Quantcast
[ ]
Notícias de Última Hora
REGIÃO: Baião: Fornecimentos de empresas de Baião à autarquia ascenderam a 13,7 milhões de euros desde 2006
quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014 Publicado por Notícias de Resende

Entre o início de 2006 e os finais de 2013 a Câmara Municipal de Baião adquiriu bens, serviços e empreitadas / investimentos de capital a empresas de Baião num valor de 13,7 milhões de euros. Este valor corresponde a quase um quarto dos fornecimentos, serviços e empreitadas feitos por empresas durante este período referiu o José Luís Carneiro.

O autarca falava durante uma reunião com os fornecedores da Câmara Municipal de Baião, realizada a 25 de fevereiro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Entre 2006 e 2013 as empresas de Baião realizaram fornecimentos e serviços à autarquia num valor de 6,2 milhões de euros. No mesmo período, as empreitadas e os investimentos de capital executados por empresas locais para a autarquia totalizaram 7,5 milhões de euros.

Fora desta contabilidade fica ainda um valor considerável, resultante das transferências financeiras para a Câmara Municipal de Baião para as juntas de freguesia. Este valor cifrou-se em 3,5 milhões de euros entre 2006 e 2013 e grande parte do montante foi investido em obras de qualificação do território realizadas por empresas de Baião.

Nesta reunião José Luís Carneiro salientou a boa situação financeira da autarquia, o que permite manter prazos curtos de pagamento a fornecedores (prazo médio de 21 dias em 2013) e capacidade de endividamento para aproveitar as candidaturas aos fundos comunitários no próximo quadro comunitário de apoio (2014-2020).

A reunião permitiu esclarecer dúvidas técnicas e administrativas dos fornecedores da autarquia e recolher contributos tendo em vista uma melhoria dos serviços da autarquia.

Dado que a área dos contratos públicos se encontra em frequente atualização legislativa, José Luís Carneiro referiu que a autarquia está disponível para realizar ações de esclarecimento com os fornecedores, dado que muitos deles acabam por não participar em concursos públicos devido a erros e falhas de cariz processual.
Na reunião, José Luís Carneiro explicou que no respeito das regras da contratação pública, e mediante uma avaliação dos preços proporcionados, a autarquia procura sempre privilegiar os fornecedores locais, como forma de estimular o tecido económico baionense. No entanto, em muitos dos casos, certos produtos, serviços e competências técnicas não existem no território concelhio, sendo contratadas empresas no exterior. “Por vezes não dispomos no nosso concelho de determinada especialidade de construção ou de outra valência numa determinada área. Contudo, procuramos sempre sensibilizar as empresas que ganham os concursos públicos para a importância de envolverem as empresas locais em subempreitadas ou noutros trabalhos que desenvolvam para o município”, observou.

José Luís Carneiro evidenciou ainda medidas de apoio ao tecido económico local, como sejam a realização de feiras de promoção da gastronomia e dos produtos locais; o não lançamento de derrama sobre os lucros líquidos das entidades empresariais; a redução das taxas de água, saneamento e publicidade pagas pelas empresas; a oferta as empresas de Baião dos “selos temporais” que permitem a participação em concursos públicos lançados pelo município; e a isenção de taxas para feirantes do concelho e de taxas reduzidas para a publicidade comercial.

OPINIÃO DAS EMPRESAS:

- Fernando Monteiro – Responsável da empresa CEIB
“Já não é a primeira vez que participo nestas sessões. Considero que é uma iniciativa positiva, porque permite que as entidades dialoguem e partilhem as principais dificuldades com que se deparam. Seria interessante até que este encontro evoluísse para uma Convenção de Empresários com uma duração mais longa”.

- José Campos - Sociedade Construções Campos e Sousa
“É positivo que a Câmara Municipal organize estas reuniões. É uma forma de estarmos atualizados e de tirarmos algumas dúvidas”.

- Cristina Silva – Standarte
“É positivo que a Câmara Municipal organize estas reuniões. É uma forma de estarmos atualizados e de tirarmos algumas dúvidas que temos”.

- Macedo´s Pirotecnia
“Esta atividade é de louvar. A Câmara Municipal de Baião é das mais organizadas do país e das que mais rapidamente paga aos fornecedores. Estão de parabéns”.

Notícias de Resende

Obrigado pela sua sua visita..!

0 comentários para "REGIÃO: Baião: Fornecimentos de empresas de Baião à autarquia ascenderam a 13,7 milhões de euros desde 2006"

Deixe um comentário

Regras de utilização aceitável do noticiasderesende.com

Não obstante as regras definidas e a diligência e zelo a que NOTÍCIAS DE RESENDE se propõe, não é possível um controlo exaustivo dos comentários dos utilizadores e, por isso, não é possível a NOTÍCIAS DE RESENDE garantir a correção, qualidade, integridade, precisão ou veracidade dos referidos comentários.

NOTÍCIAS DE RESENDE não é responsável pelo teor difamatório, ofensivo ou ilegal dos comentários. Todos os textos inseridos nas caixas de comentários disponibilizadas em www.noticiasderesende.com expressam unicamente os pontos de vista e opiniões dos seus respetivos autores.

Apesar da referida impossibilidade de exercer um controlo exaustivo, NOTÍCIAS DE RESENDE reserva-se o direito de bloquear e/ou de retirar das caixas de comentários quaisquer mensagens que contrariem as regras que defende para o bom funcionamento do site, designadamente as de caráter injurioso, difamatório, incitador à violência, desrespeitoso de símbolos nacionais, racista, terrorista, xenófobo e homofóbico.

Os comentadores são incentivados a respeitar o Código de Conduta do Utilizador e os Termos de Uso e Política de Privacidade que podem ser consultados neste endereço:
http://www.noticiasderesende.com/p/politica-de-privacidade.html