[ ]
Notícias de Última Hora
Por Notícias de Resende | sexta-feira, 29 de abril de 2011 | Publicado em , | Com 0 comentários
O concelho de Resende continua a mudar. No terreno estão mais de 25 milhões de euros em obras, nas áreas da educação, modernização dos espaços urbanos, requalificação e melhoria da qualidade de vida em todas as freguesias.

António Borges, presidente da Câmara abraçou este desafio há quase três mandatos, e acredita que este concelho no interior do país continua a ser uma importante peça no puzzle na construção de uma cidadania onde há igualdade de oportunidades.

Como presidente da Associação de Municípios do Vale do Douro Sul acredita que uma das solução para os problemas para a crise é a conjugação de esforços e apela para que o país saiba escolher entre o progresso e a infra estruturação de Portugal, em vez de ficarmos parados à espera que a crise passe.

in Jornal Douro Hoje
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
A EB2 de Resende obteve o 1.º prémio na categoria um (1.º e 2.ª Ciclos) do concurso “Escola Alerta” a nível do Distrito de Viseu, e recebeu o prémio numa cerimónia promovida pelo Governo Civil que decorreu no Auditório Municipal de Resende, no dia 28 de Abril.

“Ultrapassando Barreiras” é o título do projecto apresentado pela EB2 de Resende, onde os alunos procederam ao levantamento de obstáculos à livre circulação de cadeira de rodas e barreiras arquitectónicas, apresentando um conjunto de sugestões de forma a ultrapassar essas barreiras presentes em diversos locais públicos da Vila de Resende, nomeadamente na própria Escola, na Biblioteca Municipal, no Museu Municipal, na Sta. Casa da Misericórdia e na Câmara Municipal.

A EB2/3 de Lamego ganhou o 1.º prémio na categoria dois (3.º Ciclo e Ensino Secundário) com o projecto “Por uma Escola sem Barreiras” e a Escola Secundária de Sta. Comba Dão recebeu uma Menção Honrosa pelo trabalho de elevada qualidade desenvolvido no âmbito do concurso.

As escolas vencedoras receberam um trofeu e um prémio pecuniário no valor de 600,00 euros, que foram atribuídos nesta 2.ª fase do concurso de âmbito distrital, seguindo-se a 3.ª fase onde estes trabalhos concorrem por um prémio a nível nacional.

O Presidente da Câmara Municipal de Resende, António Borges, considera que “Há neste projecto um grande mérito, pois trata-se de um trabalho desenvolvido pelos nossos alunos e professores que sensibiliza para questões imediatas como são as dificuldades do dia a dia de concidadãos nossos que são como nós, mas que têm maiores dificuldades. Deixa a ideia que temos de estender a mão àqueles que mais precisam de nós, por uma sociedade mais solidária e mais fraterna”.

O Director do Agrupamento Vertical de Escolas de Resende, Manuel Luís Tuna, agradeceu o empenho dos professores na concretização do projecto afirmando que “com o desenvolvimento deste tipo de trabalhos são princípios de cidadania que pretendemos incutir nos nossos alunos, pois todos devemos contribuir para que a nossa sociedade melhore e cresça mais em cidadania e solidariedade”.

O Concurso “Escola Alerta! Acessibilidades para todos” foi lançado em 2003/2004 pelo Instituto Nacional para a Reabilitação, I.P. (INR, I.P.). O objectivo do concurso é sensibilizar as crianças e os jovens do Ensino Básico e Secundário para as questões da deficiência, mobilizando-os para o combate à discriminação de que são alvo as pessoas com incapacidade, através da eliminação das barreiras urbanísticas e arquitectónicas, de informação e de comunicação que dificultam ou impedem a sua autonomia, participação e pleno gozo de cidadania.

Gabinete de Comunicação e Imagem da
Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | quinta-feira, 28 de abril de 2011 | Publicado em , | Com 0 comentários
António Almeida Henriques
Vice-presidente do
Grupo Parlamentar do PSD
Afinal os tais “esqueletos no armário” vão aparecendo todos os dias, o Primeiro-ministro fica crispado por o líder do PSD lhe solicitar elementos adicionais para se conhecer a verdadeira dimensão do problema.

Se não estivéssemos perante alguém que procurou sempre manipular as contas do Estado, o mais natural era disponibilizar toda a informação, afinal de contas quem não deve não teme, assim diz o Povo.

O histórico não abona para a seriedade dos números do Governo, ainda recentemente o PEC IV ficou obsoleto em dez dias.

Numa primeira correcção o Instituto Nacional de Estatística veio dizer que havia uma derrapagem orçamental de 3.000 milhões de euros em 2010 e correcções de quase 2.500 milhões nos anos de 2007, 2008 e 2009, colocando sempre acima dos 3% a fasquia do défice; na véspera da Páscoa, nova correcção, nova derrapagem de mais 1.000 milhões, a assumida pelo Governo foi de 6,8%, já vai em 9,1%, só em 2010.

No que á divida pública diz respeito, em 3 anos passou de 68,3% do PIB para 93%, um acréscimo de 24, 7%, mais 42.500 mil milhões de euros.

O desempenho deste Governo esteve sempre mau, mesmo antes da crise no final de 2008.

Para além da responsabilização, é preciso que os Portugueses penalizem quem nos colocou nesta situação, ainda bem que o PS candidata quase a totalidade dos membros do Governo nos diferentes círculos eleitorais, onze dos cabeças de lista fazem parte do elenco governamental, é mais fácil identificar o rosto dos “culpados” e responsabilizá-los pelo voto.

O PSD prepara-se para apresentar o seu Programa Eleitoral, ouve a sociedade, todos os dias novas ideias vêm a público para debate; face a todas elas o Governo e o PS promovem logo várias conferências de imprensa, com rostos diferentes, para acusar as ideias de irresponsáveis, inviáveis e de ataque ao Estado Social.

O imobilismo e o “bota abaixo” no seu melhor, o instigar do medo como arma, o PS já não tem capacidade para se regenerar e ter novas ideias, o seu Programa já é conhecido, o PEC IV.

De facto, com a mesma equipa, o mesmo programa, os mesmos métodos e a mesma liderança, o que se pode esperar?

Mais do mesmo, as mesmas politicas e actuações que nos conduziram ao estado calamitoso em que nos encontramos.

Só com novas ideias e novos protagonistas se conseguirá Mudar Portugal

António Almeida Henriques
Vice-presidente do Grupo Parlamentar do PSD
Viseu, 27 de Abril de 2011
Por Notícias de Resende | quarta-feira, 27 de abril de 2011 | Publicado em | Com 1 comentários
PROGRAMA

Dia 28 de Maio
10:00H – INICIO DA FEIRA
- Venda de Cereja
- Mostra e Venda de produtos de Artesanato ligados à Cereja
Local: Largo da Feira
- Animação de Rua
- Animação Musical
18:30H – FINAL DA FEIRA
21:30H – Concerto com a Orquestra Ligeira de São Cipriano “A Velha”
Local: Frente à Câmara Municipal
22:30 H – Lançamento de Fogo de Artífício

Dia 29 de Maio
10:00 H - REINICIO DA FEIRA
- Venda de Cereja
- Mostra e Venda de produtos de Artesanato ligados à Cereja
Local: Largo da Feira
- Animação de Rua
- Animação Musical
15:00H – CORTEJO TEMÁTICO: “ A Cereja de Resende no topo do bolo”
18:30H – FINAL DA FEIRA
Lançamento de Morteiros

Para mais informações visite o Site da Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
De 13 a 17 de Abril, um grupo de professores e alunos da Escola Secundária Dom Egas Moniz, de Resende, participaram no 2.º Encontro do Projecto PYSA, realizado na cidade de Konya, na Turquia, em conjunto com delegações de escolas de mais oito países europeus, no âmbito do Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida, da Agência Nacional PROALV. Este projecto da União Europeia, de parcerias Multilaterais Comenius, foi financiado pela referida Agência com o montante de 22 mil euros. Do grupo que viajou até à Turquia fizeram parte o Diretor da Escola, a presidente do Conselho Geral, O Coordenador do Projecto Comenius, a Coordenadora do Departamento de Expressões, quatro alunos do Clube de Voleibol e o seu Coordenador.

O primeiro dia foi apenas ocupado com a longa viagem até Konia, com a acomodação dos professores no hotel e distribuição dos alunos por famílias de acolhimento pertencentes a estudantes da escola anfitriã.

O segundo dia foi destinado às apresentações de exemplos de logótipos do projecto por parte das escolas participantes e escolha do logótipo vencedor, tendo a escolha recaído sobre o modelo apresentado pela delegação romena. Determinaram-se também as datas do 3.º meeting, que irá ocorrer na Dinamarca, em Outubro. O dia continuou com a apresentação de danças tradicionais turcas por parte dos alunos turcos, a que se juntaram também as delegações dos vários países, num ambiente de grande festividade. A interação entre as representações dos vários países continuou aquando do almoço, que se realizou ao ar livre, no recinto escolar, tendo os alunos turcos oferecido às delegações grande variedade da gastronomia local. Ao longo do dia, os alunos realizaram também algumas atividades desportivas, tendo a delegação portuguesa optado pela modalidade de voleibol. À noite, houve um jantar de convívio entre os professores das várias delegações, com música ao vivo, o que permitiu aos amantes da dança aprender mais uns passos dos ritmos turcos.

O terceiro dia foi dedicado a uma visita de carácter cultural à região da Capadócia. Ao longo do Tour, foi possível visitar o caravançarai de Zazadinhan; seguiu-se a visita ao vale de Ihlara, uma garganta com 16 km de comprimento, escavada na rocha vulcânica pelo rio Melendiz; depois, foi visitado o Museu Göreme (um museu ao ar livre); por fim, as delegações dos nove países tiveram a oportunidade de visitar a Cidade subterrânea de Derinkuy e de ver um oleiro local a fazer uma demonstração da sua arte.

O quarto dia foi dedicado a um city tour na cidade de Konya, com visitas guiadas ao Müzesi Mevlana (Museu Mevlana), a Selimiye Camii (Mesquita), um exemplo do Otomano estilo de mesquita do grande período de arquitectura otomana, e à Mesquita Alaettin, a mais antiga, maior e mais venerada da cidade, construída nos séculos XII e XIII.

O último dia foi dedicado apenas à longa viagem de regresso a casa.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Encontra-se patente até ao dia 22 de Maio, no Museu Municipal de Resende, uma exposição de peças de barbearia e cabeleireiro do coleccionador Joaquim Pinto.

São cerca de 500 peças expostas, destacando-se alguns artigos raros como são a navalha que barbeou o rei D. Carlos, uma taça e pincel em prata, uma peça rara de frisar bigodes ou um estojo de limpeza de boca de barbeiro dentista.

As peças que vão estar patentes são uma selecção da colecção de Joaquim Pinto constituída por mais de 2.000 artigos, entre bacias e cadeiras de barbeiro-dentista, ferros de torcer bigodes, embalagens de brilhantina, tesouras e navalhas, alguns dos quais poderão ser vistos no seu museu digital, através da página electrónica www.museudobarbeiroecabeleireiroonline.com.

O coleccionador já expôs as peças 29 vezes, em múltiplos eventos e localidades.

Joaquim Pinto, natural de S. Martinho de Mouros, Resende, é cabeleireiro de profissão há 37 anos e fascinado pela arte e coleccionismo. É proprietário do Salão “Pinto’s Cabeleireiros” situado no Centro Comercial Apolo 70, em Lisboa, e detentor de vários troféus nacionais e internacionais (medalhas de ouro e prata) e dezenas de diplomas no âmbito da sua profissão. É presença assídua nas televisões e jornais, sendo considerado o cabeleireiro da classe política e dos famosos (actual Presidente da República, 3 ex-Primeiro-Ministros, 8 antigos ou actuais Ministros/Secretários de Estado, muitos deputados, vários diplomatas, dezenas de profissionais liberais, jogadores, apresentadores e vedetas da televisão…).

Para Joaquim Pinto, “é muito gratificante manter viva a memória dos nossos antepassados, mostrando de uma forma simpática a nossa arte e homenageando aqueles que usaram estes utensílios. Entendo ser cívico e cultural não esquecer o passado”.

Gabinete de Comunicação e Imagem da
Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Por Notícias de Resende | terça-feira, 26 de abril de 2011 | Publicado em | Com 0 comentários
No dia 20 de Abril, a Escola Secundária D. Egas Moniz de Resende procedeu à apresentação pública do projecto CERCAIXARES desenvolvido no âmbito do Plano Nacional de Educação para o Empreendedorismo (PNEE), pelos alunos Fernando Vieira e Jorge Miranda.

Partindo da cereja como inspiração, já que se trata de um produto que é a marca da região e uma das principais atracções turísticas do concelho, os alunos, em parceria com a empresa Embalagens Namora, criaram uma caixa gourmet para acondicionar o precioso fruto de Resende.

A embalagem, que se encontra registada com o Modelo Nacional n.º 2252 apresenta as cerejas em destaque onde o caule e a folha são a pega, facilitando o seu transporte. Esta caixa apresenta uma série de características que a diferenciam das habituais embalagens de transporte de cereja, tais como: é prática e mais resistente, sendo também resistente ao frio, podendo ser colocada no frigorífico; permite o encaixe das caixas umas sobre as outras; é auto-armável; fácil de transportar e concretizada com material resistente e da melhor qualidade, tornando-se mais atractiva para o comprador.

O Município de Resende congratula-se com a concretização deste projecto, já que esta caixa pode vir a ser uma imagem de marca de Resende, provando que os jovens do concelho são criativos e são capazes de empreender, de trabalhar e criar produtos que se destacam pela qualidade e originalidade. Os jovens Fernando Vieira e Jorge Miranda deram um exemplo de trabalho em equipa e são um exemplo de grande esforço, dedicação e humildade para Resende e para o País.

Recorde-se que o PNEE baseia-se na máxima “Aprender-Fazendo”, o que implica que o aluno faça todo um trabalho de casa de pesquisa e organização para posteriormente pôr em prática. A iniciativa engloba ideias inovadoras e empreendedoras como é o caso desta caixa gourmet apresentada.

O objectivo do projecto é que as escolas desenvolvam iniciativas, com a intenção de incutir na comunidade educativa competências e atitudes que incentivem o espírito empreendedor e de iniciativa como forma de responder aos desafios futuros do desenvolvimento da União Europeia no que concerne à competitividade.

Gabinete de Comunicação e Imagem da
Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Nota elaborada no dia 26 de Abril por António Almeida Henriques (Cabeça Lista do PSD pelo Circulo de Viseu), data em que entregamos a candidatura do PSD no Tribunal de Viseu.

Sinto-me honrado por encabeçar a lista do PSD à Assembleia da República nas eleições que se disputam no próximo dia 5 de Junho.

Espero estar à altura da responsabilidade para que me convidou o Presidente do meu partido, Dr. Pedro Passos Coelho.

A opção do Dr. Fernando Ruas pela Autarquia de Viseu, honrando o compromisso com os Viseenses, ainda eleva mais alto o seu prestígio, tenho muito orgulho por o ter a meu lado como Mandatário de Honra nesta campanha.

As Pessoas que me acompanham são Homens e Mulheres com provas dadas em diferentes áreas e são representativas dos vários Concelhos do Distrito. O PSD está unido em torno duma candidatura que espero ganhadora.

No momento em que se inicia este percurso quero agradecer a todos os que aceitaram integrar a lista por mim liderada, bem como a todos os que contribuíram para este objectivo.

Saúdo os meus adversários, esperando que consigamos um debate elevado no respeito pelas ideias de cada um e pelo democrático princípio do contraditório, que permita aproximar os eleitores da política o que é fundamental para o fortalecimento da nossa Democracia.

Pela minha parte assumo o compromisso de uma campanha pela positiva, honrando os princípios éticos que sempre me têm norteado.

Os nossos conterrâneos merecem um discurso de verdade, uma total separação entre o Estado que é de todos nós e os Partidos Políticos pelo que não se entende que candidatos assumidos continuem a usar os meios do Estado para fazer campanha.

A política deve ser colocada ao serviço das Pessoas, temos que falar para elas e procurar as melhores soluções para a difícil situação social, económica e financeira em que o Partido Socialista deixa o País.

A primeira prioridade tem que ser acudir àqueles conterrâneos que mais precisam e colocar o nosso Distrito a criar mais riqueza para fixar as Pessoas e dar futuro aos jovens.

Estou certo que o nosso Distrito dará o seu forte contributo para a mudança que o País precisa.

Está na hora de mudar.

António Almeida Henriques
Cabeça Lista do PSD pelo Circulo de Viseu
Por Notícias de Resende | quinta-feira, 21 de abril de 2011 | Publicado em , | Com 0 comentários
Acácio Pinto
Deputado do PS
Começamos a estar muito habituados aos programas do PSD desde que Passos Coelho ascendeu à liderança: as suas opções são no actual momento, mas deixam de o ser logo no momento seguinte; as suas opções avançam e recuam de acordo com as reacções expressas nas sondagens e nos comentários televisivos.

Foi assim quando Passos Coelho elegeu a revisão constitucional como a reforma das reformas, quando disse que só a mudança da constituição poderia resolver todos os problemas com que estamos confrontados, quando, como sabemos, eles são consequência de uma conjuntura internacional negativa.

Nessa altura propuseram-se atacar o Serviço Nacional de Saúde, privatizar a segurança social, despedir sem justa causa e desqualificar a escola pública.

Pois bem, face às reacções contrárias e às sondagens, lá evoluiu para uma proposta que escondia e maquilhava as suas verdadeiras ambições. Já não era bem assim aquilo que eles queriam.

Mas foi também assim quando o PSD chumbou o PEC IV e, com esse gesto, lançou o país numa grave crise política que agora estamos a atravessar. Dizia o PSD que não havia necessidade dessas medidas, que os portugueses não poderiam ser mais penalizados.
Pois bem, face às “classificações” que as empresas de rating nos começaram a atribuir e aos juros que começámos a pagar, Passos Coelho desdobrou-se em declarações, algumas em inglês, de que o PSD respeitaria os compromissos internacionais de Portugal, que o PSD estava determinado no abaixamento do défice e na regularização das contas públicas.

Mas foi também assim quando pediram a Passos Coelho medidas para combater a actual crise e que ele logo sintetizou em duas, emblemáticas: aumentar o IVA para 25% e privatizar a CGD.

Pois bem, face às críticas do IVA ser um imposto cego, toda a direcção social-democrata ficou em polvorosa e começou por dizer que não era bem assim quanto ao seu aumento e que afinal não queriam privatizar a CGD. É que até o actual presidente da CGD, Faria de Oliveira, ex-governante do PSD, veio dizer que "não deve ser privatizada", sublinhando "a função fundamental que desempenhou nos últimos anos, de apoio à economia, na estabilidade do sistema financeiro e no financiamento da República". Em entrevista ao Público, o presidente da CGD garantiu ainda que, apesar das dificuldades de financiamento o banco vai apoiar as "boas empresas e os bons projectos".

Muito mais haveria para dizer, mas não vou trazer à colação mais nenhum elemento.
O que importa é que todos começamos a ter, bem, a sensação de que com Passos Coelho e com este PSD todos os “tiros”, todas as propostas, todas as medidas poderão vir a ser alteradas, muitas, em menos de 24 horas.

Ou seja, Passos Coelho está refém. Está preso a um conjunto de interesses e de estratégias liberais e de direita das quais não se consegue libertar. E um político, um candidato a primeiro-ministro não pode, nunca, hipotecar a sua soberana capacidade de decisão, que lhe advém do povo, por meros jogos de corredores e de distribuição de benesses àqueles que são os seus criadores e verdadeiros decisores.

NOTA: Votos de Boa Páscoa para todos.

Acácio Pinto
Deputado do PS
2011-04-20
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Uma acção de formação creditada sobre o novo acordo ortográfico realizar-se-á no Externato D. Afonso Henriques, entre os dias 9 e 11 de Junho, organizada Pré-Ordem dos Professores.

Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
No dia 17 de Abril, reuniu em Lisboa a Comissão Nacional do PS eleita no Congresso de Matosinhos. Da ordem de trabalhos constou a eleição da Comissão Política Nacional e a análise da situação política.

Foram ainda dados a conhecer os cabeças de lista do PS aos vários círculos eleitorais, sendo que o de Viseu voltará a ter José Junqueiro no primeiro lugar.

António Borges foi eleito como Secretário da Mesa da CN, presidida por Almeida Santos.

Membros de Viseu que integram a Comissão Nacional: João Azevedo, José Junqueiro, Fátima Ferreira, António Borges (este eleito como Secretário da Mesa da CN, presidida por Almeida Santos), Lúcia Marlene, Acácio Pinto, Inácia Odete e Patrícia Monteiro (JS). Para além destes há ainda outros viseenses que integram a CN: Correia de Campos e Elza Pais.

Notícia Alterada/Derivada de 
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
António Almeida Henriques
Vice- Presidente do
Grupo Parlamentar PSD
O rodopio em que andam os Senhores Secretários de Estado da Administração Local e da Igualdade, a que se junta o Senhor Governador Civil é notável. Todos os dias recebo comunicações do Governo Civil a anunciar sessões de esclarecimento, inaugurações, visitas a instituições, para já não falar da assinatura de Protocolos de Financiamento Local.

Tudo isto poderia parecer normal, se não fosse o caso de estarmos com um Governo de gestão em Portugal e as Pessoas que percorrem o Distrito serem, ao mesmo tempo, candidatos a Deputados pelo Partido Socialista. É a confusão completa entre aquilo que é acção partidária e o uso de meios do Estado.

Ainda ontem me relatavam a chegada da Secretária de Estado da Igualdade à Zona Industrial de Tondela para visitar uma fábrica, vários agentes da GNR enquadravam as rotundas de acesso, carros do Estado com motorista, vários acompanhantes, numa acção de campanha que nada acrescenta.

Haja decoro!

O Secretário de Estado da Administração Local, também cabeça de lista do Partido Socialista, assina Protocolos de Financiamento Local pelo distrito, num momento em que a troika reúne com os vários responsáveis e prepara a ajuda externa a Portugal.

Em termos práticos está o Governo Socialista a comprometer o dinheiro que o País não tem, compromete despesa que terá que ser paga pelo futuro Governo, depois de ter assumido há uns meses que não havia dinheiro para este tipo de contratos e, caso assinasse algum contrato, concertaria sempre com o Presidente de Câmara respectivo.

Obviamente que não perspectivava na altura que estaríamos agora em eleições.

Há situações que, não sendo ilegais, merecem a nossa censura do ponto de vista ético.

É certo que ainda não começou a campanha eleitoral, mas já toda a gente sabe quem são os candidatos e a utilização dos meios de todos nós para acções de campanha é de facto reprovável.

Estou certo que os nossos concidadãos não deixarão de censurar pelo voto estas actuações.

António Almeida Henriques
Vice- Presidente Grupo Parlamentar PSD
Por Notícias de Resende | quarta-feira, 20 de abril de 2011 | Publicado em , | Com 0 comentários
Acácio Pinto
Deputado do PS
Assim quiseram que fosse. Liderados pelo PSD e ao som dos tambores, que rufaram a 9 de Março, todos os partidos da oposição decidiram reunir-se, na Assembleia da República, para dificultar a vida a Portugal, através do chumbo do PEC IV.

O resultado desse exercício de irresponsabilidade política está bem à vista. Desde logo, as agências de rating e os mercados encarregaram-se de fazer o resto.

Aquilo que tinha sido um plano elogiado pelo BCE, pela CE e pelos parceiros europeus não serviu, em Portugal, para convencer a oposição. E agora estamos confrontados, não com esse plano, mas com um plano muito mais agressivo e muito mais penalizador para os interesses de Portugal. E começa a ficar bem claro, também, que Portugal vai perdendo, todos os dias, por incapacidade do PSD para apresentar propostas negociais e ser um parceiro estável.

Afinal, Passos Coelho mais não quis do que tentar fazer este assalto irresponsável ao poder, ou ao pote, como ele gosta de dizer, sem qualquer preocupação com os seus concidadãos.

Estão, pois, a ser muito amargas as amêndoas para Portugal fruto desse chumbo irresponsável do PEC IV que nos arrastou para eleições legislativas antecipadas.

Mas, muitas vezes, o feitiço vira-se contra o feiticeiro!

NOTA: Boa Páscoa para todos!

Acácio Pinto
Deputado do PS
2011-04-19
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários

Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
A equipa “Mesão Frio pela Vida” da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) promoveu no passado dia, 15 de Abril, uma palestra informativa sobre o Cancro e um concerto de solidariedade, com o Grupo Pro-bono. Esta foi a primeira iniciativa da equipa da Porta do Douro, que irá ainda promover uma Caminhada pela Vida, um Encontro de Coros e uma Missa de Homenagem aos doentes com qualquer espécie de cancro.

Mesão Frio pela Vida é o nome da equipa que se encontra a desenvolver uma série de iniciativas com o objectivo de angariar fundos para a Liga Portuguesa Contra o Cancro e foi com esse objectivo que a equipa “Mesão Frio pela Vida” promoveu uma palestra informativa e um concerto de solidariedade, no passado dia 15 de Abril, no Auditório Municipal de Mesão Frio.

A noite de solidariedade iniciou-se com uma palestra informativa que contou como oradora com Teresa Osório, que falou essencialmente sobre a prevalência do cancro nos homens e mulheres e os seus factores de risco, os tipos de cancro e algumas manifestações clínicas.

Depois da tomada de consciência do peso que esta doença acarreta, a noite prosseguiu de forma mais descontraída. O grupo musical Pro-bono havia sido convidado para animar a já noite quente da Porta do Douro com músicas que percorreram a última metade do século passado, objectivo conquistado em pleno, desde logo pela interacção com a plateia.

A equipa da LPCC, “Mesão Frio pela Vida”, depois desta iniciativa, irá agora promover, já no próximo dia 1 de Maio, uma Caminhada pela Vida, que terá também como objectivo a angariação de fundos para a LPCC e sensibilizar as populações relativamente a esta doença.

Para mais informações contactar a equipa por e-mail: mesaofriopelavida@gmail.com
Por Notícias de Resende | terça-feira, 19 de abril de 2011 | Publicado em , | Com 0 comentários
O périplo pelas freguesias do projecto ler.com/domingosmonteiro, da Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas de Mesão Frio, prosseguiu nos passados dias 16 e 17 de Abril, nas Freguesias de São Nicolau, Santa Cristina e Vila Jusã, e na Freguesia de Cidadelhe. A tónica deste projecto, apoiado pela Câmara Municipal de Mesão Frio e pela Fundação Calouste Gulbenkian, é dar a conhecer a vida e obra do Escritor, natural de Mesão Frio, Domingos Monteiro.

Depois de ler.com/domingosmonteiro ter visitado a Freguesia de Oliveira, no passado dia 16 de Abril, à noite, na Escola EB 2,3/ S Prof. António da Natividade, decorreu mais uma acção deste projecto, que é apoiado pela Câmara Municipal de Mesão Frio e pela Fundação Calouste Gulbenkian, desta feita com os públicos das Freguesias de São Nicolau, Santa Cristina e Vila Jusã.

A dinâmica do projecto ler.com/domingosmonteiro compreende a leitura de Contos das Obras Literárias do Escritor Domingos Monteiro. No passado dia 16 de Abril, os Contos escolhidos foram “A casa assombrada” e o “Sr. Inspector”. Houve ainda espaço para a declamação de poemas do Escritor. A noite dedicada a Domingos Monteiro terminou com a encenação do conto o “Sr. Inspector”, por alunos, do 12º Ano do Ensino Secundário, do Agrupamento de Escolas de Mesão Frio. Foi ainda projectado o filme “A Mão Fechada”, do Realizador Luís Costa Ribeiro, que se inspirou num conto com o mesmo título para a produção desta média-metragem.

No dia 17 de Abril, Domingo, foi a vez da Freguesia de Cidadelhe ficar a conhecer um pouco mais sobre a vida e obra do Escritor oriundo da Porta do Douro. Ali, foram lidos os Contos “A dúvida” e “A menina cega”, por alunas do Agrupamento de Escolas que frequentam o 10º e 11º do Ensino Secundário, do Agrupamento de Escolas de Mesão Frio. No final, o Presidente da Freguesia de Cidadelhe, Adalberto Sampaio, agradeceu a tarde proporcionada, destacando que “nos tempos de hoje, é difícil encontrar jovens com disponibilidade, a um Domingo à tarde”, para se dedicarem à leitura e à divulgação cultural. De facto, foi uma tarde de muito interesse literário em Cidadelhe.
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Mesão Frio comemora, no próximo dia 25 de Abril, a partir das 10h30, o Dia da Liberdade. As comemorações decorrerão na Avenida Conselheiro José Maria Alpoim e no Auditório Municipal.

A “Revolução dos Cravos” será lembrada, no próximo dia 25 de Abril, a partir das 10h30, em Mesão Frio. Depois de no ano de 2010 se ter voltado a comemorar o Dia da Liberdade em Mesão Frio, só em 1994 se havia comemorado esta data, este ano a Porta do Douro volta a lembrar a efeméride, numa tentativa sensibilizar as gerações vindouras para os valores e ideais de Abril.

As comemorações deste ano decorrerão na Avenida Conselheiro Alpoim e no Auditório Municipal, iniciando-se às 10h30 com a Guarda de Honra, pelos Bombeiros Voluntários de Mesão Frio, seguida do Hastear da Bandeira ao som do Hino Nacional, entoado pelo Grupo Coral de Mesão Frio. Pelas 11 horas, no Auditório Municipal de Mesão Frio, haverá lugar para Intervenções Públicas por parte dos partidos políticos com assento na Assembleia Municipal, pelo Presidente da Câmara Municipal e pelo Presidente da Assembleia Municipal de Mesão Frio. Às 11h45, será inaugurada uma Exposição, na Residência de Estudantes, intitulada “Cartazes e Murais de Abril” que faz uma resenha histórica sobre a intensa produção gráfica e artística alusiva ao 25 de Abril de 1974 (Centro de Documentação 25 de Abril da Universidade de Coimbra).

Ainda relativamente às Comemorações do Dia da Liberdade, o Auditório Municipal de Mesão Frio acolherá, no próximo dia 30 de Abril, pelas 21h30, um Concerto “Músicas de Abril”, pelos Scherzo, da Associação “Os Alio Virio”, de Mesão Frio.

Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Vários funcionários da Câmara Municipal de Resende avistaram, ontem ao início da manhã, a boiar numa conduta de águas fluviais, o que parecia ser ou um feto já em final de gestação ou um recém-nascido. ...

Correio da Manhã
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
A caixa já está registada no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (registo de desenho/modelo nacional n.º 2252). O resultado deste trabalho, desenvolvido na Escola Secundária D. Egas Moniz, no âmbito do Plano Nacional de Educação para o Empreendedorismo , destina-se a tornar mais atractiva a venda da cereja, através da apresentação de uma embalagem bonita e funcional.

É um produto destinado a ser aproveitado por empresas locais, produtores, comerciantes e intermediários do negócio de cereja. Espera-se que seja aproveitado na safra deste ano.

Todas as informações relativas à concepção, tipo de material, decoração e manejo da caixa serão dadas no acto de apresentação, que terá lugar no Auditório Municipal, no próximo dia 20 de Abril, às 21h00.

Espera-se que a "Educação para o Empreendedorismo", com a coordenação local do Prof. Adérito Lopes, se torne uma "incubadora" de projectos que facilitem e potenciem o negócio da cereja. O resultado das restantes ideias e criações será apresentado no próximo dia 20 de Maio

in PAUS-RESENDE



Por Notícias de Resende | segunda-feira, 18 de abril de 2011 | Publicado em | Com 0 comentários
O arquitecto Paulo Moura acabou de ser um dos agraciados numa cerimónia ocorrida em Vila Real, com uma menção honrosa do Prémio de Arquitectura do Douro 2010/2011, que premiou o arquitecto Siza Vieira, e também com uma menção honrosa, o arquitecto Vieira de Campos.

A obra é uma pequena capela construída de raiz, em Travassos, no Peso da Régua, que se destacou de um conjunto de obras abrangente, construídas na região do Douro Património Mundial.

O prémio é promovido pela CCDR-N/Estrutura de Missão do Douro e o júri foi composto por representantes destas entidades, do IGESPAR, do Turismo de Portugal, da Ordem dos Arquitectos e pelo Arquitecto Belém Lima (vencedor da edição anterior).




Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O Secretário de Estado da Administração Local, José Junqueiro, deslocou-se a Resende para a homologação do contrato de financiamento para a construção da Nova Igreja Paroquial, numa cerimónia que decorreu no Salão Nobre do edifício dos Paços do Concelho, no dia 15 de Abril.

O templo ficará localizado no limite nascente da área urbana da Vila de Resende, nas imediações da escola Secundária D. Egas Moniz e do Posto da GNR e compreenderá uma traça moderna com uma Torre Sineira com desenvolvimento vertical e altura acentuada, que pretende estabelecer a marcação simbólica e religiosa do local. O edifício organiza-se de forma a estabelecer a hierarquização dos diferentes espaços previstos: acesso/entrada, templo, presbitério/altar, baptistério e pátio, sendo que ainda está prevista a construção de uma Capela Mortuária.

Nesta primeira fase, a construção da nova Igreja Paroquial de Resende terá um investimento de 650 mil euros e será comparticipada em 70% pela Direcção-Geral das Autarquias Locais, através das dotações incluídas no seu PIDDAC.

O Presidente da Câmara Municipal de Resende, António Borges, na sua intervenção afirmou que “nós não podemos desistir de Portugal, nem podemos desistir dos Portugueses, nem podemos desistir de Resende e é isso que estamos a assinalar aqui hoje: a ambição de construir uma sociedade mais justa, mais solidária e que consagre na nossa matriz de desenvolvimento os nossos valores”.

José Junqueiro afirmou que “hoje estamos aqui reunidos mais uma vez para fazer obra e neste caso concreto a esperança de 40 anos vai materializar-se agora, alcançando aquilo que é um desejo tão antigo da população de Resende. A igreja tem evoluído muito, tem-se modernizado, tem-se transformado e procurado acompanhar os tempos e este é um projecto que realiza essa ambição e vai de encontro aos tempos modernos”.

Para António Martins, Pároco da Freguesia de Resende há 44 anos, “esta obra é um sonho que se transformou em realidade, uma noite que despertou numa manhã clara. Tenho agora a certeza que a construção da nova igreja vai avançar no terreno e é com muita alegria e muita honra que assisto a esta cerimónia”.

Com a construção desta nova igreja no centro da Vila de Resende torna-se realidade uma ambição dos resendenses de há 40 anos, já que a população vai dispor de um local de culto mais próximo da área urbana, pois a actual Igreja Matriz encontra-se a mais de 1 km de distância da Vila.




Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O Governo Civil do Distrito de Viseu em colaboração com a Associação de Municípios do Vale do Douro Sul levou a efeito uma Sessão de Esclarecimentos relativa à Prevenção de Incêndios Florestais, que decorreu no dia 14 de Abril, no Auditório Municipal de Resende.

A Sessão contou com a presença do Governador Civil do Distrito de Viseu, Miguel Ginestal e do Presidente da a Associação de Municípios do Vale do Douro Sul e Presidente da Câmara Municipal de Resende, António Borges.

Na sessão foram abordados os seguintes temas: orientações técnicas para a realização de queimadas; acções de vigilância e fiscalização; iniciativa CEI e CEI + (Contrato de Emprego e Inserção) para contratação de desempregados para limpeza da floresta; iniciativas de Voluntariado Jovem nas Florestas promovidas pelo IPJ.

Para António Borges, “esta é uma iniciativa de grande mérito que demonstra que todos estamos predispostos e disponíveis para enfrentar a época estival que se avizinha e que tem a particularidade de sinalizar as nossas preocupações no que diz respeito à gestão de combustível que existe, como se sabe, um pouco por todo o lado e que temos de cuidar e de saber tratar”.

O Governador Civil do Distrito de Viseu afirmou que “tomamos a decisão de fazer esta acção de sensibilização junto de um conjunto de parceiros, designadamente no que diz respeito às normas orientadoras para as queimadas que é sempre uma das grandes preocupações nestas zonas com maior área florestal, onde estes acontecimentos preocupam as populações, os agricultores, mas também a protecção civil que tem de ir acompanhando estes comportamentos que não são comportamentos amigos da floresta”.

A iniciativa enquadra-se no Plano Distrital de Sensibilização e tem como objectivo reforçar a sensibilização da população para evitar os incêndios florestais.

A sessão de esclarecimento revestiu-se de grande importância já que o concelho de Resende possui uma elevada área florestal, sendo que a assistência colocou diversas questões aos técnicos presentes.
Por Notícias de Resende | sábado, 16 de abril de 2011 | Publicado em , | Com 0 comentários
Acácio Pinto
Deputado do PS
1. Afinal o telefonema foi muito mais que isso. Foi uma longa conversa entre Pedro Passos Coelho (PPC) e José Sócrates, em S. Bento. Ou seja, PPC tomou integral conhecimento das medidas do PEC IV, antes de ele ir para Bruxelas, como se veio agora a saber pelo próprio.

Afinal o líder do maior partido da oposição não foi desrespeitado como tentou fazer crer aos portugueses durante as últimas semanas. Ele agora já diz que Sócrates o informou “pessoalmente num encontro que teve lugar em S. Bento” quando andou a dizer nos últimos tempos que apenas tinha recebido um telefonema na véspera.

2. A uma pergunta de Judite de Sousa (ainda RTP), se aceitaria integrar uma lista de deputados, Fernando Nobre (FN) disse: “Não. Categoricamente não.”

Perguntado numa outra entrevista, na SIC, por Mário Crespo, se aceitaria algum cargo partidário ou governativo, disse que nem pensar.

Um é o líder do PSD e candidato a Primeiro-ministro e o outro será o cabeça de lista pelo círculo eleitoral de Lisboa do PSD e candidato a Presidente da Assembleia.

Que dizer da praxis destes dois políticos que se diziam um impoluto e o outro cidadão activo?

Uma desilusão anunciada!

Acácio Pinto
Deputado do PS
2011-04-12
Por Notícias de Resende | sexta-feira, 15 de abril de 2011 | Publicado em , | Com 0 comentários
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 1 comentários
Acácio Pinto
Deputado do PS
Não havia uma única razão, uma única boa razão, para que esta crise tivesse sido provocada.

Ainda assim ela foi provocada. Ainda assim as oposições não hesitaram um segundo que fosse para se oporem, não ao PS, mas a Portugal e aos portugueses.

E estão à vista os resultados. Está à vista de todos a suprema frieza e a irresponsabilidade dos partidos da direita e da esquerda radical.

Todos mostraram desprezo pelo valor maior: pelo valor da estabilidade com responsabilidade.

E se uns gritaram, contestaram e chumbaram um programa que as instâncias europeias aprovavam, outros houve que, com aquela cara séria, grave e seca, também falaram, mas através de um enorme e ruidoso silêncio.

Todos sem sentido de estado, todos com uma enorme irresponsabilidade política.
E o que temos agora?

Temos precisamente aquele programa que as oposições, todas as oposições institucionais, chumbaram a ser colocado pela Comissão Europeia como base de trabalho para a negociação da ajuda externa, só que agora numa situação mais frágil e difícil.

E é aqui que se concentra toda a hipocrisia e cinismo políticos. Então aquele PEC que foi chumbado na Assembleia e que é o mesmo que agora está na base do pedido de ajuda recebe o apoio do PSD.

Caiu-lhes a máscara. O que eles queriam era o tal assalto ao “pote”.

Se da esquerda nada vem, nunca nada veio a não ser fazer do não um modo de vida e parasitar a desgraça alheia, da direita o que vem é fazer do não um código de conduta, é um não, que também ele é um programa, mas um programa e um projecto liberal para desmantelar aquelas conquistas sociais que os portugueses tantos anos levaram a implementar.

Chegou, pois, a hora de fazer opções. Entre quem quer levar a irresponsabilidade e uma agenda liberal para o Governo e entre quem quer defender Portugal sem transigir com as conquistas básicas.

E o PS e José Sócrates já demonstraram que estão em condições de conseguir esta segunda alternativa, como ficou mais uma vez demonstrado no Congresso.

Tem um partido com história e identidade, tem os socialistas a apoiá-lo, tem os ex-lideres todos com ele e tem uma estratégia e um projecto claro para levar a votos ao contrário do PSD que se esconde atrás dos arbustos, para citar Sócrates, para não apresentar qualquer ideia para Portugal.

No PS, com outdoors ou sem eles, ninguém tem vergonha de tirar uma fotografia com o seu líder, com José Sócrates, ao contrário de outros partidos em que houve e há ex-líderes que se recusaram e recusam a aparecer na fotografia com Passos Coelho e que fogem das listas do PSD como o diabo foge da cruz.

Acácio Pinto
Deputado do PS
2011-04-12
Por Notícias de Resende | quinta-feira, 14 de abril de 2011 | Publicado em , | Com 0 comentários
Manuel Joaquim Vicente, de seu nome completo, nasceu a 15/07/1935 em São Martinho de Mouros, concelho de Resende, distrito de Viseu, filiado do Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol de Vila Real faleceu na passada quinta-feira, dia 7.

(...)

Ler mais em http://www.dodouro.com/noticia.asp?idEdicao=352&id=23881&idSeccao=4010&Action=noticia
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 8 comentários
Amanhã, dia 15 de Abril, pelas 12h00, no Salão Nobre do edifício dos Paços do Concelho de Resende, vai ter lugar a cerimónia de homologação do contrato de financiamento para a construção da Nova Igreja de Resende.

Uma cerimónia que vai contar com a presença do secretário de Estado da Administração Local, José Junqueiro.

Trata-se de uma obra importante para a Vila de Resende, já que a actual Igreja Matriz encontra-se a mais de um quilómetro de distância do centro da Vila.

Autor: Sandra Teixeira

in A Verdade
link da notícia

Fonte da Imagem: http://www.cm-resende.pt/files/42/4217.pdf