Quantcast
[ ]
Notícias de Última Hora
Vítor Santos: Violência contra as mulheres
segunda-feira, 21 de novembro de 2016 Publicado por Notícias de Resende

Os números sobre a violência contra as mulheres têm vindo a aumentar assustadoramente.

Tendo em conta a importância deste tema e sua relevância social, justifica-se uma intervenção rápida e eficiente, através da criação e desenvolvimento de políticas públicas que combatam este flagelo, assim como proporcionar uma assistência mais adequada às vítimas desta violência, além de uma maior proteção.

Todo e qualquer ato que afete a integridade física e psíquica da mulher, além de constituir uma flagrante violação aos direitos humanos é uma covardia – um crime público. O silêncio da mulher ao longo dos tempos – por várias e diferentes razões, permitiu que estes atos ficassem impunes.

O impacto da violência afeta a mulher - refletido nos sentimentos de insegurança e impotência, a família direta – filhos e pais, até suas relações com o meio social e laboral fragilizadas em decorrência da situação de silêncio e isolamento. O medo toma conta da vida destas mulheres e as ameaças de morte e/ou a guarda dos filhos são constantes e contribuem para o seu crescimento.

A ideia que a violência contra as mulheres resulta da mentalidade que define a condição feminina como inferior à masculina é obsoleta e desfasada do tempo. Estamos no século XXI e a violência aparece mais cedo e a mudança de atitudes, nestes assuntos, está em retrocesso. A culpabilização das novas tecnologias para a ocorrência destes casos, não se justifica, e é retrógrada.

A culpa é da estupidez humana! O corpo da mulher não é «saco» de pancadas!

Não podem as autoridades deixar de intervir nestes casos e reforçar as capacidades institucionais e a educação e formação do público em geral em assuntos de violência contra a mulher.

O problema da violência contra a mulher é um problema de todos e a sua eliminação requer ação incluindo os seus perpetradores. O Ser Humano tem de fazer jus à sua condição: humano. Respeitar o próximo, dar-se ao respeito – para ser respeitado! Vale para toda/os. Pactuar com a violência é que nunca.

O Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres celebra-se todos os anos a 25 de novembro. Esta data visa alertar a sociedade para os vários casos de violência contra as mulheres, nomeadamente casos de abuso ou assédio sexual, maus tratos físicos e psicológicos. Em média, uma em cada três mulheres é vítima de violência doméstica.

                     Vítor Santos
                                                                                                                 Pintura de Paulo Medeiros

Notícias de Resende

Obrigado pela sua sua visita..!

0 comentários para "Vítor Santos: Violência contra as mulheres"

Deixe um comentário

Regras de utilização aceitável do noticiasderesende.com

Não obstante as regras definidas e a diligência e zelo a que NOTÍCIAS DE RESENDE se propõe, não é possível um controlo exaustivo dos comentários dos utilizadores e, por isso, não é possível a NOTÍCIAS DE RESENDE garantir a correção, qualidade, integridade, precisão ou veracidade dos referidos comentários.

NOTÍCIAS DE RESENDE não é responsável pelo teor difamatório, ofensivo ou ilegal dos comentários. Todos os textos inseridos nas caixas de comentários disponibilizadas em www.noticiasderesende.com expressam unicamente os pontos de vista e opiniões dos seus respetivos autores.

Apesar da referida impossibilidade de exercer um controlo exaustivo, NOTÍCIAS DE RESENDE reserva-se o direito de bloquear e/ou de retirar das caixas de comentários quaisquer mensagens que contrariem as regras que defende para o bom funcionamento do site, designadamente as de caráter injurioso, difamatório, incitador à violência, desrespeitoso de símbolos nacionais, racista, terrorista, xenófobo e homofóbico.

Os comentadores são incentivados a respeitar o Código de Conduta do Utilizador e os Termos de Uso e Política de Privacidade que podem ser consultados neste endereço:
http://www.noticiasderesende.com/p/politica-de-privacidade.html