[ ]
Notícias de Última Hora
Por Notícias de Resende | terça-feira, 27 de novembro de 2012 | Publicado em , | Com 0 comentários
No discurso de abertura das III Conferências do Douro Sul, o Presidente da Câmara Municipal de Lamego, Francisco Lopes, desafiou as instituições, as empresas e as gentes da região a avaliarem “a possibilidade de constituir uma Comunidade Intermunicipal Douro Sul com os 10 municípios historicamente ligados à Beira Douro”. Esta proposta enquadra-se no âmbito da atual reforma administrativa que o Governo está a preparar e, caso avance, deverá trazer “ao território forte cooperação supramunicipal, mas também verdadeira interação entre as instituições e os demais atores regionais”. “Sei que esta será uma proposta polémica, desde logo porque implicará com algo que todos prezamos muito: o Douro!”, conclui.

A defesa de um “caminho que nos levará a um destino escolhido por nós próprios” contraria até muito do que defendeu no passado quando, em 2002, foi um “firme defensor” da criação de uma única comunidade constituída pelos municípios do Douro e de Trás-os-Montes, “convicto da escala, da massa crítica, na criação de sinergias e na implementação de projetos estruturantes”. Volvida uma década depois, Francisco Lopes sustenta que mais importante do que a dimensão e a escala “é a homogeneidade, a proximidade física e cultural, o entendimento e cooperação efetivas entre instituições, o envolvimento voluntário dos diversos atores locais e regionais, em suma, a comunhão de objetivos e a existência de um espírito de comunidade, que facilite verdadeiros processos de governança.”

Atualmente “entalado” entre o Douro e a Beira e espartilhado administrativamente entre o norte e o centro, o território que constituirá a futura CIM Douro Sul, caso venha a ser viabilizada, respeitará os requisitos mínimos definidos pelo Governo: a união de pelo menos cinco municípios e uma população de mais de 90 mil habitantes.

Na proposta apresentada aos autarcas e aos cidadãos que estiveram presentes nas Conferências do Douro Sul, o Presidente da Câmara de Lamego foi mais longe e apelou a que esta reforma administrativa seja acompanhada por uma reforma política: “As CIM, só se afirmarão como unidades de formulação e implementação de políticas públicas territorializadas, se coincidirem com as estruturas de organização política e eleitoral dos partidos e do estado, ou seja, se vierem a substituir os distritos como círculos eleitorais, preferencialmente de base uninominal”. “Que sejam transferidas para os municípios as competências, estruturas, pessoal e financiamento dos serviços da administração central com base municipal”, propõe.

Organizadas pela Associação de Municípios do Vale do Douro Sul, em colaboração com a Associação de Desenvolvimento do Vale do Douro – Beira Douro, a terceira edição destas Conferências decorreu, a 23 de novembro, no Teatro Ribeiro Conceição, em Lamego. Este ano, a iniciativa incidiu sobre a estratégia de desenvolvimento para este território que foi apresentada por Augusto Mateus, debruçando-se sobre as potencialidades e os problemas que apresenta e indicando algumas linhas de orientação no âmbito da “Agenda 2020”. O encontro contou ainda com a presença dos deputados do Parlamento Europeu Elisa Ferreira, José Manuel Fernandes e Ilda Figueiredo que abordaram “Os desafios da construção europeia – convergência ou crise?”. A sessão de abertura deste espaço de reflexão foi presidida pelo ministro da Administração Interna, Miguel Macedo.
Por Notícias de Resende | segunda-feira, 26 de novembro de 2012 | Publicado em , , | Com 2 comentários
No dia 1 de Dezembro, o Pavilhão Multiusos de Caldas de Aregos vai ser palco do Resende Fashion, promovido pela Associação Empresarial de Resende.

A iniciativa, com início previsto para as 15h00, prolongar-se-á pela noite dentro com a organização de vários desfiles de moda que representarão o comércio local, nomeadamente a “LojadaBe”, “Raros”, “Casa Marilan”, “S&M”, “Cerejinha” e “Boutique Biblo”.

Para além de assistir a desfiles de moda, o visitante poderá adquirir produtos destes estabelecimentos a preços especiais, com descontos entre os 10% e os 40%, tornando-se numa boa oportunidade para realizar as compras de Natal.

A organização do Resende Fashion promete muita animação, muita moda e preços fantásticos, neste evento que pretende promover o comércio local e o convívio entre comerciantes e que conta com o apoio do Município de Resende.

De referir que a Associação Empresarial de Resende (ERA) tem vindo a desenvolver todos os esforços no sentido de dar uma nova e mais dinâmica às suas atividades. A situação particularmente difícil que as empresas portuguesas vivem num contexto económico de grave recessão impõe que sejam desenvolvidos os mais diversos mecanismos de apoio capazes de minorar as dificuldades sentidas e ajudar à viabilização de manutenção das PME's.

Nesse sentido e por forma a procurar avançar nessa linha, a AER pretende desenvolver diversas atividades de apoio empresarial, assumindo um compromisso permanente e determinante para a melhoria das condições empresariais dos seus associados.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , , | Com 0 comentários
É já no próximo sábado, primeiro dia do mês de dezembro, que decorre em Lamego a Caminhada Voluntária, no âmbito do 20º aniversário da Liga dos Amigos do Hospital de Lamego e comemorativa do Dia Internacional do Voluntariado. O programa de atividades inicia-se às 9 horas, no Parque Isidoro Guedes, com a realização de diversos rastreios e a abertura de inscrições.

A partir das 10 horas, os participantes iniciam o percurso pedestre, numa distância de sete quilómetros, que terá como momento simbólico uma passagem pelo novo Hospital de Proximidade de Lamego, erguido junto ao nó da A24 desta cidade.

As primeiras 100 inscrições recebem uma t-shirt de oferta, para além da distribuição de diversos brindes.

Com o apoio da Câmara Municipal de Lamego, da Lamego ConVida EEM e do Centro Municipal de Marcha e Corrida, a Caminhada Voluntária constitui mais uma oportunidade de convívio para o crescente número de praticantes de marcha e corrida neste concelho.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O presidente da Câmara Municipal de Baião, José Luís Carneiro, é um dos convidados do programa de debate sobre temas da atualidade nacional “Prós e Contras”, da RTP 1 e vai participar na emissão do dia 26 de Novembro sobre o tema “O Novo Mapa de Portugal”.

Este programa será transmitido a partir das 22h45.

José Luís Carneiro irá debater temáticas como a extinção de freguesias, o sector empresarial local ou a reforma do sistema eleitoral com o Secretário de Estado da Administração Local, Paulo Júlio e com o presidente da Associação Nacional de Freguesias, Armando Vieira.

O programa “Prós e Contras” é apresentado pela jornalista Fátima Campos Ferreira e realiza-se em direto a partir do Teatro Armando Cortez, em Lisboa.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Entre os meses de novembro de 2012 e fevereiro de 2013, os seniores do concelho de Resende poderão usufruir, gratuitamente, durante uma semana, de um programa de tratamentos termais, nas Termas de Caldas de Aregos.

Esta estância termal encontra-se a promover um programa de sensibilização e incentivo ao termalismo, destinado a todos os seniores do concelho, com idade igual ou superior a 65 anos, ou na situação de aposentação/reforma.

Os interessados em participar deverão efetuar a sua inscrição nas Termas de Caldas de Aregos, na Câmara Municipal de Resende ou na Junta de Freguesia da sua área de residência.

Os seniores inscritos que cumpram os requisitos pressupostos beneficiam, ainda, de transporte gratuito.

As Termas de Caldas de Aregos têm ao dispor os seguintes tratamentos: Vias Respiratórias (asma, bronquites faringites, sinusite e rinites); Reumatologia (artrites, espondilose anquilosante, febre reumática, fibromialgia e Osteoartrose); Dermatologia (atopias/alergias, psoríase e eczema).

Com este programa de sensibilização e incentivo ao termalismo pretende-se promover as termas e os seus tratamentos junto da população resendense, como forma de combater a sazonalidade, bem como implementar políticas de acesso da população local a cuidados de saúde, promovendo a frequência termal a públicos particularmente desfavorecidos.

De acordo com António Borges, que para além de Presidente da Câmara Municipal de Resende é também o principal responsável pela Administração da Companhia das Águas, "“trata-se de promover as termas internamente e ajudar a aumentar a frequência dos naturais do concelho, mas, ao mesmo tempo, responder na área da saúde a uma população que apresenta hoje mais dificuldades económicas"”.

Recorde-se que as Caldas de Aregos são um dos espaços termais mais reconhecidos, no norte do país. Estas termas existem desde o século XII, quando D. Mafalda, Rainha de Portugal, mandou ali construir uma Albergaria, percursora dos diversos balneários termais que se sucederam ao longo dos tempos. O actual balneário foi integralmente reconstruído na década de 1990.

As águas minerais naturais das Caldas de Aregos são sulfúreas, bicabornatadas, sódicas e fluoretadas, com um elevado PH de 9,2 captadas a 62ºC e a 63 metros de profundidade, em furos capeados, que as protegem dos agentes poluidores superficiais e lhes garantem limpidez, pureza bacteriológica e estabilidade físico-química.

As principais indicações situam-se na área da prevenção e cura das doenças ortopédicas, doenças de reumatismo, doenças das vias respiratórias, sinusites e doenças da pele.

Nas Termas de Caldas de Aregos encontrará um conjunto de técnicas que, aliadas aos equipamentos termais modernos e funcionais, permitem desfrutar de um ambiente agradável, confortável e completamente relaxante.
Por Notícias de Resende | domingo, 25 de novembro de 2012 | Publicado em , , | Com 0 comentários
A Casa do Futebol Clube do Porto de Cinfães vai organizar no próximo dia 1 de Dezembro a primeira corrida de montanha e caminhada em Cinfães. A prova para os caminheiros irá contar com cerca de 7 km a andar e a prova para atletas deverá rondar os 10 km a correr. A prova destina-se aos escalões de Júniores, Séniores e Veteranos.

Aurora Cunha, Ex Campeã do Mundo de atletismo e Ex-atleta do Futebol Clube do Porto irá “amadrinhar” a prova.
Por Notícias de Resende | terça-feira, 20 de novembro de 2012 | Publicado em , , | Com 0 comentários
O sonho e a paixão voltaram à Quinta de Covela. Acreditando na qualidade e potencial dos vinhos portugueses, dois investidores estrangeiros deixaram-se render pela beleza da propriedade - e pela qualidade dos vinhos Covela.

A Quinta de Covela, debruçada sobre o rio Douro nas terras graníticas do Entre-Douro-e-Minho, está a viver um novo fôlego, alimentado pela paixão de dois investidores estrangeiros: o brasileiro Marcelo Lima e o inglês Tony Smith. Em Julho de 2011, os dois amigos compraram a quinta por cerca de 3 milhões de euros. Agora, um ano mais tarde, e depois de uma série de investimentos, os novos proprietários já fizeram a primeira vindima. E a expectativa em relação à qualidade dos vinhos é elevada.

É o renascimento de uma das mais bonitas quintas de Entre-Douro-e-Minho. Voltada para o rio Douro, Covela situa-se na transição entre o granito minhoto e o xisto do território duriense. Localizada num anfiteatro exposto a sul, na margem direita do rio, a propriedade estende-se ao longo de 34 hectares, povoados de vinhas (14 hectares), bosques mediterrânicos, hortas e pomares murados. Dispõe também de três modernas moradias, adega, duas casas de quinta e diversas ruínas, nas quais se incluem a fachada da antiga casa solarenga da propriedade, do século XVI, e uma capela dedicada a Santa Quitéria. Os novos proprietários pretendem estudar o legado histórico existente e transformar as velhas ruínas num centro de receção e visitas.

A atual Quinta de Covela resultou da junção de duas propriedades: a original, que pertenceu à família da mulher do cineasta Manoel de Oliveira, e a Quinta dos Casaínhos, adquirida pelo realizador no final dos anos 30 para juntar ao dote da futura esposa, Maria Isabel Brandão Carvalhais. A casa onde o casal Oliveira passava temporadas tem uma das mais formidáveis vistas sobre toda a quinta. Com um jardim romântico contíguo, todo o sítio vai agora ser objeto de uma intervenção que lhe devolverá o caráter e beleza originais. Nos anos 50 do século passado, Manoel de Oliveira redesenhou e mandou reabilitar o edifício onde hoje funciona a adega e também as duas casas da propriedade que lhe são contíguas.

No final dos anos 80, a quinta foi vendida ao empresário Nuno Araújo. Em 2006, após uma aposta inicial na vinha e nos vinhos - que foram ganhando uma crescente notoriedade nacional e internacional -, o empresário avançou com um grande investimento imobiliário na quinta, aproveitando a sua fantástica localização. O projeto previa a construção de 12 moradias de luxo destinadas ao mercado britânico. Nuno Araújo ainda conseguiu construir três moradias, mas o eclodir da crise financeira ditou o fim do projeto.

Em 2010, quando passava um fim de semana no hotel Fasano, no Rio de Janeiro, Marcelo Lima conheceu por acaso dois empresários portugueses que o informaram que a Covela iria a leilão. Esse encontro acabou por mudar o rumo desta quinta e juntar Lima e Smith numa grande aventura.

Lima é economista e acionista do grupo brasileiro Artesia, com interesses em várias áreas, desde a refrigeração comercial (possui a Metalfrio, a segunda maior empresa do mundo no ramo), ao vestuário (marcas Le Lis Blanc, Bo-Bô e Johnjohn) e à banca (C1 Bank na Florida, EUA), faturando anualmente cerca de 2,2 mil milhões de reais. Lima é também fazendeiro, com propriedades no Estado de Minas Gerais. Smith é jornalista, com ligações a Portugal desde 1988. Trabalhou vários anos em Portugal como correspondente e editor e depois seguiu para o Brasil. Conheceu Lima em 2000, quando era correspondente do New York Times, em São Paulo.

Os dois eram enófilos e gostavam muito de Portugal. “Quando bebíamos um copo juntos, na brincadeira sempre dizíamos: um dia havemos de fazer vinho juntos”, recorda Tony Smith. Entre 2006 e 2010, os dois amigos visitaram várias propriedades à venda em Portugal, desde o Alentejo ao Douro, em busca de uma onde pudessem concretizar esse sonho. Até que surgiu a hipótese da Covela. Smith, representante da editora Condé Nast no Brasil, regressou a Portugal e gere in loco a quinta.

Covela reforça aposta na qualidade dos vinhos
No último ano, os novos proprietários readmitiram a antiga equipa de colaboradores e as obras de recuperação têm dinamizado o mercado local de serviços. Entregaram novamente a responsabilidade pelos vinhos ao enólogo Rui Cunha, que estava envolvido no projeto Covela desde o início, renovaram a adega, recuperaram vinhas, muros e armazéns. A recuperação das vinhas está a ser feita de acordo com os princípios da agricultura orgânica. A revolução em curso na Covela não fica por aqui: os novos proprietários plantaram também hortas e mais árvores de fruto, reconstruíram um antigo moinho de água e estão a recuperar represas e aquedutos de pedra concebidos por Manoel de Oliveira.

Nos vinhos, os planos passam por reforçar a presença das castas nacionais como o Avesso e o Arinto. A produção dos tintos e dos rosés que a quinta já comercializava irá manter-se, mas a ideia é ir aumentando a quota de brancos, respeitando o estilo e o caráter que tornaram famosos os vinhos de Covela. Vinhos secos de forte personalidade e cheios de frescura. Em 2008, o jornalista e crítico britânico Jamie Goode, autor do conceituado blogue de vinhos Wineanorak, elegeu o Covela Grande Escolha tinto 2005 como um dos 50 melhores vinhos portugueses. “Para nós, este é um ano piloto, mas toda a equipa esta trabalhando para produzir os vinhos de elevada qualidade de sempre”, conclui Smith. O sonho e paixão voltaram à Quinta de Covela.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
O piloto BERNARDO SOUSA, Campeão Nacional de Ralis em 2010, ao volante do seu Mitsubishi Lancer Evo IX, será o carro 0 no Rali “Baião Vida Natural 2012”, prova organizada pelo Clube Automóvel de Amarante, com o apoio do Município de Baião, que vai para a estrada no próximo dia 24 de Novembro, e será a última prova do Campeonato Open de Ralis.

Bernardo Sousa participou em 2011 no Mundial SWRC - Super 2000 World Rally Championship - com um Ford Fiesta S2000 em que alcançou a 4ª posição e uma vitória no Rali da Jordânia é, actualmente, piloto oficial da equipa de ralis da Lotus estando a desenvolver o Lotus Exige S R-GT.

Está confirmada a presença do Campeão Nacional de Ralis Fernando Peres, já vencedor do Campeonato Open de Ralis 2012, apostado em proporcionar o título de Navegadores a José Pedro Silva, para além de Diogo Salvi, Bruno Amaral, João Barros, Diogo Gago, e Gil Antunes.

Destaque ainda para a presença de três equipas locais: Vítor Pascoal e Luís Ramalho, Manuel Pereira e Adriano Pereira e João Bessa e Daniela Rodrigues.

Excelentes razões para vir até terras de Baião e sentir a tradição dos troços das serras da Aboboreira e de Castelo de Matos.

A jornada conta ainda com a realização de provas do Campeonato de Portugal Júnior de Ralis, do Campeonato Regional de Ralis – Nordeste, do Desafio “Modelstand” e do Troféu “Fastbravo”.


PROGRAMA
Dia 24 de Novembro

13h00 - Partida da Praça D. Manuel de Castro (Vila de Baião);
13h30 - PE 1/Baião 1;
13h50 - PE 2/Aboboreira 1;
14h15 - PE 3/Queimada 1;
15h25 - PE 4/Baião 2;
15h45 - PE 5/Aboboreira 2;
16h10 - PE 6/Queimada 2;
17h00 - Chegada à Praça D. Manuel de Castro (Vila de Baião).
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , , | Com 0 comentários
A vontade de apresentar uma nova estratégia de abordagem ao Gira-Volei e a melhoria do processo de formação dos jovens que disputam esta modalidade foram os principais objetivos da ação de formação sobre esta matéria ministrada a 35 participantes da cidade de Lamego, a 15 de novembro último. Os destinatários desta iniciativa foram, sobretudo, professores de Educação Física e alunos da área de desporto.

Organizada pela Câmara Municipal de Lamego e pela Lamego ConVida, EEM, em parceria com a Federação Portuguesa de Voleibol (FPV) e a Associação de Voleibol de Viseu, esta atividade pedagógica decorreu na Escola Básica e Secundária da Sé, com intervenções de Carlos Prata e Leonel Salgueiro, técnicos superiores da FPV. Para além de uma componente teórica, durante a qual foram explicadas as técnicas de passe, os pressupostos metodológicos e os quadros competitivos e a sua aplicabilidade, também houve uma sessão prática com a realização de uma aula-tipo desta modalidade.

Jogo fácil e divertido, o Gira-Volei é normalmente praticado por jovens com idades compreendidas entre os 8 e os 15 anos, através de um sistema 2X2 que permite uma aprendizagem progressiva das técnicas de Voleibol. Lamego é um dos municípios com mais atletas federados do país e conta, entre os mais jovens, com várias centenas de praticantes, beneficiando de uma forte tradição desta modalidade nos estabelecimentos de ensino do concelho. Recorde-se que, em dezembro de 2000, a autarquia de Lamego aderiu ao Projeto Gira-Volei que desenvolve junto das escolas do 1º ciclo. Para além do Centro Gira-Volei da Câmara Municipal, existem outras instituições no concelho que promovem projetos semelhantes: Escola Básica e Secundária da Sé, Escola Secundária Latino Coelho, Colégio de Lamego, Escola EB 2/3 e Patronato Nun’ Alvares Pereira.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
Por duas ocasiões a vida de Manuel Maria Carrilho, antigo ministro da Cultura, cruzou-se com a cidade de Lamego: em 1966, durante uma “curta estadia” no Colégio Beneditino de Lamego teve os “primeiros contactos com a filosofia” – “foram meses que me mudaram muito” – recorda e, bastante mais tarde, enquanto governante ao impulsionar a primeira “tentativa de requalificação” do Teatro Ribeiro Conceição, um imóvel na época votado ao abandono. O destino quis que fosse nesta casa, a mais bela sala de espetáculos da região duriense, que apresentasse a sua mais recente obra literária – Pensar o Mundo -, na companhia da mulher, a apresentadora Bárbara Guimarães. “Fiquei sempre muito ligado a esta evocação. É com prazer que se revisitam estas memórias”, confessa.

Publicado pela Grácio Editor, Pensar o Mundo reúne e apresenta, em sequência cronológica, os vinte livros publicados por Carrilho no decurso das últimas três décadas (1982-2012). Uma obra marcada pela abordagem dos grandes temas e problemas da contemporaneidade, fundamental no panorama do pensamento e da cultura portuguesas. Um autor conhecido, não só pela originalidade das suas ideias filosóficas, como também pela sua ligação à política e à cultura: “A política é assumir valores e desígnios para o país, sufragados pelas pessoas”.

Após conhecer o resultado final da intervenção que a Câmara Municipal de Lamego efetuou no Teatro Ribeiro Conceição, Manuel Maria Carrilho recorda que na época em que tutelava a Cultura defendia que o Interior do país devia ser dotado de equipamentos públicos de excelência: “Fico contente por esta apresentação decorrer num espaço que tem a ver com estas ambições”. Ao seu lado, Francisco Lopes partilhou desta satisfação e deixou vários elogios ao autor: “Enquanto ministro da Cultura, deixou uma marca indelével na gestão cultural do nosso país e, por isso, devemos-lhe algo pela forma como tentou requalificar este teatro”. “Com ele, ficou a convicção que a Cultura é património de todos”, enaltece.
Por Notícias de Resende | segunda-feira, 19 de novembro de 2012 | Publicado em , | Com 0 comentários
No passado dia 18 de outubro, a “Asia-Europe Foundation” anunciou os vencedores do “Gold Award “ e “Award Merit” aos projetos que se destacaram pelo seu desempenho inovador a nível de ensino online entre os estudantes da Ásia e Europa.

Entre as muitas candidaturas, a comissão de avaliação AEC-NET selecionou seis finalistas, entre os quais figurou o projeto “Magic Flight to Berlin”, que obteve o “Merit Gold”, uma comparticipação de 2 mil euros. Esta quantia será entregue à coordenadora do projeto, a professora italiana Maria Sessa, e destina-se ao desenvolvimento de novas iniciativas do género. O professor Dionísio Ferreira foi o dinamizador do projeto na Escola Secundária Dom Egas Moniz, coadjuvado pela professora Marta Almeida. Os alunos que nele intervieram – Ana, Carla, Marlene, Bruna, Bruno, Diana, Adriana, Joana e Leandro, do atual 11.º B – irão receber da “Asia-Europe Foundation” diplomas que certificarão o galardão atribuído.

“Magic Flight to Berlin “visou criar um ambiente de aprendizagem colaborativa, através do qual os estudantes da Índia, Portugal, Suécia, Polónia, Alemanha e Itália puderam comunicar livremente e trocar informações sobre si e sobre os países onde viviam”. Os mais importantes produtos finais foram a elaboração do sítio do projeto, a criação de uma fórum social e a realização de um vídeo sobre Berlim, cujo roteiro foi desenvolvido pelos alunos das escolas participantes.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
De 5 a 10 de novembro de 2012, um grupo de três professores e dois alunos da Escola Secundária Dom Egas Moniz, de Resende, participou no 1.º Encontro do Projeto Comenius “Living near the water, aspects of life”, realizado na cidade de Salerno, na Itália, no âmbito do Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida da Agência Nacional PROALV.

O primeiro dia de meeting iniciou-se com as boas-vindas por parte da diretora anfitriã, com curtas apresentações por parte dos chefes das diversas delegações e com visitas a laboratórios da escola. De seguida, os professores reuniram-se para proceder às apresentações das respetivas escolas e para discutir as atividades ainda a desenvolver no projeto. Por sua vez, os alunos assistiram a aulas de História, Cultura e Orientação, seguidas de uma atividade fora da escola, em que procuraram descobrir monumentos com a ajuda de um mapa e um telemóvel com sistema de GPS. Ao fim da tarde, foi organizada uma visita guiada, a pé, para professores e alunos, ao centro da cidade de Salerno. Com o cair da noite, foi possível observar as iluminações das ruas, denominadas luzes de artistas.

No segundo dia, da parte da manhã, o coordenador do projeto procedeu a uma explanação das potencialidades da plataforma Fronter e lembrou que todos os trabalhos realizados pelas escolas participantes deverão ser nela alojados. Enquanto isso acontecia, os alunos realizaram atividades desportivas. No final da manhã, professores e alunos juntaram-se e foram recebidos pelas autoridades do município local. De seguida, deslocaram-se ao campo universitário de Salerno, onde almoçaram e fizeram uma visita guiada. A parte de tarde foi ainda dedicada a apresentações relativas às atividades de limpeza de praias realizadas em cada um dos países participantes. O evento contou com uma presença de uma delegação local da “Grean Peace”.

No terceiro dia, durante a manhã, o coordenador da escola local apresentou um vídeo de um tour ecológico que realizou com os seus alunos. Seguiu-se uma visita a uma fábrica de queijo “Mozzarella” e à zona arqueológica de Paestum.

No quarto dia, ao início da manhã, enquanto os alunos realizavam atividades ao ar livre, os professores reuniram para discutir a planificação das próximas atividades a realizar no projeto. A meio da manhã, todas as delegações participaram numa excursão a Pompeia, outrora uma cidade do Império Romano, situada a 22 quilómetros da cidade de Nápoles.

No último dia de meeting, durante a manhã, enquanto os alunos preparavam as apresentações finais dos trabalhos que tinham sido incumbidos de realizar – a propósito das várias atividades desenvolvidas ao longo da semana –, os professores reuniram para dar continuidade à preparação dos próximos meetings. Seguiu-se a apresentação dos trabalhos dos alunos, as saudações finais e a entrega de certificados a todas as delegações. À noite, decorreu uma Gala, com jantar e música ao vivo, onde professores e alunos puderam conviver, dançar e confraternizar.


Notas: O conteúdo desta notícia compromete apenas o seu autor, não sendo Agência Nacional e a Comissão Europeia responsáveis pela utilização que possa ser feita das informações nela contidas.

Este projeto da União Europeia, de parcerias Multilaterais Comenius foi financiado pela referida Agência Nacional PROALV com o montante de 22 mil euros.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
Depois de um ano de grande sucesso... O Miss & Mister Externato D. Afonso
Henriques vai realizar-se no próximo dia 30 de Novembro e promete ser
melhor... muito melhor!

Inscrições para os alunos do Externato D. A. H. até ao dia 27 de Novembro
(Terça-feira) - Inscreve-te, não percas esta oportunidade!

Dia 30 de Novembro de 2012 | Sexta-feira | 21h00m

Apresentação: Andreia Fontão e José Augusto Silva

Eleição do Miss & Mister Externato 2012/2013 pelo júri e Eleição do Miss &
Mister Simpatia pelo público

Desfile
Decoração Especial
Muitas surpresas

PRESENÇA ESPECIAL JOÃO F. (Ex Concorrente Casa dos Segredos 2 e modelo)

O evento vai contar com um cenário nunca antes visto no Externato!

Atuação da Banda "Dilema" (Ex Revolução XXI)

Não podes faltar ao grande evento do ano! Aparece e traz os teus amigos! ;)

Apoio:

Externato D. Afonso Henriques
Município de Resende
Emissora Regional de Resende

Organização: Associação de Estudantes do Externato D. Afonso Henriques
Por Notícias de Resende | domingo, 18 de novembro de 2012 | Publicado em , | Com 0 comentários
Acácio Pinto
Deputado do PS
A educação não é uma prioridade para este governo e o ministro Nuno Crato aceitou a encomenda do primeiro-ministro de triturar o serviço público de educação e a escola pública; todo o serviço público de educação do pré-escolar ao superior.

Percebemos bem, hoje, a metáfora de Nuno Crato de implosão da 5 de outubro. Ela afinal era o esmagamento da escola pública para todos e a fundação de uma escola pobre para pobres.

Todas as medidas, mas mesmo todas, nestes dezassete meses de governação de direita, são uma parte deste seu guião de retrocesso nos ganhos civilizacionais que efetuámos em Portugal nas últimas décadas. E que melhor prova para sustentar isto que foi o OE para 2012 e o OE para 2013?

No superior são os reitores e presidentes dos politécnicos que dizem que a meio do próximo ano não haverá dinheiro para assegurar o seu funcionamento.

No básico e secundário são as confederações nacionais de pais que falam em impossibilidade de mais cortes na educação, em tristeza nas escolas, em fome. Que falam em desrespeito pela deficiência e em escola elitista.

Mas são também as várias entidades, as várias instituições nacionais e internacionais (CNE e OCDE) a enfatizar o quão errado está o caminho que estamos a trilhar.

Sabem que temos que recuar a 2001 para encontrar valores (a preços correntes) de despesa na educação e ciência semelhantes aos propostos para 2013, na ordem dos 6 mil milhões de euros? Mas se descontarmos o efeito dos preços então teremos que recuar a 1997.

As funções do estado para a educação e ciência neste orçamento, inexequível, pesarão 4,0% do PIB em 2013: valores só comparáveis com o final da década de 80 (1989 e 1990) que eram de 3,8% do PIB.

E que dizer da falta de investimento na requalificação das escolas? Vá lá, naquelas escolas que tinham a obras e projetos a decorrer e que foram paradas e também naquelas cujos investimentos foram reclamados, por exemplo no distrito de Viseu, por atuais governantes.

Não restam dúvidas que a tendência, com este governo, é para tornar mais negro ainda este quadro. E direi até que não há falhas neste guião, há antes uma execução rigorosa. O governo sabe muito bem para onde quer ir e está meticulosamente a cumprir esse programa.

Creio que há cada vez mais profissionais da educação e portugueses que não o acompanharão nesse caminho e mais cedo do que tarde, dar-lhe-ão a resposta concreta.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A rede de fibra óptica encontra-se actualmente a ser implementada no concelho de Resende. O Notícias de Resende decidiu colocar algumas questões à empresa dstelecom, responsável pela instalação da rede, as quais foram esclarecidas pela mesma.

1 - Duração da colocação de fibra ótica.
O projeto de instalação da rede de fibra ótica terá uma duração prevista que possibilite a sua disponibilização a título comercial pelos operadores em Setembro do próximo ano.

2 – Zona abrangida (que zonas urbanas serão abrangidas no concelho).
Relativamente à cobertura da rede a ser instalada, as zonas urbanas no concelho abrangidas visam uma cobertura mínima de pelo menos 50% da população habitante.

3 – Data prevista para o correto funcionamento da rede.
À data de disponibilização comercial da rede de fibra ótica pelos operadores à população, a mesma encontrar-se-á em pleno funcionamento com os trabalhos concluídos.

4 – Investimento envolvido no projeto.
O projeto envolve um total de 60 milhões de euros para as Redes de Nova Geração Norte pelo período de dois anos – 2012 a 2014. Do total do volume de investimento, cerca de 50% serão assegurados por fundos comunitários, nomeadamente ao QREN, atribuídos especificamente para o desenvolvimento de infraestruturas de última geração que permitam a disponibilização de serviços de Ultra Banda Larga aos habitantes dos concelhos abrangidos. Nesse sentido, é elevada a probabilidade de os habitantes de Resende poderem contratar serviços Triple Play com acesso à internet que compreendam velocidades de navegação de 100 Mbps ou superiores.

5 – A quem se destina a fibra ótica – consumidor final.
A dstelecom atua como Operador de Operadores, pelo que a infraestrutura instalada destina-se a possibilitar que os Operadores de Telecomunicações que acordem com a dstelecom possam disponibilizar solução técnica para comercializar à população dos concelhos abrangidos, constituída por habitantes e empresas, os seus serviços. As condições comerciais para estes serviços disponibilizados com base em Redes de Nova Geração, acreditamos serem idênticas às praticadas por esses mesmos Operadores nas principais cidades.

Como informação adicional, podemos acrescentar ainda que a infraestrutura irá contribuir para o surgimento ou crescimento de empresas no concelho de Resende, ajudando a atrair investimento e talento, com provável fixação de pessoas com elevadas qualificações que passarão a dispor das soluções de telecomunicações atualmente comuns nos grandes centros urbanos.

De referir ainda, que será instalado um POP da dstelecom em Resende, a partir do qual, serão ligadas as casas e empresas, independentemente da distância a que estejam do referido POP, possibilidade essa garantida pelas soluções GPON ou Ponto-a-Ponto proporcionadas pela “capilaridade” em Fibra Ótica que será instalada.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
O Rali “Baião Vida Natural 2012”, prova organizada pelo Clube Automóvel de Amarante e com o apoio do Município de Baião, vai para a estrada no próximo dia 24 de Novembro, e será a última prova do Campeonato Open de Ralis.

A tradição de bem receber e a espetacularidade dos traçados que compõem as classificativas disputadas em cenários naturais como as serras da Aboboreira e de Castelo de Matos, são razões mais que suficientes para justificar uma boa participação de inscritos e uma grande afluência de público.

A jornada conta ainda com a realização de provas do Campeonato de Portugal Júnior de Ralis, do Campeonato Regional de Ralis – Nordeste, do Desafio “Modelstand” e do Troféu “Fastbravo”.

Entre os concorrentes em prova estarão duas duplas oriundas do concelho de Baião: uma constituída por Vítor Pascoal e Luís Ramalho, que este ano sagrou-se já vencedora da Taça de Portugal de Ralis, e outra da qual fazem parte Manuel Pereira e Adriano Pereira. Destaque para o facto de ambas as equipas poderem conquistar o Campeonato Regional de Ralis – Nordeste, caso atinjam a primeira posição no Rali de Baião.

O vereador do Desporto da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, destaca a aposta estratégica do município nos ralis, de modo a reavivar a longa tradição que o concelho possui no desporto automóvel: “É com satisfação que vemos o Rali de Baião ascender ao Campeonato Open de Ralis. Estamos preparados para mais uma vez receber milhares de adeptos do desporto automóvel e para prestar todo o apoio à organização da prova. E congratulamo-nos porque, mais uma vez, o Rali de Baião volta a ser uma referência da nossa região, recuperando as tradições do passado, quando o Rali de Portugal passava pelas classificativas da Aboboreira”, observa.

Foi em 2009 que a tradição dos ralis foi retomada em Baião, graças a uma parceria entre a Câmara Municipal de Baião e o Clube Automóvel de Amarante, o que permitiu que os míticos traçados da Aboboreira, onde no passado competiram campeões do Mundo no “Vinho do Porto” e no “Tap Rally de Portugal”, voltassem a receber provas da modalidade.

Para Paulo Silva, Presidente da Direção do Clube Automóvel de Amarante, “O facto de termos transitado do Regional para o “Open” foi o coroar do esforço de vários anos e premeia a excelente parceria estabelecida entre o Clube e a Autarquia. Penso que no dia 24 o Rali “Baião Vida Natural” irá confirmar o mérito da aposta”.

Rali “Baião Vida Natural”
PROGRAMA
Dia 24 de Novembro

13h00 - Partida da Praça D. Manuel de Castro (Vila de Baião);
13h30 - PE 1/Baião 1;
13h50 - PE 2/Aboboreira 1;
14h15 - PE 3/Queimada 1;
15h25 - PE 4/Baião 2;
15h45 - PE 5/Aboboreira 2;
16h10 - PE 6/Queimada 2;
17h00 - Chegada à Praça D. Manuel de Castro (Vila de Baião).
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O Mercado de Produtos Tradicionais de Baião irá realizar-se, durante o período de inverno, numa tenda com 120 metros quadrados, que será instalada no Jardim Dr. Teixeira da Silva, local onde habitualmente se realiza o certame.

O anúncio foi feito a 10 de Novembro por José Luís Carneiro, presidente da Câmara Municipal de Baião, entidade que organiza a iniciativa e visa garantir que o mercado de continuará a realizar-se em condições de comodidade durante o período de maior pluviosidade.

O Mercado de Produtos Tradicionais de Baião reúne duas dezenas de pequenos produtores agrícolas do concelho, que todos os sábados de manhã comercializam os seus produtos frescos diretamente aos consumidores.

José Luís Carneiro fez o anúncio durante um magusto organizado pelos produtores que integram aquele mercado. Nessa ocasião, o autarca referiu que a Câmara Municipal tem desenvolvido várias iniciativas destinadas a valorizar a produção local.

Entre estas encontram-se a promoção de produtos de cariz artesanal e tradicional nos eventos de cariz gastronómico como a Feira do Fumeiro e o Festival do Anho Assado e do Arroz do Forno, mas também durante as Festas Concelhias, que trazem a Baião milhares de visitantes todos os anos. José Luís Carneiro destacou igualmente a criação da Casa de Baião na cidade do Porto, como uma iniciativa de caráter inovador, destinada a escoar a produção local e a divulgar os produtos locais junto de um vasto mercado de consumidores.

José Luís Carneiro explicou que esta estratégia visa valorizar as atividades agrícolas e artesanais no plano social e cultural: “Pretendemos que as gerações mais jovens tenham orgulho nestas atividades e possam encontrar nestas atividades um modo de vida para o futuro”.

Em nome dos produtores que integram o Mercado de Produtos Tradicionais usou da palavra Maria da Conceição. “Este mercado de produtos tradicionais, frescos e de qualidade é um grande apoio a todos nós pequenos agricultores, pois só desta forma podemos vender os produtos agrícolas que cultivamos, aquilo que sabemos e podemos fazer, com a força de nossos braços, o suor do nosso rosto e a mestria das nossas mãos”, referiu esta produtora. A produtora acrescentou que o “projeto tem pernas para andar” e que este irá ser, cada vez mais, “uma referência, positiva, no concelho e arredores”.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
A Câmara Municipal de Baião deliberou, em reunião camarária, na tarde de hoje, reduzir o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para a taxa mínima de 0,3 %. A decisão foi tomada por unanimidade.

Recorde-se que em finais de 2005, após a tomada de posse do executivo liderado por José Luís Carneiro, o município tinha já reduzido a taxa de 0,5 % para 0,4 %, valor que foi praticado até 2012. Baião foi nessa altura um dos primeiros municípios do distrito a reduzir este imposto.

O município baionense apoiou os munícipes por outras vias, como a redução de 50 por cento nos valores das taxas de construção para os cidadãos até aos 35 anos de idade, medida que irá vigorar até ao final do ano de 2013. A autarquia procedeu, ainda, à redução das taxas de publicidade em 75 %.

No âmbito financeiro, o atual executivo foi ainda capaz de reduzir os prazos médios de pagamento de 75 para 30 dias entre 2005 e a atualidade.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
O Teatro Ribeiro Conceição abriu as portas para prestar uma justa homenagem ao artista lamecense Fernando Correia Dias, pioneiro no modernismo gráfico em Portugal e no Brasil e um dos primeiros artistas do nosso país a assumir-se como designer polifacetado. No ano em que se celebra o 120º aniversário do seu nascimento, a Câmara Municipal de Lamego, em parceria com diversas outras instituições, promoveu um conjunto de realizações que pretende recuperar do esquecimento a obra genial e marcante deste “poeta do traço”, natural da freguesia da Penajóia.

Na noite de 10 de novembro, a mais bela sala de espetáculos da região duriense acolheu a apresentação pública do livro “Correia Dias, esquecido e inesquecível. Artista de Portugal e do Brasil”, da autoria de Arnaldo Saraiva, no âmbito do projeto Douro Cultural desenvolvido pela Douro Alliance – Eixo Urbano do Douro. A noite terminou com a atuação memorável do Grupo de Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra, cidade que viu romper a atividade artística de Correia Dias no início do século XX. Dedicando-se, sobretudo, às artes do papel, revolucionou o universo do design gráfico e da ilustração explorando os mais variados géneros artísticos.

Antes, o programa de homenagem ao artista lamecense arrancou com a abertura ao público da exposição “Correia Dias, um Pioneiro do Modernismo”, no último dia de outubro, no Salão Nobre do Teatro Ribeiro Conceição. Por este espaço, têm passado muitos curiosos que desejam apreciar as reproduções e originais do valioso espólio deixado pelo artista e desvendar de perto a história da sua vida dedicada às artes gráficas, partilhada entre Portugal e Brasil. Esta mostra segue agora em itinerância pelas cidades de Peso da Régua e Vila Real, em dezembro e janeiro, levando as obras deste mestre do modernismo carioca numa viagem pelo Eixo Urbano Douro Alliance.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
A Associação de Municípios do Vale do Douro Sul (AMVDS), em colaboração com a Associação de Desenvolvimento do Vale do Douro – Beira Douro, organiza pelo terceiro ano consecutivo as Conferências do Douro Sul que vão decorrer no próximo dia 23 de novembro, a partir das 9h30, no Teatro Ribeiro Conceição, em Lamego.

Este ano a iniciativa incidirá sobre a estratégia de desenvolvimento para o Vale do Douro Sul que será apresentada por Augusto Mateus, debruçando-se sobre as potencialidades e os problemas que este território apresenta e indicando algumas linhas de orientação no âmbito da Agenda 2020.

Para além dos 10 Autarcas do Douro Sul, as conferências vão contar com a participação de António Barreto cuja intervenção incidirá sobre “Portugal e o Douro – Haverá lugar no futuro da História?” e com os deputados do Parlamento Europeu Elisa Ferreira, Ilda Figueiredo e José Manuel Fernandes, que abordarão o tema “Os desafios da construção europeia – convergência ou crise?”.

Ricardo Magalhães, bem como Paulo Ferreira, Sub-Diretor do Jornal de Notícias, também são presenças confirmadas na iniciativa que pretende debater soluções para o futuro da região do Douro e das suas populações, discutindo também o seu lugar na Europa, um tema intransponível na atualidade.

Recorde-se que as Conferências do Douro Sul realizam-se desde 2010, numa iniciativa que pretende afirmar o Douro Sul como um ponto de encontro dos diferentes atores locais e regionais com responsabilidades na governação territorial, abrindo um espaço de reflexão sobre os desafios que esta região enfrenta.

Para mais informações e inscrições poderá consultar o sítio electrónico: www.conferenciasdourosul.amvds.pt.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
A partir deste ano letivo, os alunos e professores da Universidade Sénior Jerónimo Cardoso, fundada em 1997 na cidade de Lamego, vão ter à sua disposição um novo espaço de ensino e convívio, mais amplo e adaptado às exigências desta instituição, para continuar a garantir o sucesso da sua missão: a ocupação saudável dos tempos livres de pessoas que se sentem motivadas para a aprendizagem constante de diversas matérias teóricas e práticas. As aulas e restantes atividades, que antes eram promovidas no Centro Social João Paulo II, nas imediações da Capela do Espírito Santo, são transferidas para o piso superior do Mercado Municipal, onde já funcionou a Escola de Hotelaria e Turismo de Lamego.

A 10 de novembro último, muitos familiares e amigos quiseram juntar-se aos alunos e professores da Universidade Sénior para celebrarem juntos a ida para as novas instalações, uma cerimónia que teve como ponto alto a bênção deste espaço por D. António Couto, Bispo de Lamego. Durante o encontro foi evocada a memória dos fundadores e alunos da instituição já falecidos, em particular as sócias fundadoras Margarida Osório e Laurentina Cameiro. A partir de agora, os 40 alunos vão adquirir neste novo espaço conhecimentos em diversas áreas - línguas estrangeiras, história, entre outras -, tendo ainda a oportunidade de participar em atividades de coro, bordados e pintura.

No momento em que está a ser comemorado o 15º aniversário da criação da Universidade Sénior Jerónimo Cardoso, Francisco Lopes, Presidente da Câmara Municipal de Lamego, e Marina Valle, vereadora da Educação, regozijaram-se com a “nova casa” desta instituição, cedida pela autarquia e uma aspiração desde o início deste projeto, e manifestaram o desejo que continue a promover a integração social e cultural dos estudantes seniores, contribuindo, não apenas para o seu desenvolvimento pessoal e interpessoal, mas também para a descoberta de novos percursos de vida depois da aposentação. Antes deste encontro, foi organizado no auditório do Centro Social e Paroquial de Almacave uma reflexão sobre o papel atual das universidades seniores com uma intervenção de D. António Couto.

No âmbito das comemorações da criação desta unidade de ensino, foi também celebrada, a 3 de novembro, uma missa na Sé Catedral de Lamego.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , , | Com 0 comentários
Aquilino Rocha Pinto volta a estar à frente dos destinos da Associação de Ténis de Mesa do Distrito de Viseu, para o quadriénio 2012/2016, ao ser reeleito Presidente da Direção, iniciando assim o seu quarto mandato.

A cerimónia de tomada de posse dos Dirigentes, decorreu no passado sábado, dia 10 de Novembro, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Lamego. O reeleito lembrou o papel da Associação no “desenvolvimento do Ténis de Mesa no Distrito de Viseu sem esquecer do trabalho realizado no quadriénio 2008/20012, nomeadamente no aumento do número de clubes e de atletas filiados, sem esquecer do reconhecimento do anterior Governo, em ter reconhecido a Associação, em 2010 como Instituição de Utilidade Pública”.

A cerimónia contou com a presença de Matos de Almeida, Presidente da Assembleia geral da Federação Portuguesa de Ténis de Mesa; Margarida Duarte, Vereadora do Desporto da Autarquia de Lamego; Teresa Santos, Deputada da Assembleia da Republica; Filipe Lima, Presidente da Assembleia geral da ATM Distrito de Viseu; Paulo Barradas, Membro de Mérito da ATM Distrito de Viseu/antigo Deputado da Assembleia da Republica e António Tunes, Embaixador da Ética Desportiva.

Artigo elaborado pelo: 
Gabinete de comunicação e imagem da ATMD Viseu 

Foto 1 – Mesa de Honra – da esquerda para a direita.
- Sr. António Tunes, Embaixador da Ética Desportiva;
- Prof. Filipe Lima, Presidente da Assembleia geral da ATM Distrito de Viseu;
- Prof. Aquilino Pinto Presidente da Direção/Fundador da ATM Distrito de Viseu;
- Dr.ª Margarida Duarte, Vereadora do Pelouro do Desporto da Autarquia de Lamego;
- Dr.º Matos de Almeida, Presidente da Assembleia geral da Federação Portuguesa de Ténis de Mesa;
- Dr.ª Teresa Santos, Deputada da Assembleia da Republica.

Foto 2 - Momento em que Aquilino Rocha Pinto, assina o auto de posse, para um novo mandato de quatro anos, ladeado a sua direita pelo Presidente da Assembleia geral Filipe Lima.

Foto 3 - Foto com alguns dirigentes da Associação, acompanhados pelas personalidades presentes na cerimónia de Tomada de Posse.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
A proposta enviada pela Assembleia Municipal de Lamego ao Governo sobre o novo mapa administrativo das freguesias situadas no concelho mereceu o parecer positivo da Unidade Técnica para a Reorganização Administrativa do Território. Na prática, Lamego verá o número de freguesias reduzido de 24 para 18. Esta diminuição cumpre o mínimo previsto na lei, ou seja, a redução em 50% das freguesias do lugar urbano (Almacave e Sé dão origem à nova freguesia de Lamego) e de 30% nas freguesias rurais, percentagem reduzida até 20% conforme previsto na lei “em casos devidamente fundamentados”.

A pronúncia apresentada pelo Município de Lamego teve por base o relatório elaborado pelo grupo de trabalho para a reforma administrativa do concelho, que incluiu representantes da Câmara Municipal, da Assembleia Municipal, das juntas de freguesia e da empresa Lamego ConVida EEM. Para além da freguesia urbana de Lamego, serão constituídas três novas freguesias de matriz rural: a União das Freguesias de Cepões, Meijinhos e Melcões, a União das Freguesias de Parada do Bispo e Valdigem e a União das Freguesias de Bigorne, Magueija e Pretarouca. As restantes mantêm a sua integridade territorial.

As juntas de freguesia que se agregaram de forma voluntária no âmbito desta reorganização vão ver agora a sua participação aumentada em 15% no Fundo de Financiamento das Freguesias. Segundo cálculos do Governo, 1165 freguesias devem ser agregadas em todo o país, envolvendo mexidas em 230 municípios. Lamego foi um dos 57 que apresentaram projetos de agregação em conformidade com a lei. A maioria não se pronunciou ou enviou para a Unidade Técnica propostas de manutenção do atual mapa administrativo, o que equivale a não pronúncias. A última palavra neste processo cabe agora à Assembleia da República.
Por Notícias de Resende | segunda-feira, 12 de novembro de 2012 | Publicado em , | Com 0 comentários
Uma mulher morreu num incêndio que deflagrou numa habitação em Mesão Frio (no sábado, dia 10 de outubro) e que provocou ferimentos ligeiros em mais quatro pessoas, incluindo três bombeiros, disse à agência Lusa o comandante da corporação local.

O comandante Paulo Silva referiu que o alerta foi dado cerca das 22:00. O responsável referiu que uma mulher, de cerca de 40 anos, acabou por perder a vida neste incêndio.

Quando invadiram a habitação, uma casa localizada no centro da vila e com o interior em madeira, ocorreu uma derrocada de materiais que atingiu os bombeiros, que ficaram com ferimentos sem gravidade.

O outro ferido habitava o segundo andar da casa. Segundo o comandante, terá sido na sala do primeiro andar que deflagraram as chamas.

Os bombeiros demoraram cerca de hora e meia a combater o incêndio. No local estiveram 38 bombeiros e nove viaturas da corporação de Mesão Frio, que contaram ainda com o apoio da equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Vila Real.

Agência Lusa
Por Notícias de Resende | sábado, 10 de novembro de 2012 | Publicado em , , | Com 3 comentários
A lista Q, liderada por João Pereira, venceu este ano pela segunda vez as eleições para a Associação de Estudantes do Externato D. Afonso Henriques. João Pereira numa entrevista ao Notícias de Resende, por Rafael Barbosa, fala-nos da sua reeleição, ideias a implementar, objetivos a concretizar e muito mais.

Rafael Barbosa (RB): O João Pereira foi eleito pela segunda vez consecutiva para liderar a Associação de Estudantes do Externato D. Afonso Henriques. Na sua opinião que permitiu a sua reeleição?

João Pereira (JP): Trabalho. Essa é a palavra que mais se adequa a esta pergunta. Nada se consegue sem trabalho e estou certo que, esta reeleição foi fruto do trabalho que eu e a minha equipa desenvolvemos ao longo do último ano. Repare Rafael: Não é qualquer um ou qualquer equipa que é reeleita pela segunda vez consecutiva se não tiver feito um bom trabalho. Até porque falamos em mandatos “consecutivos” e quando se ganha consecutivamente, não se ganha por mais nada que não tenha sido um bom trabalho realizado no mandato anterior porque as pessoas não esquecem facilmente. O facto de eu ter sido reeleito, tal como a minha equipa, é um sinal de que nos “portamos bem” ao longo do nosso primeiro mandato. É importante referir que apesar de o ano transato ter sido o meu primeiro mandato, há já muito que estou por dentro dos mecanismos de uma Associação de Estudantes como é a Associação de Estudantes do Externato D. Afonso Henriques. No entanto, aprendi muito ao longo do último ano, eu, como a minha equipa e por isso, apesar de algumas remodelações este ano, acredito que estamos mais fortes e prontos para enfrentar todas as dificuldades que se opuserem ao nosso percurso como Associação de Estudantes.

RB: Está satisfeito com os resultados obtidos no ano letivo passado?

JP: Muitos denominam uma Associação de Estudantes por nomes que nem sequer devem ser pronunciados em situações como esta, mas que estão longe da realidade do que na verdade é uma Associação de Estudantes. No ano passado, quando dei a minha primeira entrevista ao Noticias de Resende, na altura realizada pelo José António, fui criticado e foi uma das entrevistas com mais polémica no site, tal como na sociedade mais jovem do concelho. Foi polémica porque, na verdade, já se começava a desenhar o sucesso que a minha equipa teria ao longo do seu mandato. E concordo, uma Associação de Estudantes não é só festas, e não foi só festas que proporcionamos aos nossos alunos no ano passado. O objetivo maior de uma Associação de Estudantes deve ser proporcionar aos alunos boas condições na sua escola, para que se possam sentir bem no seio da comunidade escolar, bem como proporcionar atividades que sejam propícias a um ambiente escolar. No entanto, do ponto de vista financeiro, nunca poderíamos descurar uma parte tão importante como são as atividades que mais dão nas vistas como são as festas. Porque essas atividades são o principal motor financeiro de uma Associação de Estudantes que depois permite a sobrevivência da mesma, bem como o cumprimento do seu principal objetivo que é proporcionar boas condições aos seus alunos no seio da comunidade escolar. Fui, principalmente eu (como é sempre normal quando estamos à frente de alguma coisa), criticado porque só fazia festas, mas criticado por pessoas que não faziam sequer a ideia do que é uma Associação de Estudantes nem do que deve ser. A verdade é que, um ano depois, eu e a Lista Q voltamos a vencer as eleições e estamos aqui, prontos para mais festas, mas também para dar condições aos nossos alunos e ajuda-los naquilo que precisam, nos problemas que têm e nas dificuldades que muitos atravessam porque sabemos que não vivemos um tempo favorável, sabemos que vivemos uma crise socioeconómica que está para durar. Estamos sim, preocupados com os nossos alunos, bem como os jovens do nosso concelho, porque muitos já foram alunos na nossa escola e, pretendemos ser, não só uma Associação de Estudantes mas também uma Associação virada para os jovens do nosso concelho e pronta a colaborar com instituições e organizações do nosso concelho.

RB: Para este mandato que novidades pensa trazer para o externato?

JP: Depois de um ano em que o restabelecimento financeiro e o restabelecimento de certas atividades foi conseguido na nossa Associação de Estudantes, este ano viramo-nos para conseguir melhores condições para que os nossos alunos possam sentir o Externato como cada vez mais a sua segunda casa. Quando se fala em “conseguir melhores condições” fala-se em por exemplo, fazer chegar a televisão digital terrestre ao bar da nossa escola porque sabemos que nos tempos livres os nossos alunos gostam de disfrutar dos canais televisivos e isso já foi feito. Exemplos como estes, por mais pequenos que seja, são importantes numa comunidade escolar. Depois, há muito que o nosso polivalente “pede” uma remodelação e essa é sem dúvida, em paralelo com a luta para ter um espaço para a Associação de Estudantes, as duas das grandes apostas deste mandato. É também importante não descurar outros espaços da nossa escola, como a biblioteca ou por exemplo, agora sem falar em espaços, é importante o apoio aos clubes e organizações dentro do Externato, como o Desporto Escolar, a Tuna, o Clube de Artes entre outros que proporcionem a cada ano letivo novidades aos nossos alunos. Para isso, a nossa Associação de Estudantes tem de estar sempre pronta a responder quando nos pedem ajuda. Além de tudo isto, é óbvio que vamos continuar a apostar nas nossas Festas que têm sido de grande visibilidade em Resende. Quero só dizer que vai ser com toda a certeza um ano ainda melhor do que o ano passado, porque queremos sempre mais e melhor!

RB: Certamente que encontrou dificuldades no ano anterior. Pode-me falar de quais e das que pensa encontrar pela frente.

JP: Eu costumo dizer que as dificuldades é aquilo que nos move. Sem dificuldade, não teria tanta piada. É óbvio que em tudo há sempre dificuldades, mas quando o trabalho, o esforço, a dedicação e a união de toda uma equipa prevalece a essas dificuldades, é sempre mais fácil. Não vou mentir ao ponto de dizer que foi tudo fácil… Não foi! Mas por saber que sou capaz e por saber das capacidades da minha equipa é que me recandidatei, estando pronto para qualquer adversidade de qualquer tipo que possa surgir ao longo de mais uma caminhada muito difícil, mas que no final, sei que vai valer todo o esforço e dedicação e o valer a pena compensará toda essa dedicação afincada a um projeto como este.

RB: Este ano a associação irá focar-se mais em alguma questão?

JP: Como já referi anteriormente, vivemos uma grave crise económica no nosso país, em que muitas famílias passam por grandes dificuldades económicas. Sei que as famílias dos nossos alunos não são imunes a isso e por ter essa consciência é que quero afirmar publicamente que antes de tudo mais, estamos prontos para responder a essas situações, estamos prontos para ajudar os nossos alunos, porque esse, é sem dúvida, o nosso dever enquanto Associação de Estudantes responsável. Quero deixar o alerta a todos os nossos alunos, bem como a toda a comunidade escolar… Se sentirem por vezes algo de estranho com um colega vosso, não tenham medo de se dirigir a nós nem vergonha, porque podem contar connosco na ajuda à resolução dos vossos problemas, porque, como já referi, sabemos que nem todos os nossos alunos são imunes às dificuldades económicas que o país atravessa. E esta é sem dúvida a questão que nos move:  proporcionar o bem-estar aos nossos alunos. A partir daí, tudo é possível e pode acontecer tudo quando se tem gosto naquilo que se faz. Como o velho ditado diz: “Quem corre por gosto não cansa”. E hoje em dia, não é fácil encontrar pessoas que se dediquem a uma causa sem receber nada em troca. Por isso, quero, desde já, agradecer a toda a minha equipa, àqueles que estão comigo este ano, mas também àqueles que estiveram comigo num ano tão importante como foi o ano letivo passado. Porque eles são a razão de as coisas irem para a frente e funcionarem, porque eu, sem eles, não era nada e porque eu sou apenas aquele que coordena uma equipa, porque alguém tinha de o fazer. Eu costumo dizer que num sítio onde manda mais que um, as coisas nunca correm bem, por isso as coisas correm bem porque existe alguém a coordenar, mas porque todos dão a sua opinião, todos discutimos as opiniões um dos outros e chegamos sempre a um consenso e por isso é que as coisas vão para a frente e acontecem.

RB: Este ano existiram alterações na constituição na lista. Além dessas alterações a mesma contou com mais?

JP: Algumas alterações foram alterações necessárias porque alguns dos que me acompanharam no ano passado e sendo peças fundamentais pela experiência que já tinham, este ano saíram e uns hoje estão na universidade, outros optaram por outra linha de vida e outros trabalham. E a vida é assim mesmo. Para além da Madalena, do Pedro e do Rogério, houve mais 3 alterações, simplesmente porque eu acho que a remodelações numa equipa em qualquer lado são necessárias porque o desgaste acumula-se e é necessário mudar. Todavia, o espírito de grupo mantém-se. Já tive oportunidade de estar com todos juntos e sei que estamos talvez mais unidos ainda que no ano passado. Somos pessoas simples, mas sobretudo educadas que sabemos o significado da palavra “respeito”. Somos pessoas na maior parte amigas, que já nos conhecemos há algum tempo e somos pessoas juntas por um Externato melhor e isso é o que nos move. Essa é a grande razão de a Lista Q existir e de a Lista Q ter ganho novamente. E espero que quando eu sair, a Lista Q continue, porque há com toda a certeza pessoas tão capazes ou até mais capazes que eu para assumir o comando, constituindo uma equipa e mantendo as bases do que já é a “Lista Q”. A Lista Q, mais do que uma Lista, parece-me ser já, uma união de pessoas que representam valores daquilo que sempre foram os alunos, professores e funcionários desta escola e daquilo que vamos sempre continuar a ser. Mudam-se as pessoas, mas os valores ficam, e neste caso, ainda bem!



RB: Gostaria de acrescentar algo à sua entrevista?

JP: Quero em primeiro lugar, deixar um apelo para que não tornem esta entrevista polémica, deixando comentários insultuosos principalmente à minha equipa. Porque quando insultamos alguém, temos de ter o cuidado de nos lembrar que não estamos apenas a atingir essa pessoa, mas a atingir os amigos, a família e os conhecidos dessa pessoa. E isso pode causar um grande mau estar para essa pessoa insultada. Somos apenas uma equipa de pessoas unidas, interessadas em zelar pelo nome do Externato D. Afonso Henriques e em resolver os problemas dos nossos jovens alunos, bem como dos jovens do nosso concelho. Queremos ser cada vez mais uma Associação virada para o concelho de Resende e não só uma Associação virada para a nossa escola, sendo que, em primeiro lugar deve primar sempre a defesa da nossa escola e a resolução dos problemas dos nossos alunos. Porque juntos somos Externato, mas porque juntos, sejamos de onde sejamos, somos sempre muito mais fortes.

Em segundo lugar, quero mais uma vez, agradecer à minha equipa tanto à atual, como àquela que me acompanhou ao longo do ano passado: à Ana Lúcia Ramos, ao Filipe Pinheiro, à Alexandra Carvalho, ao Rogério Pereira, à Sandra Monteiro, à Madalena Coelho, à Patrícia Machado, ao Pedro Santos, ao Gonçalo Pinto, ao José Mouta, à Patrícia Tuna, ao César Duarte, à Catarina Fonseca, à Inês Pedro, ao Bruno Loureiro, à Mariana Piedade, à Margarida Almeida, ao Miguel Pinto, ao Diogo Monteiro, à Ana Sofia Almeida, à Ana Catarina Loureiro, ao Rui Botelho, ao João Dias, à Nicole, ao Michael Fonseca, ao Fábio Martins, ao João Vieira, à Ana Patrícia Gomes e à Vanessa Pinheiro. Tinha de referir o nome de todos eles porque eles merecem esta referência. Um obrigado do fundo do coração e um bem-haja a todos.

Depois, é também altura para deixar um grande, enorme agradecimento à minha família por todo o apoio neste projeto, porque eles sabem que se deixasse este projeto a meio não me sentiria bem comigo mesmo. Estou ciente de todas as responsabilidades, acrescidas este ano, que estão sobre os meus ombros, mas sei que hei de conseguir cumprir tudo aquilo a que me propus.

Agradecer aos nossos patrocinadores bem como aquelas pessoas que têm contribuído sempre que pedimos ajuda para algo que precisamos é também importante e eles são também, muitas vezes, muito importantes na vida da nossa Associação. Um agradecimento especial à Câmara Municipal de Resende, com quem temos mantido um ótimo relacionamento, porque nos ajuda sempre que precisamos e estamos gratos por isso.

Aproveito também para anunciar publicamente, que o Miss & Mister Externato D. Afonso Henriques é já no próximo dia 7 de dezembro e vai contar com muitas surpresas, talvez um dos melhores Miss & Mister que o Externato já viu.

Por fim, deixar um grande agradecimento ao Notícias de Resende em nome do Rafael Barbosa, pela visibilidade que dá às Associações, Instituições e Organizações do Concelho e porque nunca se esquece de referenciar noticiosamente o que de mais relevante acontece no nosso concelho.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
Em 2009, o ex-ministro Mário Lino deslocou-se ao concelho de Resende para lançar o Concurso Público Internacional das Redes de Nova Geração para as zonas rurais do Norte do País.

O grupo DSTelecom venceu o concurso para levar as redes de nova geração às zonas rurais (RNG) em duas regiões, enquanto a Viatel venceu o da região Centro.

A DSTelecom vai investir 108 milhões de euros (€68M no Norte e €40M no Sul) na implementação de cerca de oito mil km de fibra óptica. Com este investimento, vai potenciar a criação de 3300 empregos directos e cobrir com esta tecnologia mais de 50% da população destas regiões. Em ambos os concursos a empresa tem como parceiro para o retalho a Optimus.

Enquanto a dstelecom  se propõe manter o papel de "operador de operadores", com a sua actividade concentrada na construção, operação e manutenção de RNG, a Optimus ficará responsável por assegurar todos os aspectos relacionados com a prestação de serviços aos seus clientes.

Sendo a capital da cereja um concelho da zona norte, a DSTelecom ficou responsável por levar a fibra óptica a Resende. Atualmente, a empresa encontra-se a implementar a rede de fibra óptica, prevendo-se a sua disponibilidade para o primeiro semestre de 2013.
Por Notícias de Resende | sexta-feira, 9 de novembro de 2012 | Publicado em , | Com 0 comentários
Acácio Pinto
Deputado do PS
Os problemas na área da saúde no distrito de Viseu são imensos. Para além dos problemas relacionados com o inadmissível aumento das taxas moderadoras que afetam todos os portugueses que têm que se deslocar a unidades de saúde, os viseenses estão confrontados com graves problemas concretos.

1. A falta de médicos é um problema que atinge todo o distrito mas que atingiu as raias do inadmissível no concelho de Tondela, onde há 15.000 utentes sem médico de família. Pessoas a ir para a porta dos centros de saúde de madrugada é vulgar no concelho e um pouco em todo o distrito. Degradante e indigno. Mas a falta de enfermeiros é também uma evidência.

E não fosse o empenhamento dos profissionais de saúde a questão atingiria as raias do escândalo, uma vez que o planeamento e a coordenação, da ARS centro e do governo, é inexistente.

2. Apesar da questão colocada pelos deputados do PS ao ministro da saúde o que é facto é que ainda não foi obtida resposta sobre o centro de radioterapia a construir no hospital de Viseu, cujo projeto o governo anterior deixou concluído e pronto a avançar.

Já lá vão dezassete meses de governação e o governo através do ministério da saúde não deu qualquer explicação para um problema grave que afeta os doentes oncológicos da região que têm que andar horas e horas, semanalmente, a ser transportados de ambulância para a radioterapia em Coimbra, pese embora a sua frágil situação de saúde.

3. O novo hospital de Lamego já deveria ter entrado em funcionamento há um ano atrás. Era isso que estava previsto no respetivo concurso. Porém, hoje, ainda não se sabe quando tal equipamento será colocado ao serviço das populações e mais, não se sabe o que se passa com as especialidades que para aquele hospital estão previstas. Para além disso as cirurgias têm vindo a ser colocadas em causa e não se conhece nenhuma posição concreta sobre toda a funcionalidade do hospital.

4. Para além de tudo isto são evidentes os problemas existentes a nível da entrada em funcionamento de unidades de saúde familiar, de contratualização com unidades de cuidados continuados já concluídas, afinal de subfinanciamento do serviço nacional de saúde.

O governo deve uma explicação aos portugueses em geral e aos viseenses em particular. Morrer não pode ser a solução para os problemas que afetam a saúde.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O Centro de Informação Europe Direct de Lamego marcou presença nas cidades de Huelva e Faro, a 18 e 19 de outubro, na reunião transfronteiriça Espanha-Portugal das Redes de Informação Europeia que teve como mote a recuperação económica na Europa e a competitividade regional e empreendedorismo.

O primeiro dia foi subordinado ao 20º aniversário do Mercado Único, nomeadamente aos seus sucessos, desafios e perspetivas, ao papel dos parlamentos nacionais no processo de integração europeia e ao reforço da governança económica e resposta à crise na zona euro. Enrique Barón Crespo, antigo Presidente do Parlamento Europeu, defendeu que existe uma crise de confiança e de identidade na União e que, no atual momento, é preciso destacar a Europa dos valores, dos cidadãos e da paz e o seu papel no mundo, lembrando que nasceu como um projeto de união entre os povos, que permitiu conservar a paz no velho continente desde a segunda Guerra Mundial.

Por outro lado, Carlos Costa Neves, membro da Comissão de Assuntos Europeus do Parlamento Português, sublinhou que tem de existir uma plataforma de entendimento que permita encontrar pontos comuns entre os Estados Membros para que possa haver igualdade ou princípios de igualdade na tomada de decisões que são comuns, pois vivemos na mesma realidade e na interdependência entre todos. Acrescentou ainda que é incompreensível que o BCE empreste dinheiro aos bancos a uma taxa de juro inferior a 1% e que, depois, venha exigir a Portugal uma taxa na ordem dos 4,5% sobre o dinheiro que foi e está a ser emprestado com o plano de intervenção da troika.

Durante o segundo dia, que decorreu em Faro, as comunicações focaram-se na competitividade regional e empreendedorismo na Europa, bem como no modo de convergir de forma sustentável para o seu alcance. Os 20 anos do Mercado Único, a Geração 92 (apresentação do projeto e dos vencedores), a Estratégia Europa 2020, bem como a realização de vários workshops sobre as oportunidades proporcionadas pelo Mercado Único foram outros temas e ações que estiveram em destaque nesta reunião transfronteiriça.

Organizado em conjunto pelas representações da Comissão Europeia em Portugal e Espanha e também pelo Gabinete de Informação do Parlamento Europeu em Portugal, este encontro contou com a participação dos membros das redes de informação europeia dos dois países que partilharam entre si a execução de boas práticas e exemplos de cooperação transfronteiriça.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , , | Com 0 comentários
O eurodeputado Dr. Paulo Rangel estará no próximo sábado em Resende - na freguesia de São João de Fontoura - acompanhado pela vice-presidente da bancada parlamentar, Dra. Francisca Almeida, para participar numa iniciativa organizada pelo PSD local.

Paralelamente à celebração da época do São Martinho, com a organização do "Magusto Laranja", realizar-se-á um pequeno colóquio que pretende abordar assuntos relacionados com a problemática da interioridade, em especial no que respeita ao concelho de Resende.

Para além da presença destes referenciais do Partido Social Democrata, destaca-se ainda a presença de outras personalidades do distrito de Viseu.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
No próximo sábado, dia 10 de Novembro a partir das 15:00, o Partido Social Democrata de Resende comemora esta época de São Martinho, com a organização de um magusto, a realizar no Largo da Sra. da Guia na freguesia de São João de Fontoura, convidando os Resendenses a participar.

Esta iniciativa contará com a presença destacada do eurodeputado Dr. Paulo Rangel e da vice-presidente da bancada parlamentar, Dra. Francisca Almeida.

As tradicionais castanhas assadas e o porco no espeto, serão acompanhadas com animação e musica popular.
Por Notícias de Resende | terça-feira, 6 de novembro de 2012 | Publicado em , , | Com 0 comentários
O maior torneio de futsal da cidade de Lamego regressa pelo oitavo ano consecutivo para pôr à prova a perícia e o talento de jovens com idades compreendidas entre os 8 e os 14 anos. As bancadas do moderno Pavilhão Desportivo Álvaro Magalhães prometem voltar a vibrar com esta competição. A entrada é gratuita para o público em geral.

Numa organização conjunta da Câmara Municipal de Lamego e da empresa municipal Lamego ConVida, EEM, o VIII Torneio de Futsal Jovem Cidade de Lamego já se afirmou no quadro das competições desportivas mais importantes da região. Os melhores de cada escalão (8-10, 11-12 e 13-14 anos) levam prémios para casa, podendo participar formações compostas por elementos de ambos os sexos. No ano passado, houve mais de 170 crianças e jovens participantes.

As inscrições, limitadas a oito equipas por categoria, devem ser efetuadas até 4 de dezembro, sendo necessário desembolsar 20 euros por equipa. O sorteio que apurará os grupos em confronto realiza-se no dia seguinte, pelas 17h30, no Pavilhão Álvaro Magalhães.

A organização do VIII Torneio de Futsal Jovem Cidade de Lamego convida os lamecenses a assistirem aos jogos desta prova que serão disputados de 10 a 21 de dezembro, durante o período da noite.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O presidente da Câmara Municipal de Baião, José Luís Carneiro, visita no próximo dia 10 de Novembro obras nas freguesias de Frende, Campelo, Viariz, Santa Marinha do Zêzere e Gôve. As intervenções a visitar representam um investimento superior a 104 mil euros destinado à beneficiação de vias de comunicação, expansão da rede de saneamento e à execução de arranjos urbanísticos, tendo sido executadas por intermédio de protocolos de cooperação, administração direta ou empreitada.

Programa:
Freguesia de Frende – 9h30
- Visita à obra de construção de um Muro da Rua da Parede Nova;
- Visita à obra de Beneficiação do Tanque da Fonte da Lapa;
- Visita à obra de Beneficiação do Caminho do Barronco;
- Visita obra de Beneficiação do Caminho do Souto.

Freguesia do Gôve – 14h30
- Visita à obra de construção de Rede de Saneamento no lugar de Miradouro.

Freguesia de Santa Marinha do Zêzere – 15h30
- Visita à obra de Alargamento e Beneficiação do Acesso à Coroinha.

Freguesia de Viariz – 16h30
- Visita à obra de Arranjo Urbanístico do Adro da Igreja de Viariz.

Freguesia de Campelo – 17h15
- Visita à obra de Pavimentação da Rua Além do Ribeiro, lugar do Ingilde.