ou ilegal dos comentários. Todos os textos inseridos nas caixas de comentários disponibilizadas em www.noticiasderesende.com expressam unicamente os pontos de vista e opiniões dos seus respetivos autores.

Apesar da referida impossibilidade de exercer um controlo exaustivo, NOTÍCIAS DE RESENDE reserva-se o direito de bloquear e/ou de retirar das caixas de comentários quaisquer mensagens que contrariem as regras que defende para o bom funcionamento do site, designadamente as de caráter injurioso, difamatório, incitador à violência, desrespeitoso de símbolos nacionais, racista, terrorista, xenófobo e homofóbico.

Os comentadores são incentivados a respeitar o Código de Conduta do Utilizador e os Termos de Uso e Política de Privacidade que podem ser consultados neste endereço:
http://www.noticiasderesende.com/p/politica-de-privacidade.html