Quantcast
[ ]
Notícias de Última Hora
Baião: Centro Cívico de Loivos da Ribeira irá valorizar a memória local
segunda-feira, 13 de julho de 2015 Publicado por Notícias de Resende

A população de Loivos da Ribeira acorreu em grande número à sala de sessões da junta de freguesia, na noite de 10 de julho, para ficar a conhecer o projeto da obra para o Centro Cívico local que procura valorizar a memória e a identidade locais.

Paulo Pereira, vice-presidente da Câmara Municipal de Baião, referiu que com esta obra pretende-se que Loivos da Ribeira disponha de um “centro de fruição e que permita o encontro e o convívio de pessoas de várias gerações”. Ladeado pelo presidente da Junta de Freguesia de Loivos da Ribeira e Tresouras, André Santos, pelo membro do executivo António José Fonseca e pela vereadora da Câmara Municipal Ivone Abreu, Paulo Pereira disse que a obra “vai permitir que em Loivos da Ribeira possam realizar-se em condições de segurança e conforto diferentes tipos de eventos, desde musicais a teatrais ou cívicos.

Paulo Pereira deixou em aberto a possibilidade de no futuro proceder à expansão do centro cívico, caso surjam proprietários disponíveis para negociar por um preço justo e comportável. Segundo o autarca a obra seguirá para a realização de estudos de especialidade, sendo depois lançado o concurso público. O arranque da obra no terreno deverá acontecer ainda este ano.

SERÁ UM ORGULHO PARA A FREGUESIA

No uso da palavra, André Santos afirmou que o projeto “orgulha” o executivo da junta de freguesia e que “a obra irá orgulhar os habitantes da freguesia”. “Este vai tornar-se num espaço de encontro e de convívio para toda a freguesia. Aqui, as crianças e os idosos poderão estar em condições de segurança e conviver, tal como a restante população, todos os dias e durante os eventos que tiverem lugar”. André Santos disse ainda que o projeto dignifica a freguesia porque valoriza a sua identidade e a sua memória.

Também em nome do executivo local discursou António José Fonseca, que enalteceu o apoio da Câmara Municipal para que a junta de freguesia “pudesse resolver problemas que há muitos anos não eram resolvidos. Com o lançamento desta obra estaremos a cumprir mais uma promessa a que nos comprometemos”, notou.

O PROJETO

A apresentação do projeto coube ao arquiteto do Município de Baião, Amílcar Soares, para quem pretende dar-se uma nova dinâmica ao espaço atualmente existente, de modo a proporcionar uma utilização multifuncional. “No Centro Cívico de Loivos da Ribeira vão ser criadas áreas de lazer equipadas com mobiliário urbano e zonas verdes”. O pavimento do novo espaço será feito em granito, havendo ainda lugar à construção de um muro que irá delimitar o espaço e a estrada municipal, onde será feita a inscrição do nome da freguesia.

A memória e a identidade de Loivos da Ribeira serão ainda valorizadas através da construção de um outro muro revestido a telha cerâmica – material antigamente produzido naquele local – e onde será implantado o brasão da localidade. A separação entre este muro e o piso inferior da praça será feita por vários degraus que irão constituir uma espécie de anfiteatro ao ar-livre. O espaço irá dispor ainda de sanitários de utilização pública.

OUTROS ASSUNTOS DE INTERESSE PARA OS HABITANTES DE LOIVOS DA RIBEIRA

A sessão de apresentação do projeto foi muito participada pela população local, que colocou várias questões sobre o futuro Centro Cívico, mas também sobre outras temáticas de interesse para a freguesia, como o alargamento da rede de saneamento básico ou a utilização da antiga escola primária de Loivos da Ribeira.

Referindo-se ao desejo de alargamento da rede de saneamento, Paulo Pereira explicou que quando o atual executivo assumiu funções na autarquia, já não havia a possibilidade de recorrer a fundos comunitários isoladamente para este efeito, o que motivou a adesão a sistemas supramunicipais, como a Águas do Douro e Paiva (água em alta) e a Simdouro (saneamento em alta).

Entretanto, a responsabilidade de execução de redes “em baixa” foi confiada à Águas do Noroeste, à qual Baião e muitos municípios vizinhos do Tâmega e Sousa aderiram. “Com a crise económica verificou-se um abrandamento dos investimentos nesta área a partir de 2011. Mais tarde, com a criação da Águas do Noroeste, voltaria a haver atrasos porque a empresa ainda não está efetivamente no terreno a executar redes de saneamento”, contextualizou.

Segundo Paulo Pereira, a Câmara Municipal de Baião concretizou, entre 2013 e 2014, com recursos próprios, alguns investimentos em água e saneamento para resolver situações que se revestiam de caráter urgente pelo impacto que poderiam ter na saúde pública. “Neste momento estamos a chegar a acordo com a Águas do Noroeste para o reembolso desses investimentos. Assim que isso suceda, poderemos arrancar com outros investimentos, até que a Águas do Noroeste tome efetivamente conta da execução das redes na plenitude, de acordo com o que está estipulado entre as partes. As populações desejavam que este processo fosse mais rápido e têm toda a razão. Nós também assim o desejávamos”, concluiu.

Sobre a utilização da antiga escola primária pela população, nomeadamente o polidesportivo de ar-livre, Paulo Pereira referiu que existe atualmente um protocolo em vigor com a associação local ACUL e que esse protocolo regula a utilização de parte da escola. Brevemente, referiu o vereador, será feito um novo enquadramento da utilização daquele imóvel, compatibilizando o interesse da junta e das associações da freguesia, satisfazendo as populações de Loivos da Ribeira.

Notícias de Resende

Obrigado pela sua sua visita..!

0 comentários para "Baião: Centro Cívico de Loivos da Ribeira irá valorizar a memória local"

Deixe um comentário

Regras de utilização aceitável do noticiasderesende.com

Não obstante as regras definidas e a diligência e zelo a que NOTÍCIAS DE RESENDE se propõe, não é possível um controlo exaustivo dos comentários dos utilizadores e, por isso, não é possível a NOTÍCIAS DE RESENDE garantir a correção, qualidade, integridade, precisão ou veracidade dos referidos comentários.

NOTÍCIAS DE RESENDE não é responsável pelo teor difamatório, ofensivo ou ilegal dos comentários. Todos os textos inseridos nas caixas de comentários disponibilizadas em www.noticiasderesende.com expressam unicamente os pontos de vista e opiniões dos seus respetivos autores.

Apesar da referida impossibilidade de exercer um controlo exaustivo, NOTÍCIAS DE RESENDE reserva-se o direito de bloquear e/ou de retirar das caixas de comentários quaisquer mensagens que contrariem as regras que defende para o bom funcionamento do site, designadamente as de caráter injurioso, difamatório, incitador à violência, desrespeitoso de símbolos nacionais, racista, terrorista, xenófobo e homofóbico.

Os comentadores são incentivados a respeitar o Código de Conduta do Utilizador e os Termos de Uso e Política de Privacidade que podem ser consultados neste endereço:
http://www.noticiasderesende.com/p/politica-de-privacidade.html