Quantcast
[ ]
Notícias de Última Hora
Cidadãos Independentes por Resende (CIR): «S. Cristóvão nos acuda»
terça-feira, 13 de agosto de 2013 Publicado por Notícias de Resende

PELAS SERRAS E CERCANIAS
S. CRISTÓVÃO NOS ACUDA…

O dia 25 de julho é sempre uma data marcante para os habitantes de toda a serra de Montemuro. De facto, a partir do momento em que o ex-presidente da Junta de Freguesia de Felgueiras, enfermeiro Álvaro Almeida, assumiu a dinamização da tradição e se procedeu à requalificação do espaço em redor da capelinha de S. Cristóvão, levada a cabo pela comissão fabriqueira da igreja paroquial de Felgueiras, a feira anual ganhou outro fôlego.

O que, efectivamente, deve ser realçado é a visão demonstrada pelo Enfermeiro Álvaro quando decidiu apoiar a criação de belos exemplares de raça arouquesa através da atribuição de incentivos e a introdução de uma tradição centenária que se tornou no maior atrativo da feira- a Luta de Bois. Para levar por diante estas medidas, o Enfermeiro Álvaro contou com a ajuda da Câmara Municipal, designadamente do professor Marques, vereador do pelouro, nessa altura.

Foram anos animados e as feiras de S. Cristóvão conheceram grande sucesso durante os anos noventa, até por volta de 2008. Presentemente, a feira já não atrai os milhares de pessoas da parte alta do concelho ou mesmo dos concelhos vizinhos de Cinfães e de Castro Daire. Contudo, a alegria contagiante de algumas pessoas que circulam pelo cume da serra de Montemuro nesse dia e a concentração de alguns devotos que assistem às cerimónias religiosas em redor da velha capelinha, são aspetos marcantes desta manifestação popular que continua viva e genuína.

Entretanto, chegaram outros políticos e ao mesmo tempo que distribuem cheques de incentivo e de apoio aos criadores de raça arouquesa aproveitam para fazer a sua campanha, por vezes com ataques a outros intervenientes que se apresentam como alternativa democrática, ciosos de fazerem valer as suas ideias.

Este ano, repetiram-se as iniciativas. Os concursos pecuários e a atribuição de incentivos colocaram a economia local no centro das atenções. O que qualquer observador externo deteta, de imediato, é que o atual presidente da câmara municipal de Resende e o seu candidato em futura eleição, não têm qualquer projeto para a serra de Montemuro nem para a economia local. Afinal os incentivos não têm contribuído para a expansão da criação de gado. Depressa venderam o património da Câmara na empresa que explora as torres eólicas e que anualmente rendia uns milhares de Euros e ajudava a financiar alguns projetos da Câmara, isto é, transferiram o investimento da serra para Caldas de Aregos, onde só têm acumulado prejuízos, onde os amigos arranjaram uma acumulação e todos passaram a gozar as águas retemperantes.

Não estranhamos estas atitudes do Eng. António Borges que demonstra nada saber sobre a economia agrícola e sobre a criação de gado. Mas o pior é que o seu candidato, então esse está a léguas do assunto e basta ver como ele se apresenta para lidar com os lavradores.

Porém, este ano a feira de S. Cristóvão foi diferente. O executivo camarário resolveu fazer da entrega de prémios um comício com ataques a tudo e a todos. O desespero por vezes conduz a estas condutas depressivas que só desvendam o vazio de ideias e a falta de soluções. Umas vezes, a culpa é do governo que está em Lisboa, outras vezes, são os protagonistas locais que nada fazem. Tirando os seus despachos para autorizar os investimentos públicos no concelho de Resende, o senhor Eng. Borges também nada investiu em Resende que tenha saído da sua conta pessoal. E já agora no que diz respeito ao seu candidato também não se lhe conhecem investimentos no nosso concelho. Não mostram apetências para apoiar o mundo empresarial e nunca aceitaram de bom grado destacar e reconhecer o sucesso desses nossos conterrâneos que muito têm feito pela terra.

Por outro lado, ficou bem patente o amadorismo e a falta de organização que presidiu à realização da feira e sobretudo da Luta dos Bois. Primeiro, a desorganização dos expositores e tendas de feirantes, a que se juntaram os acidentes viários que conduziram um jovem ao hospital. Mas o mais grave estava para vir. Depois de uma luta acesa, o boi vencido, por sinal um belo exemplar com mais de uma tonelada, resolveu passear-se por entre velhos e novos pondo tudo em alvoroço e em fuga.

Então, mais uma vez ficaram a nu as fragilidades da organização.Com pena nossa, pois trata-se de um espetáculo bonito e cada vez mais raro. Sem vedação apropriada, sem resguardo para crianças e velhos, qualquer investida de um boi pode colocar a vida em risco. Depois, resta fugir por essa serra fora até cair em algum buraco, disfarçado no meio do feno...

Agora uma pergunta se coloca: Quem são os responsáveis caso ocorra uma morte ou um acidente grave? O pânico instalou-se e toda a gente fugia na frente dos cornos do touro. Se algo acontecer é o dono do boi o responsável?

Vereadores, presidentes, onde andavam eles? Depois de retemperados com um belo manjar de leitão assado e frescos copos de tinto, resolveram abandonar o local porque já não lhes agradava o ambiente. Se tivesse havido vítimas, neste momento, estavam os senhores políticos no ativo a culpar o povo porque não tem civismo, etc...

Fica aqui o alerta. S. Cristóvão ajude os caminhantes e inspire os condutores mas que não se deixe enganar por estes maus condutores de homens.

Casimiro Veloso-Candidato do PT/CIR à Câmara Municipal

Notícias de Resende

Obrigado pela sua sua visita..!

1 comentários para "Cidadãos Independentes por Resende (CIR): «S. Cristóvão nos acuda»"

  1. A titulo de adenda referir que a Câmara só chamou a si a organização ,pois num dos anos(era vereador o engº Rui Coelho) os prémios foram entregues sem a presença do senhor Presidente da Câmara, que agastado com a situação procurou salvaguar a possibilidade de fazer o que tanto criticava o Dr Albino Brito de Matos.

Deixe um comentário

Regras de utilização aceitável do noticiasderesende.com

Não obstante as regras definidas e a diligência e zelo a que NOTÍCIAS DE RESENDE se propõe, não é possível um controlo exaustivo dos comentários dos utilizadores e, por isso, não é possível a NOTÍCIAS DE RESENDE garantir a correção, qualidade, integridade, precisão ou veracidade dos referidos comentários.

NOTÍCIAS DE RESENDE não é responsável pelo teor difamatório, ofensivo ou ilegal dos comentários. Todos os textos inseridos nas caixas de comentários disponibilizadas em www.noticiasderesende.com expressam unicamente os pontos de vista e opiniões dos seus respetivos autores.

Apesar da referida impossibilidade de exercer um controlo exaustivo, NOTÍCIAS DE RESENDE reserva-se o direito de bloquear e/ou de retirar das caixas de comentários quaisquer mensagens que contrariem as regras que defende para o bom funcionamento do site, designadamente as de caráter injurioso, difamatório, incitador à violência, desrespeitoso de símbolos nacionais, racista, terrorista, xenófobo e homofóbico.

Os comentadores são incentivados a respeitar o Código de Conduta do Utilizador e os Termos de Uso e Política de Privacidade que podem ser consultados neste endereço:
http://www.noticiasderesende.com/p/politica-de-privacidade.html