Quantcast
[ ]
Notícias de Última Hora
REGIÃO: Castro Daire: O Discurso de Apresentação de Carlos Rodrigues, cabeça de lista à Camara Municipal
quarta-feira, 8 de maio de 2013 Publicado por Notícias de Resende

Carlos Rodrigues, no seu discurso de apresentação, explicou os motivos que o levaram a aceitar o desafio de ser candidato. Em primeiro lugar, o seu amor a um Concelho que afirma ser inigualável aos locais que tem visitado. Em segundo lugar, porque acredita que pode contribuir para um melhor futuro de um Concelho, tendo em conta a sua capacidade de trabalho e de empreendedorismo. Em terceiro lugar, porque discorda da falta de estratégia e visão de quem tem governado o Município, facto que há muito expressa em público.

Tendo ao seu lado, o vice-presidente da comissão política distrital e o secretário-geral do CDS-PP, Carlos Rodrigues, assegurou que o seu partido será sempre Castro Daire e que sempre que os interesses dos Castrenses forem colocado em causa, lutará pela sua defesa.

Abordando a campanha eleitoral, Carlos Rodrigues revela que é sua intenção que a mesma se faça de forma positiva, sem recurso a ataques pessoais, pelo que apela aos adversários que façam o mesmo. Para o CDS-PP o que importa é o Concelho e a forma de este entrar de facto na senda do desenvolvimento.

O candidato do CDS-PP desafiou os demais candidatos para debates público, para discutir os problemas do Concelho e apresentar as soluções de cada partido. Nesse desafio, Carlos Rodrigues afirmou ser sua intenção que tais debates se realizem, com a intervenção activa dos Castrenses. Só assim os Castrenses poderão ser esclarecidos de facto sobre projectos e visões de cada partido.

No discurso de apresentação o candidato do CDS-PP abordou alguns dos temas que fazem parte integrante do programa eleitoral do CDS-PP.

Em primeiro lugar, Carlos Rodrigues afirmou que os tempos que se adivinham exigem poupança, tendo o exemplo que começar logo nos políticos. Assim, a actual composição da Camara Municipal e a existência de um Gabinete de Apoio, com pessoal de evidente conotação politica, custa ao Município a cada 4 anos, mais de um MILHÃO DE EUROS. O CDS-PP propõe-se diminuir o número de vereadores a tempo inteiro e eliminar o gabinete de apoio à presidência. Em quatro anos de governação do CDS-PP, o Município, reduzirá a despesa com titulares e lugares de nomeação politica, em cerca de QUINHENTOS MIL EUROS.

Em segundo lugar, Castro Daire necessita, urgentemente, de ter um papel mais activo despoluição do Rio Paiva, porque este é um dos potenciais focos de atracção do Concelho. Por um lado, o Município tem, definitivamente, resolver as questões relacionadas com as suas ETARs. Por outro, lado Castro Daire tem de ser um dos dinamizadores da criação de sinergias dos vários concelhos atravessados pelo Paiva, de modo a que todos façam o seu papel de conservação deste curso de água.

Em terceiro lugar, tem a obrigação de promover a requalificação do jardim do centro da vila e eliminar o péssimo cartão-de-visita, que constitui o quiosque, ali existente, mais digno de qualquer bairro de lata dos subúrbios de Caracas.

Em quarto lugar, o município tem a obrigação aprender com os erros. Por um lado, depois de tantas críticas às obras de requalificação da vila, por causa do enterro de granito, da utilização de pedra não boleada, da colocação dos famigerados «agrafos», o actual executivo repetiu o mesmo nas obras na Rua Padre Américo, na Rua Dr. Pio Figueiredo e nas Termas do Carvalhal. Por outro lado, depois de tantas críticas à execução de obras de duvidosa utilidade, como os recintos polidesportivos, o actual executivo veio repetir o erro na duplicação da Avenida Maria Alcina Fadista. Com o CDS-PP, os Castrenses tem a garantia de que as decisões serão, efectivamente tomadas por quem é eleito e que os critérios de realização de obras serão o da utilidade.

Carlos Rodrigues no seu discurso revelou ainda que o CDS-PP é a única verdadeira alternativa de mudança e de esperança para o Concelho, porque:

a) PS e PSD já demonstraram ser entraves para o desenvolvimento do concelho

b) Os candidatos do CDS-PP não prometem o que não podem realizar e não precisam de mudar de identidade;

c) Os candidatos do CDS-PP não usam as bandeiras da religião e da solidariedade como bandeiras eleitorais

d) O CDS-PP considera que todos os Castrenses devem estar envolvidos no desenvolvimento do Concelho e todos tem direito a dar a sua opinião.

Com Carlos Rodrigues e a sua equipa, o CDS-PP rumará à vitoria nas próximas autárquicas, consciente que com os Castrenses trará um melhor Futuro a Castro Daire.

Notícias de Resende

Obrigado pela sua sua visita..!

0 comentários para "REGIÃO: Castro Daire: O Discurso de Apresentação de Carlos Rodrigues, cabeça de lista à Camara Municipal"

Deixe um comentário

Regras de utilização aceitável do noticiasderesende.com

Não obstante as regras definidas e a diligência e zelo a que NOTÍCIAS DE RESENDE se propõe, não é possível um controlo exaustivo dos comentários dos utilizadores e, por isso, não é possível a NOTÍCIAS DE RESENDE garantir a correção, qualidade, integridade, precisão ou veracidade dos referidos comentários.

NOTÍCIAS DE RESENDE não é responsável pelo teor difamatório, ofensivo ou ilegal dos comentários. Todos os textos inseridos nas caixas de comentários disponibilizadas em www.noticiasderesende.com expressam unicamente os pontos de vista e opiniões dos seus respetivos autores.

Apesar da referida impossibilidade de exercer um controlo exaustivo, NOTÍCIAS DE RESENDE reserva-se o direito de bloquear e/ou de retirar das caixas de comentários quaisquer mensagens que contrariem as regras que defende para o bom funcionamento do site, designadamente as de caráter injurioso, difamatório, incitador à violência, desrespeitoso de símbolos nacionais, racista, terrorista, xenófobo e homofóbico.

Os comentadores são incentivados a respeitar o Código de Conduta do Utilizador e os Termos de Uso e Política de Privacidade que podem ser consultados neste endereço:
http://www.noticiasderesende.com/p/politica-de-privacidade.html