Quantcast
[ ]
Notícias de Última Hora
CINEMA: Crítica "O Lobo de Wall Street"
sexta-feira, 9 de maio de 2014 Publicado por Notícias de Resende

Em Maio a ação está de volta ao Auditório Municipal de Resende. “The Hunger Games: Em Chamas” é o filme com que se inicia o mês, logo no dia 2. A película retrata a continuação de Katniss Everdeen na luta pela sobrevivência num futuro próximo. Por sua vez no dia 16 de Maio, “Robocop” está de volta. José Padilha, realizador brasileiro é o autor do regresso ao grande ecrã da estrela de televisão dos anos 90. Para terminar no dia 30 será exibido “O Lobo de Wall Street”. E é precisamente sobre o filme de Martin Scorsese que irei falar.

O filme retrata e passo a citar. “A história verídica do corretor da bolsa nova-iorquino Jordan Belfort. Do sonho americano à ganância empresarial. Belfort passa de ações de pouco valor e dos ideais de justiça para as OPV e uma vida de corrupção, no final dos anos 80. O sucesso excessivo e a sua gigantesca fortuna aos vinte e poucos anos, enquanto fundador da corretora Stratton Oakmont, deram a Belfort o título "O Lobo de Wall Street". Muito se falou acerca desta película que era uma das favoritas ao Óscar de Melhor Filme. Sou fã do realizador e nunca duvidei da sua qualidade cinematográfica. Desde o “Touro Enraivecido”, passando pelo “Tudo bons rapazes” e o “The Departed- Entre Inimigos”, o meu favorito, é inegável que Martin Scorsese sabe presentear-nos com bom cinema. Até mesmo quando coloca de lado a violência e mistério que fazem parte do seu cunho pessoal e realiza um filme, arrisco a dizer, dócil como “A invenção de Hugo”.  “O Lobo de Wall Street” não é o meu filme favorito do realizador, talvez por ser adaptado de uma biografia o que fez com que Scorsese não pudesse dar largas à sua fantástica imaginação, mas não é por isso que não deixa de ter mérito. Pelo contrário, são 180 minutos de numa montanha russa. O início, mais calmo, conta a entrada de Jordan Belfort no mundo de Wall Street e a reviravolta que a sua vida sofreu. Vemos a transformação de um jovem inocente num milionário corrupto viciado em droga e sexo. Intrigas, traições, tudo acontece na vida do corretor de bolsa a partir do momento que começa a vender ações duvidosas que só lhe trazem dinheiro. Depois é uma roda-viva de investigações, jogo sujo, fugas ao fisco, bebedeiras e festas, muitas festas. Por vezes até custa a acreditar que aconteceu mesmo, de tão surreal que certas situações são. O maior inconveniente será mesmo o facto de o filme ter 3 horas. Mas acaba por ser necessário para mostrar a ascensão e a queda que se sucedeu. São 3 horas de “forrobodó” com a previsível decadência que durante a visualização vamos antevendo mesmo que não tenhamos lido a biografia de Belfort.

Mas mérito maior que o filme, é o de Leonardo DiCaprio. Apesar de não constar na minha lista de preferências, o actor fez um excelente trabalho, aliás como todas as parcerias que tem com Scorsese. Leonardo que já esteve nomeado 4 vezes, viu novamente o Óscar a escapar-lhe, apesar de achar que se merecia ganhar era este ano. Fez um trabalho soberbo e ficamos mesmo de boca aberta quando o actor faz uma cena na qual com uma overdose tem que rastejar até ao carro para conseguir chegar a casa. Matthew McConaughey que também entra em “O Lobo de Wall Street” foi o vencedor mas pela sua prestação em “O Clube Dallas”. Resta esperar pela próxima parceria entre o actor e o realizador que por certo terá imensa qualidade e quem sabe o merecido prémio para DiCaprio. Posto isto, fica aqui a minha sugestão cinematográfica deste mês, vá até ao auditório dia 30, deixe-se envolver pela espiral de emoções e adrenalina que Scorsese nos oferece, ele que nunca nos desilude. E caso seja mais susceptível prepara-se para ouvir a palavra Fuck imensas vezes… 506 para ser exacta.

Bons Filmes,
Raquel Evangelina

Notícias de Resende

Obrigado pela sua sua visita..!

0 comentários para "CINEMA: Crítica "O Lobo de Wall Street""

Deixe um comentário

Regras de utilização aceitável do noticiasderesende.com

Não obstante as regras definidas e a diligência e zelo a que NOTÍCIAS DE RESENDE se propõe, não é possível um controlo exaustivo dos comentários dos utilizadores e, por isso, não é possível a NOTÍCIAS DE RESENDE garantir a correção, qualidade, integridade, precisão ou veracidade dos referidos comentários.

NOTÍCIAS DE RESENDE não é responsável pelo teor difamatório, ofensivo ou ilegal dos comentários. Todos os textos inseridos nas caixas de comentários disponibilizadas em www.noticiasderesende.com expressam unicamente os pontos de vista e opiniões dos seus respetivos autores.

Apesar da referida impossibilidade de exercer um controlo exaustivo, NOTÍCIAS DE RESENDE reserva-se o direito de bloquear e/ou de retirar das caixas de comentários quaisquer mensagens que contrariem as regras que defende para o bom funcionamento do site, designadamente as de caráter injurioso, difamatório, incitador à violência, desrespeitoso de símbolos nacionais, racista, terrorista, xenófobo e homofóbico.

Os comentadores são incentivados a respeitar o Código de Conduta do Utilizador e os Termos de Uso e Política de Privacidade que podem ser consultados neste endereço:
http://www.noticiasderesende.com/p/politica-de-privacidade.html