Quantcast
[ ]
Notícias de Última Hora
Cereja de Resende com qualidade e em quantidade se bom tempo se mantiver
domingo, 17 de maio de 2015 Publicado por Notícias de Resende

Resende, Viseu, 17 mai (Lusa) -- Os produtores de cereja do concelho de Resende, no norte do distrito de Viseu, preveem que se o bom tempo se mantiver a produção deste ano terá qualidade e quantidade.

Depois de, no início deste mês, ventos fortes terem destruído grande parte da cereja que estava madura, as perspetivas são agora mais animadoras.

"O mau tempo destruiu-nos 60% da cereja mais precoce. Mas, no que respeita à serôdia, se o tempo continuar assim, o prejuízo ficará entre os 20 e os 30%, porque ainda estava numa fase mais verde", explicou à agência Lusa o presidente da associação de promoção CER Resende -- Cerejas de Resende, Rogério Silva.

Também o presidente da Câmara de Resende, Garcez Trindade, disse estar otimista e acreditar que no Festival da Cereja, a realizar no último fim de semana deste mês, haverá muita cereja de qualidade para vender.

"Tivemos um tornado que deu cabo da primeira cereja. Esta é a região do país onde há cereja mais cedo e foi essa que foi abalada. Mas, felizmente, iremos ter um bom ano de cereja", considerou.

As primeiras cerejas de Resende a serem colhidas são as da zona ribeirinha ao Douro e, só mais tarde, as da zona serrana.

O microclima duriense dá à cereja de Resende uma das suas principais vantagens, que é a de conseguir chegar ao mercado duas semanas antes do que a do resto do país.

Rogério Silva, que tem 24 hectares de cerejeiras, explicou à Lusa que a colheita da cereja mais precoce está prestes a terminar e que em breve se iniciará a das outras variedades.

O pico da colheita da cereja acontecerá a partir do dia 25, num concelho que, anualmente, produz "entre 3.500 e 4.000 toneladas" deste fruto.

"Comecei a apanhar cereja há 15 dias e pretendo fazê-lo até meados de julho, se o tempo deixar. Mas uma só noite é suficiente para destruir o esforço de um ano inteiro", lembrou.

Segundo o presidente da Câmara de Resende, no Festival da Cereja estarão entre 130 e 140 produtores. Na edição do ano passado foram vendidas 100 toneladas de cereja durante o fim de semana.

Atendendo à importância que a cereja tem para a economia local, a autarquia quer aproveitar as possibilidades de financiamento do novo quadro comunitário, através do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR).

"É um trabalho que irá iniciar-se em Resende no sentido de fazer algum ordenamento da produção da cereja, com o objetivo principal do aumento da escala de produção, para que haja possibilidade de passarmos à fase da internacionalização, do registo e certificação da marca", explicou Garcez Trindade.

Paralelamente, acrescentou, há também o objetivo de melhorar a qualidade da cereja, com o apoio técnico e científico da Universidade de Trás os Montes e Alto Douro.

"Há toda uma estratégia que estamos a iniciar no sentido de projetarmos ainda mais a cereja de Resende, porque efetivamente é o que mais contribuiu para o desenvolvimento económico do nosso concelho",

Notícias de Resende

Obrigado pela sua sua visita..!

0 comentários para "Cereja de Resende com qualidade e em quantidade se bom tempo se mantiver"

Deixe um comentário

Regras de utilização aceitável do noticiasderesende.com

Não obstante as regras definidas e a diligência e zelo a que NOTÍCIAS DE RESENDE se propõe, não é possível um controlo exaustivo dos comentários dos utilizadores e, por isso, não é possível a NOTÍCIAS DE RESENDE garantir a correção, qualidade, integridade, precisão ou veracidade dos referidos comentários.

NOTÍCIAS DE RESENDE não é responsável pelo teor difamatório, ofensivo ou ilegal dos comentários. Todos os textos inseridos nas caixas de comentários disponibilizadas em www.noticiasderesende.com expressam unicamente os pontos de vista e opiniões dos seus respetivos autores.

Apesar da referida impossibilidade de exercer um controlo exaustivo, NOTÍCIAS DE RESENDE reserva-se o direito de bloquear e/ou de retirar das caixas de comentários quaisquer mensagens que contrariem as regras que defende para o bom funcionamento do site, designadamente as de caráter injurioso, difamatório, incitador à violência, desrespeitoso de símbolos nacionais, racista, terrorista, xenófobo e homofóbico.

Os comentadores são incentivados a respeitar o Código de Conduta do Utilizador e os Termos de Uso e Política de Privacidade que podem ser consultados neste endereço:
http://www.noticiasderesende.com/p/politica-de-privacidade.html