Quantcast
[ ]
Notícias de Última Hora
Baião: Dolmen desenvolve estudo com indicadores económicos do potencial turístico da Serra da Aboboreira
terça-feira, 2 de junho de 2015 Publicado por Notícias de Resende

A Cooperativa de Desenvolvimento Dolmen apresentou, na quinta-feira, os primeiros indicadores de um estudo que está a desenvolver sobre promoção e diversificação das atividades económicas na Serra da Aboboreira e que têm como objetivo apontar caminhos para dinamizar aquele território, apostando em fatores diferenciadores nos planos agropecuário, silvícola, florestal e turístico.

O workshop para apresentação e discussão dos primeiros indicadores desde estudo, desenvolvido pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), decorreu na “Tasquinha do Fumo”, um típico espaço de restauração na Serra da Aboboreira cuja reabilitação contou com apoio de fundos comunitários geridos pela Dolmen.

Este estudo, o mais abrangente de três estudos que a Dolmen está a desenvolver em simultâneo para dinamizar as aldeias de montanha e as margens do rio Douro, incide sobre todo o território da Serra da Aboboreira, abrangendo parcelas dos municípios de Baião, Marco de Canaveses e Amarante.

“Pretendemos tornar o território mais atrativo, mais dinâmico e com estas acções criar condições para gerar mais riqueza e postos de trabalho”, explicou Telmo Pinto, presidente da Dolmen, acrescentando:

“Hoje tivemos um momento de definição de alguns vetores estratégicos de como numa serra se pode valorizar esta paisagem, os valores culturais, históricos, patrimoniais e também os valores económicos”.

Na sessão estiveram presentes alguns dos parceiros da cooperativa, nomeadamente representantes das câmaras de Amarante, Baião e Marco de Canaveses.

Os painéis contaram com a apresentação de José Carlos Fernandes, consultor de planeamento estratégico, planeamento territorial, gestão urbanística e mobilidade, que falou aos presentes sobre a reabilitação dos edifícios e do espaço público.

Alexandre Guedes, técnico superior da Entidade de Turismo do Porto e Norte de Portugal, abordou as oportunidades de desenvolvimento turístico em territórios de montanha e apontou exemplos de sucesso no país.

Finalizou o quadro de apresentações Luís Ramos, da UTAD, que desafiou os presentes a fazer uma reflexão sobre as potencialidades turísticas da serra, apontando o trabalho em cooperação como “fundamental” para o desenvolvimento dos territórios.

“Os projetos se não tiverem uma sinergia, uma articulação, não criam a dinâmica de desenvolvimento que este território precisa”, realçou Luís Ramos, defendendo uma estratégia de desenvolvimento assente num trabalho de cooperação muito maior entre os diferentes agentes económicos.

Para Luís Ramos, a melhor forma de ajudar a fixar a população na serra, nomeadamente as pessoas que ainda residem nas típicas aldeias de montanha, e dessa maneira evitar a desertificação, será através da "criação de riqueza geradora de emprego".

Esse objetivo, acentuou, passa pela exploração sustentada dos recursos ligados aos valores ambientais, à gastronomia, artesanato, pecuária e turismo rural, entre outros, na base de “parcerias entre os diferentes atores”.

O coordenador do estudo sobre a Aboboreira, Luís Ramos, comentando a possível classificação do território como área protegida, defendeu que será crucial para preservar a riqueza ambiental, contendo ações que comprometam o equilíbrio da serra.

Para o docente da UTAD, a Aboboreira só tem potencial se forem acautelados os recursos mais importantes, sobretudo as características ambientais, mas também o património cultural e social ligado às gentes que habitam o território.

Notícias de Resende

Obrigado pela sua sua visita..!

0 comentários para "Baião: Dolmen desenvolve estudo com indicadores económicos do potencial turístico da Serra da Aboboreira"

Deixe um comentário

Regras de utilização aceitável do noticiasderesende.com

Não obstante as regras definidas e a diligência e zelo a que NOTÍCIAS DE RESENDE se propõe, não é possível um controlo exaustivo dos comentários dos utilizadores e, por isso, não é possível a NOTÍCIAS DE RESENDE garantir a correção, qualidade, integridade, precisão ou veracidade dos referidos comentários.

NOTÍCIAS DE RESENDE não é responsável pelo teor difamatório, ofensivo ou ilegal dos comentários. Todos os textos inseridos nas caixas de comentários disponibilizadas em www.noticiasderesende.com expressam unicamente os pontos de vista e opiniões dos seus respetivos autores.

Apesar da referida impossibilidade de exercer um controlo exaustivo, NOTÍCIAS DE RESENDE reserva-se o direito de bloquear e/ou de retirar das caixas de comentários quaisquer mensagens que contrariem as regras que defende para o bom funcionamento do site, designadamente as de caráter injurioso, difamatório, incitador à violência, desrespeitoso de símbolos nacionais, racista, terrorista, xenófobo e homofóbico.

Os comentadores são incentivados a respeitar o Código de Conduta do Utilizador e os Termos de Uso e Política de Privacidade que podem ser consultados neste endereço:
http://www.noticiasderesende.com/p/politica-de-privacidade.html