[ ]
Notícias de Última Hora
Por Notícias de Resende | quarta-feira, 30 de junho de 2010 | Publicado em | Com 0 comentários
Um incêndio deflagrou esta tarde numa mata em Cárquere, no concelho de Resende, distrito de Viseu. A combater as chamas estão 30 bombeiros de seis corporações, apoiados por um helicóptero.

A corporação de Bombeiros Voluntários de Resende, que recebeu o alerta para o incêndio às 15h02, adiantou que as chamas continuavam por circunscrever pelas 17 horas.

O fogo, que lavra com duas frentes, uma dominada e uma activa, avança no sentido da Serra do Montemuro, para uma zona desabitada do Lugar de Canizes. As condições de acesso à frente de incêndio são difíceis por se tratar de uma zona de mata densa.

in Público
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Na altura que escrevo este artigo, PSD e PS estão reunidos para mais um acordo, cujo objectivo é “sacar” mais aos contribuintes - no caso, aos que vão utilizar as SCUT’S. Não pensem que mudei de ideias: sou o único político que foi a votos defendendo o princípio do utilizador/pagador, e mantenho tudo o que disse e escrevi neste mesmo jornal. A verdade é que foi um governo PS que inventou o conceito SCUT (auto-estradas Sem Custos para o Utilizador), criando necessidades e, já agora, direitos adquiridos a populações que até aí não tinham auto-estradas. Até agora, as estradas que não custariam nada custaram ao contribuinte 4 mil milhões de euros. Até agora, e a renda deste ano é de 700 milhões de euros, valor que tem um problema ético: que usa não paga, mas quem não usa financia com impostos.

Acontece que o PS percebeu que não podemos continuar sem pagar, e por isso decidiu agora cobrar portagens em vias que não estão preparadas para isso, porque não existem praças de portagens. Logo, só é possível o pagamento com recurso a um dispositivo electrónico: o famoso chip. Por mim, até pode ser. Mas não aceito que para pagar portagens tenham que invadir a minha privacidade, ou que o chip seja obrigatório. Defendo que se deve pagar, mas pelo modelo escolhido pelo utilizador - Via Verde, Chip, dinheiro ou outro -, e tudo de forma simples e rápida, como hoje se faz em qualquer parque de estacionamento. Ninguém precisa de ser identificado. Foi por isto que apresentei um projecto-lei de revogação de todo o sistema de Chip.

O PS e, pelos vistos, o PSD devem pedir desculpas pelo modelo escolhido para financiar as auto-estradas. A realidade é que não temos dinheiro, e as consequências já se fazem sentir, por exemplo nas falhas das vistorias as inspecções subaquáticas, que são fundamentais fazer em todas as pontes do país, em concreto no nosso IP3 (Viseu, Coimbra). Segundo responsáveis da EP (Estradas de Portugal), a falta de verbas. A notícia da semana que para os Viseenses tem mais impacto é que foram desligados os postos de SOS no IP3, sendo que agora foram desligados todos os postos de SOS em todos os Itinerários principais, com a explicação de falta de dinheiro. Ou seja, a asneira do PS, para além de cara, corta onde não se deve poupar: na segurança das pessoas e bens.

Bem sei que vivemos um período de crise, mas a verdadeira crise existe na governação, onde se espera competência e rigor. Seria preferível poupar em assessores, chefes de gabinetes e outros boys, ou seja, na despesa desnecessária do estado, mas essa é uma discussão que pelos vistos não é prioritária. Mas devia ser.

Termino com um alerta, a coerência do Deputado Almeida Henriques e do PSD de Viseu, no seu Blog, o deputado exorta os deputados socialistas a juntarem-se a ela na luta contra as portagens. Apresentou na Assembleia Municipal de Viseu, apresentou uma moção para pagamento de portagens, mas com isenções o Dr. Passos Coelho fala agora em desconto, veremos em que fica o PSD.

Hélder Amaral
Deputado do CDS-PP
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
Este mês de Verão, sabe sempre bem algo saudável e nenhum de nós dispensa trincar uma boa fatia de melão ou uma ameixa coradinha. Daí, o blog da Aldeia da Minha vida (www.aldeiadaminhavida.blogspot.com) decidiu lançar-vos este desafio de descreverem “a Fruta da vossa Região”. E por que não promover a cereja de Resende?

De 10 a 30 de Julho, vale tudo! Participar com um texto de 25 linhas e 1 foto já não é obrigatório, podem ser criativos e originais à vontade com imagens, vídeos, cartazes, poemas, apresentações de festivais, receitas… (Cuidado! Nada de demasiado extenso!) Dêem asas à vossa imaginação, mostrando assim o que a vossa terra tem de melhor!

Podem enviar a vossa participação para o mail: aminhaldeia@sapo.pt (de preferência até dia 8).

Para saber mais, consulte o nosso post: http://aldeiadaminhavida.blogspot.com/2010/06/blogagem-de-julho.html


Aguardo por noticias vossas.

Susana Falhas
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
Avisam-se todos os Munícipes que as Piscinas Municipais Cobertas se encontram encerradas a partir do dia 30 de Junho, prevendo-se a sua reabertura no dia 1 de Setembro.

Informa-se ainda que as Piscinas de Caldas de Aregos e do Parque Fluvial de Porto de Rei já se encontram em funcionamento.

Resende, 29 de Junho de 2010

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | terça-feira, 29 de junho de 2010 | Publicado em | Com 0 comentários

(Clique nas imagens para ampliar)
Por Notícias de Resende | segunda-feira, 28 de junho de 2010 | Publicado em | Com 1 comentários
Os Jardins de Infância n.º 1 e 2 de Resende obtiveram uma Menção Honrosa no âmbito da 8.ª edição do prémio Fundação Ilídio Pinho “Ciência na Escola” (2009/2010), dedicado ao tema “As Artes da Física”, ao qual concorreram 394 projectos.

"Água em Movimento” é o título do projecto coordenado pela Educadora Rosália Pinto, onde as crianças realizaram experiências com a água, pesquisas na internet, visita à Biblioteca Municipal, ao Moinho do Sr. Albino Correia e ao Museu. As crianças envolvidas no projecto participaram, ainda, na criação de peças para o moinho e na sua montagem.

A cerimónia de entrega do prémio realizar-se-á no próximo dia 30 de Junho, pelas 15h00, nas instalações da Escola Rodrigues de Freitas, no Porto, com a presença da Ministra da Educação, Isabel Alçada.

De referir que o Prémio, criado em 2002 com o objectivo de estimular o interesse dos alunos pelas ciências, resulta de um protocolo entre a Fundação Ilídio Pinho (FIP), o Ministério da Educação e o Banco Espírito Santo.

Inicialmente dirigido a alunos dos 2º e 3º ciclos do ensino básico e ensino secundário, o Prémio FIP "Ciência na Escola" estende-se este ano, e à semelhança da edição anterior, aos alunos do 1º ciclo e educação pré-escolar.

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
É exemplar a forma como o PSD se tem vindo a posicionar no debate político, no âmbito das SCUTs. Miguel Relvas disse recentemente que o PSD exige que sejam introduzidas ainda este ano portagens nas sete SCUTs existentes no país e não apenas nas três do Norte Litoral, como o Governo tinha previsto. Isto é “ou pagam todos ou não paga nenhum”, concluiu Miguel Relvas.

Não sei se todos escutaram e ouviram bem. Pelo menos para os lados da distrital do PSD. Sobretudo aqueles que clamam e gritam, aqui em Viseu, contra o Governo por não desenvolver medidas de discriminação positiva para com o interior. Sobretudo aqueles, PSD, que ainda há escassos dias diziam para o PS distrital se juntar a eles no combate contra as portagens: “O mínimo que se espera é que cerrem [PS] fileiras connosco na luta contra as portagens na A25 e A24.”

Mas não será a isenção de portagens nas regiões economicamente mais deprimidas, uma boa medida de discriminação positiva?

Como se sabe, tendo por base as virtualidades dessa evidência, aquilo que o PS sempre disse é que as portagens não deveriam existir enquanto o desenvolvimento socioeconómico da região atravessada não estivesse ao nível da média nacional. Inclusivamente o Governo referiu recentemente que ia avançar para um novo estudo que pudesse aferir, actualmente, esse nível de desenvolvimento.

Mas eis que o PSD vem exigir portagens nas sete SCUTs como condição prévia para se sentar na mesa negocial.

A resposta do Primeiro-Ministro não se fez esperar dizendo que nesses termos não concorda mas que se se isentarem os residentes e as empresas sedeadas nas áreas servidas pelas SCUTs admite a negociação.
Era o mínimo que se poderia dizer. Pelo menos que aqueles que contribuem com o seu esforço contra a desertificação demográfica do interior e que criam emprego que tenham alguma regalia.

Os dados estão lançados. Vamos ver até onde é que este PSD liberal e penalizador das regiões do interior está disposto a ir na sua voracidade de desprezo para com o interior e para com os apoios sociais e territoriais.

Aguardemos também para ver o que têm a dizer, a tudo isto, alguns políticos sociais-democratas locais!

Acácio Pinto
Deputado do PS

in LETRAS E CONTEÚDOS
Por Notícias de Resende | sábado, 26 de junho de 2010 | Publicado em | Com 0 comentários
in Grupo Desportivo de Resende (Blog não oficial)
Por Notícias de Resende | quinta-feira, 24 de junho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
 (Descrição do Vídeo: Campeonato Nacional de Motonáutica: Grande Prémio de Resende - Rio Douro, Julho 2009)


PROGRAMA: GRANDE PRÉMIO RESENDE



PROGRAMA: CAMPEONATO DO MUNDO 2010 DE F4 - RESENDE/CALDAS DE AREGOS (EM INGLÊS)

Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
A região do Douro vai ser divulgada mundialmente pela National Geographic na sequência de um protocolo estabelecido com o Turismo Portugal.

Esta é uma boa iniciativa que irá levar esta paisagem, que é “Património da Humanidade”, verdadeiramente, a toda a Humanidade.

E como a motivação para vir visitar o Douro só se pode sustentar no conhecimento deste destino turístico, não poderia ser melhor o meio que foi encontrado para potenciar a divulgação do Douro, a National Geographic, que hoje é das maiores empresas, quiçá a maior, de divulgação de destinos a nível mundial.

Foi por isso mesmo que dois responsáveis da National Geographic, James Dion e Jonathan Tourtellot, responsáveis pelos conteúdos relacionados com destinos sustentáveis, estiveram recentemente no Porto para o estabelecimento deste protocolo.

Esta presença nos espaços de divulgação de conteúdos é indispensável face a um mercado com muito futuro, o do turismo, mas que é altamente concorrencial e muito especializado.

O retorno a curto e médio prazo será inevitável e com a fortíssima possibilidade de ele se auto-multiplicar, pois, não haverá turista que vindo uma vez ao Douro não leve daqui para os seus círculos de amigos uma das visões mais portentosas a nível de paisagens mundiais.

(Foto: Turismo Douro)

Acácio Pinto
Deputado do PS

in LETRAS E CONTEÚDOS
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
Dia 26, sábado
15h00-Tarde desportiva
22h00-Actuação do grupo musical "Inovação"
23h45-Sessão de fogo de artifício a cargo d' "O Careca"

Dia 27, domingo
07h00-Alvorada de morteiros
08h00-Entrada da banda de música de Magueija, que percorrerá a freguesia
11h00-Missa cantada e sermão
15h00-Concerto pela banda de música de Magueija
19h00-Encerramento da festa

in PAUS-RESENDE
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Tendo como pretexto os festejos de S. João, a Casa do FCP, em Resende, organiza uma sardinhada no próximo sábado, dia 26, pelas 20h00. As inscrições são limitadas. O repasto incluirá broa, vinho e caldo verde. O convívio terá animação musical, estando previsto um baile.

in PAUS-RESENDE
Por Notícias de Resende | quarta-feira, 23 de junho de 2010 | Publicado em | Com 0 comentários
(Clique nas imagens para ampliar)
Por Notícias de Resende | terça-feira, 22 de junho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
No dia 26 de Junho, sábado, pelas 22h00, no Auditório Municipal.

Peça de Teatro “Nós os Pobres” encenada pelo grupo “A Turma da Noite”.

Sinopse:

Peça de teatro idealizada e escrita pelos Professores Mário Crescêncio (EB 2/3 de Cinfães) e Alfredo Silva (Universidade Sénior de Cinfães) tendo como fundamento a crítica aos costumes sociais de uma classe, outrora em vivências de opulência, que tendo a ociosidade por berço, não se apercebe dos ventos da mudança, contraindo dívidas a esmo, perdendo o sentido da benemerência em relação ao próximo e levitando em um tempo que já não existe, e que caminha inevitavelmente rumo à ruína económica e ao desnorte familiar.


"GRUPO CONCERTINAS DO VALE DO BESTANÇA"

Grupo de concertinas que conta com dez elementos, rapazes e meninas, que interpretam na perfeição temas seleccionados das bordas ribeirinhas...

A entrada tem o valor de 5,00 euros, sendo que a receita destina-se às vítimas das intempéries da Madeira.

Uma organização do Rotary Club de Cinfães em parceria com o Rotary Club de Resende

Data       2010-06-26
Local      Auditório Municipal de Resende
Horário    22:00 horas

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
O Auditório Municipal encheu-se de público, no dia 17 de Junho, para assistir à apresentação pública dos Contos “Douro, Rabelos, Arrais... e outras histórias mais!”.

Esta publicação contém as «estórias» do contador Henrique Saraiva, ilustradas pelos alunos do Pré-escolar, postais ilustrados elaborados pelos alunos do 1.º Ciclo do Ensino Básico e um conjunto de registos de momentos da actividade Oficina do Conto, desenvolvida pelo Serviço Educativo do Museu Municipal, com todos os Jardins de Infância e 17 turmas do 1.º ciclo do ensino básico do concelho.

A cerimónia contou com animação musical por um grupo de alunos da Escola do 2.º Ciclo de Resende, acompanhada da projecção de imagens da actividade Oficina do Conto desenvolvida pelo Serviço Educativo do Museu Municipal.

Numa pequena intervenção, o Contador de «estórias» Henrique Saraiva afirmou que “esta viagem foi paz, alegria, amizade; foi tudo o que um velho pode ter. Voltei a navegar nos barcos rabelos, voltei a comer caldo de carne de cabra e sardinhas salgadas e, se Deus quiser, terminarei a viagem com todos vós no meu coração, determinado a, enquanto vivo for, não esquecer esta viagem que no Douro ninguém, julgo, a não ser nós, teve”.

Para a Vereadora do Pelouro da Cultura, Dulce Pereira, “esta edição transmite o que um homem de 88 anos fez durante alguns meses com os nossos alunos, traduzindo de uma forma simbólica as actividades realizadas na Oficina do Conto durante o ano lectivo. É uma publicação que conta as «estórias» do nosso rio Douro, dos rabelos, que nos traz a memória da vida e do esforço dos Arrais de Resende”.


in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | segunda-feira, 21 de junho de 2010 | Publicado em | Com 0 comentários


Festa de S. João - Dia 23 de Junho, 20h

Sardinhas, bom vinho e caldo verde

Entrada:
Sócios - gratuito
Não sócios - 5 manjericos

Organização:
Associação Cultural "Amigos de Loureiro e Ermida"
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
O projecto Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS) em parceria com o Centro de Emprego de Lamego organizaram umas Jornadas de Sensibilização para o Empreendorismo, nos dias 15 e 16 de Junho, no Auditório da Casa do Povo de Resende.

Esta iniciativa, realizada no âmbito do eixo de acção 1 que compreende o Emprego, Formação e Qualificação, contou com a participação de 167 desempregados inscritos no Centro de Emprego de Lamego com habilitações a partir do 9.º ano de escolaridade.

Estas Jornadas contaram com a intervenção do Coordenadora do CLDS, Fátima Matos, e da Técnica responsável pelo Gabinete de Empregabilidade do CLDS, Maria João, que sensibilizaram os presentes para o espírito empreendedor e de liderança na realidade empresarial.

O objectivo foi apresentar às pessoas que se encontram em situação de desemprego um conjunto de ferramentas de combate ao desemprego e criação do próprio emprego.

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
A Sala de Estudo Acompanhado Municipal promoveu uma festa, no dia 15 de Junho, para assinalar o encerramento do ano lectivo, que contou com um Sarau Cultural realizado no Auditório Municipal, aberto aos pais e comunidade em geral.

A iniciativa, que reuniu os professores e alunos que frequentam a Sala de Estudo, iniciou-se da parte da tarde com um lanche-convívio e continuou à noite com a realização de mini-concursos que colocaram à prova as capacidades de memória e cálculo.

Seguiram-se os espectáculos de dança e teatro com peças criadas a partir de textos produzidos pelos alunos com a ajuda dos professores.

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
José Sócrates disse, várias vezes e muito antes da constituição da Comissão de Inquérito, que não tinha tido nenhum conhecimento oficial das negociações entre a PT e a TVI e que o Governo não tinha sido ouvido. Ou seja, aquilo que sabia resumia-se a conhecimento informal, através dos jornais.

Desde então houve centenas de manchetes e de aberturas de telejornais, houve inúmeras entrevistas e muitas quadraturas pachequistas e houve até uma Comissão de Inquérito, inquisitorial, que perguntou, ameaçou, inquiriu e voltou a inquirir; que quis politizar a justiça e judicializar a política; que esventrou privacidades e enlameou cidadãos; que traiu princípios e violentou a Constituição; e que, afinal, não conseguiu provar nenhum facto para além daqueles que já eram conhecidos.

Qual a solução?

Em vez de um relatório vai de escrever um romance. Redigir uma ficção. E o “cronista” de serviço do reino “Social Bloquista”, João Semedo, foi isso que fez. Vestiu a pele de escritor cirúrgico. Pegou no bisturi de amputador de frases. Mascarou-se de divulgador de ideias prévias. Foi, objectivamente, ventríloquo vá-se lá saber de que interesses…

Resta-nos ficar à espera da publicação comercial dos próximos capítulos pelas editoras habituais…

Acácio Pinto
Deputado do PS

in LETRAS E CONTEÚDOS
Por Notícias de Resende | sábado, 19 de junho de 2010 | Publicado em | Com 1 comentários
O GD de Resende disputará amanhã, às 16h00, com o CD da Penajóia, no campo da Abelheira, Penajóia, freguesia em que a cereja também é rainha, a 1.º Taça da Cereja.


in PAUS-RESENDE
Por Notícias de Resende | sexta-feira, 18 de junho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
Comemoraram-se, não com muita visibilidade, os 25 anos de adesão de Portugal à Europa, agora designada por União Europeia. Não importa falar da Europa, mas de Portugal, e o que representam estes 25 anos. Para a vida de uma pessoa é um tempo decisivo, talvez o mais relevante: o que define um percurso de fracasso ou de sucesso. Mas na vida de uma nação não representa quase nada. Acontece que, ainda assim, para o nosso País estes 25 anos foram impressionantes, e o salto qualitativo foi enorme. Por isso, a conclusão só pode ser positiva. E se Portugal continuar a divergir dos seus parceiros, sem conseguir acompanhar o ritmo de desenvolvimentos da maioria dos estados membros a culpa é mais nossa e dos maus governos do que das deficiências da Europa. De forma breve, a Europa apenas faz o que os Estados querem: com competências delegadas, a Europa define metas e objectivos, mas compete a cada Estado membro escolher o caminho. A Europa é um gigante económico, mas um anão politico, ou seja, a margem de manobra para cada Estado é (e ainda bem) enorme. É verdade que procura falar a uma só voz em matéria de política externa, mas os outros blocos continuam sem saber a quem ligar. É verdade que tem um Presidente da Comissão que por acaso é Português e um Presidente do Conselho completamente desconhecido. O momento não é fácil, nunca o foi, mas só ela pode e tem capacidade de o ultrapassar: é preciso uma Europa de Estados mais activa, mais cooperante e coordenada.

O que merece registo é que Portugal, não soube aproveitar como devia esta oportunidade: comportou-se entre o bom aluno e o filho esbanjador, convencido que a mesada nunca se esgota. Quem ficou aquém do que podia e devia fomos nós. A Europa não tem culpa da aplicação deficiente dos quadros comunitários de apoio, e era possível ter hoje melhor: indústria, agricultura, educação, saúde, justiça e serviços prestados pelo Estado mais eficientes e rápidos. Estamos no último quadro comunitário - o QREN -, o ultimo cheque, de 21 mil milhões de euros. O programa vai a meio, e a execução está nos 11%. O risco de devolver fundos começa a ser uma certeza.

Alguns exemplos estão bem próximos de nós: convém relembrar o primeiro troço de auto-estrada do distrito, que ligava nada a lugar nenhum, um IP5 que pagamos com a vida de tantos Viseenses, para a refazer em A-25 por um valor que importava conhecer. Não é necessário um grande esforço para encontrar obras cuja utilidade nunca foi explicada, e cujo único critério era ajudar a vencer as eleições seguintes. De forma mais hilariante, não foi a Europa tentou acabar com a cozinha tradicional dos pequenos produtores que comercializam os seus produtos artesanais, enchidos, queijo ou azeitonas; foi um Ministro incompetente que se esqueceu de identificar e comunicar que não se aplicaria parte das regras comunitárias a este sector, afinal podemos continuara cozinhar com a colher de Pau.

Podemos pedir mais e melhor Europa, mas devemos exigir mais e melhor governo: identificar os erros, corrigi-los, e tirar o melhor partido do esforço dos países que contribuem. Um melhor aproveitamento dos fundos é contribuir para uma melhor Europa. Não percebo, por isso, a afirmação de dois ex-Presidentes da República, principalmente de Mário Soares. Espera-se de um estadista que seja portador de um discurso motivador, carregado de esperança e de conselhos sábios. Afirmar que “os políticos europeus são fracos, demonstram falta de coragem, muita mediocridade…” parece-me precipitado. Veremos o que a história dirá, a mesma que pode julgá-lo por uma descolonização “exemplar”.

Hélder Amaral
Deputado do CDS-PP
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 1 comentários
Dia 19 de Junho
11h45-Hastear da bandeira

Dia 26 de Junho
22h00-Actuação do grupo musical "Brisa do Marão"
23h30-Sessão de fogo de artifício

Dia 27 de Junho
11h00-Missa solene e sermão em honra de S. João
15h00-Majestosa procissão
17h00-Actuação do Rancho Folclórico de Santa Maria de Barrô
21h00-Actuação do duo musical Augusto e Paulo-Resende
24h00-Encerramento da festa

in PAUS-RESENDE
Por Notícias de Resende | quinta-feira, 17 de junho de 2010 | Publicado em | Com 0 comentários
O Centro Escolar de S. Martinho de Mouros foi um dos vencedores do concurso "Conta-nos uma história-Podcast na Educação", promovido no âmbito do Plano Tecnológico da Educação (PTE), através da Direcção Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular (DGIDC), do Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) e do Plano Nacional de Leitura (PNL), que contou com 521 histórias submetidas.

Com a história "A viagem do Ruca" (Clique para ouvir), classificou-se em 5.º lugar da sua categoria (1.º e 2.º ano).

in PAUS-RESENDE


Lista das histórias vencedoras:

1.ª Categoria - Educação Pré-Escolar:

Clique para ouvir - 1.º Lugar: "O Ganso do Charco" - Colégio Campos de Flores
Clique para ouvir - 2.º Lugar: "Menina do Mar" - EB1/JI de Tarouca
Clique para ouvir - 3.º Lugar: "O casamento" - JI de Oliveira
Clique para ouvir - 4.º Lugar: "A Galinha Ruiva" - JI de Tremoceira
Clique para ouvir - 5.º Lugar: "O cuquedo" - JI de Barbeito

2.ª Categoria - 1º e 2º Ano:

Clique para ouvir - 1.º Lugar: "O rio em perigo" - EB1 de Almada
Clique para ouvir - 2.º Lugar: "Que Bom!" - EB1 de Caminhos
Clique para ouvir - 3.º Lugar: "Meninos diferentes todos iguais" - EB1 nº 1 de Elvas (Boa-Fé)
Clique para ouvir - 4º Lugar: "O Pinto Pintão" - EB1 de Atalaia
Clique para ouvir - 5.º Lugar: "A viagem do Ruca" - EB1/JI de S. Martinho de Mouros

3.ª Categoria - 3.º e 4.º Ano:

Clique para ouvir - 1.º Lugar: "À procura de um amigo" - EB1 Maria Máxima Vaz
Clique para ouvir - 2.º Lugar: "O velho, o rapaz e o burro" - EB1/JI do Infantado
Clique para ouvir - 3.º Lugar: "A lenda do Pulo do Lobo" - EB1 de Castro Verde
Clique para ouvir - 4.º Lugar: "Uma fúria de riscos" - EB1 de Pombal
Clique para ouvir - 5.º Lugar: "Os dois fantasmas" - EB1/JI Major David Neto

Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
(Clique na imagem para ampliar)
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
Antes de ser vereadora da Educação na Câmara de Resende, Dulce Pereira foi professora. Começou a leccionar em 1987. A experiência de décadas de docência, sempre em escolas do Interior, levam-na a contestar sem rodeios os que se opõem à “revolução” em curso no 1.º ciclo do ensino básico e no pré-escolar.

“Parem com isso. A transferência das crianças para modernos centros escolares é o melhor que lhes pode acontecer”, assevera. Dulce Pereira recorre à experiência pessoal para mostrar que sabe do que fala.

“Cheguei a percorrer 30 quilómetros, anos a fio, para ir de Tabuaço ao Pereiro dar aulas a cinco alunos. Passavam o dia com um pão e um pacote de leite no estômago. E tinham de esfregar as mãos enregeladas para conseguirem escrever”, lembra.

Resende foi pioneiro na elaboração da Carta Educativa que preconizou a construção de três centros escolares. O primeiro, a funcionar desde 2007, foi o de S. Martinho de Mouros. “Fechou nove escolas do 1.º Ciclo e cinco jardins de infância. Actualmente, tem 222 alunos”, explica o coordenador António Azevedo.

“Resende tem muitas obras, mas esta é a mais gratificante. A Câmara tem sabido envolver toda a comunidade neste projecto com uma dimensão social ímpar”, diz Marcos Antunes, presidente da Associação de Pais de S. Martinho de Mouros.

“O segredo do sucesso da mudança está na capacidade de explicarmos aos parceiros as suas vantagens”, afirma António Borges, presidente da Câmara de Resende.

A preparar a entrada em funcionamento do Centro Escolar na sede do concelho – um investimento de dois milhões de euros que vai acolher mais de 400 alunos de 10 escolas –, António Borges passa ao lado da polémica nos municípios que se opõem ao fecho das que têm menos de 21 alunos.

?Não nos deixamos confrontar com calendários que não são os nossos. O projecto educativo de Resende é concertado e tem um único objectivo: dar aos nossos jovens todas as oportunidades.?
Um terceiro centro escolar, em zona de montanha, acolherá no futuro os alunos das últimas quatro escolas que ainda ficam por encerrar em S. Romão, Freigil, S. Cipriano e Ovadas.

TERESA CARDOSO

in Jornal de Notícias
Por Notícias de Resende | quarta-feira, 16 de junho de 2010 | Publicado em | Com 0 comentários
O evento começou, no passado dia 14, com a inauguração da feira do livro. Nesse mesmo dia, à noite, teve lugar, no Auditório Municipal, o espectáculo "Arca do tempo". Ontem, houve várias actividades (confecção de cavacas, construção de um painel, conto de lendas, interpretação de peças musicais e de teatro, finais das XIV Olimpíadas das Ciências Sociais e Humanas...). Hoje, tem lugar uma visita de estudo a Guimarães e Braga. Amanhã, haverá mais animação com as finais de Futsal, concursos, música, sessão de despedida dos alunos do 6.º ano e um jogo de futebol entre pais e professores.

O Agrupamento Vertical de Escolas de Resende integra a Escola Básica do 2.º Ciclo, o Centro Escolar de S. Martinho de Mouros e todos os Jardins de Infância e Escolas do 1.º Ciclo da rede pública do concelho. Convém referir, a propósito, que o Jardim de Infância de Resende obteve uma brilhante "Menção Honrosa" no âmbito do Prémio Fundação Ilídio de Pinho "Ciência na Escola" (Edição 2009/10).

in PAUS-RESENDE
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
O PSD efectuou, na semana passada, na Assembleia da República, uma interpelação ao Governo em matéria de políticas económicas que colocou a nu o vazio de ideias e de propostas por parte de Pedro Passos Coelho, pois nem sequer uma medida ou ideia foi apresentada pelos seus parlamentares.

Por seu lado, o Governo, através de Vieira da Silva e de Pedro Silva Pereira, colocou o PSD perante os seguintes factos: i) criação, já em Junho, de mais uma linha de crédito de 1.250 milhões de euros para apoio às PME (Investe 6), incluindo uma parcela de 450 milhões para empresas exportadoras e uma outra de 350 milhões para micro e pequenas empresas; ii) O produto interno bruto (PIB) nacional teve um crescimento de 1,8 por cento no primeiro trimestre de 2010, comparado com o período homólogo, e subiu 1,1% em relação aos últimos três meses de 2009; iii) as exportações registaram um crescimento de 8,5%.

Devemos embandeirar em arco com estas medidas e com estes resultados? Claro que não, mas devemos, isso sim, ter consciência de que para combater uma crise internacional grave precisamos de determinação, de solidariedade e de parcerias institucionais fortes e coerentes, que não digam hoje sim e amanhã o seu contrário.

Infelizmente este PSD já começa a dar muitos sinais de ziguezague, depois da concordância com as medidas de estabilidade e crescimento que aprovou. Começa a ficar o PSD, esse sim, numa situação insustentável!
Na política não vale tudo: a responsabilidade não é só para os momentos fáceis!

Acácio Pinto
Deputado do PS

in LETRAS E CONTEÚDOS
Por Notícias de Resende | terça-feira, 15 de junho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
Por Notícias de Resende | segunda-feira, 14 de junho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
Dia 17 de Junho, quinta-feira, às 21h30, no Auditório Municipal

A publicação contém as «estórias» do contador Henrique Saraiva, ilustradas pelos alunos do Pré-escolar, postais ilustrados elaborados pelos alunos do 1.º CEB e um conjunto de registos de momentos da actividade Oficina do Conto, desenvolvida pelo Serviço Educativo do Museu Municipal, com todos os participantes (todos os Jardins de Infância e 17 turmas do 1.º CEB do concelho).

Data      2010-06-17
Local     Auditório Municipal de Resende
Horário  21:30 horas

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | domingo, 13 de junho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
Numa iniciativa da Junta de Freguesia de S. João de Fontoura, os alunos do Centro Escolar de São Martinho de Mouros, residentes nesta freguesia, tiveram oportunidade de visitar o estádio do Dragão no passado dia 10 de Junho. Esta visita integrou-se na comemoração do dia Mundial da Criança. Segundo refere Jorge Silvestre Duarte, Secretário da Junta, as crianças são o futuro da nossa terra e estas merecem que as acarinhemos.

A partida deu-se às 14 horas na Senhora da Guia, tendo a chegada ao estádio do Dragão acontecido pelas 16h. As crianças puderam observar, durante uma hora, todos os compartimentos do estádio, designadamente a tribuna presidencial, as bancadas, os balneários, a sala de imprensa e o relvado. Foi visível o deslumbramento perante este equipamento desportivo, cuja visita não esquecerão.
De regresso, parou-se em Penafiel, em cujo McDonald's foi oferecido um pequeno lanche, tendo-se chegado a S. João de Fontoura cerca das 20h.

Refira-se que, da parte de manhã, como também já vem sendo hábito, foi celebrada uma missa em memoria daqueles que faleceram pela pátria.

in PAUS-RESENDE
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
No passado dia 9 de Junho, esta autarquia procedeu à entrega de mais 150€ euros relativos ao segundo nascimento ocorrido neste ano em S. João de Fontoura. A criança contemplada foi Tiago Francisco Pereira Sequeira, filho de António de Sequeira e de Maria Alda Rodrigues Pereira Sequeira, residente no lugar do Bairro. A Junta de Freguesia congratula-se com mais este nascimento, dando os parabéns aos pais e desejando a este novo Fontourense as maiores felicidades.

in PAUS-RESENDE
Por Notícias de Resende | sexta-feira, 11 de junho de 2010 | Publicado em | Com 0 comentários
É o jornal mensal do Agrupamento de Escuteiros de Resende, que pode ler aqui.



in PAUS-RESENDE
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
Dia 12 (sábado)
22h00-Baile com a actuação do grupo musical TGV
23h00-Sessão de fogo de artifício

Dia 13 (domingo)
07h00-Salva de morteiros
09h00-Chegada da banda de música de Gouviães
11h00-Missa e sermão pelo Padre Anselmo Borges
Nota: No final, haverá leilão de ofertas
17h00-Início da procissão até à capela de N. Senhor dos Desamparados
20h00-Encerramento da festa

in PAUS-RESENDE
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
Dia 2 de Julho, Sexta-feira, às 21:00 horas, Padre Marcos Alvim, fará a apresentação do CD “Bom Mestre…”, no Auditório do Centro Paroquial de Almacave – Lamego.

Um CD que recolhe 11 canções criadas para assinalar as 11.ª Jornadas Diocesanas da Juventude da Diocese de Lamego, desde 2000 até 2010.

Um trabalho elaborado com o Secretariado Diocesano da Juventude e das Edições Salesianas.

Padre Marcos Alvim, tem levado o nome da Diocese de Lamego, por todos os palcos que pisa.

Em paralelo com a sua vida Sacerdotal e de Professor de Religião e Moral, Marcos Alvim, natural de Armamar, tem já uma carreira estabelecida e bastante vincada em trabalhos musicais de índole Religioso.

Artigo elaborado por:
Aquilino Rocha Pinto
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
A Câmara Municipal de Resende assinou um protocolo de colaboração com o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, Universidade do Porto, tendo em vista a realização de estágios no Centro de Saúde de Resende.

Com a assinatura do protocolo os alunos do sexto ano do Mestrado Integrado em Medicina – ICBAS – Universidade do porto – Centro Hospitalar têm a possibilidade de realizar um estágio em Medicina Geral e Familiar no Centro de Saúde do concelho.

A Autarquia compromete-se a partir do próximo ano lectivo a abrir a possibilidade de estagiarem dois finalistas de Medicina por períodos de 10 semanas e, ainda, a criar condições de alojamento e de habitabilidade na região aos referidos alunos.

O protocolo é celebrado em conformidade com a deliberação camarária de seis de Abril de 2010 e vigora no período de um ano lectivo, renovando-se automaticamente.

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
O Museu Municipal organizou no dia 8 de Junho, no âmbito dos trabalhos arqueológicos desenvolvidos pela equipa do Instituto Arqueológico Alemão, na estação arqueológica da Mogueira uma conferência intitulada “A história esquecida do Castelo da Mogueira: dados de uma escavação arqueológica” seguida de uma visita guiada ao sítio da Mogueira.

A iniciativa, que contou com a presença de duas turmas do nono ano do Externato D. Afonso Henriques e professores, visa dar a conhecer os resultados da investigação, sobre santuários rupestres, realizada pela arqueóloga Maria João Santos, do Instituto Arqueológico Alemão, na estação da Mogueira, em 2009.

A Mogueira integra um património arqueológico de extrema importância para o estudo e reconstituição da história local, encerrando um conjunto arqueológico de diversas épocas, desde a Pré-História recente até à Época Medieval que importa preservar e divulgar. Este sítio reúne características absolutamente únicas no território peninsular para compreender o processo de romanização dos cultos indígenas com um total de oito inscrições e duas gravuras rupestres.

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
Pedro Silva Pereira, Ministro da Presidência, esteve, recentemente, em Lamego para se associar a uma das várias iniciativas que decorreram no Douro no final do mês de Maio, para debater a vinha e vinho.
Refiro-me ao encontro internacional de viticultura, enologia e mercado que colocou o Douro no centro de um debate amplo sobre a indústria do vinho, mas também sobre a organização do mercado e sobre o turismo: Wine Affairs – Fórum Global do Vinho.

Na sua organização esteve a Associação dos Empresários Turísticos do Douro e Trás-os-Montes (AETUR), o Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP) e a empresa de desenvolvimento enológico VINIDEA.

Juntar no Douro, na região demarcada mais antiga do mundo, os investigadores, as empresas e os profissionais ligados ao sector da vinha e do vinho, bem como debater as relações entre o vinho e o turismo foi um bom desafio que, creio, dará os seus frutos e colocou, desde já, o Douro no centro do debate mundial sobre a vitivinicultura.
(Foto: Turismo Douro)

in LETRAS E CONTEÚDOS
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Não posso deixar de trazer aqui a minha voz de congratulação pela resolução de um problema identificado, oportunamente, em Penedono e que os vereadores locais do PS, Pedro Baldaia e Eugénio Proença, na altura própria levantaram e nos fizeram chegar.

As diligências aconteceram, a análise da situação ocorreu e as vontades das partes permitiram a sua resolução.

ARS Norte, ARS Centro, Hospital de S. Teotónio e Governo Civil de Viseu, em sintonia e em convergência e, sobretudo, com grande determinação, puseram cobro a um daqueles problemas que ameaçavam penalizar gravemente uma população.

Ou seja, a partir de agora os doentes de Penedono poderão voltar a optar por Viseu e pelo seu Hospital para terem acesso a tratamentos sem qualquer penalização, como sempre aconteceu e com a vantagem de até ser menos oneroso para o Estado. Não têm que, obrigatoriamente, ir para o Centro Hospitalar de Vila Real. Só se for essa a sua vontade.

Não fizemos como outros, não andámos a reboque nem com histerias políticas. Fizemos tão só o que devíamos: acompanhar o problema em proximidade como sempre temos vindo a fazer e assim queremos continuar.

(In: Jornal do Centro)
Por Notícias de Resende | quinta-feira, 10 de junho de 2010 | Publicado em | Com 0 comentários
Foi um grande espectáculo aquele que nos foi proporcionado. A Escola engalanou-se para receber Resende dentro de portas e assistir às magnificas actuações dos 12 finalistas os 27 participantes neste concurso. Foi sem dúvida um momento inesquecível para aqueles que "Nasceram para a Música" e para todos os que lhes deram força. Com a apresentação dos professores Alice e Paulo Carvalho, a banda do professor Jorge Albino que orquestrou e acompanhou as músicas, com a actuação do Grupo " Resende em Marcha" que abrilhantou a festa, com as surpresas da actuação dos professores Dionísio e António Loureiro, da assistente operacional, D.ª Sónia e do conjunto PoPRock da Escola, esteve criado o ambiente para um evento inesquecível. Ao Clube de Música, aos seus professores, ao Departamento de Expressões e à sua Coordenadora, Professora Delfina Veloso e aos patrocionadores da actividade, a saber, Junta de Freguesia de Resende, C.G.D., C.M.R. e casas comerciais de Resende, o nosso Muito Obrigado.

in Blogue de Notícias Educativas do Director da Escola Secundária Dom Egas Moniz, em Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários


Por Notícias de Resende | quarta-feira, 9 de junho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários
A esquerda demora a perceber que não chega a vontade: é necessário sacrifício e trabalho para obter bons resultados. Quando assim acontece, os lucros que daí possam advir não são crime. É uma questão de justiça. Dar aos maus alunos a hipótese de saltar um ano, e negar esse direito aos bons estudantes, é uma medida incompreensível. O PS mudou de Ministra, mas não de política: a Ministra diz que quer incentivar os alunos que se atrasam, e que acredita na vontade dos alunos - ou seja, acredita na vontade dos alunos que, apesar de varias oportunidades, não se aplicaram, não estudaram, não foram sujeitos a avaliação. Dito de outro modo, não cumpriram as regras. A esses, o Governo socialista, o campeão do facilitismo, diz não faz mal; que a escola pode facilitar, e adaptar o sistema à sua vontade, para que acreditem que vão conseguir. Não frequentaram as aulas? Não há problema. Reprovaram nos exames? Tudo bem, fazem na fase seguinte. É que há um exame que os leva para o que não conseguiram de forma regular…

Esta é uma novidade na escola inclusiva, a tal escola pública para todos, que não quer deixar ninguém para trás… Pelos vistos desistiu, faliu. É legitimo pensar isto da proposta de dar aos alunos com mais de 15 anos a possibilidade de saltar do 8º para o 10º ano fazendo os exames do 9º ano. Parece querer dizer aos alunos que se atrasaram que já não vale a pena tentarem mais: são “despachados” para um futuro de ilusão. Confesso que o conceito “escola inclusiva” me merecia alguma simpatia, no sentido de que a escola tenta, insiste, convence, ajuda, e nunca desiste, numa lógica militar no seu lado mais bondoso: “não se deixa nenhum colega para trás”. Ora, esta proposta significa que a escola, perante alunos com mais de 15 anos que, por razões várias (algumas explicáveis, mas também por demissão, por falta de entrega, de esforço e de trabalho), não exige. Faz o contrário e facilita. Se a fasquia é elevada, não se tenta ultrapassá-la: baixa-se a fasquia. A Escola inclusiva não inclui, mas exclui, despacha para fora dela esse processo, tão difícil como útil, que é o processo de adquirir conhecimento.

As inúmeras avaliações e estudos indicam que os alunos chegam ao ensino superior muito abaixo dos “mínimos olímpicos” para o sucesso. Têm agora mais uma passagem para a ignorância. O ensino deve ser rigoroso, exigente e justo. Que exemplo queremos dar aos nossos filhos? Que não vale a pena o esforço e a frequência da sala de aulas, que não vale a pena ganhar o gosto pelo conhecimento? É evidente que o título académico por si só não é um passe para o sucesso, mas sem esforço, capacidade de sofrimento, entrega e trabalho, seguramente nos espera o fracasso. É esse o exemplo de gente como Mourinho: não conseguem êxitos pelo título académico, mas pelo esforço, e afirma que trabalha 14/16 horas por dia. É assim com muitos dos nossos amigos e conhecidos, que, recebendo dos pais apenas a vida, dela fizeram coisas relevantes. Há inúmeros exemplos no nosso distrito, e seguramente que só o conseguiram com esforço e trabalho. São exactamente estes dois valores que morrem com esta proposta. Não é tanto o conhecimento adquirido ou a falta dele: é o apelo ao facilitismo, e o negar que a excelência cria excelência.

Hélder Amaral
Deputado do CDS-PP
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Um pouco por todo o lado se vai falando de medidas impopulares. Mas o curioso é que as tais medidas impopulares são as mesmas que, fora do politicamente correcto e de períodos eleitorais, nos debates académicos todos indicam como necessárias ou até fundamentais. Porque razão, num país de parcos recursos, é impopular reduzir ou acabar com prémios de gestores de empresas públicas que só geram prejuízos, congelar admissões num estado com grave obesidade, reduzir verbas em comunicações ou prendas, despesas de representação, etc., ou ainda as medidas anunciadas para o sector da saúde, que, segundo a maioria dos analistas, deviam ser implementadas mesmo sem crise. Ou seja, são medidas para uma boa gestão, de bons governos e de países com crescimento económico e social.

O pior que nos pode acontecer, depois da depressão e das medidas impopulares preconizadas pelo Governo, é que na sua globalidade tudo fique na mesma: o Estado a fazer o mesmo, por ventura pior. Espero que a crise nos permita fazer o necessário, mesmo que para alguns à caça de votos seja impopular. Parece-me necessário abolir alguns feriados e tolerância de ponto: o sinal é de maior trabalho e esforço. É necessária a extinção e fusão de organismos públicos, racionalizando meios e procedimentos administrativos que custam tempo e dinheiro ao cidadão.

Devíamos seguir o exemplo do Parlamento Grego, que aprovou a redução em 2/3 (de 1034 para 355) do número de Municípios. Com esta medida, os Gregos esperam uma poupança de 1185 milhões de euros por ano; com esta reforma, os concelhos passam a ter um máximo de 10 mil habitantes. É impopular? Ou será necessário ter em conta as novas vias e as novas tecnologias? Como disse Medina Carreira, os Municípios que temos ”são do tempo em que se andava a cavalo”. Ter freguesias com 100 ou 200 eleitores, ou concelhos com 3000 eleitores, é um convite ao desperdício e à ineficácia da gestão pública. Temos uma amostra do desperdício bem próximo, no concelho mais na moda, e onde o PS investe o que tem e até o que não tem: Mangualde, tem 10 freguesias com 100 a 700 eleitores. Se o socialista António Costa cumprisse a promessa que fez quando era ministro, não teríamos freguesias com menos de 1000 eleitores. A poupança, no caso de Mangualde, em remuneração dos presidentes, Secretários e Tesoureiros, em senhas de presença na Assembleia Municipal e nas Assembleias de Freguesia, poderia atingir em números redondos cerca de 70 mil euros. Imagine-se nos 308 Municípios Portugueses.

Há muito tempo que defendo a necessidade de uma previsão legal relativa à extinção e à fusão de autarquias. Esta matéria não pode continuar a ser um “tabu” no discurso político. É urgente tornar mais eficiente e exercer de forma adequada as atribuições em matérias como a urbanização, a construção de equipamentos e a prestação de alguns serviços (entre os quais a recolha de lixo, o tratamento das águas residuais e a distribuição da água). É preciso coragem política de todos, e não só dos dois maiores partidos. Pode ser impopular, mas é necessário.

Hélder Amaral
Deputado do CDS-PP
Por Notícias de Resende | terça-feira, 8 de junho de 2010 | Publicado em | Com 0 comentários

O campo vem à cidade pela 7ª vez consecutiva, na Quinta de Bonjóia, e prepara-se para uma grandiosa festa onde a tão apetecível cereja de Resende e os sabores e surpresas do mundo rural farão as delícias dos visitantes.
A Feira do Mundo Rural é uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal do Porto, através da Fundação Porto Social com o apoio da Porto Lazer, e organizada em parceria com a Câmara Municipal de Resende. Tem como objectivo promover os valores patrimoniais, gastronómicos, artesanais, culturais e turísticos do País, proporcionando aos citadinos os saberes e sabores do mundo Rural.
Ao longo dos três dias, para além da cereja de Resende, os visitantes podem apreciar, provar e comprar muitos mais produtos - doçaria tradicional e conventual, fumeiro, gastronomia, cerâmica, cestaria, artesanato, vidro, produtos biológicos, vinho, azeite queijo e compotas, comer pão com chouriço, - tudo isto acompanhado por danças e cantares típicos e jogos tradicionais. Não vão faltar os animais, passeios a cavalo e de charrete. As crianças também não foram esquecidas, haverá ateliers temáticos, no sábado e domingo, das 11h às 12h30, sujeitos a pré-inscrição. Ao longo dos três dias poderá, também, saborear a ementa do Restaurante “Académico” de Bragança.

Horário:
11 Junho - 17h às 23h | 12 Junho - 11h às 23h | 13 Junho - 11h às 19h

Espectáculos:
11 Junho
19h – Orfeão da Foz do Douro – Cantares populares
21h30 – Grupo de Danças e Cantares do Norte de Portugal – Foz do Douro

12 Junho
16h – Grupo Bom’Mouros – Bombos de Resende
18h – Rancho Folclórico de Areinho de Oliveira do Douro
21h – Noite de Fados

13 Junho
16h – Grupo da Portela – Concertinas de Ponte de Lima

in VIVA! PORTO
Por Notícias de Resende | segunda-feira, 7 de junho de 2010 | Publicado em | Com 0 comentários

Decorreu, no passado fim de semana, mais uma festa da cereja, organizada pela Casa do Concelho de Resende em Sintra. Dois mil e trezentos quilos de cerejas foram postas à venda, a partir das 09h00 de sábado, na sede do Sporting Clube de Lourel, próximo de Sintra. Disponibilizadas em caixas de 2Kg, ao preço de 7€50, poucas restaram para os desprevenidos de domingo. Vieram de um produtor de S. Martinho de Mouros e apresentavam-se deliciosas.

Foram também disponibilizados outros produtos de Resende e da região. Dispostos em vários stands, estiveram à venda 180Kg de doce da Teixeira, 200Kg de fumeiro (presunto, salpicão, moiras e chouriças), 80Kg de cavacas e 20Kg de pão.

No domingo, às 09h30, teve lugar uma missa campal, abrilhantada pelo Grupo Coral de Resende, em que participaram cerca de 300 pessoas. Ao meio da manhã, chegou de Resende um convidado muito especial, o Vereador Albano Santos, que percorreu os vários stands e foi posto ao corrente das actividades e desafios da Casa de Resende pelo Presidente desta associação, Joaquim Pinto. O momento alto desta festa/convívio foi o almoço, que teve a participação de 90 resendenses, familiares e amigos e que contou com a presença de vários convidados, entre os quais, o Dr. Fernando Seara e o Eng. Marco de Almeida, respectivamente Presidente e Vice-Presidente da Câmara Municipal de Sintra, e Albano Santos, Vereador da Câmara Municipal de Resende.

A tarde de domingo foi animada pelo Rancho Folclórico "As Vendedeiras Saloias de Sintra", de Mem-Martins.





in PAUS-RESENDE
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
O Museu Municipal de Resende promoveu, no âmbito da Actividade Rota dos Museus Românicos, uma visita guiada pela arte românica do concelho com alunos da Universidade Sénior de Penafiel.

A iniciativa dirigida aos mais de 50 alunos da Universidade Sénior de Penafiel pretendeu dar a conhecer os espaços de interesse cultural e histórico onde está patente o património e a paisagem do Douro.

O projecto pretende por os visitantes em contacto com o espólio originário de várias épocas, sendo locais de passagem o Mosteiro de Santa Maria de Cárquere, a Igreja de São Martinho de Mouros e de Nossa Senhora da Assunção de Barrô.

No final da visita o Museu ofereceu a todos os seniores um momento de convívio com a oferta das tradicionais cavacas de Resende.

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários

Quinta da Bonjóia recebe 7ª edição nos dias 11, 12 e 13 de Junho

A Cereja de Resende vai estar representada na 7ª edição da Feira do Mundo Rural que se realiza, nos dias 11, 12 e 13 de Junho de 2010, na Quinta da Bonjóia.

O certame, que é uma organização da Câmara Municipal do Porto, dedica-se à venda de diversos produtos regionais e tem um programa bastante diversificado. Ao longo de três dias os visitantes podem assistir a espectáculos, ver exposições e, ainda, passear a cavalo, andar de charrete e apreciar os diversos animais em exposição.

Os saberes e sabores do campo vão estar presentes no Porto durante a Feira do Mundo Rural que decorre, mais uma vez, na Quinta da Bonjóia. O destaque principal vai para a Cereja Resendense que estará à venda em barracas e representada por 12 produtores/vendedores de Resende.

O dia 12 de Junho fica marcado pela presença Bom´Mouros – Bombos de Resende (às16 horas) e também pela noite de Fados (às 21h30) que contará com a presença do grupo Douro Fado, de Resende.

Uma vez mais Resende mostra fora do concelho as suas potencialidades associando-se à Fundação Porto Social, no dia 9 de Junho. O Município irá distribuir, numa acção de promoção da Cereja de Resende, centenas de quilos de Cerejas, entre as 12 horas e as 14horas, em três locais da cidade do Porto: Rua de Santa Catarina, Avenida dos Aliados e Ribeira do Porto.

A iniciativa conta com a participação dos jovens de Resende que frequentam o Curso Profissional Técnico de Turismo, na Escola Secundária Dom Egas Moniz de Resende.

O Gabinete de Comunicação e Imagem
Resende, 7 de Junho de 2010
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
(Publicado no Diário: AS BEIRAS)
Estive em Resende no 9º Festival da Cereja, no dia 30 de Maio, a acompanhar o Secretário de Estado da Administração Local, José Junqueiro e o anfitrião deste magnífico evento, António Borges, Presidente da Câmara Municipal de Resende, entre tantos outros.
A partir de um produto endógeno, a Câmara Municipal, em união de esforços com todos os resendenses, criou uma marca de grande qualidade e que se estende, hoje, a todo o norte e já, mesmo, a todo o país: CEREJA DE RESENDE.

São estes, afinal, os verdadeiros eventos que marcam a diferença e a dimensão das políticas autárquicas: i) pelo aproveitamento dos produtos endógenos que brotam do seio da terra; ii) pela riqueza que proporcionam aos residentes; iii) pela atracção turística que geram no país; iv) pela auto-estima e espírito de trabalho que acrescentam a todos os que ali vivem.

Ali vi peregrinadores vindos de todo o país. Mais do norte, com certeza. Mas todos eles, visitantes ávidos de um fruto (e de uma paisagem). De um fruto (e uma paisagem) que não deixa ninguém indiferente. Que a todos desperta os mais escondidos instintos de lhe deitar a mão. De agarrar um ramo e de lhe sorver logo ali toda a sua criação suculenta. De levar consigo vários recantos de horizontes intimistas.
A cereja é assim como um fruto do céu e do inferno. Que simboliza os campos férteis e o paraíso. E que tantas vezes nos seduz para o pecado.

Quem não se lembra de em criança ir “roubar” cerejas. Ainda mal pintavam. Ainda o doce não tinha fermentado. Ainda o sol não estava a pique. Mas eram as melhoras. Enchiam-me a alma. E às vezes até o corpo. Sobretudo as nádegas que ficavam em rubor face às palmadas certeiras da justiça doméstica.
É assim a cereja. Um fruto inspirador ao longo dos tempos. De pintores, poetas. Eruditos e populares. Em busca de simbolismos. De paixões. De amores e desamores. Regressos e partidas a origens distantes.
Cereja de Resende: uma marca inspiradora. Inspiradora e que tocou bem fundo no imaginário dos resendeneses e de tantos portugueses.

E é por isso que Resende se enche. Se encheu. Transbordou. De alegria. De trabalho. De música. De amigos. De gente. De muita gente que quer e quis estar no centro da festa e debicar, também, mais esta e aquela cereja. Uma rosada, outra negra, aquela púrpura, esta mais vermelha... Todas doces, muito doces... Nenhuma proibida.

E no final, o cortejo. A vivência sublimada em procissão devota. Mobilizadora da comunidade educativa. De todos aqueles que partilham e agem em educação. De todos quantos querem exaltar e exaltar-se em agradecimento à terra. Em gratidão à sua terra e às gentes. A todas as gentes que quiseram, querem, por um dia que seja, ser cidadãos de Resende, em Resende.

Acácio Pinto
Deputado do PS

in LETRAS E CONTEÚDOS
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
O presidente da Câmara de Resende anunciou hoje o encerramento de mais dez escolas do ensino básico no concelho, passando os cerca de 400 alunos a frequentar um novo centro escolar, localizado na sede do concelho.

Trata-se de “um investimento de cerca de dois milhões de euros”, que se integra no reordenamento da rede escolar do concelho, que deverá ficar concluído em 2012, quando se prevê que todos os alunos estejam agrupados em três centros escolares, disse António Borges.

Em 2006, com a abertura do Centro Escolar de S. Martinho de Mouros, a autarquia encerrou 14 escolas, com o centro escolar de Resende encerrará mais dez, restando apenas mais quatro escolas, que irão integrar o terceiro equipamento a construir em S. Cipriano.

O novo centro escolar, que abrirá portas em Resende no início do próximo ano letivo, inclui 21 salas de aulas, todas com quadros interativos e outros equipamentos considerados “essenciais ao bom funcionamento de uma escola”, sustentou o autarca.

O acordo entre a Câmara de Resende e o Ministério da Educação, através da Direcção Regional de Educação do Norte (DREN) relativo ao encerramento das dez escolas, será assinado na próxima semana.

A autarquia garante transporte escolar entre a casa e o estabelecimento de ensino, assim como refeições, acesso às novas tecnologias, desporto escolar, biblioteca e inglês.

“É um novo modelo pedagógico e um investimento essencial para o concelho, que garante o acesso à escola em condições de igualdade e a mesma condição de aluno a todas as crianças do concelho", afirmou António Borges.

Em declarações à Lusa, o autarca disse que “o sucesso deste modelo” foi testado com o Centro Escolar de S. Martinho de Mouros (CESMM).

“Por exemplo, na freguesia de Barrô, no dia em que colocamos transporte entre casa e o jardim escolar do CESMM, a frequência do jardim passou de três para 24 crianças”, sublinhou.

Mas o maior motivo de orgulho e “a prova de que este é o caminho” foi o prémio nacional da matemática e das novas tecnologias atribuído em 2009 pela Fundação Ilídio Pinho. Este prémio distingue anualmente os melhores projetos educativos nacionais, em diferentes áreas.

“Não haverá melhor forma de expressar o que é a transformação da escola do que a capacidade de em três anos os alunos poderem, de facto, competir em termos nacionais e conseguir essa distinção. Tratou-se de uma turma de uma zona onde se registava a maior taxa de insucesso e abandono escolar do país”, frisou.

Assim, o autarca disse não entender as críticas de alguns autarcas à decisão do Ministério da Educação de prosseguir com o encerramento de escolas.

“Não tenho a ousadia de falar pelos outros colegas, mas aqui, em Resende, seria irresponsável não seguir este caminho. A alternativa seria deixar tudo como estava, mantendo muita gente fora da escola, que é o que mais penaliza o concelho”, disse, considerando que “o isolamento será, provavelmente, o principal fator de exclusão escolar dos nossos jovens”.

O Gabinete de Comunicação e Imagem
Resende, 7 de Junho de 2010
Por Notícias de Resende | domingo, 6 de junho de 2010 | Publicado em , | Com 0 comentários

Por Notícias de Resende | sábado, 5 de junho de 2010 | Publicado em | Com 0 comentários
(Clique na imagem para ampliar)

in Douro Sul Acontece
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
O presidente da Câmara de Resende anunciou hoje, sábado, o encerramento de mais dez escolas do ensino básico no concelho, passando os cerca de 400 alunos a frequentar um novo centro escolar.

Trata-se de "um investimento de cerca de dois milhões de euros", que se integra no reordenamento da rede escolar do concelho, que deverá ficar concluído em 2012, quando se prevê que todos os alunos estejam agrupados em três centros escolares, disse António Borges.

Em 2006, com a abertura do Centro Escolar de S. Martinho de Mouros, a autarquia encerrou 14 escolas. Com o centro escolar de Resende, encerrará mais dez, restando apenas mais quatro escolas, que irão integrar o terceiro equipamento a construir em S. Cipriano.

O novo centro escolar, que abrirá portas em Resende no início do próximo ano letivo, inclui 21 salas de aulas, todas com quadros interativos e outros equipamentos considerados "essenciais ao bom funcionamento de uma escola", sustentou o autarca.

O acordo entre a Câmara de Resende e o Ministério da Educação, através da Direcção Regional de Educação do Norte relativo ao encerramento das dez escolas, será assinado na próxima semana.

A autarquia garante transporte escolar entre a casa e o estabelecimento de ensino, assim como refeições, acesso às novas tecnologias, desporto escolar, biblioteca e inglês.

"É um novo modelo pedagógico e um investimento essencial para o concelho, que garante o acesso à escola em condições de igualdade e a mesma condição de aluno a todas as crianças do concelho", afirmou António Borges.

in Jornal de Notícias
Por Notícias de Resende | sexta-feira, 4 de junho de 2010 | Publicado em | Com 0 comentários
No âmbito da Festa da Cereja, promovida pela Casa de Resende em Sintra, sairão, na próxima madrugada, do nosso concelho dois mil quilos de cerejas para serem vendidas, a partir das 09h00, na sede do Sporting Clube de Lourel, próximo de Sintra, a um preço que deverá rondar os 3€50.

in PAUS-RESENDE
Por Notícias de Resende | | Publicado em | Com 0 comentários
A equipa do Desporto Escolar da Escola Secundária Dom Egas Moniz sagrou-se Campeã Nacional de Voleibol de Juvenis Masculinos. As provas de apuramento decorreram no Pavilhão Municipal da Pampilhosa, Mealhada, onde estiveram presentes vários campeões regionais das várias Direcções de Educação e da Região Autónoma dos Açores.

Esta competição, que é um percurso desenvolvido por professores, alunos, pais, escolas, autarquia e encarregados de educação, envolve jovens com idades entre os 13 e os 16 anos e constitui o verdadeiro auge do calendário competitivo de todo o ano lectivo escolar.

A escola Dom Egas Moniz assim como o professor do desporto escolar, Fernando Almeida, atribuem a estas iniciativas uma grande importância uma vez que os alunos das diversas regiões do país se reúnem não só para competir mas também para um convívio saudável e positivo.

in Câmara Municipal de Resende
Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Tempos houve que as referências e os exemplos serviam de guia a quem queria fazer mais do que parecia ser-lhe permitido pelo destino. Eu próprio sempre tentei seguir os bons exemplos, bem como aprender com os erros dos outros. É útil e mais barato. No fundo, inovar pode ser copiar o que os outros fazem bem. Um exemplo de excelência, de eficácia, de competência e de rigor tem sido dada nesta década por José Mourinho, um português com certificado de origem; bastou ver a sua última conferência de imprensa, aquando da sua apresentação no Real Madrid: ele falou em português, inglês, espanhol, italiano, por vezes italioespanhol e portunhol. Só um Português é capaz desta versatilidade! Outro falaria na sua língua, e pronto: quem quiser que traduza. Este português é, de facto, um exemplo que todos devíamos seguir: acredita que a sorte dá muito trabalho, e que só com trabalho, dedicação, persistência e inteligência se conseguem resultados. Lamento que mesmo no “mundo da bola” o seu exemplo não motive clubes, a começar pelo meu (não foi treinado por ele pela emotividade lusitana, que não vê para lá do imediato). Com mais razão e menos coração, Mourinho teria sido treinador do Sporting, o que foi um erro para uns e uma oportunidade para outros. Há sempre dois lados…

A tarefa corajosa, para além de bem paga, que Mourinho assumiu ao aceitar treinar um clube de excelência, mas sem resultados nem rentabilidade, que tem um director desportivo que, em jeito de crítica, dizia que “jogar contra uma equipa defensiva é como fazer amor com uma árvore”, não será fácil. Mas este português, como muitos de nós, sabe o que é “comer o pão que o diabo amassou”. Estou certo que Mourinho vai provar a Valdano que se pode por a arvore a mexer.

É verdade. Hoje escolhi escrever sobre este grande português. É que muito já foi dito sobre a crise, e é bom saber que num país deprimido há um de nós que nos diz que é possível vencer. Aproveitemos então para olhar com menos fatalismo para a crise, apesar de os últimos dados da OCDE recordarem que, mesmo com crescimento do PIB de 1%, continuamos a divergir da média europeia, e que o desemprego vi aumentar para lá dos 10%. Vamos ter que arregaçar as mangas e começar a trabalhar. Se o crescimento passa, e muito, pelas exportações, e desconhecemos para que mercados e que produtos devemos vender, então é hora de começar a estudar que produtos podemos exportar e que mercados devemos procurar. Não podemos nem devemos desistir. Se o desemprego vai aumentar, se muitos dos desempregados têm qualificações que não servem para oferta de trabalho, então há que aceitar fazer outra coisa, requalificar competências, reformular as ofertas de formação. Há que aproveitar todas as oportunidades.

Os próximos anos vão ser de escassez de dinheiro, e vão ser marcados pelo endividamento excessivo. As famílias e as empresas vão ter menos dinheiro, logo vão ter que consumir menos, e melhor. Entre uma vuvuzela e um pão, a prioridade é o pão. O Estado vai ter capacidade de investimento limitada. Este e o próximo governo têm um programa traçado: poupança, austeridade, sentido de responsabilidade, patriotismo e rigor têm de passar a significar alguma coisa. Vencer esta crise e seguir os bons exemplos está nas nossas mãos. Depende mais de nós do que porventura julgamos.

Hélder Amaral
Deputado do CDS-PP
Por Notícias de Resende | quinta-feira, 3 de junho de 2010 | Publicado em | Com 0 comentários
A Associação de Ténis de Mesa do Distrito de Viseu, foi reconhecida como Instituição de Utilidade Pública, depois de ter sido publicado no Diário da República, no passado dia 1 de Junho, o despacho de João Tiago Silveira, Secretário de Estado da Presidência do Concelho de Ministros.

Esta foi mais uma vitória conseguida e um passo importante com vista ao futuro da Associação Distrital, dada pelos seus dirigentes, sedeada a Norte do Distrito de Viseu, que sempre demonstrou uma grande determinação e muito tem lutado pelos interesses da promoção da modalidade no Distrito de Viseu, nos últimos anos também no Distrito da Guarda.

A Associação de Ténis de Mesa do Distrito de Viseu, fundada em 1999, sedeada na vila de São Martinho de Mouros, Concelho de Resende, fundada pelo actual Presidente da Direcção, Aquilino Pinto, sendo a única Associação Distrital de modalidade da País, sedeada num Município/Vila, sendo também a partir desta data a primeira Instituição do Concelho de Resende, a ser-lhe atribuída tal reconhecimento pelo Estado Português.

“ A Associação de Ténis de Mesa do Distrito de Viseu, agradece a todas as entidades Públicas e Privadas de vários pontos do País, que passaram as declarações abonatórias, para a elaboração do complexo e exigente dossier.” No entanto, não poderia deixar de agradecer de uma forma particular algumas pessoas, nomeadamente, Helena Oliveira, ex adjunta do Governador Civil de Viseu, ano de 2004; Acácio Pinto, ex Governador Civil de Viseu, ano de 2005, na qual lhe foi entregue em cerimónia pública o dossier de candidatura; por ultimo a António Borges, Presidente da Câmara Municipal de Resende, que se deslocou na altura a Viseu, para associar-se á cerimónia”. Refere Aquilino Pinto.

Gabinete de Comunicação e imagem da
 ATMD Viseu


FOTO 1 - Associação de Ténis de Mesa do Distrito de Viseu
FOTO 2 - Presidente da ATMD Viseu - Aquilino Pinto

Por Notícias de Resende | | Publicado em , | Com 0 comentários
Já é uma marca distintiva de política, apesar de o seu percurso concreto só se iniciar dentro de um mês. Falo do Livro Branco para o Sector Empresarial Local.

Trata-se de uma daquelas iniciativas que de tão óbvia, nunca a ninguém, antes, havia ocorrido. Mas ela aí está pela mão do Secretário de Estado da Administração Local, José Junqueiro. Aí está para fazer o seu caminho com o rigor que a mesma merece e com a credibilidade que os livros brancos exigem, para que quem ganhe, no final, seja o Estado, sejamos todos nós.

Conhecer para agir, assim se poderia sintetizar a estratégia subjacente. Não agir por intuição, por impulso, por parece-me. Conhecer o estado da arte, discutir com os interlocutores e propor medidas concretas.

Decidiu, e bem, José Junqueiro, envolver neste processo, os três vértices que deveriam ser envolvidos: Administração Central, Administração Local e Universidade, cabendo a esta, de forma isenta e competente, conduzir e operacionalizar o estudo.

Fernando Ruas, em bom entendimento com José Junqueiro, já disse que acha bem. Outra coisa não seria de esperar face à força intrínseca que a medida encerra.

Acácio Pinto

Deputado do PS


in LETRAS E CONTEÚDOS